Vasenol Hand Repair creme para mãos

Vasenol Hand Repair – hidratante barato para mãos

Vasenol Hand Repair não é lançamento, e nem novidade pra mim. Eu tenho usado este creme para mãos, assim como já usei vários produtos Vasenol pois gosto da marca, há muitos anos. É uma marca com proposta simples, usa fórmulas triviais de hidratação, mas nem por isso menos potentes. Sabe aquele tipo de produto que não tem nada tecnológico, de última geração, mas que resolve o problema, igual receita da vovó? Pois é! O Vasenol Hand Repair (e vários outros produtos Vasenol) eu enxergo assim.

Eu poderia ter falado dele há mais tempo, mas só comecei a sentir mais necessidade desse produto agora que voltei pra BH – o clima por aqui é bem seco, e como tenho mostrado desde que me mudei, minha pele tá sofrendo com isso. Por isso não estou conseguindo ficar sem um creme para mãos – e este aqui tem sido o famoso BBB.

Vasenol Hand Repair resenha creme para mãos

Vasenol Hand Repair segundo a marca

Fácil de carregar na bolsa, esta loção desodorante hidratante recupera profundamente* a pele das mãos. Além de possuir alto poder de hidratação para a pele extrasseca, a rápida absorção não deixa as mãos oleosas, o que torna o hidratante perfeito para a praticidade do dia a dia.

Como dá pra ver pela descrição do site de Vasenol, não há muito o que falar além da eficiência e praticidade do produto. É um feijão com arroz da hidratação – e é disso mesmo que eu estou precisando agora para o dia a dia. Não adiantaria comprar nada muito sofisticado e caro no momento, pois minhas atividades diárias não estão me permitindo!

Vasenol Hand Repair – embalagem e apresentação

A embalagem de Vasenol Hand Repair é uma tradicional embalagem plástica com tampa flip-top bem firme, que dificilmente irá abrir por acidente dentro de uma necessaire. É uma loção que tem textura leve, fácil de espalhar, não fica oleosa e não tem fragrância – quando eu digo que não tem fragrâcia, quero dizer que não é acrescentado um perfume na fórmula, mas ele tem um cheiro característico sim, como se fosse cheiro de plástico, próprio da vaselina. Vem com 75ml e rende bastante.

Minha experiência com Vasenol Hand Repair

Eu tenho usando durante o dia, quando lembro, e estou procurando usar luvas para fazer atividades como lavar louças, ou lidar com qualquer produto de limpeza. Mas para mim, não tem efeito melhor do que usar à noite, pois de manhã a pele está totalmente diferente – isso vale pro corpo, pés, mãos, tudo! Sempre é melhor dormir com o produto e acordar princesa no dia seguinte.

Há uma sensação de alívio de ressecamento imediato, mas com o uso contínuo, a proteção que ele entrega é eficaz para não permitir a perda de água para o ambiente, e manter a barreira hidrolipídica natural da pele íntegra.

Vasenol Hand Repair resenha creme para mãos

Vasenol Hand Repair – fórmula

A vaselina, que é o ingrediente comum da Vasenol, é conhecido do mundo cosmético: tem a função de formar uma barreira artificial que não permite a perda de água da pele para o ambiente, que é a principal causa do ressecamento. Aí vem a polêmica: muita gente não usa produtos com vaselina, mas eu não vou entrar em discussão com quem é contra o uso de parafina líquida, petrolatos, etc, pois cada um que leia os artigos científicos e tire suas próprias conclusões. Eu já tenho as minhas convicções, e no caso específico da vaselina e dos produtos Vasenol, eu gosto, me fazem bem, são baratos e eficazes.

Onde comprar e preço

Vasenol Hand Repair e outros produtos Vasenol são fáceis de serem encontrados em farmácias e até supermercados. Eu encontro por cerca de R$15,00 a embalagem com 75ml.

Mais produtos para pele seca no blog

Aquaphor Eucerin

Creme para mãos Neutrogena

 

Heliocare Max Defense FPS90 resenha!

Heliocare Max Defense – protetor solar com forte ação antioxidante

Estou usando o protetor solar Heliocare Max Defense Gel FPS90 nas últimas semanas e estou bem impressionada com este produto. Ele tem várias qualidades em um produto só, e a principal delas, para mim, é o alto FPS – mas os outros benefícios eu também quero contar ao longo do post, vamos lá!

Heliocare Max Defense FPS90 – embalagem e apresentação

A embalagem do Heliocare Max Defense é uma bisnaga plástica, com tampa flip-top. Vem com 50g de um gel-creme, que tem uma coloração bege clara parecida com um bb cream, mas que não deixa nenhum pigmento na pele. Tem um cheiro muito agradável de chá, algo herbal, que não me incomoda mas é importante mencionar pois muitas pessoas não tem boa relação com cosméticos com fragrância. Trata-se de um protetor híbrido, ou seja, tem filtros físicos e químicos.

Heliocare Maxdefense FPS90 resenha protetor solar

Heliocare Max Defense FPS90 – o que diz a marca

A Heliocare, marca atualmente distribuida no Brasil pela FQM Melora, descreve este protetor solar como um fotoprotetor de uso diário para peles extremamente sensíveis frente às radiações solares.

“Oferece proteção muito alta contra queimaduras solares e previne os danos causados pela exposição excessiva ao sol (rugas e pigmentação cutânea). Formulado com uma combinação de filtros fotoestáveis e com exclusiva tecnologia patenteada Fernblock ®XP (rico em ácido ferúlico, ácido cafeico e chá verde). Este filtro fitobiológico tem comprovada ação fotoimunoprotetora que fortalece as defesas da pele, protege contra os malefícios do sol e promove ação antioxidante. Cosmética com textura suave que não branqueia a pele.”

O parágrafo anterior foi transcrito da embalagem do produto, portanto é a descrição do fabricante, que eu sempre gosto de colocar antes de mostrar a minha experiência… então agora vamos ver como tem sido usar o protetor solar Heliocare Max Defense Gel FPS90

Minha experiência com o Heliocare Max Defense

Como disse no início do post, a qualidade que mais me conquista no caso deste protetor é a alta proteção – FPS90 (proteção UVB) e PPD30 (proteção UVA, estou considerando o valor mínimo, já que não consta na embalagem). Além disso, o fato de ser bastante antioxidante (os ácidos ferúlico e cafeico, além do chá verde, são antioxidantes potentes), o que garante maior defesa da pele contra os radicais livres e sinais de envelhecimento, que aliados aos cuidados que eu tenho mantém a pele jovem por mais tempo. Quem se preocupa com os sinais de envelhecimento valoriza isso demais!

Em relação ao acabamento, ele não fica seco na minha pele oleosa. Também não acrescenta óleo, mas forma aquela camada fina, como um hidratante confortável, mas que te lembra o tempo todo que tem um creme ali. Eu não considero que ele seja um gel, mas sim um creme-gel – espalha com muita facilidade, não deixa rastro e nem resquício de cor (ele não é branco, mas tem cor de uma base bem clara, porém esta cor não fica na pele e nem serve para uniformizar, ao ser espalhado fica transparente).

Eu já usei em várias quantidades, e ele nunca esfarelou. Fica só mais difícil de secar quando usa muito produto, mas pelo menos não esfarela e aceita bem uma maquiagem por cima.

Enfim, quem tem pele oleosa e gosta de acabamentos secos e/ou matificantes tem que escolher se os outros benefícios do produto irão valer a pena ter um acabamento hidratante. Na minha opinião, acho uma troca válida, por isso estou usando e pretendo aproveitar esse produto ao máximo.

Outro ponto importante: recebi algumas mensagens no Instagram, mencionando que a Heliocare substituiu a fórmula deste protetor recentemente. A nova fórmula, segundo esses usuários, é mais seca, e bem branca. Eu estou descrevendo isso pois quem já conhece o produto há mais tempo pode estranhar isso.

Heliocare Maxdefense FPS90 resenha protetor solar

Componentes do Heliocare Max Defense FPS90

Para entender a ação deste protetor solar, veja como a Heliocare explica sua tecnologia:

“A tecnologia patenteada Fernblock® XP é rica em ácido ferúlico, ácido cafeico e chá verde, e contém Extrato de Polypodium leucotomus, uma espécie originária da América Central. Esta espécie de samambaia foi há milhares de anos atrás uma planta aquática que, depois evoluiu para uma planta terrestre. Desta forma, desenvolveu mecanismos próprios de defesa contra a radiação UV. Este extrato é obtido através de procedimentos farmacêuticos  estritamente controlados, para assegurar total eficácia e segurança.

Onde comprar e preço

A Kutiz, loja parceira do blog que me enviou este produto, ainda tem unidades dessa fórmula antiga, mas caso façam questão dessa fórmula sugiro que confirmem antes de comprar. Atualmente, ele está na promoção por R$71,16 a embalagem com 50g.

Essencele Filler C Olhos resenha

Essencele Filler C Olhos – prevenção de sinais e melhora da luminosidade nas olheiras

Estou usando o Essencele Filler C Olhos, da Profuse, depois de usar um tubinho inteiro do Essencele Filler C  no rosto (não usei os dois ao mesmo tempo pois estava com outro produto aberto, e vcs sabem que quando gosto de um produto uso até o fim). Há muito tempo eu nao uso vitamina C na área dos olhos, os últimos cremes para olhos que usei foram basicamente hidratantes, por isso senti muita diferença usando este produto, e espero passar tudo aqui nesta resenha.

Essencele Filler C Olhos resenha creme para olhos Profuse

 

Essencele Filler C Olhos – o que diz a Profuse

Primeiro vou passar a descrição da Profuse com a proposta deste creme para olhos, e depois comparo com a minha experiência. Segundo a marca, o Essencele Filler C Olhos:

“Associa a vitamina C pura a um ativo inovador, o ácido hialurônico de baixo peso molecular biovetorizado, especialmente desenvolvido para prevenir e melhorar os primeiros sinais de envelhecimento da pele. A ação antirradicais livres e estimuladora do colágeno produzida pela vitamina C é potencializada pela hidratação profunda e efeito preenchedor do ácido hialurônico biovetorizado.

Essencele Filler C Olhos previne e reduz rugas finas. Reduz indesejáveis bolsas e suaviza a aparência de olheiras graças a ação da Ginkgo Biloba que estimula a microcirculação focal. A área dos olhos fica mais iluminada, com toque aveludado.”

Essencele Filler C Olhos – descrição do produto

A embalagem do Essencele Filler C Olhos é igual a do creme para o rosto, que já mostrei aqui: um tubo de alumínio muito bem vedado contra a passagem de luz, com ponta fina que deixa sair uma quantidade adequada de produto, nem mais nem menos. Vem com 15g, que é uma quantidade padrão de creme para olhos.

O produto em si é um gel transparente, de ótima textura: super leve, fácil de espalhar e seca rapidamente após poucos segundos na pele. Não deixa resquício nenhum, nem de cor nem de toque (na foto abaixo, meus olhos estão com o produto segundos após a aplicação, e não dá pra ver resquício algum).

Essencele Filler C Olhos resenha creme para olhos Profuse

Essencele Filler C Olhos arde?

Recebi algumas mensagens no Instagram e no Youtube contando experiências com o produto, dizendo que sentiram muita ardência ao usá-lo. Eu também senti: na primeira e na segunda aplicação, a região dos olhos ardeu bastante, como se a pele estivesse queimando. A Profuse coloca esse alerta sobre isso na própria embalagem, dizendo que pode haver uma sensação de desconforto, e caso isso aconteça devemos espaçar as aplicações até que a pele se adapte.

Fiz o período de adaptação assim:

  • Diminuí a quantidade de produto aplicado;
  • Usei só pela manhã no primeiro dia;
  • Não usei no segundo dia;
  • Usei só pela manhã no terceiro dia;
  • Usei só pela manhã no quarto e no quinto dia.

A partir daí, percebi que minha pele estava adaptada, e resolvi tentar usar 2x por dia no sexto dia, e nada aconteceu, ou seja, minha pele já estava adaptada e estou usando normalmente desde então (no total estou usando há 21 dias).

Essencele Filler C Olhos – minha experiência

Os últimos cremes para olhos que usei foram essencialmente hidratantes. Portanto, estou acostumada a ter a pele com aquela fina camada protetora sobre a pele, que eu considero confortável.

Essencele Filler C Olhos não deixa essa camada (pelo menos de forma perceptível), pois seca TOTALMENTE e desaparece da pele. Isso nao quer dizer que ele não funciona, mas eu sinto falta de algo que me deixe com a sensação de hidratação – pode ser por questão de costume, ou por necessidade mesmo, afinal eu tenho 42 anos e já uso produtos hidratantes potentes na área dos olhos. Ao usar este, percebi que ele é direcionado a quem está começando os cuidados anti idade, e que estão ainda na faixa dos 30 anos (um pouco mais, um pouco menos, pois depende muito mais do estado da pele do que da idade).

A ação da Ginkgo Biloba é bem perceptível – a gente sente um leve formigamento, como se a região estivesse “acordando”, o que é ótimo para dias de olhos inchados, olheiras com aspecto cansado, e olheiras arroxeadas, que são aquelas causadas por má circulação sanguínea no local.

Aliás, vejam meu post sobre os tipos de olheiras para entenderem melhor como um creme pode ou não pode agir em cada caso.

Na minha opinião, após experimentar o produto, ele é muito mais para PREVENÇÃO, por ter a ação antioxidante da vitamina C (espera-se de um antioxidante que ele irá manter o aspecto da pele jovem pelo maior tempo possível) e de um ácido hialurônico que mantém um bom nível de hidratação da pele, mas que no meu caso não é suficiente (eu acho que preciso de mais).

Por isso, vou continuar usando, pois gostei da ação estimulante da Ginkgo Biloba, achei que melhora mesmo a luminosidade da área dos olhos, mas vou complementar com um produto mais hidratante, especialmente à noite.

Onde comprar e preço

Essencele Filler C Olhos é vendido em farmácias e lojas de cosméticos online, a Profuse é uma marca de ampla distribuição pelo Brasil. O meu veio num kit da Drogaria Araújo.

Pesquisando preços na internet, encontrei por cerca de 100 a 130 reais, vale sempre pesquisar.

Eucerin Ureia Repair Plus Hidratante – resenha

Usando o Eucerin Ureia Repair Plus

Eucerin Ureia Repair Plus é um hidratante corporal com ureia, e tenho usado nos últimos dias para testar. Fiquei muito impressionada com a potência deste hidratante, quero deixar minhas impressões aqui para vocês!

Há bastante tempo não usava um hidratante com ureia, e realmente este tipo de produto é bem potente, tem ação imediata e por isso é recomendado para pele extremamente ressecada!

Eucerin Ureia Repair Plus - resenha - hidratante com ureia

Eucerin Ureia Repair Plus – embalagem e apresentação

Eucerin Ureia Repair Plus vem em um pote plástico, o meu tem 400ml, com válvula Pump. Ela trava quando o bico está na posição paralela ao frasco, e abre quando está a 90°, o que traz mais segurança para levar pra lá e pra cá, sem derramar.

A textura do hidratante é um creme-gel, bem branco mas é geladinho ao ser espalhado, parece ter uma quantidade boa de água que deixa a pele “molhada” quando estamos espalhando o produto na pele. Ao ser espalhado, ele fica totalmente transparente, fica alguns minutos mais perceptível sobre a pele, não tem fragrância, e depois de alguns minutos (por aqui, nesse clima seco, cerca de 5 minutos, em climas mais úmidos pode ficar um pouco mais) ele some na pele, apenas deixando a sensação gostosa de pele hidratada.

Eucerin Ureia Repair Plus – ingredientes

Como é indicado para para cuidado diário da pele extremamente seca, com descamação e coceira, a fórmula do Eucerin Ureia Repair Plus é bem voltada para potencializar a hidratação ao máximo. Tenho mostrado muitos hidratantes que tem a principal função de formar uma película protetora sobre a pele para impedir que a água da pele saia – este creme hidratante, além de fazer essa função, ele acrescenta hidratação à pele, por isso, agindo por dois lados, sua ação é potencializada.

Para essa ação, ele conta com os ingredientes:

  • 10% de Ureia, um ativo com poderosa ação hidratante, tem ação emoliente e tem ação queratolítica (diminui a espessura das camadas mais externas da pele, onde estão as células mortas).
  • Ceramidas – faz parte da barreira lipídica natural da pele, protegendo contra as agressões externas.
  • FNH – Fatores Naturais de Hidratação – composto por vários ingredientes naturalmente presentes em nossa pele (inclusive água), que interagem entre si e são capazes de reter água para manter os níveis de hidratação da nossa pele.

Eucerin Ureia Repair Plus - resenha - hidratante com ureia

Eucerin Ureia Repair Plus – minha experiência de uso

Gostei do Ureia Repair Plus logo no primeiro uso, pois percebi que poderia ser um creme hidratante para o meu dia a dia, e não apenas um SOS – explicando: não consigo fazer uso diário de hidratantes muito espessos e densos, que geralmente são indicados para pele ressecada, pois ficar muito tempo com eles vai me deixando incomodada. Por isso, uso os mais densos em casos de necessidade, quando preciso de um “pronto socorro”. O Ureia Repair Plus hidrata com potência mas deixa um acabamento agradável, compatível com o meu dia a dia. Tenho usado apenas 1x por dia, à noite, após o banho, e está sendo suficiente para manter a hidratação da minha pele, que está enfrentando atualmente 30/35% de umidade relativa do ar em BH (não tá fácil!).

Eucerin Ureia Repair – alguns avisos

Eucerin Ureia Repair tem 10% de ureia, o que está dentro do padrão de segurança para uso doméstico de cosméticos. Mas algumas pessoas tem hipersensibilidade à ela, por isso é bom fazer um teste antes ou conversar com o seu dermatologista, em caso de irritação suspenda o uso. Não aplique em áreas irritadas ou lesionadas. Pacientes com insuficiência renal e gestantes não devem utilizar ureia em grandes quantidades, então se você tiver uma dessas condições só use com o aval do seu médico. A duração do tratamento de produtos com ureia deve ser indicada individualmente.

Onde comprar e preço

Eucerin Ureia Repair Plus é encontrado em farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online, e o preço médio é de R$95/130 a embalagem com 400ml. Pesquise pois existe muita promoção de Eucerin no mercado, em todo o Brasil 😉 #ficadica

Mais Eucerin no blog

No post dos melhores hidratantes corporais mostrei o Eucerin In-Shower Loção Corporal, o meu hidratante de banho preferido. Pra quem tem preguiça de passar hidratante todo dia é uma ótima opção, pois dispensa o uso do hidratante após o banho. Outro produto potente que eu recomendo muito para quem tem pele severamente ressecada é o Aquaphor indicado inclusive para pós-procedimentos, super recomendado por dermatologistas.

Se você tem pele seca, tem um post aqui no blog onde indico sabonetes para pele seca, rosto e corpo, vale a pena conferir!

4 tipos de olheira

Os 4 tipos de olheiras e como tratá-las

Existem diferentes tipos de olheiras e hoje vou falar sobre eles, para que vocês tentem identificar o seu tipo e saber direcionar melhor os esforços para combatê-las. No blog e no canal, indicação de cremes para olhos são os campeões de pedidos e é muito difícil que eu, que nem sou dermatologista, indique algum cosmético que não seja só para hidratar a região. Se você precisa mais do que hidratação para as olheiras, é preciso um direcionamento mais assertivo, e isso só com um dermatologista mesmo, ok?

Tipos de olheiras – causas

Além da predisposição genética, muitos outros fatores estão envolvidos na aparição das olheiras, que conferem aspecto cansado ao rosto. “Pessoas que possuem pais com olheiras têm mais chances de também apresentarem o problema durante a vida. Mas maus hábitos também contribuem para o aparecimento da hiperpigmentação periorbital, ou seja, a produção e acúmulo de melanina embaixo dos olhos, levando à coloração mais escura da região”, explica a dermatologista Dra. Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Segundo a especialista, outra causa das alterações é o acúmulo de hemossiderina, pigmento presente no sangue responsável pela coloração arroxeada das olheiras, que ocorre quando a circulação sanguínea local não funciona corretamente.

De acordo com a médica, as olheiras também podem surgir devido a goteira lacrimal profunda, quando, na região abaixo dos olhos, surge uma espécie de sulco, formando uma sombra local que gera as olheiras. Além disso, o envelhecimento também contribui para o desenvolvimento das olheiras, pois a pele da região torna-se mais flácida, com o surgimento de rugas e acúmulo de bolsas de gordura locais.

Porém, para saber qual a melhor forma de controlar e tratar as olheiras é preciso identificar qual o tipo da alteração, que são classificadas de acordo com os fatores causadores do seu surgimento. Para ajudar a entender, a Dra. Thais explicou cada um deles.

4 tipos de olheiras

Tipos de olheira: olheira pigmentar

“É a olheira causada pelo excesso do depósito de melanina na pele, composto que dá cor ao tecido. Geralmente, esse tipo de olheira apresenta uma cor amarronzada e costuma aparecer em pessoas de fototipo alto, com tendência genética para o desenvolvimento de olheiras ou com rinite alérgica.”

Tipos de olheira: olheira estrutural

“Esse é o tipo de olheira mais raro e acontece pela presença de goteira lacrimal profunda ou pela falta de tecido abaixo dos olhos, sendo assim possível visualizar o músculo que está por baixo da pele devido a transparência do tecido.”

Tipos de olheira: olheira vascular

“A olheira vascular é causada pelo acúmulo de hemossiderina ou pelo aumento de vasos sanguíneos na região dos olhos. Esse tipo de olheira caracteriza-se por tons azulados, arroxeados ou avermelhados, devido à coloração do pigmento sanguíneo, e tendem a aparecer após uma noite de sono ruim ou em pessoas que estão cansadas, além de piorarem com quadros de rinite alérgica, tabagismo e alimentação rica em sal.”

Tipos de olheira: olheira mista

“É o tipo mais comum de olheira e acontece quando há a soma de um ou mais fatores que causam a alteração, sendo agravadas também por motivos como tabagismo, álcool e noites mal dormidas.

Tratamentos para olheira

De acordo com a dermatologista, a melhor forma de atuar no combate e diminuição das olheiras, independentemente do tipo, é através da adoção de hábitos saudáveis, como sono adequado, alimentação balanceada e hidratação cutânea. Mas se as olheiras não sumirem ou estiverem causando muito incômodo, o ideal é procurar um dermatologista que indicará o melhor tratamento para o seu caso. “Caso as olheiras apresentem tons mais escuros e amarronzados, o tratamento mais indicado é o peeling com ácido tioglicólico, que possibilita o clareamento da área abaixo dos olhos, podendo ser feito em sessões semanais ou quinzenais. Já para quem apresenta olheiras profundas, o tratamento ideal é o preenchimento com ácido hialurônico, técnica que tem o objetivo de nivelar a pele abaixo dos olhos com o resto da face, dando volume à área, com resultados visíveis em poucos dias”, completa a médica. “Por fim, para olheiras escuras e de tons arroxeados geralmente é recomendado o tratamento com luz intensa pulsada, que consiste na aplicação de uma faixa de luz que gera calor no local e possibilita a destruição dos pigmentos de melanina e hemoglobina em partículas menores, que são absorvidas pelo corpo. Além disso, os vasos sanguíneos locais se contraem, reduzindo o efeito arroxeado.”

Dra. Thais Pepe: Dermatologista especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Academia Americana de Dermatologia. Diretora técnica da clínica Thais Pepe, tem publicações em revistas científicas e livros, além de ser palestrante nos principais Congressos de Dermatologia.

 

Qual quantidade de protetor solar para o rosto?

Quanto protetor solar devo usar no rosto?

Qual a quantidade de protetor solar devemos usar no rosto? Eu já ouvi essa pergunta muitas vezes, e mesmo que a internet já tenha algumas respostas para essa pergunta acho que meu post pode ajudar com umas diquinhas práticas. Já gravei um vídeo mostrando como é, mas por aqui também vai ter mais conteúdo – porque sim!

Quantidade de protetor solar e sua relação com o FPS

Por que a quantidade de protetor solar é importante? Porque ao fazer os testes para determinar o FPS de um protetor solar, o fabricante considera uma quantidade mínima de produto, que é de 2mg/cm². Caso você não aplique essa quantidade de protetor solar, o fabricante não garante a proteção especificada na embalagem.

Para esclarecer, vou colocar o conceito básico do que é o FPS (Fator de Proteção Solar): este fator irá determinar o tempo que a pele pode ficar exposta aos raios solares sem proteção, sem que a pele seja agredida pelos raios UVB, que são os raios que atingem a pele nas camadas mais superficiais, e são responsáveis pela vermelhidão e ardência, por exemplo.

Portanto, se o seu tipo de pele pode ficar exposto por 10 minutos sem ter essas reações ao raios UVB, usando um protetor solar FPS30 você irá multiplicar os 10 minutos por 30 = 300 minutos, ou 5 horas.

Mas e em relação aos raios UVA?

Como calcular o PPD – Persistent Pigment Darkening

O que determina a proteção quanto aos raios UVA é o PPD (Persistent Pigment Darkening), e o cálculo a ser feito é o mesmo. Porém, o valor do PPD é diferente do FPS – no Brasil, a norma exige que seja no mínimo 1/3 do valor do FPS. Portanto, se o protetor solar é FPS30, ele tem no mínimo um PPD de 10.

Os raios UVA penetram nas camadas mais profundas da pele e são os responsáveis pelo aparecimento de manchas, sinais de envelhecimento, perda de colágeno. Para calcular a sua proteção em relação aos raios UVA, você multiplica o tempo que a sua pele poderia ficar exposta sem sofrer os danos da radiação e multiplicar pelo PPD:

Protetor Solar: FPS 30 → PPD10

-Tempo de exposição 10 minutos x PPD 10 = 100 minutos, ou 1h e 40 minutos. É bem menor, não é?

Então, preste bastante atenção nisso quando for se expor ao sol! Mesmo que você não esteja com sinais de vermelhidão ou ardência, os raios UVA podem estar danificando sua pele.

Quantidade de protetor solar no rosto

Esta quantidade de 2mg/cm² recomendada pelo fabricante significa aproximadamente:

  • 1 colher de chá, ou 5ml, para: toda a cabeça (rosto e a parte de trás, caso você seja careca), orelhas e pescoço;
  • 1 colher de café, ou 2,5ml: para todo o rosto (se você não é careca), orelhas e pescoço.

LEMBRANDO QUE É UM VALOR APROXIMADO, POIS PODE VARIAR DE ACORDO COM O TAMANHO DO ROSTO! PODE SER UM POUCO MENOS, COMO 2ML

DICA: como os tamanhos das colheres nem sempre são os mesmos, vou deixar aqui a dica do copinho dos xaropes, Novalgina e vários remédios em solução – aquele copinho vem graduado em 2,5 – 5 – 7,5 e 10ml.

Você não precisa colocar protetor solar no copinho todo dia antes de aplicar, mas pelo menos vai te ajudar a se acostumar com essa quantidade 😉

 

Achou muito? E é! Então vamos lá para as próximas dicas:

Como aplicar a quantidade de protetor solar ideal no rosto?

Aplicar entre 2 e 2,5ml de protetor solar no rosto não é uma tarefa fácil, especialmente por causa do acabamento. O ideal é aplicar o protetor em camadas, podendo inclusive variar o tipo de protetor. Vou deixar as opções aqui:

  1. Usar somente um tipo de protetor, em camadas finas. Passe a primeira camada bem fina, espere secar, e continue passando as camadas seguintes (uma ou duas);
  2. Usar 2 tipos de protetores: quando seu protetor solar esfarela, não adianta usar uma camada por cima da outra. Você pode aplicar a primeira camada na quantidade máxima que o protetor permite sem esfarelar (só testando pra saber) e uma segunda camada de protetor solar em pó, aplicando com esponja, em batidinhas.
  3. Além de usar protetor solar sem cor, você pode aplicar a última camada de um protetor solar com cor, que além de proteger ainda dispensa a base.
  4. Caso queira usar a base, se ela tiver FPS também pode fazer parte dessa proteção solar diária recomendada.

LEMBRANDO: é muito difícil quantificar um protetor solar em pó, ou uma base compacta. Portanto, o ideal é garantir o máximo de proteção possível com o protetor solar em creme e deixar o pó para dar acabamento. Isso garante a uniformidade da camada de protetor – lembre-se de que você deve formar uma película sobre a pele, pois o protetor solar forma literalmente um escudo protetor.

Quantidade de protetor solar e a barreira protetora sobre a pele

VEJA:

quantidade de protetor solar

Crédito da imagem: Spigget (autor). / Wipedia – tirei do perfil do @cosmeasia

Olha que interessante! Acho muito legal ver essa foto tirada com luz ultravioleta, pois mostra uma coisa que muitas vezes nós esquecemos quando vamos usar um protetor solar: ele forma literalmente uma barreira sobre a pele.

Imagine a diferença de você se proteger do sol com uma barreira toda íntegra, ou uma barreira toda furada, cheia de defeitos? Pois usar a quantidade correta de protetor solar garante uma barreira íntegra, da mesma forma como o fabricante testou.

Você pode usar menos? Pode, é só lembrar que a proteção não será a mesma.

Eu, sinceramente, sei que não uso essa quantidade… e você?

 

 

 

Biosole Oxy Ada Tina – resenha de protetor solar

Biosole Oxy é um protetor solar antioxidante e clareador de manchas

Usei o Biosole Oxy da Ada Tina durante os últimos 45 dias aproximadamente – ele não dura muito mais que isso com a quantidade que eu estou aplicando. Gostei de conhecer o protetor solar que a Ada Tina anuncia como Protetor Solar Antioxidante, e vou contar minha experiência com ele.

Biosole Oxy – protetor solar – embalagem e apresentação

Biosole Oxy acompanha a apresentação de todos os outros protetores solares da Ada Tina: vem em uma bisnaga plástica opaca (não deixa passar luz), com tampa flip-top bem firme, que veda bastante. Atenção à quantidade: os protetores solares da Ada Tina estão vindo agora com 40ml e não mais 50ml.

Sua textura é um gel-creme, é fluido e espalha bem, mas enquanto é espalhado vai deixando rastros brancos, que somem após alguns minutos.

Biosole Oxy previne rugas e clareia manchas na pele?

Antes de falar especificamente sobre a ação do Biosole Oxy vamos lembrar de uma coisa importante: TODO protetor solar é anti idade e anti manchas. TODO! Pelo simples fato de proteger a pele contra os danos da radiação, o protetor solar evita rugas, protege o colágeno, evita formação de manchas na pele.

Estou levando em conta o USO CORRETO do protetor solar, que deve ser na quantidade adequada, e reaplicado quando necessário.

Acontece que as marcas acrescentam ativos que potencializam os benefícios do protetor solar em alguns objetivos, e então vendem como anti idade, anti manchas, anti oxidante (o que não é errado, só reforça a sua ação).

No caso do Biosole Oxy, além dos benefícios de um bom protetor solar, com FPS50 e PPD 17,4, ele ainda tem:

  • Vitamina C – ou, derivado de vitamina C, o ASCORBYL TETRAISOPALMITATE, que é mais estável, tem boa capacidade de penetração na pele, é antioxidante e pode ter ação clareadora na pele;
  • Niacinamida, ou vitamina B3, um ativo já conhecido na dermatologia, que traz vários benefícios, entre eles o de inibir a capacidade dos melanócitos de transferir o pigmento para as camadas mais externas da pele. A Niacinamida também é capaz de estimular a produção de colágeno, então além de agir protegendo o colágeno que já temos, ainda podemos produzir.

Essa ação conjunta do protetor (que evita os danos causados pela radiação), da vitamina C (que evita a oxidação das células e previne o envelhecimento) e niacinamida (que evita a formação de manchas e ainda pode clarear as existentes, além de promover a firmeza da pele) – leva a uma ação potencializada de um produto anti envelhecimento.

Eu considero uma ação bem completa! Se você me perguntar qual o produto cosmético mais potente para evitar o envelhecimento eu respondo que é o protetor solar. Quando ele vem com essa ação potencializada, eu acho que é um ótimo investimento, que pode inclusive dispensar a compra de outros produtos (como a vitamina C, por exemplo).Biosole Oxy Ada Tina - protetor solar - resenha

 

Biosole Oxy – o que a Ada Tina diz sobre ele

A descrição do Biosole Oxy começa pela proteção Difendiox, comum entre os protetores solares da Ada Tina. Eles descrevem como uma combinação sinérgica de polifenóis antioxidantes para máxima proteção da pele, e é patenteado pela marca. A alta proteção UVA e UVB também garante o combate à formação de rugas e manchas na pele, que são marcas do fotoenvelhecimento. Além disso a marca garante que Biosole Oxy é:

  • Avobenzone Free
  • Mineral Oil Free
  • Paraben Free
  • Dermatologicamente testado

Biosole Oxy é bom para pele oleosa?

Sempre que eu recebo pergunta se um protetor é bom para pele oleosa as pessoas querem saber se dá espinha e se o acabamento é sequinho.

Eu usei uma bisnaga inteira e não tive nenhuma alteração na oleosidade da minha pele e nem espinhas. Lembrando que eu tenho pele oleosa, mas sempre procuro controlar a oleosidade com produtos apropriados.

Quanto ao acabamento, a Ada Tina chama de Toque Seco – o que é diferente de matificante, que “chupa” a oleosidade da pele. O Toque Seco deixa sua pele muito parecida com o que ela é naturalmente, por isso se você está com excesso de oleosidade na pele não espere que o acabamento do protetor solar deixe sua pele seca, pois é muito provável que isso não irá acontecer. Em mim, o Biosole Oxy fica confortável, não fica pegajoso, e deixa uma sensação de hidratação na pele, mas não fica seco e nem some totalmente após secar na pele.

Onde comprar e preço

Biosole Oxy é encontrado na loja virtual da Ada Tina, em farmácias e drogarias, lojas físicas e online. Em uma pesquisa pela internet encontrei preços entre R$100-130 com 40ml. Se você pensar que usando o Biosole Oxy pode dispensar um antioxidante de uso diário como a vitamina C, o produto tem um custo benefício bom já que uma boa vitamina C custa entre R$130-200.

Mais protetor solar Ada Tina

Proteand FPS60 – protetor solar para as mãos

Biosole Lev – protetor solar com textura leve

Normalize Matte Intense – protetor matificante para pele oleosa

Biosole BBprotetor solar com cor

 

 

Essencele Filler C da Profuse – resenha

Essencele Filler C – vitamina C + ácido hialurônico

Estou usando a Essencele Filler C da Profuse todas as manhãs, pois como sabem sou muito fã de vitamina C. Aliás, também sou muito fã de ácido hialurônico, e nesse caso, como o produto tem os dois ativos,  minha rotina da manhã ficou mais simples: limpeza + tonificação + Essencele Filler C + protetor solar.

Recebi o kit da Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos da Drogaria Araujo, daqui de BH

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Todas as vezes que eu usei vitamina C até hoje, sempre acompanhava com um hidratante, pois sentia falta. Com Essencele Filler C, o efeito de hidratação é imediato, esta é a vitamina C com maior efeito hidratante que eu já usei até hoje.

Como é a Essencele Filler C?

Essencele Filler C vem em uma bisnaga de alumínio, bem vedada, com tampa de rosca. São 30g de um gel transparente, de textura bem leve, desses que deixam uma sensação refrescante ao ser espalhado na pele. Fácil de espalhar, o acabamento na pele é ótimo, achei perfeito para pele oleosa – não mela, não deixa resquício, não atrapalha a maquiagem, excelente mesmo. Dá pra usar no verão, inclusive. Então, no quesito acabamento já posso dizer que foi SUPER APROVADA.

Essencele Filler C – o que diz a marca

A Profuse descreve a proposta do produto assim:

  • Previne rugas
  • recupera a luminosidade
  • ação antioxidante
  • alta hidratação
  • estimula a produção de colágeno
  • toque aveludado
  • para todo tipo de pele
  • Pode ser usado pela manhã e/ou noite
  • Pode ser aplicado no rosto, pescoço e colo

Toda essa ação prometida pela Profuse é devido à presença da Vitamina C, que é antioxidante, e do ácido hialurônico de baixo peso molecular biovetorizado – ou seja, uma molécula com alta capacidade de penetração nas camadas mais profundas da pele. E como a gente já tem falado bastante por aqui, os efeitos da pele bem hidratada com ácido hialurônico são esses mesmo: melhora da densidade da pele, melhora do viço e do aspecto das linhas de expressão.

Leiam o post para entender melhor o efeito dele na sua pele: O que é ácido hialurônico, pra que serve?

Qual a concentração da vitamina C da Essencele Filler C?

Toda vez que eu falo de vitamina C todo mundo quer saber a concentração. A “vitamina C” da Essencele Filler C na verdade é o SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, um derivado de vitamina C, que é o ácido ascórbico. Algumas literaturas chamam de “outra forma de vitamina C”. Enfim, pelo fato de o ácido ascórbico ser tão difícil de ser estabilizado em fórmulas cosméticas, a indústria foi buscando essas alternativas para ter os benefícios da vitamina C só que com mais estabilidade – no caso, o S.A.P. é bem mais estável, por isso alguns laboratórios o escolhem.

A concentração de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE da Essencele Filler C é de 5%.

MAS ATENÇÃO: estamos falando de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, e não de ácido ascórbico.

Os produtos que vemos no mercado com 15, 20% de concentração de vitamina C, são feitos com ácido ascórbico! Então não compare as concentrações de vitamina C de produtos que são feitos com ativos diferentes, ok?

A concentração desses ativos que são derivados do ácido ascórbico é menor mesmo, por vários motivos, por estabilidade da fórmula, por segurança, enfim, costumam ir até 5%.

 

Se os derivados tem a mesma efetividade da Vitamina C – ácido ascórbico – é uma briga que eu estou acompanhando por aí: farmacêuticos e cosmetólogos dizem que sim, alguns dermatologistas dizem que não (mas MUITOS PRESCREVEM! Inclusive a Essencele Filler C é MUITO PRESCRITA por dermatologistas!), cientistas dizem que não. Enfim, eu daqui, sentada no meu tijolinho, prefiro adotar o seguinte critério: usar o que funciona pra mim, o que me faz bem.

E vitamina C de uso tópico me faz muito bem, e depois que comecei a usar na minha rotina minha pele melhorou muito, em muitos aspectos. E sem falar que vitamina C é antioxidante, e junto com protetor solar são ótimos para manter a pele mais jovem por mais tempo (esse assunto daria vários vídeos, vários posts!).

Essencele Filler C dá espinhas? Causa vermelhidão?

Em mim, não deu. Mas em algumas pessoas a vitamina C causa acne – não é regra, mas a única forma de saber é usando…Por outro lado, o  SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um ativo muito usado em fórmulas anti-acne, por isso a chance de não dar acne é maior.

Em relação à vermelhidão, é outra reação comum à vitamina C. Novamente, mais uma vantagem do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE em relação ao ácido ascórbico: é mais tolerável. Muitas pessoas com pele mais sensível suportam melhor os derivados da vitamina C do que a vitamina C. Resumindo: pode acontecer de sua pele ficar vermelha e arder com o uso do Essencele Filler C, mas é mais difícil, e se acontecer, é uma reação normal. Observe se é o caso de continuar o uso fazendo intervalos (dia sim, dia não, até sua pele se adaptar) ou interromper o uso.

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Minha experiência com a Essencele Filler C

Até hoje eu só usei cremes com vitamina C que tem ácido ascórbico, ou seja, a vitamina C propriamente dita. Vou deixar em tópicos pra facilitar:

  • A Essencele Filler C é a mais hidratante de todas as vitaminas C que eu já usei. Dispensa o uso de outro hidratante, na minha opinião.
  • Eu tenho duas expectativas quanto a vitamina C: que seja antioxidante e que dê luminosidade á pele – ela é comumente usada como coadjuvante em tratamentos de clareamento de pele pois age sobre a enzima que aumenta a produção de pigmento na pele. Como antioxidante é difícil avaliar, pois é uma coisa que vemos com o passar do tempo: quanto mais tempo minha pele permanecer com aparência jovem, significa que estou agindo certo (não só com vitamina C mas principalmente com PROTETOR SOLAR). Quanto a ação de iluminar a pele, com a Essencele foi uma ação que eu não percebi. A ação das outras vitaminas C na minha pele mostraram esse efeito em pouco tempo de uso (10, 15 dias), mas com a Essencele eu fiquei de olho nessa parte e não achei que ela age muito nesse sentido. ATENÇÃO: essa foi uma reação da MINHA pele. Na sua pode ser diferente, principalmente se você nunca usou nenhum produto com vitamina C e não tem parâmetros de comparação.

Então, resumindo:

  • Aparência do produto e facilidade de espalhar: ótimo. Não mostrou nem sinais de oxidação na embalagem, continua transparente após mais de um mês aberta.
  • Acabamento na pele: excelente. Sequinha, toque aveludado, sensação de frescor e hidratação imediata.
  • Antioxidante: vou na fé 🙂 Mas a presença do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um indicativo de que ela atua como antioxidante sim.
  • Luminosidade: não percebi melhora nesse aspecto.

Onde comprar e preço

A Essencele Filler C Serum é encontrada em farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online. Eu recebi a minha da Drogaria Araújo, maior rede de drogarias de MG. O kit do Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos está na promoção por R$181,40 no site, esse preço está maravilhoso pois geralmente o preço do Serum é R$170,00 e do Produto para olhos é R$130-140.

 

 

 

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras – resenha!

Q10 Plus Pérolas Reparadoras – com Coenzima Q10 e Ácido Hialurônico

Estou usando o Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras desde o final de junho, dentro da minha rotina de inverno. Uso só à noite, como hidratante e antissinais na seguinte ordem: limpeza de pele com gel, tonificação com Água Micelar Nivea   e depois o Nivea Q10 Pérolas Reparadoras. Como essa rotina é logo após o banho, um minutinho antes de dormir ainda estou borrifando um Dexpantenol solução, dá um reforço e tanto na hidratação 😉

Quem está me acompanhando sabe que minha rotina de pele está totalmente voltada à minha readaptação com o clima de BH, pois senti muito a mudança do clima praiano pro clima seco – e ainda piorou porque cheguei aqui bem no inverno! Então o Nivea Q10 Plus está sendo útil nessa fase pois nesta resenha vou contar como ele é realmente hidratante e protetor da pele.

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras - resenha

 

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras – principais ingredientes

As estrelas desse creme anti rugas são a Coenzima Q10, ou Ubiquinona, e o ácido hialurônico. Sobre o ácido hialurônico, ingrediente hidratante, já tenho falado bastante aqui no blog e no canal, então sugiro que leiam os posts:

O que é ácido hialurônico? Pra que serve?

28 cremes com ácido hialurônico

 

A Coenzima Q10, ou Ubiquinona, é um ativo bastante estudado pelos laboratórios Beiesdorf, que detém as marcas Nivea, Eucerin, La Prairie. A Nivea tem uma linha de produtos com esse ativo, que é uma substância produzida naturalmente pelo nosso organismo, e com o avanço da idade nós vamos diminuindo cada vez mais essa produção.

A Ubiquinona é responsável por:

  • atua como antioxidante celular – neutraliza a ação dos radicais livres
  • gerar energia intracelular: estimula a ação das células para se defender dos agentes agressores

Existem muitos suplementos orais de Ubiquinona, mas aqui estou me referindo à sua ação na pele, com o uso tópico.

Como é o Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras?

O creme vem em uma embalagem transparente, com 40 ml, e válvula pump. No interior estão as “pérolas” de cor amarela, envoltas em um gel transparente. À medida que pressionamos o Pump, as pérolas estouram e o produto sai já misturado (gel + conteúdo das pérolas), é só espalhar.

Ele tem bastante fragrância, que é agradável mas é bom mencionar para quem tem restrição quanto a isso.

Assim que espalho na pele já sinto uma sensação bem agradável de hidratação e frescor, e ele seca bem rapidamente, sem deixar resquício – deixa um acabamento sequinho  e aveludado, achei bem apropriado para pele oleosa. Não fica grudento, dá até pra passar maquiagem por cima.

A descrição da Nivea promete um efeito tensor imediato, mas isso não percebo quando uso. Talvez alguém que esteja com a hidratação da pele defasada poderá sentir isso nos primeiros usos, já que a pele estará sentindo falta dessa hidratação, e quando receber poderá responder com essa sensação imediata – mas não foi o meu caso. Eu percebo um efeito de “densidade” na pele, que deixa a pele mais firme com o tempo de uso, pois isso é um efeito da hidratação continua. Pele bem hidratada fica mais firme, mais densa e mais viçosa, e o Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras faz isso.

Se é efeito da Ubiquinona? Do ácido hialurônico? Eu prefiro dizer que é efeito do conjunto da fórmula, pois como tenho dito ultimamente muitas vezes a sinergia entre os ingredientes da fórmula é muito mais importante do que a ação isolada do componente X ou Y.

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras - resenha

Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras é indicado para que idade? Pra que tipo de pele?

A Nivea não especifica idade, mas como eu falei no outro post do ácido hialurônico (já leu? Vai lá!) nós começamos a diminuir a produção natural a partir dos 25 anos aproximadamente. Isso não significa que você TEM QUE usar hidratantes com A.H. logo no começo, mas eu gosto sempre de dizer que devemos estar atentos à necessidade da nossa pele, e da resposta que ela dá ao que estamos usando.

Se você está com 25 anos, não usa A. H. e acha que seus hidratantes habituais não estão dando conta da hidratação da sua pele, tente usar um A.H. e veja se consegue detectar uma melhora.

Se você está com mais de 30 anos, prefiro dar 2 sugestões:

-Nunca usou nada? Está defasada com os cuidados com a sua pele? É bem provável que sua pele responda super bem aos primeiros cuidados, principalmente se for uma hidratação potente.

-Já está usando muitos produto, inclusive os mais concentrados, com nanotecnologia (que costumam ter uma penetração mais profunda na pele)? É bem provável que não perceba um incremento muito grande nos cuidados ao usar esse Nivea Q10 Plus, mas sim uma manutenção do estado da sua pele. E provavelmente irá achar um produto ok, com bom custo-benefício mas que não fez algo muito significativo na sua pele – que é o meu caso 😉

Pra terminar essa resenha acho muito importante dizer que tenho aprendido cada vez mais a lidar com as escolhas dos produtos que eu coloco na minha rotina – eu percebo a minha necessidade naquele momento, uso até ver que preciso de algo diferente. Mesmo não sendo o melhor produto de pele que eu já usei na vida, o Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras está atendendo muito bem essa necessidade do meu momento atual, tanto é que estou usando há quase 2 meses direto. E tem um ótimo custo benefício, olha só:

Onde comprar e preço

Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras é encontrado em farmácias, lojas de cosméticos e lojas de departamento. Vem com 40ml e custa em média R$60-70 – mas já vi inúmeras ofertas por cerca de R$50, é muito fácil encontrar promoções em farmácias. Fique de olho!

Essa facilidade de encontrar o produto e ver promoções é uma vantagem da Nivea, e pelo efeito dele na pele eu considero um ótimo custo-benefício.

 

 

O que é Ácido Hialurônico, pra que serve?

Dúvidas sobre ácido hialurônico? Este post irá ajudar!

Já falei sobre vários produtos com ácido hialurônico aqui no blog, inclusive um dos últimos posts foi bem completo pois dei dicas de 28 cremes com ácido hialurônico, mostrando as descrições de cada marca, com preço, exatamente para ajudar a escolha de cada um. Mas lá no Youtube apareceram várias dúvidas e eu achei que deveria fazer um post com informações mais básicas, respondendo dúvidas como: o que é o ácido hialurônico, pra que serve, a partir de que idade usar, etc. Espero que ajude ainda mais quem tem dúvidas sobre o assunto!

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma substância presente em nossa pele (e em outras partes do corpo também, como nas articulações) que é responsável pelo preechimento intercelular – grosseiramente falando, ele ocupa o lugar entre as células. Como ele tem grande capacidade de absorção de água, também regula a quantidade de água em nossa pele.

Imagine uma esponja – capaz de reter mais de 1000x o seu peso molecular em água – que ao se expandir (porque está cheio de água) deixa a pele mais lisa, mais densa, mais elástica e mais firme. Sim, a hidratação faz isso tudo na aparência da pele!

Ácido Hialurônico – HIDRATAÇÃO

Quando falamos de ácido hialurônico em cosméticos então, estamos falando de hidratação. A principal função dos cremes com ácido hialurônico é hidratar a pele – ele não trata acne, não clareia manchas, ele HIDRATA.

MASSSSSS…. lembrando uma coisa muito importante: uma pele hidratada recebe muito melhor todos os outros ativos, portanto o ácido hialurônico pode acompanhar vários ativos que tratam esses problemas: vitamina C, ácido retinóico, etc

Mas… se ele é ácido, não vai irritar a pele?

Temos a tendência de associar “ácido” a substâncias corrosivas, irritantes, sensibilizantes, mas nesse caso do ácido hialurônico isso não acontece – ele tem pH <7 mas não causa esse tipo de reação na pele. E lembre-se também de que a nossa pele é ácida e a acidez dos cosméticos é compatível com ela, e existem vários produtos que usamos no nosso dia a dia que também são ácidos como os hidratantes, sabonetes para pele seca, condicionadores, máscaras capilares, todos eles tem pH<7 😉

IMPORTANTE: neste post trataremos APENAS do ácido hialurônico de uso tópico, em cremes. Não falarei sobre o injetável, apenas irei mencionar quando for o caso específico, mas só o profissional habilitado é que deve indicar e principalmente aplicar.

A partir de que idade posso usar cremes com ácido hialurônico?

Nosso corpo produz o ácido hialurônico, mas a partir de aproximadamente 25 anos começamos a diminuir essa produção. Mas a produção não cai vertiginosamente de 100 a zero de um dia para o outro, é bem gradual, e por isso não começamos a ter sinais visíveis na pele imediatamente. Depois de um tempo, que pode variar de acordo com a genética, com os cuidados que cada um tem, estilo de vida, etc, a pele começa a mostrar os sinais de quem está precisando de uma hidratação maior, com pequenas linhas de expressão superficiais, falta de viço, etc.

Então, resumidamente, vou deixar meu ponto de vista pra vocês:

  • Até os 25 anos, preciso usar ácido hiaurônico? Não precisa, mas não é proibido. Se quiser usar, até pode, mas é desnecessário pois seu corpo fabrica. E tem mais: os cremes com ácido hialurônico são mais caros que os hidratantes básicos que você pode usar. Até os 25 anos você precisa de protetor solar e um hidratante que forme uma barreira na sua pele contra a perda de água do seu organismo – basicamente isso! Então, poupe seu dinheirinho pois em alguns anos você vai precisar gastar um pouco mais…
  • A partir dos 25 anos, se quiser começar a usar algum creme com ácido hialurônico, você vai perceber que existem produtos diferentes, com preços diferentes, e sim, podem existir diferenças no produto que justifiquem a diferença no preço. Ácido hialurônico em moléculas maiores só agem na primeira camada da pele, os de baixo peso molecular podem penetrar mais profundamente, mas também são mais caros. Como você ainda começando esses cuidados anti envelhecimento, pode muito bem ficar com os mais “básicos”: sugiro o Neutrogena Hydro Boost   e o Natura Chronos Elixir Redutor de Rugas – estou mencionando esses pois já usei e vi que são dessa categoria, que suprem os primeiros cuidados.
  • Dependendo da resposta da sua pele, aos 30, ou 35, você pode ir trocando os produtos e irá perceber a diferença de ação entre eles. Aqui no blog eu já falei sobre alguns deles, como o Hyaluron Filler Concentrate , Liftactiv Serum 10 Supreme e o Hyalu B5 – todos excelentes, com ácido hialurônico fracionado (ou baixo peso molecular), que penetram mais profundamente na pele, e na mesma faixa de preço (entre R$160 a 180)

Ácido hialurônico é preenchedor?

Ácido hialurônico na pele pode preencher rugas?

Aqui está a maior confusão que as pessoas fazem: usar o creme esperando resultado que o creme não traz. Vou diferenciar aqui dois termos que eu gosto de usar: o efeito preenchedor e o preenchimento.

Quando as linhas de expressão da sua pele forem superficiais e sinais de ressecamento, os cremes, ao hidratar, irão melhorar o aspecto da pele, às vezes em até quase 100%. Ao hidratar, sua pele recebeu o que ela precisava. Eu chamo isso de “efeito preenchedor” – que na verdade é uma BOA HIDRATAÇÃO. Pois é, a água é uma coisa tão simples, mas que faz muita diferença na aparência da pele. Então, como resultado dessa hidratação, a pele fica mais lisa, mas firme, mais densa e mais viçosa, com aparência mais jovem.

MASSSS…. se você já tem rugas mais profundas, ocasionadas pela flacidez, sinal da perda de colágeno, que não são mais superficiais e tem outros motivos que não sejam o ressecamento, aí você precisa do preenchimento – que também é feito com ácido hialurônico (em algumas partes do rosto, e em outras com botox). Trata-se de um procedimento, com injeção, que deve ser feito por profissional habilitado em consultório. Tem efeito temporário, é caro, mas resolve problemas que os cremes não irão tratar. VEJA BEM: creme nenhum irá tratar, por mais que o fabricante prometa milagres.

Claro que o dermatologista pode começar a unir tratamentos, colocando outros ativos na sua rotina, ou então fazendo outros tipo de tratamentos estéticos antes de chegar à opção da agulha, ou pra quem quiser algo mais drástico, da cirurgia plástica. Mas em relação aos cremes com ácido hialurônico é isso: eles agem sim, hidratam sim, mas tem problemas que eles não poderão resolver.

Quer um exemplo? Olheiras profundas, que não são causadas nem pela perda de colágeno nem pela falta de hidratação – são efeito da estrutura óssea. O preenchimento com agulha pode ser ótimo, mas creme não vai fazer nada além de hidratar a região.

UFA!!!

Se você chegou até aqui, espero que tenha entendido um pouco mais sobre o assunto. No vídeo do canal tem muitas informações, e também falei mais sobre a diferença entre os produtos que eu já usei, vale a pena dar uma olhada:

Espero que tenha gostado! Impossível fazer um post completo, com tudo que precisamos saber, mas vou tentando sempre falar um pouco nos vídeos, nas resenhas de produtos, e vamos tentando aprender cada vez mais!

Beijos!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...