Ada Tina Dual Clear resenha com Antes e Depois

Ada Tina Dual Clear resenha com Antes e Depois

18 de julho de 2013 29 Por Luciana Vilela

Ada Tina Dual Clear – Clareador Facial

Hoje vou falar tudo sobre o Ada Tina Dual Clear que testei, com fotos de antes e depois.

Se tem uma coisa que te incomoda não adianta todo mundo falar no seu ouvido. Você não escuta! E só enxerga aquele defeitinho…

Quem é assim levanta a mão?

Eu tenho umas manchinhas na pele que só eu enxergo. Aí quando a pessoa duvida mesmo, eu mostro. Aí elas enxergam!

Por isso, resolvi experimentar um clareador facial, pois achei que os BB creams fizeram a parte deles até certo ponto, depois o efeito estacionou.

Ada Tina é uma marca de dermocosméticos que eu sempre quis conhecer e ao ver que tinha um produto para clareamento facial não pensei 2 vezes: escolhi o Ada Tina Dual Clear e vou mostrar hoje o início do tratamento, e ao final do produto, volto para mostrar os resultados!

Então, considerem esse post como apresentação do produto, e em seguida mostro os resultados

da Tina Dual Clear resenha antes e depois

Ada Tina Dual Clear – FPS30 – PPD12,5

O Ada Tina Dual Clear tem FPS 30 e deve ser aplicado 3x ao dia. Por isso, durante este tempo vou dispensar o uso de outro protetor solar (já comecei a usar na 6ª feira, dia 10/05). Ele é extremamente seco, e deixa a pele ligeiramente branca, como aqueles protetores solares de barreira física. Mas nada fantasmagórico.

Até hoje, segunda, estou seguindo direitinho as 3 aplicações diárias (de manhã, depois do almoço e à noite).

Segundo o fabricante, eu posso esperar:

73% Clareamento da pela
73% redução dos sinais de envelhecimento
91% melhora na aparência geral da pele e hidratação.

Eu fico cheia de expectativa com essas coisas, vocês sabem, né? Boto a maior fé em boas marcas de dermocosméticos, mas fiquem tranquilas que vou mostrar o que tiver que mostrar depois, sejam bons ou ruins os resultados.

Ah, importantíssimo mencionar: Ada Tinaé 100% Cruelty Free.
Não testa produtos em animais e não obtém ingredientes por fontes animais ou que envolvam sofrimento deles.


Ada Tina Dual Clear – antes e depois (esta parte do post foi feita 2 meses após a primeira parte)

Comecei a usar o Ada Tina Dual Clear em maio, e terminei agora em julho (há uns 10 dias).

Primeiro deixa eu contar como ele é, depois vou aos resultados:

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

A embalagem vem com 30ml, e durou 2 meses. Os meus cremes duram bem mais que isso, mas vou explicar: a indicação do fabricante é usar o produto de manhã, reaplicar à tarde e à noite. E eu fiz isso!

Não fiz todos os dias, mas a maioria. Suspendi o uso do protetor solar nesse período, já que estava bem disciplinada para reaplicar e ele tem FPS 30 (UVA e UVB).
Ele tem a consistência cremosa e não é tão fluida quanto os anti-ages que estou acostumada a usar. Parece muito com as máscaras de argila!
Ao ser espalhado no rosto, deixa um aspecto esbranquiçado – igual ao resultado daqueles protetores solares de barreira física.
Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Depois de espalhar, ele seca. E SECA MESMO! Gente, fica tão seco que teve dia que eu tive que intercalar com um hidratante pra aliviar um pouco, pois o rosto estava muito seco.

Quem tem pele oleosa pode usar tranquilamente, nem consigo imaginar esse creme melando em alguém, ele é muito seco.

Vamos aos resultados.

No post de apresentação do produto, falei que eu tinha 2 áreas onde eu me preocuparia de tratar: abaixo dos olhos, não nas olheiras, mas acima das bochechas, onde havia manchas de sol e uma coloração diferente do restante da face, e manchas na testa, que eu admito não serem tão chamativas, mas eu vejo sempre, o que é suficiente para me incomodar.

Fotos do antes:

Aqui está a foto da minha testa nua e crua! E pra vocês não dizerem que não estão vendo nada, marquei pra vocês as áreas onde eu sei que tem as manchinhas que eu quero que sumam daqui!!

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Compare com a 1ª foto e localize a minha marcação que dá pra ver a diferença de tom. E nessa área também:

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Estão vendo as regiões que eu mencionei? Aqui a mancha da testa aparece nitidamente.

Dependendo da iluminação elas aparecem mais, ou menos. Mas estão lá!! -__-

Na face, abaixo das olheiras, também tenho umas manchinhas que sempre procuro cobrir com as bases e BB Creams:

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

A regiaõ marcada tem uma coloração diferente do resto do rosto, e algumas manchinhas de sol. Esses foram meus 3 focos ao usar o creme: as duas áreas acima da bochecha e a testa.

Pois agora são as fotos do DEPOIS:
Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

Ada Tina Dual Clear resenha antes e depois

As duas fotos acima são a mesma, só estou destacando o limite da mancha na foto de baixo,ok?
A mancha da testa continua lá, um pouco amenizadas, mas continuam. Quero dizer, aqui. Eu não sei o que ela é: se é melasma de gravidez, ou hormonal, se resultado de sol, ou é de nascença. Só sei que a bicha continua e eu não achei que sumiu, só amenizou. Eu sei que ela não é tão chamativa, mas continuo vendo.
Alto das maçãs do rosto:
Agora, nesta foto vocês conseguem ver o que pra mim foi o melhor resultado do creme. Estou creditando o resultado ao creme pois realmente só usei ele neste período, além de hidratante de vez em quando e o creme da área dos olhos.
Na parte alta da bochecha eu tenho algumas pintinhas (que acho que são resultado de sol), essas continuam, mas aquela diferença de tonalidade, não tem mais. Era uma área mais amarronzada, e agora está uniforme com a cor do resto da face. É uma diferença realista pro tempo de usa – tem gente que fica esperando milagre em pouco tempo mas isso não existe!
Na foto lá de cima, se você olhar na direção do canto externo do meu olho, para baixo, verá uma área mais escurecida, é isso que eu estou falando que não tem mais.
Pode ser que, assim como a mancha da testa, não seja tão visível e chamativo, mas também era outra coisa que me incomodava e que foi motivo de me fazer usar um creme clareador.
Eu cheguei a conclusão de que para usar este creme você precisa saber qual a origem, qual o tipo de sua mancha, pois parece que ele é eficiente para um tipo específico. Aliás, parece que este creme deve ser considerado mesmo como um uniformizador. Tire da cabeça que ele vai tirar uma mancha específica ou pintas, não é isso, parece que ele uniformiza o tom da pele. Pelo menos foi essa a impressão que eu tive.
Agora, o que eu preciso fazer é manter: não deixar de passar protetor solar, para que essas áreas voltem a escurecer.
Espero ter ajudado você a tirar as suas conclusões. Como não sou da área médica, não posso indicar isso ou aquilo para alguém, mas contando como foi minha experiência e mostrando as fotos, espero que alguém identifique seu problema com o meu, e tomara que seja útil! E em relação a marca Ada Tina, que eu conhecia só de fama, gostei da primeira impressão, me pareceu uma boa marca de dermocosméticos para investir.
O meu Dual Clear veio da Kutiz, que também vende muitos outros produtos da Ada Tina, vale a pena conferir.
Beijos!