O que é Ácido Hialurônico, pra que serve?

Dúvidas sobre ácido hialurônico? Este post irá ajudar!

Já falei sobre vários produtos com ácido hialurônico aqui no blog, inclusive um dos últimos posts foi bem completo pois dei dicas de 28 cremes com ácido hialurônico, mostrando as descrições de cada marca, com preço, exatamente para ajudar a escolha de cada um. Mas lá no Youtube apareceram várias dúvidas e eu achei que deveria fazer um post com informações mais básicas, respondendo dúvidas como: o que é o ácido hialurônico, pra que serve, a partir de que idade usar, etc. Espero que ajude ainda mais quem tem dúvidas sobre o assunto!

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma substância presente em nossa pele (e em outras partes do corpo também, como nas articulações) que é responsável pelo preechimento intercelular – grosseiramente falando, ele ocupa o lugar entre as células. Como ele tem grande capacidade de absorção de água, também regula a quantidade de água em nossa pele.

Imagine uma esponja – capaz de reter mais de 1000x o seu peso molecular em água – que ao se expandir (porque está cheio de água) deixa a pele mais lisa, mais densa, mais elástica e mais firme. Sim, a hidratação faz isso tudo na aparência da pele!

Ácido Hialurônico – HIDRATAÇÃO

Quando falamos de ácido hialurônico em cosméticos então, estamos falando de hidratação. A principal função dos cremes com ácido hialurônico é hidratar a pele – ele não trata acne, não clareia manchas, ele HIDRATA.

MASSSSSS…. lembrando uma coisa muito importante: uma pele hidratada recebe muito melhor todos os outros ativos, portanto o ácido hialurônico pode acompanhar vários ativos que tratam esses problemas: vitamina C, ácido retinóico, etc

Mas… se ele é ácido, não vai irritar a pele?

Temos a tendência de associar “ácido” a substâncias corrosivas, irritantes, sensibilizantes, mas nesse caso do ácido hialurônico isso não acontece – ele tem pH <7 mas não causa esse tipo de reação na pele. E lembre-se também de que a nossa pele é ácida e a acidez dos cosméticos é compatível com ela, e existem vários produtos que usamos no nosso dia a dia que também são ácidos como os hidratantes, sabonetes para pele seca, condicionadores, máscaras capilares, todos eles tem pH<7 😉

IMPORTANTE: neste post trataremos APENAS do ácido hialurônico de uso tópico, em cremes. Não falarei sobre o injetável, apenas irei mencionar quando for o caso específico, mas só o profissional habilitado é que deve indicar e principalmente aplicar.

A partir de que idade posso usar cremes com ácido hialurônico?

Nosso corpo produz o ácido hialurônico, mas a partir de aproximadamente 25 anos começamos a diminuir essa produção. Mas a produção não cai vertiginosamente de 100 a zero de um dia para o outro, é bem gradual, e por isso não começamos a ter sinais visíveis na pele imediatamente. Depois de um tempo, que pode variar de acordo com a genética, com os cuidados que cada um tem, estilo de vida, etc, a pele começa a mostrar os sinais de quem está precisando de uma hidratação maior, com pequenas linhas de expressão superficiais, falta de viço, etc.

Então, resumidamente, vou deixar meu ponto de vista pra vocês:

  • Até os 25 anos, preciso usar ácido hiaurônico? Não precisa, mas não é proibido. Se quiser usar, até pode, mas é desnecessário pois seu corpo fabrica. E tem mais: os cremes com ácido hialurônico são mais caros que os hidratantes básicos que você pode usar. Até os 25 anos você precisa de protetor solar e um hidratante que forme uma barreira na sua pele contra a perda de água do seu organismo – basicamente isso! Então, poupe seu dinheirinho pois em alguns anos você vai precisar gastar um pouco mais…
  • A partir dos 25 anos, se quiser começar a usar algum creme com ácido hialurônico, você vai perceber que existem produtos diferentes, com preços diferentes, e sim, podem existir diferenças no produto que justifiquem a diferença no preço. Ácido hialurônico em moléculas maiores só agem na primeira camada da pele, os de baixo peso molecular podem penetrar mais profundamente, mas também são mais caros. Como você ainda começando esses cuidados anti envelhecimento, pode muito bem ficar com os mais “básicos”: sugiro o Neutrogena Hydro Boost   e o Natura Chronos Elixir Redutor de Rugas – estou mencionando esses pois já usei e vi que são dessa categoria, que suprem os primeiros cuidados.
  • Dependendo da resposta da sua pele, aos 30, ou 35, você pode ir trocando os produtos e irá perceber a diferença de ação entre eles. Aqui no blog eu já falei sobre alguns deles, como o Hyaluron Filler Concentrate , Liftactiv Serum 10 Supreme e o Hyalu B5 – todos excelentes, com ácido hialurônico fracionado (ou baixo peso molecular), que penetram mais profundamente na pele, e na mesma faixa de preço (entre R$160 a 180)

Ácido hialurônico é preenchedor?

Ácido hialurônico na pele pode preencher rugas?

Aqui está a maior confusão que as pessoas fazem: usar o creme esperando resultado que o creme não traz. Vou diferenciar aqui dois termos que eu gosto de usar: o efeito preenchedor e o preenchimento.

Quando as linhas de expressão da sua pele forem superficiais e sinais de ressecamento, os cremes, ao hidratar, irão melhorar o aspecto da pele, às vezes em até quase 100%. Ao hidratar, sua pele recebeu o que ela precisava. Eu chamo isso de “efeito preenchedor” – que na verdade é uma BOA HIDRATAÇÃO. Pois é, a água é uma coisa tão simples, mas que faz muita diferença na aparência da pele. Então, como resultado dessa hidratação, a pele fica mais lisa, mas firme, mais densa e mais viçosa, com aparência mais jovem.

MASSSS…. se você já tem rugas mais profundas, ocasionadas pela flacidez, sinal da perda de colágeno, que não são mais superficiais e tem outros motivos que não sejam o ressecamento, aí você precisa do preenchimento – que também é feito com ácido hialurônico (em algumas partes do rosto, e em outras com botox). Trata-se de um procedimento, com injeção, que deve ser feito por profissional habilitado em consultório. Tem efeito temporário, é caro, mas resolve problemas que os cremes não irão tratar. VEJA BEM: creme nenhum irá tratar, por mais que o fabricante prometa milagres.

Claro que o dermatologista pode começar a unir tratamentos, colocando outros ativos na sua rotina, ou então fazendo outros tipo de tratamentos estéticos antes de chegar à opção da agulha, ou pra quem quiser algo mais drástico, da cirurgia plástica. Mas em relação aos cremes com ácido hialurônico é isso: eles agem sim, hidratam sim, mas tem problemas que eles não poderão resolver.

Quer um exemplo? Olheiras profundas, que não são causadas nem pela perda de colágeno nem pela falta de hidratação – são efeito da estrutura óssea. O preenchimento com agulha pode ser ótimo, mas creme não vai fazer nada além de hidratar a região.

UFA!!!

Se você chegou até aqui, espero que tenha entendido um pouco mais sobre o assunto. No vídeo do canal tem muitas informações, e também falei mais sobre a diferença entre os produtos que eu já usei, vale a pena dar uma olhada:

Espero que tenha gostado! Impossível fazer um post completo, com tudo que precisamos saber, mas vou tentando sempre falar um pouco nos vídeos, nas resenhas de produtos, e vamos tentando aprender cada vez mais!

Beijos!

 

Adipofill para bigode chinês – antes e depois

Adipofill funciona para bigode chinês? Veja o antes e depois

Recebi o Adipofill 5% contra rugas e bigode chinês da Art Vitta, farmácia de manipulação que eu já conhecia desde que usei a Vitamina C Art Vitta com ácido hialurônico (e adorei, por sinal). Tive interesse no produto pois vocês sabem que eu tenho os sinais do bigode chinês há algum tempo e venho experimentando tudo que posso para adiar meu encontro com a agulha (do preenchimento com ácido hialurônico), que um dia vai acontecer mas quanto mais tarde, melhor.

Eu sei que tudo que é de uso tópico tem uma ação limitada para este tipo de coisa, mas ainda é o tipo de tratamento mais acessível e menos doloroso (disse a medrosa, rsrs).

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Documentei o início, meio e fim do tratamento de 3 meses e vou contar tudo para vocês, em detalhes. Vou começar com a descrição do produto pela Art Vitta, e também pela fama que ele tem no mercado:

Adipofill – pra que serve? (descrição da marca e promessa dos produtos no mercado)

Segundo a Art Vitta, o produto age contra os sinais do envelhecimento como rugas e linhas de expressão. E como ele faria isso? Aumentando o tecido adiposo, onde ficam as células de gordura, e assim a pele fica mais “gordinha”, aumenta seu volume, e as rugas desaparecem. A ornitina, um aminoácido presente no ativo do produto, gera a formação das gorduras de preservação e sustentação da pele, proporcionando o preenchimento facial e revigorando o formato da face.

– Combate a perda de gordura e confere preenchimento;

– Combate ás rugas nasogeniana (Bigode chinês);

– Aumenta os seios;

– Proporciona firmeza á pele;

– Melhora a aparência das mãos;

– Reduz os sinais de envelhecimento;

– Previne Rugas e linhas de expressões.

A fórmula da Art Vitta tem 5% de Adipofill e 2% de ácido hialurônico.

ESTA É A DESCRIÇÃO DO PRODUTO NO SITE DA ART VITTA

Como usei o Adipofill no bigode chinês?

O Adipofill é um creme que deve ser aplicado no local do tratamento – no meu caso, bigode chinês, ou sulcos nasogenianos – a linha entre o canto externo da boca e o canto do nariz. Ele pode ser usado em outras áreas também mas vou focar onde fiz o teste, ok?

Nos primeiros 15 dias, apliquei 1x ao dia, logo após o hidratante. Percebi que seria pouco para a ação do produto, e vi que o próprio fabricante recomenda 2x ao dia.

A partir daí, comecei a usar 2x ao dia, pela manhã e à noite.

Depois de uns 20 dias, ou seja, próximo aos 2 meses de tratamento, comecei a aplicar a 3ª vez ao dia, na hora do almoço. Fiz isso até o 3º mês, que se completou em julho.

Ele não é rapidamente absorvido. Forma uma camada levemente branca na pele, e eu deixava aquele resquício branco desaparecer sozinho quando estava em casa. Em alguns minutos sumia. Não provocou acne nem alterou a oleosidade da pele.

Início do tratamento: 18/04 – final 24/07

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Adipofill para bigode chinês – antes e depois

As fotos mostram a “evolução” do tratamento, sem retoques (a diferença na tonalidade da pele é devido a luz do ambiente, mas resolvi não tratar a foto para igualar, para não haver distorção do resultado).

Os sulcos que eu já tenho no canto da boca não sofreram muita alteração – havia dias em que pareciam melhores, mas bastava eu dormir de lado que a pele ficava amassada, e os sinais apareciam novamente (é um ciclo: a gente hidrata, melhora, dorme, amassa o rosto, volta tudo, kkkkkkkk).

O espaço entre o canto da boca e o canto do nariz, eu achei que teve uma melhora sutil, bem suave. Em algumas fotos eu consigo ver melhores resultados do que nessas comparações que eu fiz.

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

A sutil diferença que eu percebi que o Adipofill fez no 2º mês de uso, se manteve no 3º mês. Continua sendo uma diferença sutil, mas eu (que sou chata com meus defeitinhos, quem não é, rs) vejo no meu dia a dia. MASSSSSSSS….

não é por isso que vou deixar de ser chata com essa resenha. Vamos para as minhas considerações após 3 meses de uso, e considerando tudo que eu pesquisei sobre o assunto:

Adipofill para bigode chinês – vale a pena? Funciona mesmo?

Eu não esperava milagres, por isso não me decepcionei. Mas pra quem espera milagres de um creme de tratamento para bigode chinês, aqui vai uma breve explicação:

  • As linhas de expressão que aparecem em nosso rosto podem ser um sinal de desidratação. São rugas superficiais, que se resolvem com?  Hidratação.
  • Quando você oferece uma super-hidratação, você tem o que é conhecido como “efeito preenchedor” – pois esses espaços entre as células que estão “vazios” (está faltando água), são “preenchidos” por água, e então sua pele volta ao “normal”, e essas linhas desaparecem.
  • Enquanto suas linhas forem superficiais, e uma super-hidratação resolver o problema, o creme irá funcionar e cumprir seu objetivo.
  • A partir do momento em que essas rugas se formam por outras questões, como por exemplo o deslocamento da gordura da face, a flacidez, aí os cremes não irão mais resolver 100% do problema, pois não agirão na causa desse problema.
  • A pele tem 3 camadas – a epiderme (a externa), a derme, e a hipoderme (a mais profunda, onde está o tecido adiposo). Não há comprovação de que um creme possa chegar até essa camada mais profunda para aumentar o volume das células de gordura desse tecido. É muito mais fácil que ele esteja agindo como um “super hidratante” – e os resultados que eu tive me fazem acreditar que sim.

Resumindo:

  • Adipofill funciona? Sim, se você considerar que ele faz o efeito de “super-hidratação” e realmente irá diminuir as linhas de expressão superficiais. Não funciona fazendo o efeito preenchedor que, por exemplo, o ácido hialurônico injetável faz no bigode chinês.
  • Cremes atuam “até certo ponto” – isso serve não só para rugas, mas para tratamentos de manchas na pele também.
  • Para funcionar, você precisa ter disciplina e persistência, pois o benefício do produto se dá pela repetição, fazendo com que o produto sempre esteja na sua pele para agir.
  • O normal é que após o término do tratamento sua pele volte a apresentar o problema – afinal você parou de “alimentá-la”, certo? Você estava suprindo com um produto algo que ela não tinha, por isso, quando você para de aplicar o creme, sua pele volta ao que ela é (pode até não voltar ao estágio inicial, mas não ficará como estava no final do tratamento – quem dera, né?)

Vale a pena ver os 28 cremes hidratantes com ácido hialurônico que eu postei no blog

Onde comprar e preço

O Adipofill da Art Vitta vem com 30g e custa R$71,40. Eu considerei um ótimo efeito hidratante, e quem se identificar com este problema (de ter as primeiras linhas de expressão por causa de ressecamento) vale a pena tentar. A Art Vitta é uma farmácia de manipulação confiável, tem loja física (em Santa Bárbara d’Oeste, SP) e loja online (envia para todo o Brasil).

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha!

Hydro Boost Neutrogena – hidratante em gel com FPS!

Conhecia a fama do Hydro Boost da Neutrogena  e experimentei o hidratante que vem no potinho outro dia, na farmácia. Mostrei no Instagram e recebi uma chuva de elogios ao produto, de pessoas que usaram/usam e gostam muito do efeito hidratante do produto e da sensação de conforto. Aliás, como é confortável esse hidratante! Só no primeiro contato já dá pra ter uma ideia!

Pouco tempo depois, recebi o Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25 da Kutiz, e hoje vou fazer a resenha e uma breve comparação dos 2 hidratantes da linha, que foi uma das dúvidas que eu mais recebi sobre eles (também não sabia, mas fui pesquisar com a própria Neutrogena).

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha - hidratante para pele oleosa

 

Hydro Boost Water Gel FPS25 – como ele é?

O Hydro Boost FPS25 vem em uma bisnaga plástica não transparente, com 55g, com tampa rosqueável e bem segura. Tem consistência de gel creme (mais gel do que creme) e não é transparente. É muito fácil de ser espalhado, é rapidamente absorvido e seca rapidamente. É muito importante passar uma quantidade certa, pois aplicando grande quantidade ele começa a esfarelar quando vai secando no rosto.

Você mesma vai descobrir a quantidade ideal do produto com o uso, é uma fina camada sobre a pele. Ele some, deixa a pele sequinha e sem resquícios brancos.

Por essas qualidades todas, acho muito apropriado falar que é um bom hidratante para pele oleosa. Tem ácido hialurônico, glicerina, oferece uma boa hidratação para o dia a dia – veja mais sobre isso no final do post.

Ele é um dos cremes com ácido hialurônico que eu mostrei aqui no blog, tem mais opções no post!

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha - hidratante para pele oleosa

Hidratante com FPS substitui o protetor solar?

Eu particularmente não faço essa substituição. Mesmo quando o hidratante, o produto de tratamento, a maquiagem, qualquer coisa, tenha FPS eu sempre uso o protetor solar. Nesta ordem: hidratante – protetor solar – maquiagem.

Pense comigo: para ter a proteção solar que o produto promete, temos que passar uma quantidade mínima (1 colher de café, para o rosto). Se temos que passar uma camada fina do hidratante, não dá pra confiar nessa proteção para a exposição do dia, certo?

Consultei a Neutrogena e eles me confirmaram que o Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25  oferece proteção UVA – pode considerar  o PPD como 1/3 do valor do FPS (8,33333333 kkkkk).

Estava pensando: já que é um hidratante oferece proteção UVA, que tal usá-lo à noite, já que a gente acaba usando celular e computador antes de dormir? A proteção será pouca, mas como é uma exposição por pouco tempo, quem sabe não é uma boa ideia? *divagando apenas, viu gente? É que eu já tenho pensado bastante nessa questão da radiação dos gadgets e seus efeitos na nossa pele!

Hydro Boost FPS25 x Hydro Boost do potinho: qual a diferença entre eles?

A primeira diferença eu já mencionei ali em cima: um tem FPS, o outro não. A consistência dos 2 é um pouquinho diferente – coisa pouca, mas perceptível pois o do potinho é mais gel, deixa mais sensação de refrescância na pele, e não esfarela como o da bisnaga.

Um hidrata mais que o outro? Senta que lá vem história: no site da Neutrogena, eles descrevem os dois produtos da mesma maneira, porém ao falar da hidratação eles mencionam que o da bisnaga proporciona 24h de hidratação enquanto o do potinho, 48h. Perguntei no SAC da Neutrogena se eu posso considerar que o do potinho então é um hidratante mais potente que o da bisnaga eles responderam que não.

Oi?????? Pois é, a resposta foi exatamente esta: a fórmula do Hydro Boost só foi modificada no produto da bisnaga para que ofereça proteção solar, mas a hidratação dos dois deve ser a mesma. Se você não perceber a hidratação dos dois produto da mesma maneira, a orientação do SAC é que ligue para a Neutrogena e informe isso, pois pode ser problema no produto.

MASSSSSSSS: opinião PESSOAL aqui, viu? Eu achei a experiência sensorial do potinho mais agradável. O gel é mais gostoso de espalhar, deixa uma sensação mais gostosa na pele, e a pele fica mais aveludada, mais gostosa ao toque. É um produto que eu gostaria de usar no verão, por causa dessa sensação.

Para quem é indicado o Neutrogena Hydro Boost SPF25 ?

Agora vem uma parte importante: dá pra ver que o público alvo da Neutrogena é a moçada (nossa, falei igual coroa agora, hein?). As mocinhas que usam o produto nas mídias: Giovana Ewbank, Camila Coelho, Bruna Marquezine. Realmente não é um produto com potência comparável aos ácidos hialurônicos que eu já mostrei no blog (Hyaluron Filler, Hyalu B5, Liftactiv Serum Supreme da Vichy) mas se você tem 40 anos, não está com a pele na UTI e quer um produto básico pra manter a hidratação num clima úmido, por ex, ele pode funcionar pro seu caso.

E quem 25 anos, pode se jogar. Aí, use até quando perceber que ele está dando conta.

Pele é assim, gente! Vamos usando e aprendendo a perceber as reações da pele. Quando perceber que o produto não entrega mais o que você precisa, aí troca por algo mais potente.

Tem 40 anos, ou tem pele ressecada, precisando de um tratamento mais potente? Então pule o da Neutrogena. Ok?

Espero ter ajudado a entender o produto, pelo preço vale a pena experimentar caso você esteja no grupo de pessoas que pode se dar bem com ele!

Onde comprar e preço

O Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25 está a venda em farmácias e lojas de cosméticas físicas e online. O preço médio depende muito das promoções, mas a partir de 40 reais, até 55, é fácil achar! O meu veio da KutizKutiz, loja online de cosméticos super parceira do blog, que eu conheço há anos e recomendo – é confiável na entrega e na originalidade dos produtos.

 

 

Sunsafe Protetor Solar sem cor FPS60 Darrow

Sunsafe Oil Free – o protetor solar do meu inverno

Estou usando o Sunsafe Oil Free Protetor Solar que recebi da assessoria da Darrow e desde que experimentei resolvi fazer uso contínuo nesta época do ano, seca e fria. Vocês tem percebido em minhas últimas resenhas, especialmente após a mudança pra BH, que eu tenho preferido usar produtos mais densos, que me deixam mais confortáveis no tempo seco – aqui está seco demais (ou sou eu que ainda estou me readaptando!). Só sei que essas escolhas tem feito muito bem pra minha pele, e estão fazendo minha pele sensível passar ilesa pelo inverno. O Sunsafe é um protetor solar que tem me ajudado nisso e vou explicar nesta resenha como ele é para vocês entenderem minha escolha.

Recebi também o Actine Sabonete Líquido, já viram a resenha?

Sunsafe Protetor Solar Oil Free sem cor Darrow - resenha

Sunsafe Oil Free – como ele é?

Sunsafe Oil Free vem em embalagem plástica, uma bisnaga com tampa flip-top bem firme, com 50ml. Ele tem uma consistência mais firme e densa, quase no caminho de ser uma pomada. Por ter essa densidade, acaba deixando rastros brancos na hora de espalhar, inclusive logo depois de espalhado eu percebo uma alteração no meu rosto, que fica um pouco mais branco. Porém, em alguns minutos o protetor “assenta” na pele e a aparência volta ao normal(gente, eu não consigo usar outra expressão, kkkkkk! Eu quero dizer que o produto “se acomoda”, chega no ponto que tem que ficar).

Sunsafe tem toque seco? É bom para pele oleosa?

Segundo a descrição da Darrow, Sunsafe tem “toque seco”. Como eu sempre diferencio em minhas resenhas, toque seco é uma coisa, acabamento matificante é outra. Se o protetor matificante “chupa” a oleosidade da pele, o toque seco some após o tempo de secagem. Mas para mim, em minha pele, o Sunsafe não é nenhuma coisa nem outra – LEMBRANDO QUE isso é uma reação muito individual, ele pode muito bem secar totalmente na SUA pele se ela é diferente da minha.

Por outro lado, levando em consideração que a Darrow tem uma linha própria de cuidados para pele oleosa, que tem acabamento mais seco – a linha Actine – então o Sunsafe pode muito bem ser direcionado a outro público, não acham? Aí, quem quer dar prioridade ao acabamento mais seco poderia ir para o protetor solar Actine (não usei ainda mas li muitos elogios lá no canal, assim que puder vou usar).

Mas uma coisa importante que devo mencionar é que ele não altera a oleosidade da pele, não causou acne, enfim, não é porque o acabamento não é totalmente seco que ele vai prejudicar quem tem pele oleosa. Como eu tenho dito, eu ando gostando deste acabamento mais denso nos produtos que tenho usado exatamente pela sensação de conforto e proteção que eles tem me proporcionado, por isso estou achando que ele está sendo muito benéfico neste inverno.

Sunsafe Protetor Solar Oil Free sem cor Darrow - resenha

Sunsafe – Proteção UVA e UVB

Liguei no SAC da marca para tirar minha dúvida sobre o PPD (Persistent Pigmented Darkening) – que se refere ao fator de proteção UVA, que é a radiação responsável pelo fotoenvelhecimento e pelas manchas na pele. Eles não me informaram o PPD exato, mas garantem que ele segue à recomendação do valor mínimo de 1/3 do FPS, portanto podem considerar no mínimo 20, o que já é indicado para quem tem melasma, por exemplo.

Onde comprar e preço

Andei pesquisando no mercado e vi o Sunsafe Oil Free FPS60 por 55 até 70 reais. A Darrow também disponibiliza o Sunsafe FPS30 e o Sunsafe com cor. Os produtos são encontrados em farmácias e lojas de cosméticos, tanto físicas quanto online.


 

Já usaram o Sunsafe? Muitas pessoas já falaram muito bem do Actine, da linha de cuidados para pele oleosa, me conte também se já experimentou algum dos protetores solares da Darrow. Estou começando a conhecer a marca agora e gostei bastante!

 

Actine Sabonete Líquido Darrow – RESENHA!

Actine – sabonete líquido com ácido salicílico para pele oleosa e acneica

Recebi o Actine Sabonete Líquido da assessoria da Pierre Fabre, laboratório francês responsável pelas marcas Darrow (do Actine), Avene, Klorane, Ducray, entre outras (não são todas que chegaram ao Brasil ainda). Eu já sou usuária fiel da Avene há muitos anos, mas Darrow pra mim está sendo novidade, então hoje farei a primeira resenha de um produto da marca no blog! (fico muito feliz quando amplio esse “portfólio”, hehe!)

Actine Sabonete Líquido Darrow resenha - pele oleosa e acneica

Actine – cuidados para pele oleosa e acneica

A linha Actine da Darrow tem vários produtos para cuidados com a pele oleosa e acneica. Além deste sabonete líquido também tem uma outra versão Control, sabonete em barra, protetor solar, loção adstringente, esfoliante e creme de tratamento. Todos os produtos tem ativos de controle de oleosidade, diminuição de poros, controle do brilho, etc. O sabonete líquido Actine é bem famosinho, e pelo que eu postei no Instagram já vi que é bastante prescrito por dermatologistas, até porque o preço é bem compatível com o mercado de dermocosméticos.

Minha experiência com o sabonete líquido Actine

Antes de contar como minha pele reagiu a ele é muito importante situar que estou em pleno inverno, enfrentando novamente o clima frio e seco de BH em julho – e isso no meu caso está fazendo MUITA diferença! Precisei alterar bastante a minha rotina de cuidados para que os produtos de limpeza de pele (rosto e corpo) fossem bem suaves, e os de hidratação e outros cuidados, fossem bem protetores contra ressecamento.

Agora que já salientei isso, vou contar: Actine é extremamente eficiente na limpeza. Ele tem ácido salicílico, portanto faz essa limpeza profunda na pele oleosa, tem ação antimicrobiana, realiza uma esfoliação química que vai melhorando a textura da pele com o uso contínuo e ajudando a melhorar a aparência dos poros dilatados.

Ele é um gel transparente, sem perfume, sua embalagem nos tamanhos 140 e 240ml são com válvula pump, e a quantidade que sai em um aperto da válvula é suficiente para limpar o rosto todo com eficiência. A pele fica sequinha após o uso, e a sensação de limpeza é ótima.

Actine Sabonete Líquido limpa sem ressecar?

Segundo a Darrow, Actine Sabonete Lìquido limpa sem ressecar, sem causar aquela sensação de “repuxamento” da pele. Na fórmula, ele tem extrato de Aloe barbandensis (Aloe Vera), que tem função de hidratar a pele especialmente no tratamento da acne, evitando que a pele seja danificada pela radiação UV e deixando-a mais macia. MASSSSS, lembrando, ele é um produto com ácido salicílico e algumas pessoas podem sentir alguma irritação com o uso prolongado, e mesmo as não alérgicas. E isso depende de muitas coisas – pode ser uma reação momentânea, inclusive.

Eu, por exemplo, nessa época do ano, acho o Actine Sabonete Líquido muito forte pra mim. PRA MIM, viu gente? Mas pra quem tem pele oleosa, está na adolescência, tratando acne, no auge da oleosidade, tem muita chance de adotar o Actine pra vida!

Aliás, quem tem me acompanhado sabe que eu tenho variado meus produtos de limpeza de pele – uso produtos mais potentes quando percebo que minha pele precisa, e deixo os mais suaves quando vejo que ela não está aguentando. Nada como prestar atenção em você mesma e entender os sinais que a sua pele dá! Então, é bem provável que em setembro, quando a primavera quente de BH chegar, eu vou me jogar no Actine novamente \o/

Actine Sabonete Líquido Darrow resenha - pele oleosa e acneica

Actine Sabonete Líquido – vídeo

Onde comprar e preço

Actine Sabonete Líquido e todos os produtos Darrow são encontrados em farmácias e lojas de cosméticos em todo o Brasil. Ele vem em 2 tamanhos – com R$140ml custa em média R$35,00 e a versão com 240ml custa em média R$55-60. A versão em bisnaga, com 60ml pode ser encontrada por um preço médio de R$25.

Sabonete Líquido Nivea Frangipani & Oil – AMO!

Sabonete Líquido Nivea Frangipani & Oil – tô amando esse cheiro

Atualmente o Nivea Frangipani & Oil é o meu sabonete líquido de inverno – um hábito que eu tenho é dar preferência aos sabonetes líquidos sempre que possível, e no inverno dar preferência SEMPRE. É impressionante como faz diferença já que a minha pele sempre sente muito a chegada do frio. Eu já conhecia os sabonetes líquidos Nivea (como o Nivea Waterlilly & Oil), mas sempre que eu acho que já usei de tudo da marca eu me deparo com algum produto que não conhecia – o Frangipani & Oil foi uma dessas ótimas surpresas!

Sabonete Líquido Nivea Frangipani & Oil

Frangipani – o nosso jasmin manga!

Frangipani é aquela flor lindíssima, com pétalas aveludadas, que aqui no Brasil nós conhecemos por jasmin-manga – e não é que eu tenho uma árvore dessas aqui no meu quintal? 😀

No exterior ela é conhecida como Frangipani em homenagem a um perfume italiano famoso, e é muito conhecida por ser usada também nos colares havaianos. E como é cheirosa, gente! E foi esse cheirinho, muito parecido com o do Jasmin, que me conquistou – um floral branco, luminoso e limpo que fica não só na pele mas deixa o box todo cheirosinho <3

Nivea Frangipani & Oil na pele

Como eu não tenho o hábito de usar esponja de banho, o sabonete líquido acaba rendendo menos. Ele não é totalmente líquido, tem uma certa viscosidade, e acabo precisando de um pouco mais de produto para espalhar no corpo todo – uma embalagem dessa de 250ml para mim dura 1 mês no máximo – porque eu sou dessas que fica egoísta quando gosto demais de um produto e não deixo mais ninguém usar, haha!

Sabonete Líquido Nivea Frangipani & Oil

Essas bolinhas que você vê na embalagem são pérolas de óleo que se dissolvem ao contato com a pele, mas não se preocupe pois não é um óleo que vai deixar sua pele melada. Este sabonete líquido é indicado para todo tipo de pele, tem o pH compatível com a nossa pele então limpa sem agredir – entenda mais no post em que eu explico sobre o pH da pele!

Aqui eu mostro minhas indicações de sabonete para pele seca!

Onde comprar e preço

Os sabonetes líquidos Nivea Frangipani & Oil (e outros da mesma linha) são facilmente encontrados em farmácias, supermercados e lojas de departamento em média por R$10,00 a embalagem com 250ml. A Nivea tem uma ampla distribuição no Brasil então é tranquilo de achar – me conta se você já conhece!

Mais dicas de produtos Nivea para o inverno

Hidratantes de Banho Nivea

Hidratante Derma Care Nivea

Creme Nivea Lata Azul

 

 

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie – resenha!

Creme Cashmere Resveratrol – para firmar e nutrir a pele

Comecei a usar o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie em abril, assim que recebi. As primeiras impressões foram boas – gostei da textura leve, fácil de espalhar, e até ficou sequinho quando espalhei um pouco na mão (eu sempre faço isso no primeiro contato com um creme!) – mas os primeiros usos me deixaram com um pé atrás… Aliás, falei sobre isso várias vezes no stories do Instagram (aliás, me sigam por lá pois sempre mostro o que estou usando e as primeiras impressões -> @luvilelapaes ).

MASSSSSSSS….. continue lendo pois é muito importante saber a história toda para entender o que ele é e se pode servir pra você! Primeiro vou descrever o creme e suas propostas segundo a Caudalie, depois conto minha experiência com o uso.

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

O que é o Resveratrol Lift Creme Cashmere Redensifiante?

Este é um dos produtos da linha da Caudalie com o Resveratrol – este é indicado para o dia, mas ainda tem o da noite, um serum, um fluido hidratante e um creme para os olhos. Ele é nutritivo, anti envelhecimento e remodelador dos contornos do rosto, e para isso seu principal ativo é o Resveratrol associado ao micro ácido hialurônico – uma patente exclusiva da Caudalie, que foi desenvolvida em associação ao laboratório de pesquisas de medicina de Harvard.

O RESVERATROL é extraído do caule da vinha, atua na pele constribuindo para sua firmeza e tem ação antirrugas.

Segundo a Caudalie, o RESVERATROL:

  1. Refirma a pele, pois estimula a atividade das proteínas
  2. Reestrutura, pois melhora a produção de colágeno e elastina, melhorando a definição dos contornos do rosto
  3. Alisa as rugas, pois aumenta a produção natural de ácido hialurônico

 

Ele é um dos produtos que eu indiquei no post em que mostrei 28 cremes com ácido hialurônico para comprar

Como usei o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie?

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Comecei usando conforme vi na descrição da Caudalie, usando de manhã e à noite, no lugar do hidratante. Ele é um creme, mas tem consistência bem leve, e espalha muito bem, uma gostosa experiência sensorial. Como ele não veio com uma pazinha aplicadora eu usei aquelas de plástico muito usada em sorvetes de casquinha.

No início usei por 2x ao dia por no máximo 3 dias seguidos, pois não me senti confortável com ele durante o dia – minha pele sentiu muita diferença na oleosidade.

Comecei a usar só à noite. Dá pra sentir diferença na pele ao acordar, ela fica macia (aquela sensação que eu falei no vídeo da resenha do Black Pine Korres) – só que mesmo assim eu sentia aquele resquício de óleo na pele :\

Lembra que eu falei que ao experimentar o produto na mão ele fica sequinho? No rosto é totalmente diferente. Mas isso é totalmente explicável: ele é para pele seca, e eu tenho pele oleosa. Só que eu só vi essa indicação depois!

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Minha experiência com o Resveratrol Lift Creme Cashmere:

Em poucos dias de uso a gente sente uma mudança na estrutura da pele – ela ficou de fato mais densa e firme, mesmo usando 1x por dia. Eu não consegui fazer uso contínuo, pois usei durante 15 dias em abril até a primeira semana de maio, depois voltei a usar no final de maio, por mais uns 10 dias. O problema foi essa sensação de alteração na oleosidade da minha pele – ele tem manteiga de karité, óleo de semente de uva e óleo de semente de girassol, e assim como percebi com o Nivea Soft Hidratante, a textura leve não foi suficiente para deixá-lo com um bom acabamento na pele oleosa, pois os óleos se destacam na pele. E estou mencionando isso não como defeito, ok? Afinal ele não é para o meu tipo de pele, mas estou descrevendo pois muitas pessoas que não tem pele seca gostam de usar produtos assim pois acham que seus benefícios valem a pena. E eu também acho que vale, tanto é que agora que estou de volta a Belo Horizonte estou esperando por dias mais frios e secos nesse inverno e vou usar novamente!

O creme também contém sílica, que deixa o acabamento aveludado e muito agradável ao toque. Enfim, só quem tem restrições ao acabamento oleoso é que não vai gostar. Ele não me deu espinhas durante o período que eu usei.

Onde comprar e preço

O Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie é vendido no Brasil por R$389,00 tanto na Sephora como na loja online da Caudalie. Mas o meu veio da Sweetcare, loja online de Portugal que é parceira do blog e envia para o Brasil – lá ele custa R$174.

E ainda tem CUPOM DE DESCONTO – coloque o cupom MULHERSP5 no final da compra e ganhe 5% de desconto!

 

 

 

 

 

Mulher de 40 anos – cuidados contra manchas e rugas

Pele aos 40 anos – como corrigir manchas e rugas?

Hoje vou falar especificamente sobre a correção da pele da mulher aos 40 anos – se antes dava pra cuidar da pele basicamente com limpeza, tonificação e hidratação, nessa fase precisamos lidar com a correção de problemas que se tornam mais visíveis como as rugas e as manchas na pele.

A pele pode ter necessidade de correção devido a vários fatores:

  • resquícios da pele oleosa e acneicaporos dilatados e cicatrizes de acne
  • linhas de expressão – mais superficiais, que se formam devido às expressões contínuas que fazemos no dia a dia
  • rugas – mais profundas, que são resultado da flacidez, ação da gravidade e deslocamento da gordura que temos por baixo da pele
  • manchas – não me refiro ao melasma, que até as pessoas mais jovens tem, me refiro às manchas causadas pela exposição cumulativa às radiações durante toda a vida

Quando falo então sobre cuidados com a correção da pele seria o que podemos fazer e usar para ter:

  • uniformização da textura – deixar a pele lisa, sem cicatrizes, sem poros dilatados

  • uniformidade no tom – melhora das manchas

  • viço e luminosidade

  • correção das linhas de expressão e rugas 

Pele aos 40 – quais cremes usar contra rugas e manchas?

Existem muitos ativos que podem ajudar a fazer as correções que eu falei ali em cima, como ácido azelaico, ácido glicólico, niacinamida, mas vou falar especificamente sobre os 2 que eu considero os mais eficazes: a vitamina C e os retinóides.

Pele aos 40 anos precisa de vitamina C?

Sim, precisa muito! Aliás, não precisa esperar chegar aos 40 anos para começar a usar vitamina C, pode começar antes. Já tenho falado bastante sobre os cremes com vitamina C para o rosto e resenhei alguns, aqui e no canal.

Pele bonita aos 40 anos - creme com vitamina C

Resumindo os benefícios do uso tópico da vitamina C:

  • antioxidante – atua no combate ao envelhecimento das células

  • anti-inflamatório

  • anti-manchas – tem efeito na tirosinase, enzima responsável pela pigmentação da pele

  • regenerador cutâneo

Se você nunca usou vitamina C, minha dica é começar pelas menores concentrações. No mercado existem cremes com concentrações que variam entre 3 até 20%, e como ela pode causar algumas reações no começo (vermelhidão, sensação de ardência), comece com as menores concentrações para que sua pele vá se adaptando e depois passe para as maiores concentrações. Não tenha pressa, os resultados podem demorar um pouco mais mas serão seguros e duradouros.

Já usei e gostei:

Cremes com Retinóides

Retinóides são variações da vitamina A – similares, ou precursores, ou derivados. Temos 2 tipos de cremes com retinóides:

  • os que são medicamentos, e que devem ser usados com acompanhamento médico, são vendidos em farmácias com receita – caso do Vitanol A (tretinoína, ou ácido retinóico) e Roacutan (isotretinoína);
  • os retinóides de uso cosmético, presentes em fórmulas das marcas de cremes da La Roche Posay, Roc, SkinCeuticals e várias marcas de dermocosméticos que conhecemos: retinol, retinaldeído, palmitato de retinilo, linoleato de retinol, etc

Pele bonita aos 40 anos - creme com retinoides

É sobre os retinóides usados em cosméticos que eu vou falar agora, pois os outros eu não posso recomendar a ninguém, não sou médica 😉

O que faz o creme com retinóide?

  • tratam a oleosidade e inflamação da pele, por isso são usados em tratamentos contra acne
  • aumentam a nossa produção de colágeno
  • reduzem a produção de melanina, por isso tem ação no controle das manchas na pele
  • Podem causar descamação, irritação e secura na pele, por isso é importante manter uma boa hidratação

No post em que eu mostro os cremes com ácido hialurônico, alguns deles são associações do ácido hialurônico com retinóides – essa associação não acontece por acaso em cremes anti rugas, perceberam?

É importante destacar também:

  • antes de associar 2 tratamentos diferentes consulte o seu médico. Retinóides junto a outros ativos tanto podem causar fortes reações na pele quanto podem anular os efeitos – o peróxido de benzoíla, usado em tratamento contra acne, anula o efeito do retinol. Procure saber o que pode ser usado junto com o retinóide que você está usando antes de misturar vários cremes na sua rotina.
  • grávidas e lactantes não devem usar retinóides

Pode usar vitamina C e retinóides ao mesmo tempo?

Pode, mas:

  • se você nunca usou nenhum, comece por um deles e perceba a reação da sua pele. Eu comecei com a vitamina C.
  • depende do retinóide que você irá usar. No caso dos medicamentos que eu mencionei, só o médico poderá associar outros ativos junto ao tratamento

Cuidado com receitas caseiras com vitamina C e retinóides

Vitamina C costuma ser cara, pois é um ativo extremamente instável. Estabilizar a vitamina C e deixá-la apropriada para uso na pele de maneira eficaz custa caro. Por isso, as pessoas acabam inventando receitas caseiras para usar vitamina C na pele, mas são perigosas. Uma delas é usar Redoxon ou Cewin na pele – vitamina C de uso oral na pele não é seguro, clique para saber mais!

Existem vários tipos de retinóides, e alguns tem eficácia maior que outros, e o preço dos cremes acompanham – os cremes com retinóides menos potentes e/ou com menor concentração serão mais baratos que os mais potentes. Também existem receitas caseiras com uso de retinóides na pele, mas só vou falar disso em outro post, prometo. Só adianto: CUIDADO, pois nem todas as receitas caseiras são seguras.


Espero que essas dicas já ajudem a saber por onde começar! Além deste post, clique nos outros em que eu mostro os produtos, e aguardem que ainda vou mostrar muitos outros cuidados com a pele aos 40 anos por aqui!

 

Hidratante de Banho Nivea Milk x Soft Milk resenha

Hidratante de Banho Nivea – resenha e comparação de 2 versões

Estou usando Hidratante de Banho Nivea desde o verão: em dezembro recebi o Hidratante de Banho Nivea Soft Milk e há pouco tempo a assessoria me enviou o Milk. Todos os anos eu abro a temporada de hidratante de banho no inverno, mas neste ano eu consegui usar algumas vezes no verão pois além de querer experimentar o mimo da assessoria eu estava praticando muita natação e achei que seria bem útil pra mim. Agora estou usando de novo por gostar desse tipo de produto no inverno, acho muito necessário pra enfrentar o frio!

Hidratante de Banho Nivea Milk e Soft Milk - resenha e comparação - qual é melhor?

Neste post vou mostrar como são os dois produtos e comparar a ação de cada um na pele. Será que tem diferença na hidratação da pele entre um e outro? Qual dos dois escolher? Vou tentar responder essa pergunta até o final, então vou começar pelas semelhanças:

Hidratante de Banho Nivea Milk e Soft Milk – o que eles tem em comum?

Os dois hidratantes de banho são feitos para usar da mesma maneira:

  • Após usar o sabonete de banho normalmente, aplique o produto sobre todo o corpo na pele molhada e deixe sobre a pele por alguns segundos
  • Enxágue
  • Seque o corpo normalmente

Ambos deixam o piso do box escorregadio – meu box fica como se tivesse uma cera por cima do piso, então já deixo a esponjinha de prontidão pra não deixar ninguém escorregar. Aliás, deve-se evitar passar o produto na sola dos pés por esse perigo mesmo.

A ideia de se usar o hidratante na hora do banho é devido ao fato de a pele absorver o hidratante mais rapidamente, e a Nivea diz que não é necessário usar hidratante em creme após o uso desses hidratantes de banho. Ambos deixam uma sensação nítida de película sobre a pele e tem um cheiro muito discreto – você apenas reconhece a fragrância se cheirar bem de pertinho, mas eles não são capazes de te deixar perfumada.

A embalagem dos dois é igual, só muda a cor: são de plástico, com tampa Flip-Top dessas que ficam de cabeça pra baixo. O Soft Milk é o azul Claro e o Milk é o azul escuro, padrão  do Creme Nivea da Lata Azul.

Hidratante de Banho Nivea Milk e Soft Milk - resenha e comparação - qual é melhor?

Hidratante de Banho Nivea Soft Milk

Usei a maior parte do Soft Milk antes de começar o frio, mas não foi um produto de uso diário. Ele foi muito útil nessa época em que nadei bastante (lembram que eu contei que a natação também foi o motivo de eu ter feito a rotina Low Poo? Pois é, o cloro ataca cabelo e pele, claro!), mas não a ponto de eu querer usar todo dia. Preciso confessar que tem dia que me dá preguiça de saber que tenho que limpar o box depois do banho…

O componente que diferencia o Nivea Soft Milk é a manteiga de Karité, que é um ingrediente clássico em cosméticos pois hidrata e deixa a pele macia e nutrida. É indicado para todos os tipos de pele – então este aqui seria a versão mais suave do Hidratante de Banho. Sua textura, ao espalhar na pele, é menos densa e se aproxima mais de um gel creme.

Hidratante de Banho Milk

Esta é a versão mais “pesada” do Hidratante de Banho, com óleo de amêndoas. Tem a textura mais densa, é mais cremoso, mais parecido com um hidratante de pele da Nivea (da linha Azul) e também deixa aquela película sobre a pele. É um pouco mais “melado” que o Soft Milk na hora de passar, mas essa sensação não fica na pele após o enxágue e com a pele seca.

É indicada para pele seca, assim como o Hidratante da linha Azul da Nivea.

Se você tem pele seca dá uma lida no post onde eu indico os sabonetes para pele seca, ajuda a complementar a hidratação da pele!

Hidratante de Banho Milk ou Soft Milk, qual é melhor?

Já usei os dois produtos em dias separados e tentei fazer um esforço para definir qual o melhor. Eu queria dar uma resposta mais prática e objetiva aqui, e de preferência com uma justificativa, algo como: o hidratante de banho X é melhor porque………………………………..

Mas não tem jeito.

Na prática, os dois deixam a pele com a sensação de película no final. Duram o mesmo tempo. Tem o mesmo cheiro final. Mesmo que a textura do Soft Milk seja ligeiramente mais leve (ou menos densa) que o Milk, depois do enxágue isso não faz diferença.

A Nivea diz que não precisa usar hidratante no corpo após usar o hidratante de banho, e no verão eu realmente não usei. Agora, em alguns dias eu preferi passar um hidratante nas pernas. Mas dá pra manter a hidratação da pele se fizer uso contínuo sim, sem precisar de hidratante depois.

Resumindo,  eu não achei o Milk tão mais potente do que o Soft Milk, talvez porque agora minha pele não esteja severamente ressecada pois já estava sendo preparada antes, pode ser isso. Então, para a minha necessidade, eu vejo resultados iguais nos dois produtos.

Então, como última tentativa de dar uma ajuda mais efetiva:

  • Se sua pele está severamente ressecada, precisando de um HELP: compre o MILK já que ele é o indicado pelo fabricante para pele seca.
  • Se sua pele está normal, sob controle, e você só quer ter a opção de um hidratante para banho: compre qualquer um dos dois. Tomara que você encontre algum deles na promoção, assim o preço ajuda a escolher, né?

Onde comprar e preço

Hidratante de Banho Nivea Milk e Soft Milk são encontrados em farmácias, lojas de departamentos, lojas de cosméticos, supermercados, tanto lojas físicas quanto online. Ambos vem com 250ml e custam em média R$15,00.


 

Agora me conta: já usou um desses hidratantes de Banho da Nivea? Ou os dois? Conseguiu escolher um preferido? Me contem nos comentários, quero saber se foi só eu que não percebi diferença no resultado final…

Sabonete de Glicerina Granado Líquido para rosto e corpo!

Sabonete de Glicerina da Granado – para pele oleosa, seca, é bom para todos!

Comentei no post dos sabonetes para pele seca que eu troquei o sabonete da Isabela por esse Sabonete de Glicerina Granado Lìquido, e que comprei para mim também. Todo inverno eu faço alterações na minha rotina para melhorar hidratação e proteção da pele, e sabonete líquido é uma opção melhor do que a versão em barra, por ter o pH mais próximo do fisiológico e agredir menos a pele (sem prejudicar a limpeza).

Sabonete de Glicerina Granado é um daqueles produtos clássicos, quem não conhece precisa ver. Sou fã dessas embalagens vintage, aliás, de todo o cuidado da marca com o visual dos produtos e das lojas, que são as mais lindas.

Hoje vou mostrar o Sabonete de Glicerina Granado Líquido Ylang Ylang, uma das 6 opções de fragrâncias dessa linha, e pra mim é o mais clássico deles – lembra perfume de vó, Chanel N°5 , cheiro clássico.

“…possui propriedades antioxidante e tonificante…Flor das flores” o Ylang Ylang é um dos perfumes mais exóticos do Oriente. Nas Filipinas é usada como enfeite por mulheres, pois acredita-se no seu grande poder afrodisíaco”

*descrição da Granado

Sabonete Glicerina Granado Líquido resenha

Sabonete Glicerina Granado Líquido Ylang Ylang

Sabonete de Glicerina existem vários. A glicerina é um ingrediente hidratante que faz parte de muitos cosméticos – hidratantes, condicionadores, sabonetes, shampoos – e funciona tanto como umectante como por barreira protetora, ou seja, forma uma camada sobre a pele que retém a água da pele. A glicerina da Granado é de base vegetal (aliás essa linha toda não possui ingredientes de base animal).

Sabonete de Glicerina Granado pode ser usado em pele oleosa?

A gente já sabe que pode ser usado por quem tem pele seca, mas e quem tem pele oleosa, pode usar esse sabonete de Glicerina Granado? PODE. Não tem problema nenhum.

Ele limpa de maneira eficaz  e sem agredir –  não é porque a pele está oleosa e com acne que você tem que limpar com bucha e com produtos abrasivos!

A diferença é que ele não tem ativos que irão tratar a oleosidade: os sabonetes específicos para pele oleosa tem ativos que podem tratar a qualidade do sebo, fazer uma esfoliação química que elimina células mortas e ajudam a fechar os poros, enfim, cuidam de outros aspectos. Porém, se sua pele anda sensível, se você tem sentido o efeito rebote (que acontece muito por excesso de limpeza agressiva), é o caso de pensar em trocar de sabonete, mesmo que seja por um tempo curto – CONVERSE COM SEU DERMATOLOGISTA, sempre!!!

Depois de usar você provavelmente não vai sentir a pele super sequinha como acontece quando usamos aqueles sabonetes com ácido salicílico, LHA, zinco, etc, mas a pele estará limpa, e isso é que é o importante. Então ele pode ser usado por quem tem pele oleosa sim, inclusive pele com acne, mas cada caso é um caso, e para saber se ele pode entrar na sua rotina de cuidados depende de muita coisa, por isso tem que ver com seu médico, ok?

No caso de quem tem pele seca e sensível, ele é ótimo também – minha mãe usa há anos, e a Isabela tem experimentado agora, que está com a pele mais forte devido a um tratamento especial que está fazendo para sua dermatite atópica (que será assunto no blog quando puder falar melhor sobre resultados).

Sabonete Glicerina Granado Liquido

Onde comprar e preço

Essa linha de Sabonete Glicerina Granado Líquido tem 6 fragrâncias e podem ser encontrados nas lojas da Granado, farmácias, e até alguns supermercados. O preço varia muito: o preço oficial dessa embalagem na Granado é R$19,00 a embalagem com 300ml, mas eu comprei em uma promoção no Pão de Açúcar por R$12,00, então como eu sempre digo: vale a pena pesquisar sempre!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...