Biosole Fluid FPS 90 da Ada Tina resenha – protetor solar para melasma

Biosole Fluid FPS90 da Ada Tina – alto fator de proteção contra raios UVA e UVB

Biosole Fluid FPS90 é o último lançamento da Ada Tina da família de protetor solar Biosole (tem outros protetores dessa linha, vou deixar o link das resenhas no final do post), e para mim é o melhor deles! Ele tem uma textura bem fluida, que justifica o nome, e um alto valor de proteção contra os raios UVB – FPS90 – e UVA – PPD 42, 3). Por isso, ele é indicado especialmente para quem tem muita sensibilidade à exposição solar e também quem está na luta contra o melasma. Pode ser usado por quem tem todo tipo de pele (oleosa, mista, normal, seca) e inclusive quem tem pele sensível, pois é hipoalergênico.

Biosole Fluid FPS90 - Ada Tina - resenha de protetor solar

Algumas características gerais:

-Serve para todo tipo de pele

-Toque Seco

-Alta resistência à água e ao suor

-Vegano, Cruelty Free

-Sem Parabenos

-Não tem óleo mineral

Assista o vídeo com resenha e aplicação no rosto:

 

Biosole Fluid FPS90 – embalagem e características do produto

A embalagem do Biosole Fluid é diferente das outras embalagens de protetores solares da Ada Tina exatamente por causa de sua textura, que é mais líquida. Ele vem em um tubinho, com 40ml, e um bico dosador, que deixa o líquido sair aos poucos. O produto deve ser agitado antes do uso por recomendação do fabricante.

Ele é um líquido com nenhuma viscosidade, branco, mas ao ser espalhado não deixa rastro na pele exatamente por ser leve demais, e rapidamente absorvido.

Biosole Fluid FPS90 - Ada Tina - resenha de protetor solar

Biosole Fluid FPS90 – Fórmula

A fórmula do Biosole Fluid tem o Difendiox, que é o complexo antioxidante patenteado pela Ada Tina (muitos protetores solares tem um reforço de antioxidantes na fórmula para incrementar as defesas da pele contra a ação danosa da radiação solar), e tem filtro físico (dióxido de titânio) e alguns filtros químicos, entre eles o famoso Tinosorb (Tinosorb S e Tinosorb M), famoso pela sua estabilidade. O resultado é um protetor solar leve e eficiente, e com acabamento bem seco e confortável.

Biosole Fluid FPS90 - Ada Tina - resenha de protetor solar

Biosole Fluid FPS90 – minha experiência de uso

Usei o Biosole Fluid FPS90 bastante desde o começo de fevereiro, e tenho mostrado as aplicações nos stories do meu instagram (@luvilelapaes). Durante esse período, testei o produto em dias de muito calor, em atividades físicas como corrida ao ar livre, piscina, e fiquei muito satisfeita com o desempenho. Ele aceita bem o retoque, não esfarela e quando usado por baixo da maquiagem também não prejudica a aparência da base. Eu considero a minha experiência com o Biosole Fluid como sendo uma das duas melhores experiências com protetor solar da Ada Tina – o meu preferido continua sendo o Normalize Matte Intense, pelo seu acabamento matificante, e o melhor Biosole é o Biosole Fluid, por seu acabamento seco (ele não matifica mas seca e fica bastante confortável em minha pele mesmo em dias quentes e úmidos) e também pelo altíssimo fator de proteção. Lembrando: o valor obrigatório mínimo de um PPD é de 1/3 do valor do FPS (expliquei isso no post: o que é PPD protetor solar? ) e o Biosole Fluid FPS90 foi além disso e tem um PPD de 42,3! É um protetor solar excelente na minha opinião, entre os 2 melhores da Ada Tina.

Biosole Fluid FPS90 - Ada Tina - resenha de protetor solar

Onde comprar e preço

Biosole Fluid FPS90 é encontrado na loja virtual da Ada Tina e também nas farmácias e lojas de cosméticos que comercializam a marca, custa atualmente R$135,00 a embalagem com 40ml.

Mais protetor solar Biosole no blog:

Biosole Oxyprotetor solar com vitamina C

Biosole Levprotetor solar com textura levíssima

Biosole BBprotetor solar com cor

Biosole AVprotetor solar anti-idade

 

 

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – resenha protetor solar mineral com cor

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – protetor mineral com cor

O protetor solar em pó compacto Moderm pode ser uma boa alternativa pra complementar a proteção solar, principalmente para quem tem melasma. Ops, comecei o post com a conclusão! kkkkkk Mas fique comigo até o final que vocês irão entender como eu cheguei a essa conclusão.

Protetor Solar pó Compacto Moderm - com cor

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – protetor solar mineral com cor

Este protetor solar vem em uma embalagem de pó compacto como de maquiagem: redondo, que se abre por destravamento, por dentro vem com uma esponja aplicadora lavável, um espelho e o compartimento do pó compactado. O conteúdo líquido é de 7g.

As características do produto, de acordo com a Moderm* :

  • Hipoalergênico
  • Sem parabenos
  • FPS 50 (proteção UVB) – PPD 16.66 (proteçao UVA)
  • Oil Free
  • Matificante
  • Serve para todo tipo de pele
  • 100% filtros físicos, ou seja, é o chamado protetor solar mineral 
  • 2 opções de cores: Bege Claro e Bege Médio

*Moderm pra quem não conhece é uma marca dos laboratórios Galderma, responsável também por Cetaphil

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – cor Bege Claro – fórmula

Protetor Solar pó Compacto Moderm - com cor

Segundo a Moderm, o Protetor Solar em Pó Compacto é hipoalergênico, mas lembrando: um produto hipoalergênico é aquele feito com ingredientes com menor potencial de causar alergia, mas isso não garante que você tenha alergia a algum componente específico da fórmula. Por isso, aliás, eu sempre gosto de disponibilizar a fórmula dos produtos nos posts 😉

  • Na fórmula, os últimos ingredientes CI  (77891, 77492, 77491, 77499) são óxidos de ferro de colorações diferentes, que misturados fazem a cor do produto. O óxido de ferro também é um filtro físico e que dá pigmento ao protetor solar, e ele também escurece com o tempo. Por isso às vezes passamos um protetor solar que ao fim do dia parece mais escuro em nossa pele 😉

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – minha experiência

Eu não sou uma fã apaixonada por protetor solar com cor, mas sempre testo vários com muito boa vontade. Geralmente a cor não é boa pra mim e eu acabo sujando minhas roupas mais do que eu gostaria, rsrs (quem nunca?). Este protetor solar me surpreendeu pelo acabamento sequinho, ele deixa a oleosidade da pele sob controle por bastante tempo, o que é ótimo para usar no calor (pra quem está chegando agora, tenho pele oleosa)

Eu não tenho dificuldade em aplicar, pois é o mesmo tipo de aplicação de um pó compacto de maquiagem. A princípio você pode até manchar, deixando uma parte do rosto mais escura que a outra mas isso é fácil de resolver espalhando melhor o produto. (ah, mas e o FPS? Calma que eu chego lá…)

Aliás, no meu caso específico eu PRECISO espalhar, porque olha como fica a cor em mim:

Protetor Solar pó Compacto Moderm - com cor

E olha que esse é o BEGE CLARO, a cor mais clara disponível… mas não tem jeito, eu fico bem laranja… Então, para ficar um pouco mais apresentável eu preciso distribuir melhor o “filme” do protetor solar dando batidinhas com a esponja. Este efeito “maquiagem” dura por bastante tempo, até umas 5 ou 6h, e gosto do efeito matificante, mas realmente a cor é bem escura pra mim.

Protetor Solar Pó Compacto Moderm – qual a quantidade a ser aplicada?

Nós já sabemos que a quantidade de protetor solar a ser aplicada no rosto que garante o FPS que o fabricante declara na embalagem é de 2mg/cm². O problema de usar protetor solar em pó é não ter como quantificar isso, pelo menos ninguém deu um parâmetro ainda. É claro que dá pra ver nitidamente, por causa da cor, onde tem e onde não tem protetor solar, mas não dá pra saber se o “filme” está suficiente. E se você exagerar não fica bonito! Por isso, eu considero o protetor solar em pó uma boa opção como um complemento da proteção solar, por cima de um protetor em creme ou gel. Aliás, pra quem tem melasma, uma cor é uma boa pedida, já que faz uma barreira que protege da luz visível. Viram como eu cheguei à conclusão que eu mencionei no início do post?

Onde comprar e preço

Protetor Solar Pó Compacto Moderm custa entre R$61 e 87 em farmácias. Algumas seguidoras no Instagram estão dizendo que sempre tem promoçao dele no Privalia #ficadica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que é PPD do protetor solar? Qual a diferença do FPS?

O que é PPD do protetor solar e por que é importante?

PPD do protetor solar não é uma informação muito clara nos produtos, mas quem tem melasma e principalmente, quem frequenta os consultórios de dermatologistas já ouviram falar bastante e entende melhor a importância dele. Como na internet a informação se propaga rapidamente, muita gente já ouviu falar nessa sigla mas ainda não entende o que é, e por que seria importante saber o que é. Aqui no blog e no canal eu recebo muito essa pergunta, tá aí o motivo do post.

(Mais um post do blog que é escrito pela demanda, haha)

PPD do protetor solar – o que significa essa sigla?

PPDPersistent Pigmented Darkening – ou “escurecimento persistente do pigmento” – isso literalmente, mas o que você precisa entender é que se trata do escurecimento da pele pelo pigmento, que no caso é a melanina.

Ok, mas como isso se traduz no protetor solar?

Já nos acostumamos com o FPS do protetor solar, e muitas pessoas o consideram tão importante que levam em conta o FPS para escolha do seu protetor solar. E ele é realmente importante:

PPD x FPS

O FPS indica o “tempo a mais” que uma pessoa pode ficar exposta ao sol sem ter qualquer alteração na pele, como eritema e vermelhidão.

Por isso, se você escolhe um FPS 30, significa que pode ficar 30x mais tempo ao sol sem se preocupar.

Por exemplo: se seu tipo de pele pode ficar por 5 minutos ao sol, aplicando um protetor solar na quantidade correta ele permite que você fique: 5 x 30 = 150 minutos ao sol (ou uma hora e meia).

Opa, já falei sobre isso aqui no post: qual a quantidade de protetor solar para o rosto?

Isso acontece porque o FPS indica a proteção do produto em relação aos raios UVB – os raios UVB atingem a camada superficial da pele, é a radiação que causa a vermelhidão.

Já o PPD do protetor solar se refere à proteção contra os raios UVA, que atingem as camadas mais profundas da pele, e que são responsáveis pelo aparecimento do câncer de pele, do envelhecimento, da quebra das cadeias de colágeno, e também responsável pela ativação dos melanócitos – as células que liberam a melanina, o pigmento da pele.

Qual o valor do PPD do protetor solar?

Quando o fabricante do protetor solar não destaca o valor do PPD na embalagem (e a maioria das marcas não faz isso, apenas mencionam que tem a proteção UVA, ou colocam +++ para dizer que tem alta proteção UVA), considere o valor do PPD como no mínimo 1/3 do valor do FPS, pois é o mínimo exigido pela legislação.

FPS 60 = PPD 20

Porém, algumas marcas fazem questão de colocar a alta proteção UVA em destaque na embalagem:

PPD protetor solar - o que é, qual o valor

O protetor solar da Ada Tina, marca de dermocosméticos que sempre aparece aqui no blog, acabou de lançar o Biosole Fluid, com valor alto de PPD: 42,3 – bem maior que o mínimo de 1/3 do FPS, que seria 30.

PPD – importância para quem tem melasma

Se você tem melasma, deve ter percebido um detalhe importante que eu mencionei na descrição da ação dos raios UVA na pele: é o responsável pela ativação dos melanócitos, ou seja, o principal responsável pelas manchas na pele. Por isso, como a proteção solar adequada é um dos principais pilares do tratamento contra melasma (não só no tratamento, mas na manutenção dos resultados), não deixe esse detalhe passar despercebido. Considere o alto valor do PPD de um protetor solar na hora de comprar o seu.

Aliás, se você tem melasma, veja também o post onde eu falo sobre protetor solar mineral.

 

 

Mat Perfect com cor Avene – resenha de protetor solar com cor

Mat Perfect com Cor – protetor solar matificante e uniformizador para pele oleosa

Mat Perfect com Cor foi lançado pela Avene junto com o Mat Perfect sem cor que eu já mostrei aqui no blog (e amei, por sinal!). Até então eu só havia experimentado um protetor solar com cor da Avene, que foi o Avene Toque Seco  mas a experiência não foi das melhores, tanto por causa da cor quanto pelo acabamento. Aliás, durante esta resenha farei algumas comparações ao Avene Toque Seco, por isso seria legal se você pudesse clicar pra ler a resenha primeiro 😉

Mat Perfect com Cor Avene - resenha protetor solar com cor

 

Mat Perfect com cor Avene – apresentação e embalagem

Mat Perfect com cor é da linha laranja da Avene (como eu já mostrei no post do protetor solar mineral a linha branca da marca é Mineral, e a laranja é para peles sensíveis). Sua embalagem é a tradicional bisnaga plástica com tampa Flip Top que veda bastante, e vem com 50ml.

Segundo a Avene, ele tem textura oil free, toque seco, sem perfume e resistente à água. Pode considerar sua proteção contra os raios UVA (PPD) como 1/3 do valor do FPS, ou seja, PPD=20. É indicado para pele mista a oleosa.

Sua fórmula tem Pré-Vitamina C (Ascorbyl Glucoside) e Pré-vitamina E (Tocopherol Tocopheryl Glucoside) – lembra que eu já expliquei que esses ativos são chamados de pré-vitaminas pois se transformam nas formas ativas das vitaminas dentro da sua pele?

E isso não acontece de uma hora pra outra, no momento da aplicação, e sim de forma gradual. Por isso a marca anuncia que a liberação das vitaminas acontece ao longo do dia, reforçando a proteção solar.

Mat Perfect com Cor Avene - resenha protetor solar com cor

Avene Mat Perfect com cor – fórmula

A Avene, como boa marca de dermocosméticos que é, coloca um reforço antioxidante na fórmula dos protetores solares não é à toa: os antioxidantes são excelentes reforços para a proteção da pele contra os danos causados pela radiação. Tá aí o uso da vitamina C na pele que a gente não dispensa!

Mat Perfect com cor – como ele é na pele

Agora sim vamos ao que mais interessa: como é o Mat Perfect com cor na pele!

Mat Perfect com Cor Avene - resenha protetor solar com cor

Mat Perfect com cor tem textura em creme, fácil de espalhar. Comparando ao Avene Toque Seco:

  • sua cor não é tão laranja, mas é mais escura que a minha pele. Aliás, eu não sou a melhor referência pois realmente não tenho melanina nenhuma, kkkkkkk! Por isso, se você tem um pouco mais de melanina que eu, o que não é muito difícil, ele tende a se adequar mais do que a mim. (tá aí minha dificuldade enorme em me adaptar com a maioria dos protetores solares com cor)
  • Ele seca sim. Enquanto o Avene Toque Seco não seca em minha pele, o Mat Perfect com cor secou e ficou com uma sensação bem mais agradável. Só que….
  • Ele não segura a oleosidade por muito tempo, pelo menos agora, no período em que testei. Foram quase 2 meses, em dezembro e janeiro, ou seja, peguei alto verão com altas temperaturas e umidade do ar. Em algumas situações, como sair ao ar livre durante o dia, ele segura menos, mas para ficar em casa, segura por mais tempo.
  • Não derreteu em nenhuma das situações, nem sendo usado na academia.
  • Tirando o aspecto “cor” eu gostei do viço bonito da pele, ele dá um acabamento bonito para servir como base de maquiagem. Por isso, se você gosta de usar protetor solar com cor para ir ao trabalho, por exemplo, e fica no ar condicionado o dia todo, pode ser uma boa opção.
  • Ele oxida menos que o Avene Toque Seco, mas oxida sim. Durante o dia, com a exposição ao ar livre, ele escureceu em minha pele a ponto de minhas filhas perceberem…rsrs

Mat Perfect com cor Avene – onde comprar e preço

Mat Perfect com cor foi lançado no ano passado por um preço aproximado de R$79,90 nas farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online. Mas ultimamente já tenho visto promoções, e o protetor com FPS já encontrei por R$65-69 e o FPS30 por R$62-65. Geralmente, após um tempo de lançamento, as lojas começam as promoções de grandes marcas como AVENE \o/

Avene no blog

Eu sou fã da Avene e uso há muitos anos, desde que descobri a água termal. Então, se você também curte, vale a pena ver essas outras resenhas que eu já publiquei:

Essencele Filler C da Profuse – resenha

Essencele Filler C – vitamina C + ácido hialurônico

Estou usando a Essencele Filler C da Profuse todas as manhãs, pois como sabem sou muito fã de vitamina C. Aliás, também sou muito fã de ácido hialurônico, e nesse caso, como o produto tem os dois ativos,  minha rotina da manhã ficou mais simples: limpeza + tonificação + Essencele Filler C + protetor solar.

Recebi o kit da Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos da Drogaria Araujo, daqui de BH

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Todas as vezes que eu usei vitamina C até hoje, sempre acompanhava com um hidratante, pois sentia falta. Com Essencele Filler C, o efeito de hidratação é imediato, esta é a vitamina C com maior efeito hidratante que eu já usei até hoje.

Como é a Essencele Filler C?

Essencele Filler C vem em uma bisnaga de alumínio, bem vedada, com tampa de rosca. São 30g de um gel transparente, de textura bem leve, desses que deixam uma sensação refrescante ao ser espalhado na pele. Fácil de espalhar, o acabamento na pele é ótimo, achei perfeito para pele oleosa – não mela, não deixa resquício, não atrapalha a maquiagem, excelente mesmo. Dá pra usar no verão, inclusive. Então, no quesito acabamento já posso dizer que foi SUPER APROVADA.

Essencele Filler C – o que diz a marca

A Profuse descreve a proposta do produto assim:

  • Previne rugas
  • recupera a luminosidade
  • ação antioxidante
  • alta hidratação
  • estimula a produção de colágeno
  • toque aveludado
  • para todo tipo de pele
  • Pode ser usado pela manhã e/ou noite
  • Pode ser aplicado no rosto, pescoço e colo

Toda essa ação prometida pela Profuse é devido à presença da Vitamina C, que é antioxidante, e do ácido hialurônico de baixo peso molecular biovetorizado – ou seja, uma molécula com alta capacidade de penetração nas camadas mais profundas da pele. E como a gente já tem falado bastante por aqui, os efeitos da pele bem hidratada com ácido hialurônico são esses mesmo: melhora da densidade da pele, melhora do viço e do aspecto das linhas de expressão.

Leiam o post para entender melhor o efeito dele na sua pele: O que é ácido hialurônico, pra que serve?

Qual a concentração da vitamina C da Essencele Filler C?

Toda vez que eu falo de vitamina C todo mundo quer saber a concentração. A “vitamina C” da Essencele Filler C na verdade é o SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, um derivado de vitamina C, que é o ácido ascórbico. Algumas literaturas chamam de “outra forma de vitamina C”. Enfim, pelo fato de o ácido ascórbico ser tão difícil de ser estabilizado em fórmulas cosméticas, a indústria foi buscando essas alternativas para ter os benefícios da vitamina C só que com mais estabilidade – no caso, o S.A.P. é bem mais estável, por isso alguns laboratórios o escolhem.

A concentração de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE da Essencele Filler C é de 5%.

MAS ATENÇÃO: estamos falando de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, e não de ácido ascórbico.

Os produtos que vemos no mercado com 15, 20% de concentração de vitamina C, são feitos com ácido ascórbico! Então não compare as concentrações de vitamina C de produtos que são feitos com ativos diferentes, ok?

A concentração desses ativos que são derivados do ácido ascórbico é menor mesmo, por vários motivos, por estabilidade da fórmula, por segurança, enfim, costumam ir até 5%.

 

Se os derivados tem a mesma efetividade da Vitamina C – ácido ascórbico – é uma briga que eu estou acompanhando por aí: farmacêuticos e cosmetólogos dizem que sim, alguns dermatologistas dizem que não (mas MUITOS PRESCREVEM! Inclusive a Essencele Filler C é MUITO PRESCRITA por dermatologistas!), cientistas dizem que não. Enfim, eu daqui, sentada no meu tijolinho, prefiro adotar o seguinte critério: usar o que funciona pra mim, o que me faz bem.

E vitamina C de uso tópico me faz muito bem, e depois que comecei a usar na minha rotina minha pele melhorou muito, em muitos aspectos. E sem falar que vitamina C é antioxidante, e junto com protetor solar são ótimos para manter a pele mais jovem por mais tempo (esse assunto daria vários vídeos, vários posts!).

Essencele Filler C dá espinhas? Causa vermelhidão?

Em mim, não deu. Mas em algumas pessoas a vitamina C causa acne – não é regra, mas a única forma de saber é usando…Por outro lado, o  SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um ativo muito usado em fórmulas anti-acne, por isso a chance de não dar acne é maior.

Em relação à vermelhidão, é outra reação comum à vitamina C. Novamente, mais uma vantagem do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE em relação ao ácido ascórbico: é mais tolerável. Muitas pessoas com pele mais sensível suportam melhor os derivados da vitamina C do que a vitamina C. Resumindo: pode acontecer de sua pele ficar vermelha e arder com o uso do Essencele Filler C, mas é mais difícil, e se acontecer, é uma reação normal. Observe se é o caso de continuar o uso fazendo intervalos (dia sim, dia não, até sua pele se adaptar) ou interromper o uso.

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Minha experiência com a Essencele Filler C

Até hoje eu só usei cremes com vitamina C que tem ácido ascórbico, ou seja, a vitamina C propriamente dita. Vou deixar em tópicos pra facilitar:

  • A Essencele Filler C é a mais hidratante de todas as vitaminas C que eu já usei. Dispensa o uso de outro hidratante, na minha opinião.
  • Eu tenho duas expectativas quanto a vitamina C: que seja antioxidante e que dê luminosidade á pele – ela é comumente usada como coadjuvante em tratamentos de clareamento de pele pois age sobre a enzima que aumenta a produção de pigmento na pele. Como antioxidante é difícil avaliar, pois é uma coisa que vemos com o passar do tempo: quanto mais tempo minha pele permanecer com aparência jovem, significa que estou agindo certo (não só com vitamina C mas principalmente com PROTETOR SOLAR). Quanto a ação de iluminar a pele, com a Essencele foi uma ação que eu não percebi. A ação das outras vitaminas C na minha pele mostraram esse efeito em pouco tempo de uso (10, 15 dias), mas com a Essencele eu fiquei de olho nessa parte e não achei que ela age muito nesse sentido. ATENÇÃO: essa foi uma reação da MINHA pele. Na sua pode ser diferente, principalmente se você nunca usou nenhum produto com vitamina C e não tem parâmetros de comparação.

Então, resumindo:

  • Aparência do produto e facilidade de espalhar: ótimo. Não mostrou nem sinais de oxidação na embalagem, continua transparente após mais de um mês aberta.
  • Acabamento na pele: excelente. Sequinha, toque aveludado, sensação de frescor e hidratação imediata.
  • Antioxidante: vou na fé 🙂 Mas a presença do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um indicativo de que ela atua como antioxidante sim.
  • Luminosidade: não percebi melhora nesse aspecto.

Onde comprar e preço

A Essencele Filler C Serum é encontrada em farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online. Eu recebi a minha da Drogaria Araújo, maior rede de drogarias de MG. O kit do Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos está na promoção por R$181,40 no site, esse preço está maravilhoso pois geralmente o preço do Serum é R$170,00 e do Produto para olhos é R$130-140.

 

 

 

Bicarbonato clareia a pele? LEIA ANTES DE USAR!

Bicarbonato clareia a pele? Você precisa ler isso antes de usar!

Já viu pela internet as receitas com bicarbonato de sódio para clarear a pele? Pois é, elas existem aos montes. E pior: no Youtube, são milhões de visualizações em vídeos com receitas variadas: bicarbonato com limão, com Leite de Rosas, com água, com água oxigenada, com mel, clara de ovo, com tudo!

Eu vou falar sobre vários aspectos neste post para ser o mais clara possível, então prestem muita atenção e tirem suas conclusões!

Estou partindo do princípio, como sempre, que quem pesquisa sobre algum assunto antes de fazer já tem inteligência o suficiente para analisar e decidir. Vamos lá!

Bicarbonato clareia  a pele mesmo?

Sim, clareia.

É verdade que ele deixa a pele mais clara – do rosto, da virilha, dos joelhos, de qualquer área escura da sua pele. FATO. Ele é um ativo extremamente alcalino, faz uma esfoliação forte e com isso retira células mortas que escurecem a pele.

Quer você sinta ou não dor ou ardência, ele provoca uma agressão em sua pele. O fato de você não sentir não significa que sua pele não foi agredida, mas sim que você tem a pele mais resistente à substâncias alcalinas, e isso é comum.

Tanto é que algumas pessoas sofrem alergias a alguns ativos cosméticos que esfoliam, como ácido salicílico, e outras não. Normal.

Mas não pare por aqui, continue a leitura e faça esse favor a você mesmo.

Seria muito bom ler o post onde eu conto qual é o pH da pele e entender o que fazem os produtos ácidos e os produtos alcalinos na pele.

O que pode acontecer com sua pele após uma agressão, como essa feita pelo bicarbonato?

Após uma agressão, sua pele irá sofrer uma inflamação, e pode resultar em uma mancha pior do que aquela que você conseguiu tirar como resultado dessa inflamação. Guarde essa informação antes de seguir.

“Ah, mas eu fiz, fulana fez, e deu certo, e não teve mancha!”

Calma, que eu vou chegar lá.

Agora vou abordar um outro aspecto para você juntar a isso que eu já falei:

Onde você leu sobre o bicarbonato na pele?

bicarbonato clareia a pele

Agora sim, vou falar sobre uma coisa que não vi ninguém falando até agora.

Se você já procurou sobre o assunto no Youtube, deve ter visto vários vídeos com esses títulos, ou algo parecido:

  • CLAREIE SUAS MANCHAS COM MENOS DE 10 REAIS
  • BICARBONATO E ÁGUA PARA TIRAR MANCHAS NA PELE
  • CLAREAMENTO DE PELE COM BICARBONATO E LIMÃO
  • SUA PELE LINDA EM 2 DIAS
  • FIM DO MELASMA GASTANDO POUCO
  • RECEITA CASEIRA PARA ACABAR COM O MELASMA

Fala sério, hein? Quem não quer clicar nessas promessas todas? Quem tem manchas na pele sofre com isso, tem sérios problemas de auto estima, gasta ou já gastou horrores com tratamentos, é um alvo certo para esse tipo de vídeo. Com certeza vai clicar, assistir, e quase certamente vai seguir a receita. Os criadores de vídeos já descobriram que este é um assunto que tem audiência.

Acontece que tem um lado nessa história que muita gente não sabe.

Por trás de muitos vídeos e muitos sites que aparecem no Google existem verdadeiros autores fantasmas. Sabe o que é isso?

  • Nem sempre a fonte das informações que aparecem lá no topo da busca são confiáveis. Quem escreveu aquilo pode nem saber o que está falando.
  • Existem sites em que o autor nem aparece. Nem tem foto, ou a foto é falsa, é só um laranja.
  • Existem sites que contratam freelancers só pra ter vários posts escritos ali e terem vários assuntos para serem clicados. É profissão hoje em dia! Esses freelancers podem ser jornalistas, nerds, ou qualquer pessoa. Não significa que quem vai escrever sobre pele seja um dermatologista, entendeu?  Você pode estar seguindo uma dica de um “caixa de supermercado” que trabalha com isso à noite pra completar a renda. (Não estou depreciando o caixa de supermercado, só dei um exemplo que poderia ser qualquer coisa)

TODA VEZ QUE VOCÊ CLICA EM UM SITE, OU ASSISTE UM VÍDEO NO YOUTUBE, ALGUÉM ESTÁ GANHANDO DINHEIRO COM O SEU CLIQUE.

Eles só querem que você clique, e eles ganham acessos, e dinheiros dos anúncios.

“Ah, mas eu conheço a blogueira que faz e usa!”

Se ela usa, dá certo pra ela (e isso acontece porque ela tem uma pele resistente) ela tem que no mínimo avisar que existem riscos sérios de fazer esse procedimento. E quem tem melasma tem a pele mais suscetível a manchas com vários produtos, imagine com uma gambiarra dessas.

Compromisso? Pra que?

E se alguém se queimar toda com uma receita dessa, pra quem vai pedir ajuda? Não é da conta do autor do site, ou do vídeo.

Tem muitos vídeos em que o dono do canal nem aparece. E tem vídeos de Youtubers famosos, e pra mim quem passa essa receita e não fala dos riscos é irresponsável. Ponto.

Podem até contar da sua experiência pessoal, mas tem que avisar dos riscos que são graves, e são sérios.

Lá vem a Luciana falando de novo que não gosta de receita caseira!

Pois é, eu sou a chata da internet.

Falei contra fazer Microagulhamento em casa e recebi várias críticas.

Falei contra usar Redoxon no rosto – mais críticas.

 

E toda vez que uma receita caseira acarretar em riscos eu vou falar sim, porque eu tenho responsabilidade. Eu sei quantos milhares de pessoas por dia buscam por informações sobre cura do melasma e caem aqui no blog. E se fosse comigo? E se fosse a minha filha? Ninguém pensa nisso né?

E tem mais, não acabei ainda.

Eu gosto de receita caseira, já mostrei aqui no blog e faço várias outras. Só que não acarretam riscos nenhum.

O que dizem os médicos e profissionais da área sobre o Bicarbonato no rosto?

Todos os profissionais da área que eu ouvi são contra o uso do Bicarbonato na pele. O máximo que eu encontrei foram algumas opiniões em que ele seria usado em esfoliações semanais, mesmo assim misturados a outros ativos que acalmariam a pele para não ser muito agressivo. E mesmo assim, gente:

Médicos trabalham com segurança – existem tantos ativos cosméticos comprovadamente mais seguros para fazer esfoliações e peelings, pra que eles iriam usar bicarbonato e correr riscos?

“Você é contra usar bicarbonato porque você pode ir a um médico”

“Você tem parceria com dermatologista, por isso tá defendendo” – e não, não tenho parceria. Já tive, pra fazer alguns procedimentos, e deixei bem claro nos posts. Eu sei que é difícil ir a um médico, e é bem mais fácil e barato procurar dicas na internet. Mas pelo menos siga as dicas inócuas. Com esse tipo de coisa você pode piorar a sua situação!

Se você até hoje não teve um profissional em que confiasse, uma pena. Mas minha opinião é que a faculdade de medicina que eles frequentaram vale alguma coisa, pelo menos vale mais que a fonte de informação do youtuber fantasma.

Se você prefere acreditar nas blogueiras, youtubers, e escritores fantasmas da internet, não vou tentar te convencer… Mas se ainda quer pensar sobre o assunto, continue lendo o post:

“Vi muita gente comentando que usa bicarbonato para clarear a pele e funcionou”

Sim, mas pode ter acontecido duas coisas: ele comentou no dia que usou e funcionou, e depois de algum tempo, quando a mancha voltou, ele não voltou pra contar.

Ou então a pele dele tem uma resistência à abrasão – mas nem isso é por muito tempo, pode ser resistente agora, mas se ele continuar fazendo isso essa resistência toda acaba!

“Bicarbonato é mais acessível. Esses dermocosméticos clareadores de manchas são muito caros!”

Concordo, são caros mesmo. E meus olhinhos também brilham quando eu vejo a possibilidade de fazer alguma coisa pagando menos.

Mas tem que ter um limite, né gente?

Se você tivesse 100% de certeza de que iria dar certo, tudo bem. Mas melasma não tem cura, tem controle. E bicarbonato, além de não curar, pode te deixar pior do que está hoje.

Você faria mesmo se soubesse que pode ficar pior do que está?


 

Pois é, pra mim chega, já escrevi demais.

Como eu disse no início, se você está pesquisando, já tem aqui o outro lado da história.

Já tem gente demais mandando fazer, alguém tem que ajudar a refletir, né?

Podem começar a criticar minha postura em 3,2,1… tô acostumada. Mas seu conseguir fazer uma pessoa pensar sobre o assunto eu já fico feliz em ter feito meu papel.

 

 

 

Polypodium leucotomos como protetor solar

Polypodium leucotomos: alternativa preventiva contra danos solares

O Polypodium leutocomos ficou bastante conhecido pelos leitores do blog quando mostrei aqui o  Helioral que é um produto comercializado no Brasil, encontrado em cápsulas nas farmácias, mas que também pode ser manipulado a pedido do seu dermatologista para reforçar a proteção solar quando for necessário, e isso pode acontecer em várias situações: para auxiliar no tratamento contra melasma, para reforçar a proteção da pele em viagens ou temporadas em que a exposição solar será intensa, enfim, existem situações em que produtos de uso tópico podem ter essa forcinha dos produtos de uso oral.

Hoje vou deixar um artigo muito bom em que uma dermatologista explica o uso do Polypodium leutocomos e acho interessante deixar no blog, afinal gosto de publicar informações vindas de fontes confiáveis.

Polypodium leucotomos – dermatologista destaca orientações sobre prática preventiva

Faça sol ou faça chuva, existem alguns cuidados com a pele que devem estar presentes em nosso dia a dia, entre eles a fotoproteção solar. Não há dúvidas de que a radiação ultravioleta é nociva à nossa saúde.

De acordo com a Dra. Samantha Talarico, Dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o uso diário de protetor solar é obrigatório! “Muitas pessoas não valorizam o uso do protetor solar diariamente por não saberem as consequências graves que a radiação ultravioleta pode causar à pele. O dano que o sol provoca é cumulativo” alerta a médica.

Pensando nisso, com os avanços da ciência e da tecnologia, foram desenvolvidas novas alternativas para a proteção da pele contra os danos causados pelo Sol, como o fotoprotetor oral. Neste contexto, foi descoberto o Polypodium leucotomos, componente extraído de um tipo de planta encontrada em regiões da América Central, que apresenta propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, capazes de fortalecer o sistema imunológico e proteger o DNA das células da pele contra danos causados pela radiação ultravioleta, como eritemas (inflamação causada pela exposição excessiva aos raios ultravioletas), queimaduras, desenvolvimento de manchas, fotoenvelhecimento e até mesmo o câncer de pele.

Vale ressaltar, que apesar dos excelentes benefícios, o fotoprotetor oral não substitui o uso de filtro solar tópico, portanto, não pode ser utilizado isoladamente e sim como uma complementação para potencializar o efeito da fotoproteção. É recomendado que se adote todo um comportamento de proteção solar, que inclui o uso do filtro tópico, vestuário de proteção como chapéus, bonés, óculos de sol, roupas, evitar o horário de maior incidência de radiação e somado a tudo isso podemos introduzir a fotoproteção oral.

“Muitos pacientes acreditam que o uso do fotoprotetor oral possa descartar o uso de outras medidas preventivas, o que não é verdade. Todo cuidado é pouco, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de todas as formas de proteção solar. Sendo assim, este pode ser um excelente recurso para reforçar os cuidados com a pele, desde que combinado a outras práticas preventivas” orienta a dermatologista.

Ainda de acordo com a médica, este tipo de produto deve ser utilizado preferencialmente para indivíduos que apresentam maior sensibilidade à exposição solar, como pessoas que tenham reações fotoalérgicas, fototóxicas, manchas como o melasma ou que façam o uso de medicamentos que facilitam esses tipos de reações na pele.

Polypodium leucotomos – orientações médicas

Existem algumas orientações importantes:

  • Apesar deste tipo de produto ser encontrado em farmácias, o recomendado é que seja prescrito pelo dermatologista, que também pode optar por manipular o medicamento de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.

  • Pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula e crianças não devem utilizar este método de proteção. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Agora que já sabem da importância da fotoproteção, não deixem os cuidados de lados. São os pequenos cuidados diários que fazem toda a diferença.

Polypodium leucotomos – produtos com a substância

Polypodium leucotomos produtos - onde comprar

Protetor solar em cápsulas Bioderm

Helioral

Polypodium Leutocomos Miligrama

Homeo Ervas

Instituto Bioquímico

Polypodium Leutocomos Oficial Farma

 

Sobre a dermatologista Dra. Samantha Talarico

Graduada pela faculdade de medicina de Santo Amaro com formação no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay, na Santa Casa do Rio de Janeiro. Realizou estágios em Dermatologia no Instituto de Doenças Tropicais do Amazonas e no Hospital Saint Louis, em Paris. Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Ativos que tratam o melasma

Como agem os ativos que tratam o melasma

Vitaminas orais e potentes cremes com ação anti-inflamatória estão entre as novidades para combater as manchas do melasma

O melasma é caracterizado por manchas escuras ou acastanhadas (geralmente com padrão bilateral) e afeta principalmente mulheres em idade fértil. Segundo a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, apesar de não ter cura, o tratamento contínuo promove melhora significativa e o uso de produtos diários ajuda no controle da hiperpigmentação. “Atualmente para os tratamentos para manchas é preconizado, além do produto de uso tópico, os produtos de uso oral que possuem benefícios antioxidantes e diminuem a inflamação”, acrescenta Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos.

melasma

Suplementos Orais

Mika explica que, na parte oral, é fundamental a suplementação de antioxidantes, que diminuirão a formação de radicais livres, estresse oxidativo e consequentemente o processo inflamatório. “Um produto que tem ação de diminuir a inflamação é o Fosfolipideo do Caviar, que possui ação de proteção da membrana celular, fortalecendo e reparando dos danos causados pelos radicais livres, e pela presença de ômega 3, que diminui o estado inflamatório. Outro antioxidante diferenciado é o Glycoxil que interrompe o estresse oxidativo”, conta a farmacêutica. Além deles, Bio Arct aumenta a produção energética do organismo, que dessa forma terá a capacidade de produzir melanina de boa qualidade e Exsynutriment, que estimula a formação de colágeno e fortalece a junção dermoepidérmica — e dessa forma ocorrerá menos migração de pigmento para superfície diminuindo a formação de manchas.

Cremes

No ponto de vista do tratamento tópico, ativos como Sirahmnose, Hyaxel, Pro Barrier Repair, Alistin, B-White, Lipex Canola UB, OTZ 10 e Arct-Alg são importantes porque tratam os principais pontos, que são:

  1. Fortalecimento da junção dermoepidérmica: é o local que liga a epiderme e derme. Sirahmnose melhora essa ancoragem, e ajuda a diminuir a migração do pigmento para as camadas mais superficiais;
  2. Estímulo da renovação epidérmica de forma gradual: com a união do ácido hialurônico Hyaxel e PBR (Pro Barrier Repair), há estímulo da renovação celular e a remoção das células mortas;
  3. Aumentar a proteção contra os danos do UVB: o raio UVB causa danos no DNA e morte celular. Neste caso, o antioxidante indicado é o Alistin, que potencializará o sistema de defesa natural da pele e dessa forma aumenta a resistência aos raios UVB;
  4. Diminuição da pigmentação: o peptídeo clareador B-White controla a produção de melanina ao agir tanto na pigmentação de origem genética como nas manchas por exposição solar;
  5. Diminuir a inflamação com ativos como o Lipex Canola UB: com ação anti-inflamatória potente igual à da hidrocortisona, diminuindo o estado inflamatório da pele, o que diminui a chance de hiperpigmentação da pele em processos irritativos;
  6. Diminuir a ação dos raios UVA, Infravermelho A e luz visível. Aqui, o antioxidante avançado o OTZ 10 protege a pele da formação de radicais livres originados pela luz visível, Infravermelho A, UVA e UVB neutralizando os radicais livres e protegendo o DNA;
  7. Aumento de produção energética gera na célula a capacidade de responder melhor e produzir melanina de boa qualidade, o que evitará a formação de manchas. Arct Alg aumenta a vascularização da pele e também triplica a produção energética da célula.

Mika explica que esse sistema clareador diminui as manchas de forma suave sem irritar a pele, mantendo sua boa hidratação e diminuindo as chances de efeito rebote ou seja, o escurecimento.

Outros tratamentos

O exame clínico dermatológico é que vai indicar o diagnóstico e o tratamento da condição crônica cuja melhora depende do paciente (uso de produtos adequados e cuidados com a fotoexposição) e que pode piorar com tratamentos mais agressivos. A questão da fotoproteção é indispensável para estabilizar os benefícios dos tratamentos. “O uso de fotoprotetores com no mínimo FPS 30 para rosto e corpo (nas áreas mais expostas) deve ser diário”, explica. A farmacêutica alega que é sempre importante buscar auxílio de um dermatologista, que pode orientar para o controle do melasma ácidos clareadores, lasers, luz pulsada e peelings.

 

Vitamina C Art Vitta com ácido hialurônico resenha

Art Vitta – Resenha do Creme Facial com 20% de vitamina C e 5% de ácido hialurônico

Recebi esta vitamina C da Art Vitta desde que recebi, em dezembro/17. Tenho tanta coisa pra falar que nem sei por onde começo, então já vou convidando a assistir o vídeo que gravei pro canal, podem assistir antes ou depois, mas assistam “porfavorzinho” para que tenham uma visão mais completa, pois um conteúdo completa o outro – tem coisa que fica chata de ficar falando no vídeo, fica muito longo, né?

VEJA TAMBÉM: 26 vitaminas C para o rosto (já tem mais de 26 atualmente!)

Vídeo-resenha Creme Facial 20% Vitamina C e 5% Ácido Hialurônico Art Vitta

A Art Vitta é uma farmácia de manipulação de Santa Bárbara D’Oeste, interior de SP. Eles entraram em contato comigo para me oferecer este produto, que eu não conhecia, e depois pelos comentários no Youtube fiquei sabendo que já era um produto famosinho por causa da Ju Lopes, do Juro Valendo. Há muito tempo eu não uso cosmético manipulado, mas foi pura falta de oportunidade. Algumas vezes me perguntaram se eu usava, e sempre respondi que não, mas não tenho preconceito nenhum. Se o dermatologista receitar, e a farmácia for boa, eu acredito nos resultados também. O que aconteceu depois do blog foi que as oportunidades de conhecerem as marcas que existem no mercado foi muito maior e eu acabei ficando nesse mundinho, mas uso manipulados sem problema algum.

Lembrando sempre: a empresa me ofereceu o produto mas a resenha é livre, tá? Como sempre, aqui no blog eu posso sempre mostrar minha experiência e dar minha opinião sem interferência das empresas/marcas/assessorias

Vitamina C Art Vitta – apresentação

Vitamina C e ácido hialurônico da Art Vitta resenha

A embalagem vem com 50g, o que é maior do que as vitaminas C que eu conheço no mercado, que geralmente vem com 30g. Tem uma válvula pump, e apertando apenas 1x sai a quantidade boa para usar no rosto todo (talvez precise complementar um pouco a mais). Esta válvula pump não deixa passar luz, então protege a vitamina C da oxidação que acontece quando ela entra em contato com o ar ou a luz.

Uma característica importante que quero ressaltar é a questão da validade: por ser um produto manipulado sua validade é de 5-6 meses. Como tem 50g de creme, o que é muito, é legal você passar no rosto, pescoço e até colo, já que dificilmente você conseguirá finalizar um tubo nesse prazo usando só no rosto – não precisa abusar da quantidade, lembra? Só não se esqueça de usar protetor solar em todas essas áreas também.

Rotina de cuidados com a Vitamina C Art Vitta

Quero contar como estava minha rotina antes de usar a Vitamina C da Art Vitta: como estava começando o alto verão eu estava usando o Effaclar Anti Age para retexturizar a pele, pois ela já estava começando a ficar meio “grossa” por causa da exposição ao sol. Pela manhã eu estava aplicando o Hyaluron Filler, pois não quero deixar mais de usar ácido hialurônico no dia a dia. Não interrompi o uso dos produtos, então acrescentei a vitamina C e a rotina ficou assim:

  • manhã: limpeza – vitamina C – Hyaluron Filler – protetor solar

  • noite: limpeza – vitamina C – Effaclar Anti Age – hidratante (Hyaluron Filler, Água Termal, Hydrance Optimale)

Sempre me perguntam a ordem de uso dos produtos, então: sempre que tem vitamina C na rotina eu uso logo após a limpeza, ok?

Vitamina C e ácido hialurônico da Art Vitta resenha

Experiência com a Vitamina C Art Vitta – resultados até agora

Pra começar, vejam os benefícios do creme segundo a Art Vitta:

·         Poderoso anti-idade

·         Hidratante

·         Antioxidante

·         Prevenção de rugas

·         Clareador

·         Não oleoso

Na prática, quando uso vitamina C eu tenho um rosto mais viçoso, mais luminoso, uniforme e lisinho. Ele atenua manchas, mas como não tenho manchas contrastantes, apenas pequenas marquinhas claras, eu percebo que isso continua sob controle, e às vezes até melhora – por isso eu gosto de usar junto com algum retexturizador, como é o caso do Effaclar Anti Age. Ano passado usei o Redermic R Corrective e foi maravilhoso também! A concentração de 20% de vitamina C é bem alta, por isso se você nunca usou vitamina C e começar a sentir um leve formigamento ou uma sensação de ardência nos primeiros usos é normal. Mas se a reação for forte, interrompa o uso e converse com seu médico. O ideal é começar com concentrações menores, e ir avançando o tratamento, caso necessário, com a orientação do dermatologista. Se você tem melasma este produto pode ser usado no seu tratamento de pele.

Meu rosto está bem lisinho, firme, uniforme e iluminado, um resultado ótimo para quem está em pleno verão e aproveitando todas as atividades ao ar livre (com muito protetor solar sempre!!!). Aliás, me acompanhem no stories do instagram (@luvilelapaes) pra ver os tratamentos e os resultados ao vivo, assim fica mais fácil acreditar no que eu escrevo aqui, certo? 😉

Quanto ao acabamento, a vitamina C da Art Vitta não acrescentou oleosidade à minha pele, nem deu espinhas. Ela seca rapidamente, só não deixa a pele aveludada (ela seca e some).

Além de vitamina C, o creme também tem ácido hialurônico, que é hidratante. Eu amo e não vivo sem hialurônico mais, e quem estiver na minha faixa etária (tenho 41 anos) é bom associar esse hidratante à vitamina C, então como este produto já tem os 2 é um ponto super positivo. No meu caso específico, eu só continuei o uso do Hyaluron Filler pois eu já estava usando e não quis interromper o tratamento, mas eu poderia usar só a vitamina C e dispensar o hidratante também.

 

Onde comprar e preço

O Creme Facial com vitamina C 20% e Ácido Hialurônico 5% custa atualmente R$95,50 na loja virtual da Art Vitta  e vem com 50g, o que é bastante quantidade. Eles também tem loja física em Santa Bárbara d’Oeste.

 

 

 

 

 

Pure C 5 – Vitamina C da Ada Tina

Usando vitamina C da Ada Tina!

A vitamina C da minha rotina atual é a Pure C 5 da Ada Tina. Já tinha usado a Pure C Olhos e adorei a textura levinha, fácil absorção e resultados, agora o uso do Pure C 5 não me decepcionou!

Pure C 5 da Ada Tina resenha

A embalagem da minha Pure C 5 ainda é a antiga, mas ainda é encontrada em alguns lugares, com válvula pump e tampa de plástico transparente. Atualmente a embalagem é esta da direita, uma bisnaga com bico (não consegui achar fotos com detalhes mas não me parece ser um bico aplicador como o da versão para olhos, parece ser um bico comum de ponta fina, depois eu confirmo e atualizo aqui). A quantidade de produto continua a mesma, 30ml.

Sobre a concentração de vitamina C

Além desta versão, que tem concentração de 5%, a Ada Tina também tem a Pure C 20, com 20%. O ideal é consultar seu dermatologista para saber qual a concentração ideal de para a sua pele além da necessidade de associar o uso da vitamina C com algum outro produto. Em geral, quem tem até 40 anos e ainda está se prevenindo das primeiras ruguinhas, ou quem nunca usou vitamina C na pele, é bom começar com as concentrações próximas a essa, e depois passar para concentrações maiores. Mas além de ser um antioxidante a vitamina C também é indicada para auxiliar em tratamentos de manchas na pele, por isso mesmo antes dos 40 pode ser que o seu médico prescreva a de 20% – enfim, tem muitas variáveis, como eu digo sempre: cada pele é uma pele e tem uma necessidade, um histórico, eu estou contando minha experiência com o produto mas não posso indicar se ele é bom para a sua pele especificamente, muito menos falar qual a concentração ideal para você. OK?

Só sei que mesmo já tendo usado vitamina C anteriormente, e já ter 41 anos, a Pure C 5 está dando resultados maravilhosos em minha pele, que está bem clarinha e luminosa.

Textura da Pure C 5

A Pure C 5 tem uma textura de creme-gel. É bem fácil de espalhar, é bem fluida, é rapidamente absorvida e já posso passar meu protetor solar em seguida. Não acho que ela seja matificante (aquele tipo de produto que “chupa” a oleosidade) mas deixa a pele sequinha e confortável, o suficiente para quem tem pele oleosa usar tranquilamente. Segundo a Ada Tina, os resultados aparecem em 30 dias de uso, o produto é livre de parabenos, e a Ada Tina não testa seus produtos em animais.

Fórmula

HYDROGENATED OLIVE OIL, OLIVE OIL, OLIVE OIL UNSAPONIFIABLE, CETEARYL OLIVATE, SORBITAN OLIVATE, TOCOPHEROL, CANOLA OIL, ISONONYL ISONANOATE, PENTHAERYTHRITIL TERTA-DI-T-BUTYL HYDROXYDROCINNAMATE, GLYCERIN, SODIUM HIDROXIDE HYDROXYETHYL CELLULOSE, CYCLOPENTASILOXANE, DIMETHICONOL, DIMETHICONE CROSSPOLYMER, METHYLISOTHIAZOLINONE, PHENOXYETHANOL, ALUMINUM STARCH OCTENYLSUCCINATE, ASCORBIC ACID 2-GLICOSIDE, PARFUM, AQUA, BUTYLPHENYL METHYLPROPIONAL, HYDROXYCITRONELLA.

Onde comprar e preço

A minha Pure C 5 da Ada Tina veio da Drogaria Venancio, e os produtos da Ada Tina são encontrados em boas farmácias e lojas de cosméticos, tanto físicas quanto online. Na Venancio ela custa atualmente R$226,97.


 

Quer ver mais produtos com vitamina C para usar na pele?

26 produtos com vitamina C para o rosto

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...