Acido Glicolico The Ordinary resenha (pele oleosa)

Ácido Glicólico The Ordinary – resenha após 1 mês e meio de uso

Usei o Ácido Glicólico The Ordinary – Glicolic Acid 7% Toning Solution – e hoje vou falar sobre a experiência, além de descrever o produto. Foi o primeiro produto The Ordinary que usei por mais tempo, para conhecer a marca que está famosinha na internet por ter produtos de cuidados com a pele bem baratinhos mas com formulação comparada a de dermocosméticos caros.

Acido Glicólico The Ordinary resenha Glicolic Acid Toning Solution

Ácido Glicólico The Ordinary

The Ordinary tem fama de ter produtos bons e baratos, pelo menos no exterior. No site da marca canadense os preços são bem convidativos, que aqui encontramos em farmácias. O Glicolic Acid é um tônico, que pode ser usado após lavar a pele com sabonete facial, e a marca indica que deve ser usado à noite, uma vez ao dia.

Ácido Glicólico The Ordinary – pra que serve?

A função dos tônicos depende de seus ingredientes – tem tônico hidratante, tônico adstringente, e no caso deste, em que o ingrediente principal é o ácido glicólico, é um tônico esfoliante. O ácido glicólico é um alfahidroxiácido que faz uma esfoliação química, ou seja, refina as camadas mais externas da pele, retirando as células mortas, tirando as ondulações e imperfeições da pele, fazendo com que a superfície da pele fique mais lisa, mais uniforme. Com isso, ela reflete melhor a luz, e parece mais clara, mais uniforme, mais luminosa e mais viçosa.

Além disso, o fato de refinar o extrato córneo também ajuda a melhorar a permeabilidade da pele. As células mortas que se acumulam nas camadas mais externas da pele acabam dificultando a penetração dos ativos, por isso é importante fazer algum tipo de esfoliação de vez em quando. Isso ajuda a potencializar os outros tratamentos que você faz (não precisa necessariamente fazer isso com ácido glicólico, existem outros ingredientes que também fazem isso, converse com seu médico).

Após um tempo cuidando da pele com produtos que focavam na hidratação, resolvi usar ácido glicólico a partir de metade de julho, após a viagem de férias.

Ácido Glicólico The Ordinary – como usar

O Ácido Glicólico 7% Toning Solution é um líquido, você pode aplicar sobre a pele usando algodão, ou usando as mãos – espalhe o líquido na palma das mãos, e pressione a mão molhada sobre a pele. Não precisa esfregar com força, basta deixar uma camada do ácido sobre a pele, pois é ele que faz o trabalho, não sua força.

A The Ordinary sugere que ele seja usado 1x ao dia, de preferência à noite. Eu também prefiro usar ácido glicólico à noite por causa do conforto. Costumo sentir aquela leve ardência e pinicação, e acho mais agradável não ter que passar protetor solar e enfrentar o dia após essa aplicação. Prefiro usar um hidratante confortável e ir dormir, no dia seguinte sinto que minha pele está boa.

Quando usamos ácido glicólico precisamos ficar atentos a exposição solar. O ideal é evitar ao máximo as exposições intencionais, como idas a praia e piscina, mas mesmo quem não tiver intenção de frequentar esses ambientes, cuide bastante da fotoproteção diária, com os devidos retoques.

Ácido Glicólico The Ordinary – composição

Glycolic Acid 7% The Ordinary não tem álcool.

Ácido Glicólico The Ordinary – minha experiência

Eu já tive boas experiências com ácido glicólico, desde a época em que eu tratava acne (aliás, é um ingrediente clássico para tratamento de acne e cicatrizes de acne). Os produtos similares que eu já usei mostravam efeitos em poucos dias, por isso estranhei muito o fato de não perceber os efeitos deste ácido glicólico na minha pele no primeiro mês de uso. Custei a perceber minha pele ligeiramente mais fina (dá pra perceber principalmente pela aparência dos poros, menos visíveis, e a luminosidade da pele melhor). Mesmo assim, achei pouco, deixou a desejar após 1 mês e meio.

Com dias de uso o Blemish Age Solution SkinCeuticals, Neostrata High Potency Cream, Effaclar Anti Age , que são produtos com ação similar, me deixaram mais satisfeita. Também vale mencionar o Clinique Clarifying Lotion  que não tem ácido glicólico, mas tem ácido salicílico, mas tem ação parecida, e também achei melhor ao comparar resultados.

Além disso, ele tem uma outra característica que me incomodou: um acabamento pegajoso. Ele tem muitos ingredientes calmantes, umectantes, que estão aqui para fazer com que o produto seja mais bem aceito por peles sensíveis, melhoram a compatibilidade com a pele (além do fato de ele não ter álcool). Porém tem esse efeito que, para o meu gosto, prejudica o sensorial “limpo”. Ao colocar o dedo, sinto um acabamento colento que me deixa desconfortável.

Por causa dessas duas características principais, não tenho intenção de comprar ou usar novamente, mas sei que isso tem muito a ver com as minhas experiências anteriores e com meu gosto pessoal (em relação ao acabamento).

Se você já usou, deixe aqui seu comentário com sua experiência!

Onde comprar The Ordinary

The Ordinary é vendida em sites internacionais como Beauty Bay e Ebay que enviam para o Brasil. Muitos perfis no Instagram também revendem a marca, com preços variados – o meu veio da loja da @beauty_mis no Instagram.

 

25 cremes com RETINOL – melhores cremes antissinais

Cremes com RETINOL (vitamina A) – os melhores cremes antissinais do mercado

Cremes com retinol estão em alta. Agora você vai saber tudo o que precisa pra fazer a melhor compra de cremes antissinais da sua vida, quer ver? Primeiro, a gente já sabe que hidratante, por mais potente que seja, é ótimo para prevenção de rugas – pra quem já tem, só hidratante não resolve. O melhor tipo de cremes antissinais é o que tem ação corretiva – e um dos ingredientes mais importantes e estudados na dermatologia que fazem essa ação é o retinol, que é a Vitamina A.

RETINOL = VITAMINA A

Cremes com Retinol – o que você precisa saber

Primeiro: Retinol é uma coisa, ácido retinóico é outra, tá?

Esclarecendo: Retinol é um ingrediente permitido em cosméticos, em uma concentração máxima de 0,3% – e acredite, isso é forte!

Ácido retinóico é uma forma oxidada do Retinol. Ácido Retinóico não é permitido em cosméticos, só em medicamentos, e seu uso deve ser prescrito e acompanhado por médicos dermatologistas. Ele tem uma ação mais forte, mais efetiva, deve ter o tempo de uso controlado, e usado na concentração adequada para cada um, por isso é necessário que o médico avalie para ver se indica ou não, e qual a melhor concentração. NESTE POST NÃO VOU FALAR DE ÁCIDO RETINÓICO, tá? O assunto aqui é COSMÉTICO. O retinol tem uma ação mais branda na pele do que o ácido retinóico. Ele se transforma, dentro da sua pele, em retinal, e depois em ácido retinóico.

Segundo ponto que eu quero destacar: no post de hoje estarão somente cremes com o ingrediente RETINOL ou RETINAL (retinaldeído), para equilibrar a “qualidade” dos cremes.. Os precursores do retinol, como palmitato de retinila, acetato de retinol, que são ingredientes mais brandos ainda, são bastante usados em cosméticos e costumam ter preços mais baixos. Farei um post reunindo essas opções depois, pois são muitos. Aqui eu quis nivelar os cremes, não seria justo mostrar um creme de 50 reais com palmitato de retinila como se ele tivesse a mesma ação que um creme com retinol que custa 150 reais.

OBS: os preços foram pesquisados em AGOSTO/2019 e são apenas referências.

Cremes com Retinol – como usar?

  • Retinol é um ingrediente fotosensibilizante, ou seja, o uso contínuo vai deixar sua pele sensível ao sol, pois ela passará por um processo de renovação celular (às vezes pode até descamar, mas nem sempre). Por isso, use de preferência à noite – a não ser que o produto tenha indicação de usar de dia (alguns tem), e tenha sempre o cuidado de usar protetor solar durante o dia.
  • Não precisa passar creme com retinol no escuro. Pode passar antes de dormir e ir pra cama sem tropeçar nos móveis 😀
  • Não precisa usar muita quantidade, basta uma fina camada.
  • Se você usa peróxido de benzoíla, não use retinol.
  • Se você já usa ácido retinóico ou tretinoína, ou toma Roacutan, não precisa usar retinol – você já está usando a forma mais potente da vitamina A.
  • Se você fez peeling, ou está com a pele sensibilizada com o uso de ácido glicólico, ácido salicílico, etc, converse com seu médico antes de acrescentar um retinol na sua pele. Esses ingredientes até podem ser usados juntos, mas em peles adaptadas e que não estão hipersensibilizadas.
  • Se você faz tratamento para melasma, converse com seu médico também para saber se o produto que você quer usar é compatível com o tratamento que você já faz. Cremes com retinol são usados em tratamentos para melasma, mas se seu médico prescreveu uma receita com uma combinação de ingredientes, confie nele.

Cremes com Retinol – 25 opções para comprar

Agora sim, vamos ao que interessa! Conheça 25 opções de cremes com retinol, os melhores antissinais que estão a venda no mercado.

Na lista abaixo só estão cremes com Retinol vendidos no Brasil. Fora do Brasil existem cremes com concentrações altas (1, 2, até 3%) mas isso pode ser problemático para qualquer pessoa sair usando livremente. Consulte seu médico antes de usar um creme com Retinol com alta concentração desse ingrediente, não é todo mundo que se dá bem com eles.

25 cremes com retinol - melhores cremes antissinais para comprar

1- Adcos Derma Complex Retinol + Ácido Hialurônico

Adcos Derma Complex Retinol + Ácido Hialurônico combina 2 tipos de retinol – retinol nano e palmitato de retinila, com ácido hialurônico de baixo peso molecular, com maior capacidade de penetração na derme. Também tem Ceramidas, ômega plus, Minerais Essenciais (Mg, Fe, Zn, Cu, Si),Energilium (ATP) e Niacinamida (vit B3). Reduz linhas de expressão, deixa a pele mais firme e rejuvenescida, acelera a renovação celular, reduz poros, melhora a aparência geral da pele. Vem com 30g e custa R$239,90.

2- Derma Complex Retinol Facial

Derma Complex Retinol Facial é um sérum com Retinol puro na concentração máxima permitida em cosméticos – 0,3%. Junto com ácido hialurônico, promete ação máxima na ação anti-idade – renovação celular, diminuição de linhas finas, pele uniforme, lisa e iluminada. Vem com 30ml e custa R$219,00.

3- Creme Hidratante Regenerador Noturno Anna Pegova – Pegoretinol

O Creme com Retinol da Anna Pegova tem Retinol, peptídeos (moléculas anti-idade, reestruturantes e regeneradoras) e pó de diamante (uau!). Vem com 40ml e custa R$294,00

4- Árago Nanoderme Retinol

Sérum Retinol + Osilifit estimula a renovação celular, diminui a flacidez e marcas de expressão através do aumento da síntese de colágeno e elastina, reestabelecendo a beleza da pele. Indicado para todos os tipos de pele. Com 50ml custa R$274,00

5- Creme com Retinol, Vitamina C e Ácido Hialurônico Art Vitta

Art Vitta é uma farmácia de manipulação que já apareceu aqui no blog algumas vezes, e gostei muito dos produtos. Esses produtos que eles vendem online são formulações prontas, que tem 6 meses de validade. Custa R$122,80 com 50ml.

25 cremes com retinol - melhores cremes antissinais para comprar

6- Biomarine Control Derm A5

Biomarine Control Derm A5 é um creme matificante, com Sepicontrol A5 9 (controla a oleosidade), ácido salicílico, niacinamida e Retinol. Custa R$100 com 50g.

7- RenovA Serum Bel Col

RenovA Serum é da linha profissional da Bel Col, para comprar você precisa ser cadastrado. Tem Retinol Encapsulado em Lipossomas de Fosfolípidos, Purificador de Lecitina de Soja Encapsulado, Palmitato de Retinol, Óleo de Romã, Vitamina E. A versão Home Care dessa linha é com Palmitato de Retinol, por isso não está nesse post.

8- Renew Creme de Tratamento Noturno Avon

Este sistema dual altamente eficaz é composto por dois cremes de tratamento cosmético com complexo de ação comprovada, cada um com uma tarefa específica. Em um creme tem ácido glicólico, e no outro, tem retinol e vitamina C (derivado). Deve ser usado alternadamente. Custa em média R$130 com 30 ml, mas é comum ter promoções nas revistas da Avon.

9 – Redermic R Corrective FPS30 da La Roche Posay

Redermic R Corrective é a versão dia do famoso Redermic R – tem FPS30, eu já usei e o efeito foi muito bom. Tem resenha no blog e canal, é só clicar pra conferir. Combina retinol puro com um palmitato de retinol, tem ação mais branda para ser usado de dia, com uma ótima textura. Custa em média R$200 com 30ml.

10- Blancy Tx da Mantecorp

Blancy TX é um clareador muito recomendado por dermatologistas no tratamento contra melasma por seu efeito despigmentante. Tem Ácido Tranexâmico associado ao Alpha Arbutin + Nano Retinol. Custa em média R$120 com 30ml

25 cremes com retinol - melhores cremes antissinais para comprar

11- Essencele Filler R Profuse

Essencele Filler R é o creme com retinol da Profuse (por aqui já mostrei a vitamina C Essencele Filler C). Possui em sua fórmula o Retinol, responsável pelo estímulo intenso da renovação das células da pele e o Ácido Hialurônico, que hidrata até as camadas mais profundas, melhorando a textura da pele e estimulando a produção de colágeno. Custa em média R$130 com 30ml.

12- Dermage Improve Night Repair

Dermage Improve Night Repair é um serum antioxidante noturno com Vitamina C, Melatonina e Retinol. Custa R$207,90 com 30ml.

13- Dermage Age Inverse Resculp

Dermage Age Resculp trata rugas e marcas de expressão, melhorando o contorno facial e tratando a densidade da pele. Tem Biopeptideo Pró-colágeno, Phycojuvenine, Retinol, Argireline, Complexo Peptídico pró GAG e pró PTG. Custa R$249,50 com 50ml.

14- Dermatus Essence Triad

Rejuvescedor da Dermatus com Retinol Encapsulado, Ácido Salicílico (Beta-hidróxiácido), Ácido Hialurônico, Extrato Glicólico de Arroz e Blend de Vitaminas. Custa R$150 com 30g.

15- Retinol Dear Cream da Dearskin

Retinol Dear Cream é o creme com retinol da Dearskin que tem aparecido aqui no blog. Uso há bastante tempo (já usei no rosto, agora uso no colo) para redução de linhas, tem resenha no canal e no blog. É um creme mais denso e levemente amanteigado, tem um blend de óleos, vitamina E e o Retinol. Custa R$119,90 com 50ml na Sare Drogarias.

25 cremes com retinol - melhores cremes antissinais para comprar

16 – Redermic R La Roche Posay

Redermic R tem 0,1% de retinol, uma concentração que já é forte para quem é muito sensível. Mas é um dos mais famosos por sua ação na pele, muito recomendado por dermatologistas. Ele combina Linoleato de Retinila + Adenosina para potencializar a ação do retinol, e também tem ácido hialurônico. Custa em média R$200 com 30ml.

17- Neostrata Pigment Controller

Enlighten Pigment Controller Neostrata Clareador Facial  tem NeoGlucosamine, Retinol, Vitamina C , Vitamina E. A marca Neostrata é uma divisão de dermocosméticos da J&J e atualmente está crescendo no Brasil pois ficou com a linha Minesol da Roc. Custa em média R$270 com 30ml.

18 – Revytra V-Skin La Cutanee

Revytra V-Skin é um anti-envelhecimento que combina muitos ingredientes consagrados como antioxidantes: retinol, Vitamina C, Niacinamida, Pantenol, Ácido hialurônico, Biosaccharide gum-4. Custa R$219,90 com 30ml.

19- Reviline Mantecorp

Usei Reviline e mostrei minha resenha no blog e canal, clique para assistir. Ele tem retinol e ácido hialurônico + silício (de baixo peso molecular), uma textura gel creme bem agradável e leve, Linefill MS (para restauração do contorno facial). Custa em média R$180 com 45ml.

20 – Skinceuticals Retinol 0.3

Retinol 0.3 da Skinceuticals é outro produto com a concentração máxima de retinol permitida em cosméticos no Brasil, por isso só use se você já sabe que sua pele pode suportar bem. Em outros países, a marca fabrica esse mesmo produto com concentrações ainda maiores como 0.5 ou 1%. Também tem Bisabolol, que é um agente calmante, para ajudar a minimizar a irritação da pele. Custa R$299,00 com 30ml.

25 cremes com retinol - melhores cremes antissinais para comprar

21- YstheaAL Avene

Ystheal é o serum concentrado da Avene que tem Retinaldeído, uma forma oxidada e mais potente do Retinol (o retinol oxida e se transforma em retinaldeído, e depois em ácido retinóico). Assim, ele combina elastina e ácido hialurônico e Pré-tocoferil para uma potente ação rejuvenescedora da pele. Custa em média R$170 com 30ml.

22- Vichy Liftactiv Retinol Ha

Liftactiv Retinol HA Advanced tem 0,2% de retinol puro (um dos mais altos do mercado, mais forte que o Redermic R),  LR2412, uma molécula de ação redensificadora e altamente hidratante para oferecer excelentes resultados antienvelhecimento. Custa em média R$220 com 30ml.

23- Roc Pro Correct

Roc Pro Correct combina Retinol e ácido hialurônico, promove ação prolongada e duradoura. Tem 40ml e custa em média R$170.

24- Kiaritá Gel Creme Clareador Theraskin

Kiaritá Gel Creme Clareador combina Arbutin, Niacinamida e Bisabolol ao Retinaldeído (assim como o Ystheal da Avene). Retinaldeído é uma forma oxidada do Retinol, portanto mais potente. Custa em média R$150 com 30g.

25- U.SK Retinol Antiox Defense

Este serum da U. Sk combina o retinol a um booster de retinol, para potencializar seus efeitos, além de um blend de antioxidantes. Custa em média R$270 com 30ml.

26- Ivy C Mantecorp

Ivy C já apareceu aqui no blog no post de indicação de vitamina C para o rosto, e é uma das mais famosas e recomendadas pelos dermatologistas, inclusive. Ela tem Vitamina C (magnesium ascorbyl phosphate) a 5%, ácido hialurônico e retinol. Custa em média R$120 a 160, com 30g.

Este post pode ser atualizado com novos lançamentos.

 

 

 

 

 

Pure C 40 Ada Tina – vitamina C pura em mousse – resenha

Pure C 40 – resenha da vitamina C em alta concentração da Ada Tina

Usei a Pure C 40 depois que voltei das férias de julho, e hoje quero contar minha experiência e explicar alguns pontos importantes não só sobre o produto, mas também sobre algumas questões que surgem quando falamos de cremes com vitamina C em alta concentração. Fique atento e leia até o final para entender tudo, ok?

Pure C 40 Ultra – vitamina C em mousse – o que diz a Ada Tina

Pure C 40 Ada Tina - vitamina C em mousse - resenha

Ada Tina promete a máxima eficácia em ação anti-idade, firmeza, clareamento e ação iluminadora da pele, e pelos estudos clínicos feitos pela marca, esses efeitos podem começar a aparecer em 14 dias de uso. Ele tem 40% de vitamina C pura (ácido ascórbico), altíssima concentração, com sensorial extrasseco e aveludado.

Pure C 40 – como usar?

Agora já vou começar a falar sobre algumas coisas que costumam gerar muitas dúvidas, mas se você entender direitinho o processo não vai ter dificuldade.

Primeiro ponto: já usou algum creme com vitamina C na vida? Se a resposta for não, esqueça a Pure C 40 por enquanto, ela é muito forte pra quem nunca usou. Creme com vitamina C pura em alta concentração só é indicado para peles adaptadas ao ingrediente.

Por isso, antes de comprar a Pure C 40, use cremes com derivados de vitamina C ou vitamina C Pura em baixas concentrações. Veja opções de vitamina C para o rosto no blog.

Se você já usou algum creme com vitamina C, já experimentou produtos com 20% de vitamina C e sua pele reage bem ao ingrediente, aí sim você pode começar a tentar a Pure C 40. Mas mesmo assim, tome os seguintes cuidados:

  • vitamina C não é fototóxica (como o ácido retinóico, por exemplo), mas ela pode causar irritação, vermelhidão, sensação de pinicamento em algumas pessoas com maior sensibilidade ao ingrediente – como estamos falando de um produto com alta concentração, é preciso saber disso para usar direito. Essa sensação tende a passar com o tempo de uso, pois a pele se adapta, por isso não é necessário parar de usar o creme imediatamente se ele causar isso, pois é uma reação normal, esperada.
  • SE você sentir muito incômodo, aí sim, pense na possibilidade de que vitamina C em alta concentração não é uma boa opção pra você. Até porque você pode sim, conseguir bons resultados com concentrações menores.
  • Use pequenas quantidades, faça uma camada fina de produto sobre a pele.
  • Comece usando à noite – como eu disse, mesmo que a vitamina C não seja fototóxica, será mais confortável pra você usar antes de dormir e não ter que passar protetor solar após a vitamina C, caso ela provoque algum desconforto.

FOTOTÓXICO: que pode queimar ou manchar a pele quando exposto a luz. Vitamina C não é fototóxica. Ela é fotosensível – ela se degrada em exposição a luz.

  • Você também pode usar dia sim dia não nos primeiros dias. Depois que se adaptar e perceber que a pele não apresenta reações desconfortáveis, você passa a usar todos os dias.

Pure C 40 – precisa usar protetor solar enquanto usar esta vitamina C?

SIM. Mas como já disse anteriormente, você usa protetor solar não é porque a vitamina C pode manchar sua pele, e sim porque você está fazendo um tratamento de pele, anti envelhecimento e clareador. Não faz sentido usar uma vitamina C para tratar e não usar protetor solar para proteger, certo?

Se você usar Pure C 40 à noite, use protetor solar durante o dia. Se você usar Pure C 40 de manhã, passe o protetor solar logo em seguida.

Pure C 40 – composição

Pure C 40 Ada Tina - vitamina C em mousse - resenha

O ingrediente principal é a vitamina C Pura – Ascorbic Acid – e associados a ela tem alguns silicones, formadores de filme que acabaram deixando o produto com esse aspecto de primer de maquiagem – ele forma um filme aveludado sobre a pele, bem siliconado, que deixa o efeito “blur” – pra quem não sabe, a ferramenta “blur” dos editores de imagem servem para borrar a imagem e disfarçar imperfeições. Veja na foto acima como os poros ficam disfarçados – é um efeito imediato, não do tratamento.

Pure C 40 – minha experiência

Infelizmente minha experiência com a Pure C 40 não durou mais que 16 dias. No primeiro dia, senti um desconforto mínimo, e no segundo nem senti mais. Minha pele está acostumada a vitamina C, então não tive problema de adaptação a um produto com alta concentração. Por isso, resolvi usar de manhã, pois sempre que possível dou preferência a usar creme com vitamina C durante o dia junto com protetor solar, para reforçar a proteção da pele (este é o papel principal do antioxidante).

Eu não sou muito fã de acabamentos muito siliconados – inclusive prefiro não usar alguns tipos de primer que tem este acabamento – por isso não me sentia confortável usando a Pure C 40. Porém, eu estava disposta a continuar o uso, mas percebi algo costuma acontecer com a minha pele quando recebe este tipo de produto por muito tempo: aparecimento de acne.

IMPORTANTE: não é a vitamina C que me causa acne. Se fosse, eu teria acne com os outros produtos. O que costuma me causar acne são esses ingredientes que costumam acompanhar esses produtos que tem esse acabamento siliconado demais. Não foi a primeira vez que aconteceu, por isso identifiquei.

Não é porque aconteceu essa reação comigo, que vai acontecer com todo mundo. De qualquer forma, as características do produto são essas e você precisa conhecer para saber se é o seu tipo de produto para inserir na sua rotina diária. Eu já usei a Pure C 5 da Ada Tina e também experimentei a Pure C 20 – ambas são cremes com vitamina C, tem um acabamento delicioso, bem diferente do acabamento da Pure C 40. Pessoalmente, prefiro as 2, acho que combina mais com meu gosto pessoal e consigo usar continuamente sem ter reações adversas.

Também vale a pena mencionar a Pure C FPS50 – a vitamina C da Ada Tina que já vem com proteção solar. É um antioxidante, com ótimo acabamento, e que eu resenhei aqui no blog. Aliás, Ada Tina tem ótimas opções de antioxidantes que eu posso usar, assim como todas as marcas, existem produtos que são bons pra nossa pele e outros não. Pure C 40 não é boa pra mim, mas Pure C 5, Pure C 20, Pure C FPS 50 são boas 😉

Onde comprar e preço

Pure C 40 está a venda na loja online da Ada Tina e também em lojas de cosméticos e farmácias que revendem a marca. Os preços variam de R$270 a 320 reais a embalagem com 30g.

Normalize Solar Oil Control Ada Tina – resenha e comparação

Normalize Solar Oil Control – protetor solar da Ada Tina para pele oleosa

Recebi o Normalize Solar Oil Control da Ada Tina e logo que comecei a usar já percebi semelhança com o meu conhecido Normalize Matte Intense, que é meu protetor solar preferido da Ada Tina para pele oleosa. Por isso, num primeiro momento farei a descrição do Normalize Solar Oil Control, mas depois será inevitável fazer uma comparação com o Matte Intense, pois vai ajudar quem já é familiarizado com Ada Tina a entender o novo protetor solar da marca.

Normalize Solar Oil Control resenha

Normalize Solar Oil Control

Normalize Solar Oil Control é o último lançamento da linha Normalize da Ada Tina, indicado para quem tem pele oleosa e precisa de um controle maior de oleosidade na pele. Aqui estão as propostas da Ada Tina:

  • Ação antioleosidade, antibrilho, antiumidade
  • resistência ao sebo
  • toque extrasseco prolongado
  • pele limpa por 12h

Ele tem FPS50 e PPD 16.9, e como todo produto Ada Tina é 100% vegano, Cruelty Free, não tem parabenos e óleos minerais, é dermatologicamente testado e não tem fragrância.

Normalize Solar Oil Control – embalagem e composição

A embalagem de Normalize Solar Oil Control é uma bisnaga plástica com tampa Flip-Top bem firme e segura, vem com 40g. O protetor tem em sua composição:

  • Filtros orgânicos (ou químicos): Uvinul A Plus, Uvinul T150, Tinosorb S, Tinosorb M e Octinoxate;
  • Filtros inorgânicos (ou físicos): Dióxido de Titânio
  • Ou seja, é o chamado “híbrido”, ou físico-químico, que mistura os 2 tipos de filtros solares

Não entendeu? Leia Filtro Físico x Químico qual a diferença?

Além disso, tem Bisabolol, que tem ação antiinflamatória e calmante, e Vitamina E, antioxidante.

Normalize Solar Oil Control resenha

 

Normalize Solar Oil Control – minha experiência e comparação com o Normalize Matte Intense

Para contar minha experiência com o Normalize Solar Oil Control vai ser bom fazer essa comparação, pois na minha pele os dois são muito parecidos, pra não dizer iguais! Conheço o Normalize Matte Intense desde que eu morava no Rio de Janeiro, peguei altos verões com sensação térmica de 45 graus, umidade intensa, e ele foi testado e aprovadíssimo. Resiste a oleosidade, mantém a pele sem brilho e ajuda bastante a conservar a maquiagem digna – e isso também aconteceu com o Normalize Solar Oil Control. Ambos tem a mesma consistência (um creme leve, fácil de espalhar), não deixam rastro branco e tem o mesmo acabamento (como mostra a foto acima), mesma sensação após algumas horas, e são compatíveis com outros produtos e maquiagem sem esfarelar.
Eu não senti uma diferença no controle da oleosidade usando um e outro, mas minha pele pode não ter exigido isso do Oil Control. Levei os 2 protetores solares para a praia e apliquei os 2 ao mesmo tempo, um de cada lado, para ver se após algumas horas eu perceberia alguma diferença que eu pudesse destacar, mas o máximo que percebi foi um toque um pouco mais “poeirento” no lado do Normalize Oil Control após algumas horas no sol, como se tivesse um filme um pouco mais aveludado. Mas só no toque, não no visual.

A resistência à água também é muito boa, o filme protetor é bem denso e custa a sair na água – mas mesmo assim o fabricante sempre indica retoques após mergulhos ou suor excessivo.

Minha dica final é: quem já conhece o Matte Intense e gosta, acha que ele atende no controle de oleosidade o suficiente para o que sua pele exige, e não quer mexer em time que está ganhando, pode continuar com ele, ou usar o Normalize Oil Control sem expectativas de encontrar um protetor super diferente, pois a experiência será bem parecida.

Quem acha que o Normalize Matte ainda poderia ser melhor no controle da oleosidade, pois sua pele está numa fase difícil, então tente o Normalize Solar Oil Control pois ele pode ter uma performance diferente a medida que sua pele exigir isso dele, pois ingredientes “secativos” e que controlam o excesso de sebo, isso ele tem.

Onde comprar e preço

Normalize Solar Oil Control e Normalize Solar Matte Intense podem ser encontrados na loja virtual da Ada Tina, ou na Dermadoctor, que me enviou o produto. O preço pode variar em promoções, mas existe um preço sugerido de 116 reais pela embalagem de 40g.

Na Dermadoctor tem um CUPOM DE DESCONTO de 5% para leitores do blog: LUVILELAPAES5

Ada Tina no blog

Biosole Fluid FPS90

Pure C FPS50 – vitamina C com protetor solar

Biosole Lev – protetor solar com textura levíssima

Biosole BB – protetor solar com cor

 

 

 

 

 

 

 

Klassis TX+ Theraskin – resenha de clareador

Klassis TX+ Clareador com ácido tranexâmico

Klassis TX+ é um clareador indicado para todo tipo de pele, para quem quer controlar o aparecimento de manchas ou fazer tratamento de melasma. A Theraskin é uma marca tradicional de dermocosméticos, muito conhecida dos dermatologistas e Klassis TX+ é o último lançamento da linha Klassis, que ainda tem o Klassis Emulgel (para pele mista a oleosa, com FPS) e o Klassis Specialle (para pele sensível e mais delicada).

Klassis TX+ Theraskin resenha clareador para melasma

Klassis TX+ embalagem e apresentação

A embalagem de Klassis TX+ é super caprichada: tubo de plástico rígido e opaco, protege bem da entrada de luz e ar, e o sistema de abertura é sofisticado e simples: você gira a tampa e a parte interna sobe, aparecendo a válvula Pump. Zero risco de vazamento e entrada de ar. Sem falar que é bem acabada, em plástico cromado. Ponto pra Theraskin.

Klassis TX+ Theraskin resenha clareador para melasma

As informações sobre o produto constam na embalagem externa, de papelão, sugiro que seja guardada até o produto acabar, para qualquer consulta que for necessária durante o tratamento.

A Theraskin apresenta o Klassis TX+ assim como um serum clareador que cuida, renova e protege a pele, sendo multifuncional e que promove clareamento gradual, contínuo e sem agressão. Seus ingredientes principais:

  • Alpha-Arbutin
  • Niacinamida
  • Ácido Tranexâmico
  • Revivyl
  • Oligopeptídeo-34

Indicado para todo tipo de pele, tem toque seco, é dermatologicamente e oftamologicamente testado, não causa acne.

Tem fragrância na composição, mas é bem suave.

Klassis TX+ Theraskin resenha clareador para melasma

Klassis TX+composição

Quando comecei a pesquisar sobre o ácido tranexâmico, quis inserir o Klassis TX+ na minha rotina porque percebi que sua atuação no controle de produção de melanina iria me beneficiar. Isso porque eu não tenho manchas contrastantes no rosto, mas controlo o aparecimento de manchas que aparecem em caso de exposição intensa ao sol. Elas estão exatamente onde o exame com Reveal Imager aponto: no alto das maçãs do rosto e nos dois cantos da testa.

Comecei a usar no início de junho, portanto já são 2 meses completos. Acho que vale a pena pois associo o produto ao antioxidante (uso vitamina C no rosto) e protetor solar, ou seja, é um cuidado preventivo, mas que a longo prazo clareia a pele (pois diminuimos a atuação das células que produzem o pigmento, enquanto protegemos a pele da atuação dos raios UV).

Sempre pense em usar clareadores como tratamento a longo prazo, tem que ter paciência e persistência.

Vale destacar também que achei Klassis TX+ bem hidratante. Estou usando numa época de clima SUPER SECO em Belo Horizonte, por isso estou preferindo usar hidratante além dele, mas se fosse outra época do ano eu poderia dispensar um segundo produto para hidratação. A textura é leve, deixa a pele sequinha e confortável, estou gostando da experiência. Estou usando 1x ao dia, sempre à noite, mas também pode ser usado 2x ao dia. Com este uso o produto deve durar 3 meses, talvez um pouco mais.

Onde comprar e preço

Klassis TX+ é vendido em farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online. Eu pesquisei preços entre R$95 a 170 reais – é uma marca muito tradicional no mercado, é fácil achar promoções, portanto pesquise.

Clair Concentré Profuse Gel Creme Clareador – resenha ANTES e DEPOIS

Clair Concentré Profuse é bom para tratar melasma?

Recebi Clair Concentré da Profuse em 2018 e cheguei a fazer algumas experiências com ele em minha pele. Percebi que ele é bem forte para mim, e ao ler sua proposta e seus ingredientes, percebi que mesmo sendo uma pessoa que usa clareadores normalmente para conter manchas e melhorar o aspecto da pele, eu não me considero o público alvo deste produto – acho que ele é mais direcionado para quem trata manchas mais contrastantes, ou trata melasma. Por isso, resolvi convidar uma leitora do blog que me acompanha há muito tempo e já havia dividido comigo sua rotina de cuidados com o melasma, e pedi que ela usasse o produto e me desse um feedback. Que é o que vou mostrar no post, a resenha da leitora!

Clair Concentre Profuse - Creme Clareador - resenha ANTES E DEPOIS

Clair Concentré – Gel Creme Clareador Profuse

Clair Concentré é um clareador para melasma e manchas do rosto e das axilas. Ele associa ingredientes poderosos que servem para todo tipo de pele, inclusive pele sensível, que precisam de um tratamento potente. Os ingredientes:

  • Vitamina C concentrada (Ascorbyl Tetraisopalmitate) – antioxidante, clareador
  • Ácido Gálico – age sobre a tirosinase, enzima que age na produção da melamina
  • Niacinamida – antioxidante, anti-inflamatório
  • Hexylresorcinol – atua na redução da produção de melamina

Lembrando que Profuse também tem outro clareador da mesma linha, o Clair Clareador, mais indicado para manutenção diária e uniformização, e a versão Clair Olhos. Esta versão Clair Concentré então é a mais forte delas.

Clair Concentré – embalagem e características

As embalagens dos produtos da linha são similares: em acrílico, com válvula Pump de plástico branco e tampa de acrílico transparente. A textura é um gel creme muito leve e fácil de ser espalhado, quando experimentei achei agradável após a aplicação, não ficou melado nem desconfortável, uma boa sensação de um hidratante leve.

Clair Concentre Profuse - Creme Clareador - resenha ANTES E DEPOIS

Clair Concentré para melasma – experiência da leitora

Primeiras informações após 1 semana de testes, em março/2019:

“Seguem algumas informações sobre o teste.
Conforme conversamos estou tirando as fotos dia sim dia não.  Nas fotos em si ainda não se vê grande diferença nas manchas, mas é possível notar que após uma semana  (17 a 23) a pele está com mais viço e as manchas com um tom um pouco mais claro. Ao vivo nota-se melhor. Nas primeiras aplicações senti um leve calor na pele, mas esta sensação passa rápido. Ao aplicar a minha pele absorve rápido e no dia seguinte amanhece extremamente macia ( gostei muito disso).
Estou com uma rotina bem simples: pela manhã lavo, tonifico, aplico o Clair e espero alguns minutos  e em seguida hidrato e finalizou com  protetor solar (duas camadas sem cor e uma com cor). À noite lavo, tonifico, aplico o Clair Concentré e por último um hidratante.  Não uso muita coisa.
Quanto ao protetor solar sempre prefiro o físico, pois percebo que ele não provoca reações na minha pele  ( alguns que são químicos provocam uma ardência e às vezes vermelhidão,  então procuro evitar).”
Relato em Julho, após usar o frasco todo de Clair Concentré:

Antes de usar o produto eu não estava usando absolutamente nada de ácido clareador  na pele e nem estava cuidando como deveria devido à uma necessidade familiar, minha mãe precisou ficar internada alguns meses e tive que parar um pouco minha vida para cuidar dela durante alguns meses, então eu fiquei literalmente em último plano! Rsrs

Nem protetor solar estava usando direito e nisso as manchas escureceram muito! Foram quase 08 meses assim.

“Comecei a usar o produto em 17/03/2019 e tirei a primeira foto no dia 19/03/2019. Estava usando  02(duas) vezes ao dia, de manhã e à noite. No início percebi uma sensação de calor na pele, mas continuei pois já estava acostumada com este tipo de reação com outros produtos para clareamento. No decorrer de uns 15 dias a sensação de calor  continuou e notei algumas erupções que não pareciam ser espinhas pois ficavam só vermelhas, e decidi intercalar e a sensação passou e as erupções também. Mas aí não sei se foi pelo intervalo ou se a pele havia se adaptado. Após esses 15 dias começou uma fase em que precisei de sair com mais frequência por causa do trabalho, sempre deixo pra resolver assunto de trabalho pela manhã bem cedinho ou no final da tarde, mas durante a o mês de abril e início de maio precisei sair em horário que o sol estava mais quente, e notei que deu uma leve escurecida. A partir daí comecei a usar só a noite e caprichar na proteção solar, e lá pela metade do mês de Maio é que comecei a notar mesmo o clareamento. O produto rendeu bastante, e como a embalagem dele é de rosca, usei até o fim mesmo, terminei no início de junho. No meu caso não foi milagroso a ponto de fazer a mancha desaparecer, e até hoje nenhum produto fez isso. Posso dizer que ele funciona sim e cumpre o que está descrito na embalagem, pois  clareou muito e melhorou a textura da pele, deixou mais iluminada. Tem uma textura muito boa, não fica “melequento” nem oleoso, minha pele absorvia bem rápido e no meu caso que tenho pele mais seca, usei hidratante por cima dele. Voltaria a usá-lo para manutenção. Acredito que quem tenha pele mais clara ou manchas menos visíveis, terá resultado muito melhor .”

Clair Concentre Profuse - Creme Clareador - resenha ANTES E DEPOIS Clair Concentre Profuse - Creme Clareador - resenha ANTES E DEPOIS

Clair Concentré Profuse – minhas considerações (Luciana)

O que eu mais gostei no depoimento dela é que foi bem realista – ela trata o melasma há muito tempo e já entende que ninguém precisa esperar que uma mancha desapareça com o uso de um frasco de um produto, por melhor que este produto seja. É preciso um cuidado constante, aliar ingredientes seguros, antioxidantes, proteção solar sempre. Melasma não tem cura, tem controle. A ideia de fazer resenhas com produtos clareadores de pele é mostrar a real, que um produto pode não tirar a mancha da sua pele, mas pode melhorar o aspecto contrastante, deixar a pele mais viçosa, tratada, e aí você avalia depois se vale a pena continuar com o mesmo produto ou passar para outro ingrediente – o ideal é avaliar junto com seu dermatologista.

Onde comprar e preço

Clair Concentré é encontrado em farmácias e lojas de cosméticos em todo o Brasil. Custa em média R$120 a 140 o frasco com 30ml.

Profuse no blog

Ensolei Antiacne Color – protetor solar com cor

Essencele Filler C Olhos – vitamina C para olhos

Essencele Filler C – vitamina C para o rosto

Ensolei Compact Color – base com FPS

Neste post tem mais opções de clareador de pele

Revytra C – La Cutanee – resenha de vitamina C para a pele

Revytra C – Concentrado Anti-Sinais Facial

Usei a Revytra C por 1 mês e 20 dias, foi o primeiro produto da La Cutanee que eu usei, e fiquei bem impressionada com os resultados. É um blend de antioxidantes, entre os quais tem a badalada vitamina C a 20% nanoencapsulada, tem um alto poder de hidratação e é um excelente produto de combate aos sinais de envelhecimento da pele.

Revytra C La Cutanee resenha - vitamina C para o rosto

Revytra C – La Cutanee

• Sérum facial com fórmula exclusiva que promove síntese de colágeno e elastina, reduz manchas e linhas de expressão, melhora a firmeza e previne rugas; • Vit.C 20% nanoestabilizada; • Fragrância agradável; • Alta espalhabilidade; • Nanovetorização dermal

Indicado para tratar e prevenir os principais sinais do envelhecimento como flacidez, rugas e manchas, ideal para o rosto ou conforme a indicação do seu dermatologista.*

*descrição da marca, tirada do site da La Cutanee

Revytra C – La Cutanee – embalagem e características

Revytra C vem em um frasco de vidro escuro com 30ml, com válvula Pump e uma sobretampa, ambas em plástico preto. Toda essa escuridão se deve a proteção do líquido em relação a luz. O produto tem uma textura em gel creme, bem fluido, fácil de ser espalhado e de coloração levemente amarelada – sim, ela já é amarelada portanto não se assuste quando sair o primeiro líquido nessa cor. Esta cor  é característica da Idebenona e do ácido ferúlico e nao tem relação com a oxidação do produto, até porque os ativos são nanoencapsulados e protegidos da oxidação. Tem um cheiro leve, que não fica perceptível depois de aplicado na pele.

Revytra C La Cutanee resenha - vitamina C para o rosto

 

Revytra C – La Cutanee – componentes

  • 20% Ascorbyl Palmitate (derivado de vitamina C)
  • Retinyl Palmitate (éster de retinol)
  • Tocopheryl Acetate – pré-vitamina E
  • Sodium Hyaluronate – ácido hialurônico
  • Ácido Ferúlico – antioxidante, potencializa a vitamina C
  • Idebenona – antioxidante com alta capacidade de penetração na pele
  • água de gerânio – combate a oleosidade
  • Glicerina
  • Não tem parabenos, óleo mineral, lauril sulfato de sódio e ingredientes de origem animal

O forte deste produto é sua ação antioxidante – que combate a ação dos radicais livres liberados pelas células e que são responsáveis pelos sinais de envelhecimento da pele. Usar um produto como esse em conjunto com o protetor solar previne mantém a pele muito mais protegida contra os danos da radiação. Sua ação hidratante também ajuda a melhorar o viço, dá mais luminosidade à pele.

Revytra C La Cutanee resenha - vitamina C para o rosto

Revytra C – La Cutanee – minha experiência

Quando recebi Revytra C em março experimentei 2x em minha pele. Ainda era verão e percebi que ela era muito hidratante e não secava na minha pele, não me dei bem com o acabamento final – lembrando que ainda havia calor e umidade, e como já sei que minha pele se comporta de maneira bem diferente no inverno, deixei para usar em junho. Ainda bem: aproveitei a melhor época do ano para ter os benefícios desse excelente produto – no dia a dia, mostrei nos stories os efeitos de pele mais viçosa e iluminada (achei que a associação ao ácido tranexâmico que estou usando à noite também fez muito bem). Não alterou a oleosidade da pele, tem efeito bem hidratante e agradável, e a pele fica iluminada durante todo o tempo de uso – as vitaminas C, E, ácido ferúlico e Idebenona agem em sinergia, são componentes que se associam da melhor maneira possível para se manterem estáveis e melhorarem sua atuação na pele. Tenho descoberto o poder que os antioxidantes de uso tópico tem em melhorar o aspecto da pele de modo geral, são os melhores rejuvenescedores.

Onde comprar e preço

Revytra C vem com 30ml e custa R$199,00 no site da La Cutanee, e também em algumas farmácias de manipulação e pontos de venda espalhados pelo Brasil, procure no site: https://www.lacutanee.com.br/ondeencontrar

Mais vitamina C no blog

Vitamina C para o rosto – mais de 30 opções

Roc C Superieur 16%

Active C10 da La Roche

Essencele Filler C da Profuse

A-Oxitive da Avene

Renew C da Avon

Anthelios Airlicium FPS70 fórmula nova – resenha! Protetor solar para pele oleosa

Anthelios Airlicium – fórmula nova – protetor solar da La Roche Posay para pele oleosa

Anthelios Airlicium foi reformulado pela La Roche Posay em 2018, e hoje vou resenhar a versão sem cor com FPS70 – já me disseram que é bem diferente do FPS30 em relação a algumas características, então considerem isso, ok?

Anthelios Airlicium sempre foi famoso por ser um ótimo protetor solar para pele oleosa, e eu resolvi comprar em uma promoção pra ver como seria a reação em minha pele. Conheça primeiro o que a La Roche Posay diz sobre ele:

Anthelios Airlicium - formula nova - resenha protetor solar La Roche Posay pele oleosa

Anthelios Airlicium FPS70

 

Anthelios Airlicium FPS 70 de La Roche-Posay é indicado para pele oleosa ou acneica, sensível ao sol. Possui textura gel-creme, toque limpo, leve e de rápida absorção. A pele é protegida e todas as causas do brilho (oleosidade e umidade) são controladas, proporcionando uma sensação de pele limpa e fresca por 12h.
Com alta proteção, possui micropartículas matificadoras encapsuladas com 99% de ar, assim, não pesa sobre a pele, oferecendo um controle perfeito do brilho toda vez que a pele produz oleosidade ou umidade.*

*Descrição da La Roche – gosto sempre de colocar a proposta da marca para depois colocar minhas experiências pessoais.

Anthelios Airlicium FPS70 – embalagem, apresentação e caracterísitcas

A embalagem do Anthelios Airlicium FPS70 não mudou junto com a fórmula, continua sendo a bisnaga plástica com cores padrão da La Roche para sua linha de proteção solar, em branco e laranja. A tampa, tipo Flip-Top, é bem segura e não aconteceu quebra ou abertura acidental (eu levei bastante em bolsa). As informações sobre composição estão na embalagem externa de papelão, que eu sempre guardo até o produto acabar para tirar qualquer dúvida que apareça durante o uso.

Anthelios Airlicium - formula nova - resenha protetor solar La Roche Posay pele oleosa

Ele tem uma consistência bem densa, é grosso ao ser espalhado (quase uma pomada!), e forma um filme na pele que é muito perceptível ao toque, e bem seco. para espalhar eu divido o rosto em partes e vou aplicando e espalhando pois a medida que ele seca vai ficando chatinho de espalhar.

Ele tem fragrância em sua composição, e quem já é familiarizado com os produtos da La Roche vai reconhecer, pois é um perfume padrão da marca também, bem tradicional.

Características da composição;

  • Fragrância
  • tem sílica (para controle de oleosidade)
  • Filtros químicos: Tinosorb S, Homosalate, Uvinul T150, Avonbenzona, Octocrylene
  • Filtro físico: Dióxido de Titânio
  • FPS70 e PPD 28 (informado pela La Roche, na embalagem)

Anthelios Airlicium fpS70 – minha experiência pessoal

Anthelios Airlicium - formula nova - resenha protetor solar La Roche Posay pele oleosa

Eu quis experimentar o Anthelios Airlicium e comprei o produto porque é super queridinho de muita gente que tem pele oleosa. Comecei a usar no inverno, então minha pele não chegou a exigir muito controle de oleosidade dele, mas deu pra perceber que sua principal é este acabamento matificante que suga a oleosidade da pele, e realmente a deixa bem seca, porém não achei nada leve – em mim a sensação é de peso. O problema foi a compatibilidade com os outros produtos que eu uso no meu dia a dia: ele não combinou com nenhum outro produto, respondendo com o esfarelamento.

DETALHE IMPORTANTE: testei com vários produtos, de várias marcas, e de texturas diferentes, e ele esfarelou com todos. Com maquiagem também, depois de esperar o protetor secar, eu usei bases e também esfarelou. O problema do esfarelamento não é só estético. Claro que a aparência estética é um problema, já que ninguém quer usar um protetor e sair cheia de bolinha branca no rosto, mas o grave mesmo é o comprometimento do filme protetor que faz a barreira contra a radiação.

Em minha pele, a única maneira de usar o Anthelios Airlicium FPS70 foi por cima da pele nua, sem nada. Quando percebi isso, resolvei levá-lo a praia, e aí sim foi o melhor uso!

Anthelios Airlicium FPS70 – ótima opção de protetor solar para a praia

Quando usei Anthelios Airlicium na praia percebi que esse seria o uso ideal dele pra mim. Aí quero destacar a característica que a La Roche Posay menciona na embalagem:

Sistema [XL] Protect + Airlicium + PLA: associação de tecnologias para maior resistência do filme protetor, enquanto promove controle inteligente de oleosidade, umidade e brilho, sem pesar sobre a pele.

Quando vi isso logo pensei na minha experiência com o filme protetor, que achei pesado: na verdade isso é uma característica forte do produto e é o que faz ser uma boa opção para quem precisa de muita proteção para dias de exposição intensa, como é o meu caso em uma praia, por exemplo. Depois desta resenha, recebi pedidos de indicação de um bom protetor solar para usar nas férias, e falei que Anthelios Airlicium é muito eficiente pra isso, por experiência própria. Fomos ao parque aquático, as meninas brincaram na água por muito tempo e após umas horas eu percebi que havia ainda uma camada de protetor no rosto da Laura – esfreguei com o dedo e vi a espuminha branca ainda lá! OU seja, até uma certa resistência a água ele demonstrou.

Eu não pretendo comprar para meu uso diário, pois pra isso ele realmente não é o ideal pra mim. Mas a partir de agora a Laura vai usar, já que ela está aplicando protetor solar diariamente após lavar o rosto, e pra quem está iniciando os cuidados na pré-adolescência será um ótimo produto.

Como eu costumo dizer, aprendi com esses anos resenhando produtos de beleza que não existe um produto ruim – existe aquele que não tem o seu perfil. Anthelios Airlicium com certeza é um bom produto, tem sua eficiência, só não atende o meu perfil já que esfarelou com os produtos que eu usei, e como não tenho vontade nenhuma de deixar de usá-los só por causa do protetor, então troco de protetor e tá tudo certo. Eu amo os dermocosméticos da La Roche Posay e alguns estão entre os meus preferidos da vida, como Effaclar Anti Age e Hyalu B5, mas ainda não tenho um protetor solar La Roche pra colocar no meu pódio…

Onde comprar e preço

Anthelios Airlicium FPS70 custa em média R$79,90 a embalagem com 50g, e é encontrado em farmácias e lojas de cosméticos de todo o Brasil.

Mais La Roche Posay no blog

Toleriane Sensitive – hidratante para pele sensível

Active C10 – vitamina C

Effaclar Alta Tolerância – sabonete líquido para pele oleosa e sensível

Serozinc – solução de óxido de zinco para pele oleosa

Hyaluron Filler Elasticity – Eucerin -hidratante para pele madura

Hyaluron Filler Elasticity – hidratante com ácido hialurônico para pele madura

Hyaluron Filler Elasticity é da linha Hyaluron Filler da Eucerin, uma linha composta por hidratantes com ácido hialurônico. Aqui no blog eu já mencionei várias vezes o meu favorito, que é o Hyaluron Filler Concentrate, a versão em serum, concentrada, que para meu tipo de pele é o melhor até agora.

Eucerin Hyaluron Filler Elasticity resenha creme hidratante pele madura

Eu não sei se gosto/concordo com indicação de cremes para uma faixa etária, mas entendo que a marca ao fazer um produto tenha um público alvo. No caso de Hyaluron Filler Elasticity, o público é quem tem a chamada “pele madura” – para termos uma ideia, os estudos clínicos desse produto foram feitos com mulheres acima dos 48 anos, mas nada impede que alguém que tenha menos idade, e que goste do efeito do creme, use e tenha bons resultados.

De qualquer forma, fica a dica que é uma opção para quem acha que os cremes com ácido hialurônico direcionados para quem tem está na faixa dos 40 anos (como os outros hidratantes Hyaluron Filler Dia Hyaluron Filler Noite) não estão atendendo mais sua necessidade como antes, você pode tentar o Elasticity. Ele é mais denso e tem uma composição mais turbinada, como vou mostrar nessa resenha.

Hyaluron Filler Elasticity – segundo a Eucerin

Hyaluron Filler Elasticity é um creme de dia anti-envelhecimento para pele madura, preenche as rugas profundas e melhora a elasticidade. A pele fica mais firme e tem uma aparência fresca e luminosa.A sua fórmula exclusiva proporciona vários benefícios anti-envelhecimento. Esta combinação inovadora Eucerin de Ácido Hialurónico de alto e baixo peso molecular preenche visivelmente as rugas profundas. A Arctiina (uma substância ativa que comprovadamente acelera a renovação do colágeno) opera em conjunto com a Silimarina  (um poderoso antioxidante que protege o colágeno e a elastina da sua degradação e melhora a circulação a nível celular). A pele fica mais firme e suave com uma aparência fresca e luminosa.
O creme de dia também contém FPS 15 com um filtro de UVA para maior proteção contra os raios que podem aprofundar as rugas e acelerar o processo de envelhecimento da pele.*

*Descrição da Eucerin

Hyaluron Filler Elasticity – esclarecimento sobre o efeito preenchedor

É importante frisar que o termo “preenchimento” pode ser mal interpretado por algumas pessoas, comparando o EFEITO PREENCHEDOR que um hidratante potente pode proporcionar, e o PREENCHIMENTO de rugas que é feito em consultório médico, com ácido hialurônico injetável. São coisas totalmente diferentes, tá?

Um hidratante potente pode fazer com que linhas finas causadas por ressecamento realmente desapareçam por causa da hidratação. Mas somente as linhas causadas por ressecamento irão sumir! Já com o preenchimento, aquelas rugas mais profundas, que já se formaram (por vários motivos, como perda de elasticidade, flacidez), são preenchidas temporariamente, até o organismo absorver.

Ele é um hidratante com ácido hialurônico , um bom hidratante, porém ele tem outros ingredientes que tendem a melhorar sua ação de redensificação da pele, como a Arctiina e a Silimarina (veja na descrição da Eucerin logo acima), então ele tem mais chance sim de melhorar o aspecto da pele com flacidez e rugas, mas pode não resolver 100%, porque cremes tem ação limitada e só chegam até certo ponto, chega uma hora que só mesmo um procedimento com médico.

É importante deixar isso claro para que você tenha a expectativa correta sobre o que um creme hidratante pode fazer por sua pele 😉

Hyaluron Filler Elasticity – composição, apresentação e características

Hyaluron Filler Elasticity é um creme amanteigado, vem em um pote de vidro leitoso incolor bem espesso com tampa de rosca. Não vem com espátula então eu gosto de usar uma espátula de plástico (dessas de sorvete) para retirar o produto. Ele não é tão denso quanto um Creme Nívea da latinha azul e é gostoso de espalhar na pele, e forma uma camada bem perceptível – em minha pele ele não seca, fica por um bom tempo daquele jeito que você sente um creme ao passar a mão. Acho bom para dias frios, com vento, pois deixa a pele protegida (pra quem tem pele sensível e tem a sensação de se queimar com o frio é muito bom). No começo a pele fica até meio brilhosa, o que para alguns pode ser um defeito, mas pode ser um viço para outras…e quem tem pele seca ama!

Outro ponto em comum ao creme Nivea é o cheiro, que é bem característico e eu acho que lembra muito.

 

Eucerin Hyaluron Filler Elasticity resenha creme hidratante pele madura

Ah, embora ele tenha FPS15, o uso não substitui o protetor solar, considere como uma vantagem apenas.

Serve para pele oleosa?

Depende. Não me causa espinhas, mas essa questão do acabamento é bem importante na escolha de um produto para pele oleosa, pois não é todo mundo que se adapta. Mas uma coisa eu já vou adiantando: quem tem pele oleosa, ao procurar hidratantes mais potentes, vai se deparar com um acabamento desses alguma hora, pois não dá pra ter tudo. Você consegue ter um hidratante que seja sequinho na pele? SIM. Mas não comparo a sensação de hidratação de um gel com um creme denso como este, pois é bem diferente! A medida que se acrescentam ingredientes que prometem firmeza, densidade à pele, elasticidade, o creme fica mais denso também, isso é normal.

Então, se você tem pele oleosa e sente que está precisando de um creme denso como este pois sente que os “levinhos” não estão mais atendendo sua necessidade, minha sugestão é que você use no inverno, ou à noite (quem tem ar condicionado no quarto é rei, né? Tudo de bom numa hora dessas!).

Ao dormir uma noite com o Hyaluron Filler Elasticity (meu caso, quando uso é à noite, mesmo tendo o FPS, não tem problema) eu acordo com a pele super macia e viçosa, resultado de uma excelente hidratação.

Onde comprar e preço

Eucerin Hyaluron Filler Elasticity custa em média R$170 a R$220 com 50g em farmácias e lojas de cosméticos físicas e online. Eucerin é uma marca dos Laboratórios Beiesdorf, o mesmo de Nivea e La Prairie.

Mais Eucerin no blog

Aquaphor pomada – para pele extremamente ressecada e pós procedimentos

Eucerin Ureia Repair Plus – hidratante corporal com ureia

Hyaluron Filler CC Cream – hidratante com cor

Aquaporin – hidratante facial

 

 

Isdin Age Repair FPS50 – resenha de protetor solar

Isdin Age Repair – protetor solar com tripla ação contra o envelhecimento

Isdin Age Repair é um dos últimos lançamentos da Isdin no Brasil – já mostrei a Flavo C Melatonin, lembram? – e este é da linha Foto Ultra, a linha de protetores solares Isdin. Eu estou realmente impressionada com este produto, vou mostrar as características e suas propostas, espero que tenham uma boa compreensão sobre ele.

Isdin Age Repair resenha protetor solar

Isdin Age Repair – tripla ação contra o envelhecimento

A primeira coisa importante que eu quero destacar é que todo protetor solar já tem ação contra o envelhecimento cutâneo pelo simples fato de ser protetor solar – proteger contra a radiação, proteger o DNA celular, danos ao colágeno, impedir a formação de manchas, tudo isso já é ação contra o envelhecimento, a mais importante por sinal. Porém, alguns protetores oferecem um “algo mais”, adicionando ingredientes que podem entregar benefícios que vão além dessa prevenção, e é o caso do Age Repair.

Segundo a Isdin, ele tem 3 ações:

  1. Proteção – como eu mencionei, só essa proteção já é parte da solução. Minimiza os danos causados pela radiação inclusive com reforço antioxidante (inibe a ação dos radicais livres);
  2. Reparação – DNA Repairsomes é o nome comercial das Fotoliases, que são enzimas capazes de reverter os danos causados pelos raios UV usando inclusive a luz visível como fonte de energia.
  3. Recuperação – Contribui para a formação da Coenzima Q10, estimula a síntese de colágeno, melhora a elasticidade da pele através da hidratação com ácido hialurônico .

Isdin Age Repair – apresentação e embalagem

Isdin Age Repair resenha protetor solar

Isdin Age Repair vem em uma frasco de plástico rígido, com válvula pump de ótima qualidade, super vedado em relação a luz e entrada de ar, com tampa de encaixe, contém 50ml de protetor solar bem fluido, branco, com a chamada textura Water Fusion (base aquosa) já famosa da Isdin por causa do Protetor Solar Fusion Water, muito bem aceito pelos consumidores, especialmente os de pele oleosa. Seu FPS real é 51 (protetores solares europeus tem essa indicação FPS50+ quando o valor é maior que 50), e PPD 17. Destaco também a chamada tecnologia Safe-Eye Tech, que evita ardência nos olhos.

Isdin Age Repair – composição

Isdin Age Repair resenha protetor solar

Encontrei filtro físico (inorgânico) que é o Dióxido de Titânio, e fitros químicos (orgânicos) como Uvinul MC80, Uvinul T150, Avobenzona e Octinoxate, portanto ele é o que costumamos chamar de protetor “híbrido”, que mistura 2 tipos de filtros. Antioxidantes Vitamina E, Vitamina C, além dos ítens já mencionados na primeira parte do post (peptídeo de colágeno, Lipopeptídeo Q10, ácido hialurônico e fotoliases).

Isdin Age Repair – minha experiência

Estou muito satisfeita com a experiência de uso do Age Repair – ele oferece uma boa experiência sensorial desde a hora de espalhar no rosto (é uma “aguinha” branca muito leve) até o momento de retirar do rosto. Durante todo o dia o rosto fica seco, confortável, ele não interage de forma prejudicial às minhas bases de maquiagem, e caso eu não use maquiagem, deixa a minha pele hidratada e bem sequinha. Já experimentei o Fusion Water em farmácias e pelo menos na primeira impressão achei bem parecidos, só parece que o Age Repair dá uma hidratação um pouco maior do que o Fusion. Esse toque a mais de hidratação nada tem a ver com a questão da oleosidade da pele, não influencia em nada – eu acho uma boa opção de protetor solar para pele oleosa.

Geralmente eu não me arrisco a usar muitos protetores solares na área dos olhos, mas a tal tecnologia Safe Eye me encorajou e eu passei (passo ainda) nessa área toda, inclusive pálpebras, e não tive nenhum problema.

Isdin Age Repair resenha protetor solar

Eu tenho recebido muitos comentários positivos em relação aos protetores solares Isdin, desde que comecei a mostrar os protetores da marca no canal. Até hoje, no Youtube e no Instagram, tem sido a marca mais elogiada por quem é usuário, e geralmente são consumidores fiéis. Este é um ponto a favor que pretendo levar em conta nas próximas compras de protetor solar!

Onde comprar e preço

Isdin Age Repair custa em média R$130 com 50ml, e pode ser encontrado em farmácias e lojas de cosméticos.

Mais ISDIN no blog

Ureadin Podos – hidratante com ureia para os pés

Transparent Spray Isdin – protetor solar em spray para pele molhada

Foto Ultra Isdin Active Unify Fusion Fluid Color FPS99 – clareador com protetor solar

Ureadin 3 Hydro Lotion – hidratante corporal

Betalfatrus – fortalecedor de unhas

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...