Spectra Laser – meu tratamento completo – primeira sessão [vídeo]

5 de setembro de 2015 16 Por Luciana Vilela

Acompanhe meu tratamento com Spectra Laser a partir de hoje!

O primeiro post em que falei da minha experiência com o Spectra Laser gerou muito interesse das pessoas pois o Spectra Laser Toning é relativamente novo e as pessoas querem ver as impressões de quem já experimentou antes de fazer o tratamento. O mais comum é a procura do Spectra para tratamento de manchas na pele, por isso no primeiro eu foquei neste assunto, mas a partir de agora vou mostrar o meu tratamento completo com a Dra. Christiane Gonzaga, e mesmo não sendo um tratamento para melasma espero que ajude a tirar as dúvidas de vocês.

Por que eu estou fazendo o tratamento com Laser Spectra

Por mais que muitas pessoas não percebam, eu tenho algumas manchas na pele sim. Elas são pequenas e não são muito contrastantes, mas estão lá. Na consulta desta semana a Dra. Christiane fez um diagnóstico usando o Reveal Imager, um equipamento que faz um raio X da pele, e eu faço questão de mostrar em um post exclusivo ainda nesta semana. Nele aparecem as manchas que só eu vejo e as outras pessoas insistem em dizer que não existem, kkkkkk! Então, melhor tratar essas manchas enquanto estão assim, não é verdade?

Mas este não é o motivo principal. Na verdade mesmo, o que mais me incomoda em minha pele são os poros abertos. Falo sobre isso no vídeo, e também sobre a questão do estímulo à produção de colágeno. Não deixem de assistir!

 

Como será o tratamento?

Ao todo serão 6 sessões, de 15 em 15 dias. Farei os 3 protocolos do Spectra Laser, que são:

Laser Toning Clareamento e textura

Modo Spectra Poros abertos e vermelhidão difusa

Melanoses – para manchas na pele

Estado geral da pele – 1ª sessão

Vou registrar o estado da minha pele sempre após as sessões com o Spectra. Tirei essas fotos no dia 02/09, assim que cheguei em casa, após a 1ª sessão. Vejam que a pouca vermelhidão da pele já havia sumido em poucas horas.

Spectra Laser - meu tratamento completo - primeira sessão

Aqui é uma geral do rosto, mostrando minhas reclamações: poros abertos, principalmente nas bochechas e testa, manchinhas nas maçãs do rosto e têmporas, e flacidez, principalmente na região do famoso “bigode chinês“. Na verdade mesmo o tratamento para este último problema seria aplicação de ácido hialurônico mas a pessoa aqui tem pânico só de pensar em agulha no rosto, então vamos ver se o Spectra Laser me dá mais um tempo para pensar no assunto!

Spectra Laser - meu tratamento completo - primeira sessão

 

É muito desapego mostrar a pele de pertinho assim na internet, né? 😛

Assim de perto essas manchinhas aparecem mais. E quando eu publicar o post sobre o Reveal Imager vocês verão melhor ainda, vou linkar aqui.

Spectra Laser - meu tratamento completo - primeira sessão

 

Do outro lado do rosto, a mesma coisa. É tudo simétrico, as manchas que tem de um lado também tem do outro, e os poros também!

Spectra Laser - meu tratamento completo - primeira sessão

Na testa eu também tenho os poros abertos e linhas finas de expressão (aquelas linhas horizontais que aparecem na cara de susto!). Tenho dos dois lados também, mas na foto só aparecem as menores.

Ah, aqui aparece uma coisa estranha que apareceu nos últimos dias: estou com pequenas erupções na testa, e segundo a dermatologista é acne. Acreditam? Pode ser reação a algum produto que estou usando ou a tal da TPM… suspendi o uso dos produtos para ver se consigo achar o culpado. Tomara que passe logo.

O que eu senti durante a primeira sessão?

Primeiro, o laser dá pequenas “fincadas” na pele, mas a dor (na minha opinião) é totalmente suportável. Depois, ela usa um modo do laser em que ele esquenta um pouco, mas não chega a queimar. Se queimar, é só avisar que você está incomodada que ela diminui a intensidade. No meu caso não precisou. Logo depois, a pele ficou só um pouco vermelha, mas um roller de metal bem geladinho já alivia na mesma hora, e em pouco tempo você já se sente confortável de novo.

OBS: isso pode variar de pessoa para pessoa. Cada um tem seu limiar de dor, e sua pele pode ficar mais vermelha do que a minha, mas no geral a sessão de Spectra Laser não doi tanto a ponto de precisar de anestésico, por exemplo.

Agora, entre a primeira e a segunda sessão, a Dra. Christiane me pediu que fizesse uma sessão de limpeza de pele, para que os poros fiquem limpos e prontos para continuar o tratamento em que, se Deus quiser, eles vão se fechar. Já pensou, que delícia?!

Acho que já falei tudo que queria sobre a primeira sessão. Daqui a 2 semanas faço a segunda, tiro mais fotos e conto mais impressões pra vocês, espero que gostem de acompanhar!

Podem deixar suas dúvidas nos comentários, o que eu não souber eu passo para a Dra. Christiane Gonzaga e ela sempre me explica com a maior boa vontade (imaginem o tanto de pergunta que a blogueira fez pra médica, hahahaha!)

Vou deixar os contatos da minha dermatologista para quem estiver no Rio de Janeiro:

Contatos Dra. Christiane Gonzaga Clínica Dermatológica

Av. das Américas, 3333 grupo 916 – Barra da Tijuca – RJ – (21) 3325 1740