Qual quantidade de protetor solar para o rosto?

Quanto protetor solar devo usar no rosto?

Qual a quantidade de protetor solar devemos usar no rosto? Eu já ouvi essa pergunta muitas vezes, e mesmo que a internet já tenha algumas respostas para essa pergunta acho que meu post pode ajudar com umas diquinhas práticas. Já gravei um vídeo mostrando como é, mas por aqui também vai ter mais conteúdo – porque sim!

Quantidade de protetor solar e sua relação com o FPS

Por que a quantidade de protetor solar é importante? Porque ao fazer os testes para determinar o FPS de um protetor solar, o fabricante considera uma quantidade mínima de produto, que é de 2mg/cm². Caso você não aplique essa quantidade de protetor solar, o fabricante não garante a proteção especificada na embalagem.

Para esclarecer, vou colocar o conceito básico do que é o FPS (Fator de Proteção Solar): este fator irá determinar o tempo que a pele pode ficar exposta aos raios solares sem proteção, sem que a pele seja agredida pelos raios UVB, que são os raios que atingem a pele nas camadas mais superficiais, e são responsáveis pela vermelhidão e ardência, por exemplo.

Portanto, se o seu tipo de pele pode ficar exposto por 10 minutos sem ter essas reações ao raios UVB, usando um protetor solar FPS30 você irá multiplicar os 10 minutos por 30 = 300 minutos, ou 5 horas.

Mas e em relação aos raios UVA?

Como calcular o PPD – Persistent Pigment Darkening

O que determina a proteção quanto aos raios UVA é o PPD (Persistent Pigment Darkening), e o cálculo a ser feito é o mesmo. Porém, o valor do PPD é diferente do FPS – no Brasil, a norma exige que seja no mínimo 1/3 do valor do FPS. Portanto, se o protetor solar é FPS30, ele tem no mínimo um PPD de 10.

Os raios UVA penetram nas camadas mais profundas da pele e são os responsáveis pelo aparecimento de manchas, sinais de envelhecimento, perda de colágeno. Para calcular a sua proteção em relação aos raios UVA, você multiplica o tempo que a sua pele poderia ficar exposta sem sofrer os danos da radiação e multiplicar pelo PPD:

Protetor Solar: FPS 30 → PPD10

-Tempo de exposição 10 minutos x PPD 10 = 100 minutos, ou 1h e 40 minutos. É bem menor, não é?

Então, preste bastante atenção nisso quando for se expor ao sol! Mesmo que você não esteja com sinais de vermelhidão ou ardência, os raios UVA podem estar danificando sua pele.

Quantidade de protetor solar no rosto

Esta quantidade de 2mg/cm² recomendada pelo fabricante significa aproximadamente:

  • 1 colher de chá, ou 5ml, para: toda a cabeça (rosto e a parte de trás, caso você seja careca), orelhas e pescoço;
  • 1 colher de café, ou 2,5ml: para todo o rosto (se você não é careca), orelhas e pescoço.

LEMBRANDO QUE É UM VALOR APROXIMADO, POIS PODE VARIAR DE ACORDO COM O TAMANHO DO ROSTO! PODE SER UM POUCO MENOS, COMO 2ML

DICA: como os tamanhos das colheres nem sempre são os mesmos, vou deixar aqui a dica do copinho dos xaropes, Novalgina e vários remédios em solução – aquele copinho vem graduado em 2,5 – 5 – 7,5 e 10ml.

Você não precisa colocar protetor solar no copinho todo dia antes de aplicar, mas pelo menos vai te ajudar a se acostumar com essa quantidade 😉

 

Achou muito? E é! Então vamos lá para as próximas dicas:

Como aplicar a quantidade de protetor solar ideal no rosto?

Aplicar entre 2 e 2,5ml de protetor solar no rosto não é uma tarefa fácil, especialmente por causa do acabamento. O ideal é aplicar o protetor em camadas, podendo inclusive variar o tipo de protetor. Vou deixar as opções aqui:

  1. Usar somente um tipo de protetor, em camadas finas. Passe a primeira camada bem fina, espere secar, e continue passando as camadas seguintes (uma ou duas);
  2. Usar 2 tipos de protetores: quando seu protetor solar esfarela, não adianta usar uma camada por cima da outra. Você pode aplicar a primeira camada na quantidade máxima que o protetor permite sem esfarelar (só testando pra saber) e uma segunda camada de protetor solar em pó, aplicando com esponja, em batidinhas.
  3. Além de usar protetor solar sem cor, você pode aplicar a última camada de um protetor solar com cor, que além de proteger ainda dispensa a base.
  4. Caso queira usar a base, se ela tiver FPS também pode fazer parte dessa proteção solar diária recomendada.

LEMBRANDO: é muito difícil quantificar um protetor solar em pó, ou uma base compacta. Portanto, o ideal é garantir o máximo de proteção possível com o protetor solar em creme e deixar o pó para dar acabamento. Isso garante a uniformidade da camada de protetor – lembre-se de que você deve formar uma película sobre a pele, pois o protetor solar forma literalmente um escudo protetor.

Quantidade de protetor solar e a barreira protetora sobre a pele

VEJA:

quantidade de protetor solar

Crédito da imagem: Spigget (autor). / Wipedia – tirei do perfil do @cosmeasia

Olha que interessante! Acho muito legal ver essa foto tirada com luz ultravioleta, pois mostra uma coisa que muitas vezes nós esquecemos quando vamos usar um protetor solar: ele forma literalmente uma barreira sobre a pele.

Imagine a diferença de você se proteger do sol com uma barreira toda íntegra, ou uma barreira toda furada, cheia de defeitos? Pois usar a quantidade correta de protetor solar garante uma barreira íntegra, da mesma forma como o fabricante testou.

Você pode usar menos? Pode, é só lembrar que a proteção não será a mesma.

Eu, sinceramente, sei que não uso essa quantidade… e você?

 

 

 

Polypodium leucotomos como protetor solar

Polypodium leucotomos: alternativa preventiva contra danos solares

O Polypodium leutocomos ficou bastante conhecido pelos leitores do blog quando mostrei aqui o  Helioral que é um produto comercializado no Brasil, encontrado em cápsulas nas farmácias, mas que também pode ser manipulado a pedido do seu dermatologista para reforçar a proteção solar quando for necessário, e isso pode acontecer em várias situações: para auxiliar no tratamento contra melasma, para reforçar a proteção da pele em viagens ou temporadas em que a exposição solar será intensa, enfim, existem situações em que produtos de uso tópico podem ter essa forcinha dos produtos de uso oral.

Hoje vou deixar um artigo muito bom em que uma dermatologista explica o uso do Polypodium leutocomos e acho interessante deixar no blog, afinal gosto de publicar informações vindas de fontes confiáveis.

Polypodium leucotomos – dermatologista destaca orientações sobre prática preventiva

Faça sol ou faça chuva, existem alguns cuidados com a pele que devem estar presentes em nosso dia a dia, entre eles a fotoproteção solar. Não há dúvidas de que a radiação ultravioleta é nociva à nossa saúde.

De acordo com a Dra. Samantha Talarico, Dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o uso diário de protetor solar é obrigatório! “Muitas pessoas não valorizam o uso do protetor solar diariamente por não saberem as consequências graves que a radiação ultravioleta pode causar à pele. O dano que o sol provoca é cumulativo” alerta a médica.

Pensando nisso, com os avanços da ciência e da tecnologia, foram desenvolvidas novas alternativas para a proteção da pele contra os danos causados pelo Sol, como o fotoprotetor oral. Neste contexto, foi descoberto o Polypodium leucotomos, componente extraído de um tipo de planta encontrada em regiões da América Central, que apresenta propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, capazes de fortalecer o sistema imunológico e proteger o DNA das células da pele contra danos causados pela radiação ultravioleta, como eritemas (inflamação causada pela exposição excessiva aos raios ultravioletas), queimaduras, desenvolvimento de manchas, fotoenvelhecimento e até mesmo o câncer de pele.

Vale ressaltar, que apesar dos excelentes benefícios, o fotoprotetor oral não substitui o uso de filtro solar tópico, portanto, não pode ser utilizado isoladamente e sim como uma complementação para potencializar o efeito da fotoproteção. É recomendado que se adote todo um comportamento de proteção solar, que inclui o uso do filtro tópico, vestuário de proteção como chapéus, bonés, óculos de sol, roupas, evitar o horário de maior incidência de radiação e somado a tudo isso podemos introduzir a fotoproteção oral.

“Muitos pacientes acreditam que o uso do fotoprotetor oral possa descartar o uso de outras medidas preventivas, o que não é verdade. Todo cuidado é pouco, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de todas as formas de proteção solar. Sendo assim, este pode ser um excelente recurso para reforçar os cuidados com a pele, desde que combinado a outras práticas preventivas” orienta a dermatologista.

Ainda de acordo com a médica, este tipo de produto deve ser utilizado preferencialmente para indivíduos que apresentam maior sensibilidade à exposição solar, como pessoas que tenham reações fotoalérgicas, fototóxicas, manchas como o melasma ou que façam o uso de medicamentos que facilitam esses tipos de reações na pele.

Polypodium leucotomos – orientações médicas

Existem algumas orientações importantes:

  • Apesar deste tipo de produto ser encontrado em farmácias, o recomendado é que seja prescrito pelo dermatologista, que também pode optar por manipular o medicamento de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.

  • Pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula e crianças não devem utilizar este método de proteção. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Agora que já sabem da importância da fotoproteção, não deixem os cuidados de lados. São os pequenos cuidados diários que fazem toda a diferença.

Polypodium leucotomos – produtos com a substância

Polypodium leucotomos produtos - onde comprar

Protetor solar em cápsulas Bioderm

Helioral

Polypodium Leutocomos Miligrama

Homeo Ervas

Instituto Bioquímico

Polypodium Leutocomos Oficial Farma

 

Sobre a dermatologista Dra. Samantha Talarico

Graduada pela faculdade de medicina de Santo Amaro com formação no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay, na Santa Casa do Rio de Janeiro. Realizou estágios em Dermatologia no Instituto de Doenças Tropicais do Amazonas e no Hospital Saint Louis, em Paris. Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Chocolate dá espinhas?

Chocolate dá espinhas? Tire suas dúvidas

Eu já quis saber se chocolate dava espinhas, e já recebi essa pergunta aqui no blog algumas vezes. Pode parecer um daqueles mitos que não tem fundamento, como a “manga com leite” (tem alguém dessa época? Bate aqui! kkkkk) mas não é, existem algumas coisas que precisamos entender para podermos fazer as melhores escolhas. Por isso resolvi postar um texto informativo que eu recebi, espero contribuir com informações úteis e com fontes confiáveis para quem ainda tem dúvidas sobre isso.

Chocolate dá espinha

Chocolates branco e ao leite podem piorar inflamação de acne; já o amargo tem efeito anti-idade

Com a proximidade da Páscoa, a procura por ovos de chocolate aumenta e, frequentemente, surgem dúvidas quanto aos seus benefícios ou malefícios à pele. “Eficaz contra o mau humor, além de trazer sensação de bem-estar, o chocolate deve ser consumido com parcimônia; as versões brancas e ao leite devem ser evitadas, por conta da quantidade de açúcar e gordura presente nesses produtos, que podem favorecer a inflamação e envelhecer a pele”, afirma a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology.

Chocolate e Acne

A principal dúvida com relação aos chocolates é se eles causam ou não acne. De acordo com a médica, o cacau em si é um alimento extremamente benéfico e a sua concentração não está relacionada ao surgimento ou piora da acne, pelo contrário: esse ingrediente é um aliado da saúde e da pele. “Ele é um poderoso antioxidante e ajuda a promover luminosidade e hidratação. O cacau contém flavonoides, que são fitonutrientes com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Eles [flavonoides] auxiliam na proteção aos danos dos raios UV, prevenindo as rugas e combatendo os radicais livres que ajudam a deixar a pele mais brilhante e saudável”, afirma a dermatologista.

Portanto, que fique bem claro: o cacau não causa espinhas. O problema está no açúcar e nas gorduras do chocolate.

“Alimentos com gorduras, açúcares e hidratos de carbono, como os chocolates ao leite e branco, têm alto índice glicêmico. Muitos estudos sugerem que a alta carga glicêmica na dieta habitual está envolvida com a ocorrência e gravidade da acne vulgar em pacientes predispostos, na medida em que favorece a hiperinsulinemia que, em consequência, influencia no crescimento epitelial folicular, na queratinização e, também, na secreção sebácea e desenvolvimento de acne. A gordura e o leite presente em chocolates podem colaborar também para o agravamento do quadro”, explica a dermatologista. Estudos realizados pela Universidade de Miller School of Medicine, em Miami (EUA), mostraram que as pessoas que comeram mais chocolate (branco e ao leite) tiveram aumento de acne e da inflamação na pele.

Chocolate Amargo

Chocolates com mais de 50% de cacau e o padrão ouro (com mais de 70%) fornecem os benefícios antioxidantes dos flavonoides do cacau e podem ser ricos em vitamina C, vitamina E, cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio. “De forma geral, o chocolate amargo tende a ser uma boa opção – com menos quantidade de carboidratos e açúcar, pois ele ajuda a combater doenças cardiovasculares, tem ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, as versões deste chocolate com oleaginosas trazem mais benefícios e nutrientes, principalmente para pacientes com pele seca”, diz. Mas atenção à dose: 30g ao dia é o recomendado – portanto um ovo de chocolate pode ser consumido, em média, em uma semana.

Chocolates não recomendáveis

“O ideal é evitar os chocolates ao leite e branco, que possuem mais gordura e açúcar, ambos envolvidos com o processo de inflamação e aceleração do envelhecimento da pele”, explica.

Pacientes de pele oleosa devem evitar esse tipo de chocolate principalmente se ele ainda tiver amendoim e castanhas, que trazem mais gorduras saturadas (e muitas vezes mais açúcar) para a pele e as glândulas serão as responsáveis por excretar este acúmulo de gordura. “Além disso, sabemos que alimentos com alto índice glicêmico são mais inflamatórios levando ao estresse oxidativo e glicação”, finaliza a médica.

Fonte: Dra. Claudia Marçal

Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

Máscara Algilon Vitamina C clareadora Art Vitta – testei!

Usei a Máscara Algilon Vitamina C da Art Vitta – venha conhecer

Recebi a Máscara Algilon Vitamina C junto com o creme de Vitamina C da Art Vitta e resolvi usar agora, que estou há bastante tempo usando o creme (voltei a usar depois de uma pausa – me acompanhe no instagram que eu mostro todas os produtos que estou usando! @luvilelapaes ). Vou aproveitar minha experiência com o produto e contar várias coisas sobre ele, vamos lá!

O que é Máscara Algilon?

A máscara Algilon é uma mistura de ingredientes que, ao ser misturada com água, se transforma em uma máscara peel-off, e podem ter vários benefícios dependendo do tipo de ingredientes adicionados: hidratantes, revigorante, purificadora, e no caso dessa que eu usei, clareadora, pois tem Vitamina C.

Vale a pena ler o post com as opções de vitamina C para o rosto

 

Máscara Algilon Vitamina C da Art Vitta – preparo

A Máscara Algilon de Vitamina C tem 4 extratos vegetais e vitamina C pura, o que dá a ela poder clareador, antioxidante e aumenta a síntese de colágeno e elastina da pele. O preparo da máscara é bem simples: basta misturar o conteúdo do envelope (10g) com 30ml de água – só pra você ter uma ideia, 10ml é uma colher de sopa. Eu usei aquele copinho medidor que vem na Novalgina infantil #ficadica

Use um recipiente limpo, plástico, e uma espátula para misturar. Eu usei uma colher de plástico descartável, e usei a mesma colher para espalhar no rosto todo. Em poucos minutos ela gelifica no seu rosto (evite ficar falando para não craquelar como aconteceu comigo – veja foto), aí você deixa por 15 minutos no total. Aproveite pra relaxar!

Máscara Algilon Vitamina C Art Vitta

O processo de preparo, aplicação e uso da máscara é bem tranquilo, mesmo assim acho que da próxima vez eu vou fazer tudo com mais capricho, porque eu baguncei um pouco a coisa, rsrs Mesmo assim deu super certo, e eu adorei o resultado imediato. Deu uma iluminada no rosto, um viço, e a sensação de hidratação também é muito gostosa – mesmo não sendo o objetivo da máscara ela acaba hidratando também.

Para quem é indicada a máscara Algilon Vitamina C

Qualquer pessoa pode usar, mas quem faz tratamento para clareamento da pele, especialmente com vitamina C de uso diário, pode aproveitar bastante os benefícios do tratamento contínuo com uma máscara clareadora. O ideal não é usar uma vez só, mas fazer aplicações sucessivas.

Lembrando que a máscara sozinha não é um tratamento para clarear as manchas, mas ela complementa o tratamento. Aliás, qualquer máscara facial de uso semanal deve ser visto assim, assim como uma limpeza de pele é importante em quem faz tratamento contra acne – você precisa fazer de vez em quando para ter os benefícios que irão se somar aos resultados do seu cuidado diário com a pele. Eu estou usando o Creme de Vitamina C 20% da Art Vitta diariamente, então percebo nitidamente o viço da pele melhor com o tratamento!

Onde comprar e preço

A Art Vitta vende esta máscara em um pack com 4 envelopes por 45 reais (já pensando na ideia do tratamento contínuo que eu falei ali em cima). A farmácia tem loja física em Santa Bárbara D’Oeste (SP) mas também tem loja online – artvitta.com.br

 

 

 

 

Soro Fisiológico na pele é bom? Igual água termal?

Soro Fisiológico é bom para o rosto? Substitui a água termal?

Soro Fisiológico é bom pra muitas coisas, é uma solução multi uso e que podemos aproveitar para cuidar da beleza, sem dúvida. Muitas pessoas já comentaram nos meus posts sobre água termal que gostam de usar soro fisiológico no lugar da água termal, por isso resolvi fazer este post. O Soro Fisiológico é usado para várias coisas em comum com a água termal, mas não é a mesma coisa – então vou falar sobre suas utilidades e no final fazer uma pequena comparação, ok? Espero que gostem!

Soro Fisiológico no rosto – para que usar?

O Soro Fisiológico é uma solução salina, composta por água destilada e Cloreto de Sódio em uma concentração de 0,9% – 0,9g de Cloreto de Sódio a cada 100ml de água – o que faz com que ele seja isotônico em relação a nossa pele, pois tem a mesma concentração dos nossos líquidos corporais, como a lágrima por exemplo. Por isso ele é tão recomendado para lavar os olhos 😉

Aliás, como ele possui a mesma osmolaridade da pele, serve também como hidratante – lembram da Osmose que aprendemos na escola?

No processo de osmose ocorre a passagem do solvente (água) de um meio menos concentrado (hipotônico) para um meio mais concentrado (hipertônico).

No caso do soro fisiológico e da pele, como não há essa diferença de concentração, “ninguém rouba de ninguém” – pra falar da maneira mais simples possível, rsrs então ele é facilmente absorvido pela pele sem causar danos às células, hidratando e “limpando”.

Coloquei esse “limpando” entre aspas, pois ele não substitui o sabonete para fazer a assepsia da pele – quem tem pele oleosa por exemplo não pode abrir mão de um produto que retire o excesso de oleosidade, sebo, sujeira, gordura.

Ah, não deixe de ler o post de ontem em que eu falo sobre o pH da pele – aí você irá entender mais ainda como o Soro Fisiológico vai ajudar no processo de equilíbrio da pele.

Soro Fisiológico para o rosto

Então vamos resumir? Veja para que o soro fisiológico pode ser usado então:

  • para hidratar e refrescar a pele durante o dia, para isso use um borrifador, mantenha na geladeira e aplique-o a qualquer hora;
  • para “limpar” a pele – você pode usar durante o dia com um lenço ou algodão molhados com soro, mas ele não irá substituir o sabonete de limpeza, que deve continuar sendo usado em sua rotina diária;
  • para reequilibrar o pH da pele após a limpeza – molhe um algodão e passe por todo o rosto toda vez que lavar o rosto com sabonete de limpeza. Deixe secar naturalmente, não seque com toalha;
  • para umedecer mucosas – se você tem rinite, alergias, e/ou fica o dia todo no ar condicionado, borrife sempre o soro fisiológico para manter a mucosa do nariz sempre hidratada;
  • para desinchar as olheiras – faça uma compressa com algodão ou gaze molhados no soro fisiológico gelado
  • para “fechar” os poros – antes da maquiagem ele pode ajudar como primer se for usado gelado, pois vai contrair os poros. Mas lembre-se: se você tem pele oleosa e poros dilatados precisa fazer uma boa limpeza de pele de vez em quando, além de usar produtos específicos de tratamento para fechar os poros, o soro fisiológico não irá fazer isso sozinho.

Já vi algumas dicas dizendo que ele pode ser usado para enxague do rosto, ou seja, depois de lavar o rosto você faz o último enxague com soro. Eu acho desnecessário, pois gasta muito soro (tudo bem que ele é barato, mas mesmo assim) e o algodão bem molhado faz o mesmo efeito.

Dá pra fazer soro fisiológico em casa?

Pra quem adora uma receita caseira, um aviso: o soro caseiro, que pode ser usado em caso de desidratação, é diferente do soro fisiológico que estamos falando neste post. O Cloreto de Sódio usado aqui é um “sal de farmácia”, não pode ser substituido pelo nosso sal de cozinha, e a água usada também é diferente, pois é água destilada.

Soro Fisiológico e Água termal são a mesma coisa?

Coitada da água termal, rsrs. Por ser um produto mais caro todo mundo acha que qualquer coisa pode substituir, mas não é bem assim…

água termal Vichy

De fato, o Soro Fisiológico tem várias finalidades em comum com a água termal, mas não são a mesma coisa. A principal diferença é que a água termal é rica em minerais, e estes minerais, depositados sobre a pele, trazem vários benefícios – os minerais variam de acordo com a fonte de onde a água foi tirada, lembra? Se você puder assistir o vídeo no canal em que eu faço as comparações das águas termais seria bom:

Neste post eu também falo mais sobre os benefícios da água termal

“Ah, mas água termal é muito caro” – sim, é mais cara, mas não precisa viver de água termal. Você pode revezar – use o soro por 1 mês, ou 2, depois use água termal (só um exemplo) – isso se você quiser esses benefícios dos minerais para sua pele. Eu, particularmente, gosto muito, uso desde 2007 e continuo achando que vale a pena. Um produto legal que eu conheci recentemente e é praticamente uma água termal em gel é o Mineral 89, quem é fã dos benefícios da água termal vai gostar dele.

E aí, será que ajudei? Espero que sim! Quem ainda não usa, pode começar a usar o soro fisiológico, pois vale a pena – você pode comprar embalagens em tamanhos diferentes, inclusive que dá pra levar na bolsa. O de 500ml, que é o que eu tenho na geladeira, custa de 3,50 a 6,00 e é encontrado em qualquer farmácia.

Quem aí usa o soro fisiológico na pele?

 

 

Qual o pH da pele? Entenda e cuide-se melhor

Entenda o pH da pele e como isso influencia nos seus cuidados diários

Você sabe o que é pH? Sabia que a pele tem uma faixa de pH ideal, que mostra que ela está em equilíbrio e saudável? Depois que entendi isso aprendi a usar melhor os produtos e quero deixar essas informações com vocês, espero que gostem!

 

O que é pH?

O potencial Hidrogeniônico, ou pH, é um índice que mostra o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução. Sem entrar em detalhes mais científicos e concentrações de íons de Hidrogênio, em uma escala de 0 a 14, o 7 seria o pH NEUTRO, valores abaixo de 7 indicam uma solução ácida, valores acima de 7 indicam uma solução alcalina ou básica.

O pH da pele – manto hidrolipídico

A pele “saudável” tem um pH ácido, com valores entre 4,5 e 6. Isso tem um motivo:

Nós temos uma espécie de “filme” sobre a pele, o manto hidrolipídico (hidro – água e lipídio – gordura), e este manto é ligeiramente ácido. Ele tem a função de barreira, protege a pele contra agressões do ambiente no dia a dia, deixando-a com uma hidratação natural. O fato de ter um pH ácido ajuda no equilíbrio dos microorganismos, pois inibe a proliferação de bactérias e fungos – uma pele com acne ativa, por exemplo, tem o pH alcalino, ou seja, tem um ambiente propício para as bactérias que causam as inflamações na pele.

Detalhe: o pH varia com a idade, com o gênero, e com a área do corpo. Alguns lugares, como axila por exemplo, tende a ter um pH mais próximo a 7.

O equilíbrio do pH

Sabendo que a pele tem um pH naturalmente ácido, e que este pH ajuda no equilíbrio da flora da pele, o desequilíbrio do pH da pele irá causar sinais visíveis.

A pele muito seca tem pH abaixo do ideal.

A pele com dermatite atópica, rosácea, acne ativa, tem pH acima do ideal.

O desequilíbrio do pH ideal pode ocorrer por vários fatores, como tratamentos com certos tipos de remédios, quimioterapias, excesso de limpeza, agressões externas como exposição a poluição. E tem jeito de reequilibrar? TEM! (essa é a notícia boa)

Falando no óbvio, que parece clichê mas não tem como fugir, a alimentação é um fator muito importante para manter o equilíbrio da saúde geral do corpo, e da pele também, claro. Mas para alimentação nós temos que prestar atenção em alimentos alcalinizantes, que são frutas, legumes, verduras, mas isso seria assunto para outro post!

Agora quero colocar alguns tópicos aqui que são mais práticos, para que vocês entendam melhor:

O pH da pele e o famoso efeito rebote da pele oleosa

Quem tem pele oleosa e já passou por dermatologistas já deve ter ouvido a recomendação de não exagerar na limpeza da pele. Isso parece estranho, já que temos a sensação de pele “suja” e que precisa de mais limpeza do que o normal, não é?

Acontece que os produtos de limpeza de pele mais adstringentes tem o pH alcalino, que levam embora a sujeira e o óleo excessivo acumulado na pele, mas também levam embora aquele manto hidrolipídico natural que eu mencionei no início do post, e isso irá desequilibrar o pH da pele.  Acontece que a pele precisa desta barreira natural, e vai produzi-lo novamente para se proteger e manter a hidratação. Se você lava a pele constantemente, ela irá produzir mais óleo ainda, o chamado “efeito rebote”.

Mas você não vai deixar de limpar a pele por causa disso, certo? Tem o jeito certo de fazer sua rotina de cuidados com a pele, reequilibrando o seu pH e ajudando-a a ficar mais saudável e bonita.

Como reequilibrar o pH da pele

Já viram aquela ordem de aplicação de produtos para a pele: limpeza, tonificação e hidratação? Esta ordem não é à toa.

Após a limpeza, que já vimos que desequilibra o pH da pele e tira o manto hidrolipídico natural, a tonificação da pele irá ajudar a restaurar o pH, e você pode fazer isso usando:

Tônicos faciais

Lo-C3-A7-C3-A3o-t-C3-B4nica

a principal função do tônico facial é o reequilíbrio do pH da pele – eles ainda refinam a limpeza da pele. Eu vou ser bem sincera, sempre li que eles reequilibram o pH mas achava que a função principal do tônico era finalizar a limpeza da pele, retirando resíduos.

Soro Fisiológico

Tem o pH fisiológico, em torno de 6.0, e é um curinga para a pele que pode ser usado em vários momentos do dia.

Água Micelar

Águas micelares - comparação

Além de serem usadas como demaquilantes, elas podem ser usadas após a limpeza e algumas ainda tem outros benefícios como hidratar, tratar a pele a longo prazo – lembra que eu fiz uma comparação aqui no blog?

Comparação de 6 águas micelares

20 águas micelares

E depois de reequilibrar o pH da pele, o que eu faço?

Agora que você deu essa forcinha para reequilibrar o pH da pele, ela estará pronta para receber os tratamentos que virão a seguir: pode ser hidratação, seu tratamento anti idade, tratamento contra o melasma, o que for.

O pH dos produtos que virão a seguir (hidratante, clareador, vitamina C, etc) terá um valor adequado para o seu tipo de pele. Aliás, quem tem pele oleosa aí (já vimos que ela tende a ser alcalina, não é?) pensa comigo: perceberam como os melhores produtos para pele oleosa são ácidos? Ácido retinóico, ácido glicólico, ácido azelaico… 😉

Pode borrifar água no rosto para refrescar?

A água da nossa torneira é tratada para ser alcalina, por isso não é legal ficar borrifando essa água no rosto para refrescar. Melhor fazer isso com o soro fisiológico, água termal ou até mesmo uma água mineral com pH próximo de 6 – toda água mineral que a gente compra para beber informa o pH no rótulo, o ideal é que para beber ela seja alcalina ou neutra, e se o pH for próximo de 6 é melhor você usar no rosto do que beber 😉


 

Viram como o raciocínio é simples, e sabendo dessas coisas você toma providências práticas e simples no seu dia a dia que irã melhorar e muito a sua pele? Espero que o post e o vídeo tenha ajudado, tô esperando os comentários de vocês: já sabiam desse lance do pH da pele? O que fazia de errado? Quero saber!

 

 

 

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream – hialurônico com cor

Hyaluron Filler CC Cream – lançamento da Eucerin

Hyaluron Filler já é uma linha conhecida por aqui, já mostrei o serum da linha da Eucerin que é concentrado em ácido hialurônico e um produto que entrou pra ficar na minha rotina de cuidados diários. Aliás, também tem o creme para o dia e para a noite, estou devendo mostrar aqui no blog!

Agora a Eucerin lançou uma versão do Hyaluron Filler com cor, que é o mesmo tratamento anti rugas porém que pode substituir a base, e eu vou mostrar em detalhes neste post.

Veja também: Hyaluron Filler Concentrate

Hyaluron Filler CC Cream – resenha em vídeo

Hyaluron Filler CC Cream – tratamento anti rugas com cor

A linha Hyaluron Filler toda tem a mesma proposta de tratamento, agindo de duas maneiras: de dentro pra fora, e de fora pra dentro. E como ela faz isso:

-Com moléculas grandes de ácido hialurônico para atuar na camada superficial da pele, e também ácido hialurônico de baixo peso molecular, que penetra mais profundamente onde as rugas são formadas. A ideia é repor o ácido hialurônico que deixamos de produzir com o envelhecimento;

-com a saponina de soja, que estimula os fibroblastos a produzir ácido hialurônico, ou seja, ação de dentro para fora.

Isso todos os produtos da linha Hyaluron Filler fazem, só que de maneiras diferentes, e cada um tem um tipo de uso, dá um acabamento diferente, podem ser usados em horários diferentes. Aí vamos ver o que cabe melhor na nossa rotina e no nosso gosto.

 

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream - resenha

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream oferece este tratamento de reposição do ácido hialurônico, mas tem pigmento, então pode ser usado no lugar da sua base de maquiagem. Ele deixa a pele uniformizada, espalha fácil e é altamente hidratante, e também tem FPS15 e proteção UVA. Tem duas opções de cor: CLARO e MÉDIO – quem já conhece o Eucerin CC Cream (o protetor solar com cor da Eucerin) pode considerar as mesmas tonalidades. Quem usa base entre 15 a 20 usa o tom claro, e bases com tons 30/35 usam o tom médio. A embalagem é com válvula Pump, o produto tem textura cremosa e espalha bem fácil, mas demora a “secar” – entre aspas porque ele “assenta na pele” mas não chega a ficar totalmente seco.  Veja a foto abaixo para ter uma ideia:

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream - resenha

 

Minha experiência com o Hyaluron Filler CC Cream

Como eu disse anteriormente, existem produtos diferentes para perfis diferentes e necessidades diferentes. Eu preciso de ácido hialurônico e AMO a linha Hyaluron Filler, mas este produto especificamente não coube na minha rotina, vou explicar por que.

Eu faço minha rotina diária pela manhã, usando os produtos que sempre mostro aqui (gel de limpeza, água micelar, hidratante, protetor solar). Após o protetor solar, se eu for sair eu uso maquiagem, quando o protetor solar não tem cor. Só que como base, o Hyaluron Filler é muito hidratante, e não deixou minha pele sequinha. Eu até não me importo de usar hidratantes que não deixem acabamento sequinho, desde que eles sejam absorvidos depois de um tempo, e quando fico em casa isso não me incomoda. Mas para sair de casa maquiada eu PRECISO de acabamento seco senão minha pele oleosa dá o grito! Como Hyaluron Filler CC Cream é altamente hidratante ela não se encaixou no meu perfil de base.

Para usar como tratamento, eu já tenho o Hyaluron Filler Concentrate, que eu AMO, já me acostumei com a sua textura e acho perfeita para mim. Por isso, entre um e outro, eu acabo preferindo usar o Serum mesmo. Sem falar que eu não uso maquiagem todos os dias, então eu posso perfeitamente ficar com o hialurônico sem cor. Mas como eu falei: questão de perfil e de rotina! Uma pessoa que sai de casa todo dia e quer sair maquiada tem muito mais chance de aproveitar esse CC Cream.

A cor casou perfeitamente com a minha cor de pele, e a cobertura que ele deixa é muito boa, porém o acabamento não é sequinho muito menos matificante. Na minha opinião quem tem pele madura e/ou pele seca vai gostar bastante.

Espero que tenham entendido a proposta do produto. Se ficou alguma dúvida pode deixar nos comentários que eu respondo!

Onde comprar e preço

Os produtos da Eucerin são encontrados em farmácias de todo o Brasil, e também em lojas de cosméticos físicas e online. O preço sugerido é R$198,60 para esta embalagem de 50ml.

 

Shiseido Ultimune Power Infusing Concentrate

Shiseido Ultimune é para fortalecer a pele

Recebi uma amostra de 10ml do Shiseido Ultimune Power Concentrate da Loja Glamourosa. Pode parecer pouco mas já estou usando há quase 1 mês e ainda não acabou! O produto Full Size tem 50ml, então o que eu recebi está sendo suficiente para conhecer o produto.

Shiseido Ultimune Power Concentrate resenha

A Loja Glamourosa envia os produtos no sistema de LIVRE IMPOSTO. Os produtos chegam aqui no Brasil sem taxas alfandegárias (no meu caso, chegou em 20 dias). Já fiz várias compras lá e recomendo, o site é confiável. Tem cupom de desconto (5%) do blog: MULHERSP

Pra que serve o Shiseido Ultimune Power Concentrate

O produto é um fortalecedor das defesas naturais da pele contra os agentes (internos ou externos) que a agridem, provocando o envelhecimento, o aspecto de cansaço e manchas escuras. Ele deve ser usado após a limpeza, antes dos outros produtos de cuidados (seruns, hidratantes, etc), para potencializar os tratamentos.

As células de Langerhans (presentes na epiderme) desempenham um papel crucial na proteção da pele, defendendo contra os factores de stress para alcançar um maior potencial de beleza. Quando a função das células de Langerhans diminuí devido aos raios UV, secura e stress emocional, podem surgir alguns problemas como a perda de firmeza, rugas e manchas escuras.

Após mais de 20 anos de investigação, Shiseido descobriu que o efeito do sistema defensivo da pele é um dos condicionantes para uma pele saudável e desenvolveu um complexo que auxilia as células de Langerhans com sucesso. *

*fonte: site da Shiseido

Entendendo melhor pra que ele serviria fiquei tentando observar na prática o que ele faria pela minha pele. Aí vem uma coisa perigosa nas resenhas… Quando eu faço uma resenha de um produto, óbvio que eu só posso contar a minha experiência pessoal. E tanto a minha pele, quanto as minhas necessidades, podem não ser um bom exemplo do que o produto precisa para mostrar a que veio. Então pense nisso: esta foi a minha experiência, que pode ser diferente da sua ou de outras resenhas que você venha a ler sobre o mesmo produto.

Ou este foi o meu caso, ou ele é apenas um bom hidratante. Na prática mesmo não percebi algo diferente do que a minha pele estava demonstrando com a minha rotina diária de cuidados – como eu estou usando os mesmos produtos e só acrescentei o Ultimune nos últimos tempos, foi fácil comparar. Fui olhar a fórmula e vi que ele tem um complexo e rico mix de extratos vegetais como o da Rosa Damascena (aliás, o perfuminho da Rosa manda no produto, a gente já sente ao abrir o frasco), Ginko Biloba, Perilla Japonesa, Tomilho, que juntas trabalham como antioxidantes e servem para dar mais luminosidade e viço à pele.

Shiseido Ultimune Power Concentrate resenha

Não estou duvidando da pesquisa e da tecnologia da Shiseido, mas minha experiência com o produto não me deu base para justificar a compra de um produto que aqui no Brasil custa R$650,00 (nos EUA, U$92,00). Aliás, o preço do produto acaba sendo um ponto importante para ser levado em consideração na resenha, pois é inevitável pensar numa relação de custo-benefício, concordam? Se a ação de qualquer produto ou tratamento justificam o preço, qualquer pessoa vai querer comprar. Mas infelizmente eu não vi nada que me encantasse tanto a ponto de querer esvaziar meu cofrinho para colocar o produto na minha rotina.

E você, já teve alguma boa experiência com produtos da Shiseido? Me contem nos comentários!

 

 

Vitamina C Majestic Pure – resenha

Vitamina C Majestic Pure tem 20% de vitamina C para a pele

Conheci a Vitamina C da Majestic Pure através de um comentário aqui no blog (não sou só eu que indico, vocês também! ) e fiquei bem curiosa por causa do preço. Quando tem a oportunidade de testar um produto por um preço legal não tem jeito… Antes de comprar pesquisei um pouco sobre a marca Majestic Pure, vi as redes sociais, algumas resenhas gringas, e achei que dava pra arriscar. A Majestic Pure é uma marca de cosméticos baseada na California, seus produtos são naturais, e agora tem sido comercializada no Brasil no Mercado Livre e na Americanas. Comprei minha vitamina C com 30ml no Mercado Livre e paguei R$40,00 – frete grátis.

Vitamina C Majestic Pure - resenha

Ela vem em um vidro escuro (a vitamina C deve ser protegida da luz) com 30ml, e acompanha um conta-gotas.

Pra quem quer mais informações sobre o uso da vitamina C no rosto indico a leitura destes posts:

Vitamina C  para o rosto

26 vitamina C para o rosto – produtos com vitamina C encontrados no mercado

Antes de contar minha experiência com ela quero deixar claro que cada pele pode reagir de um jeito. Infelizmente não pude continuar o uso por causa do motivo que vou explicar a seguir, mas esta reação que aconteceu comigo pode não acontecer com todo mundo.

Minha experiência com a Vitamina C da Majestic Pure

Seria legal assistir o vídeo acima pois eu mostro direitinho como é a consistência do produto – achei meio pegajosa, e ao aplicar sobre o rosto ela não é totalmente absorvida, continua deixando o rosto meio pegajoso também. Até que se o resultado do tratamento fosse bom eu não me importaria em tolerar isso, mas o problema foi o efeito depois de algum tempo.

Vitamina C Majestic Pure - resenha

Após um tempo de uso comecei a ter espinhas. Pensando que poderia ser TPM (não costumo ter espinhas sempre, mas já aconteceu), deixei passar um tempo e continuei usando. Pois a TPM passou, a menstruação chegou e foi embora e as espinhas continuaram a pipocar na minha pele. Deu pra perceber que foi o uso da vitamina C – tanto que é que foi só interromper que a minha pele voltou ao normal.

Durante o tempo de tratamento não consegui perceber o efeito das outras vitaminas C que eu já tinha usado (vitamina C deixa minha pele bem luminosa e viçosa), até porque eu interrompi o tratamento.

Resolvi gravar o vídeo e contar a minha experiência mesmo assim, sem ter um resultado efetivo pra mostrar, mas acho válido, já que as espinhas não deixaram de ser um efeito do produto em minha pele…

Fiquei meio decepcionada pois a ideia de ter um cosmético que geralmente custa tão caro por um preço amigo tinha me deixado empolgada, mas pelo visto vitamina C boa é cara mesmo. Não estou dizendo que não existe uma boa e barata, eu é que não conheço ainda, rsrs (se alguém conhecer por favor me apresente!)

Fórmula da Vitamina C – Majestic Pure

Vitamina C Majestic Pure - resenha

E você, já ouviu falar da Majestic Pure? Tem alguma coisa pra contar?

Peeling Diário com Adcos

Peeling Diário: indicação de produtos da Adcos para renovar a pele

Com a chegada do inverno aumenta-se muito a procura por peelings para clareamento e rejuvenescimento.  A ADCOS possibilita e facilita a conquista de uma pele bonita e saudável. É possí­vel um resultado surpreendente com apenas 4 gotas pela manhã + 4 gotas a noite. Aliados aos cuidados essenciais – limpeza e fotoproteção, a garantia é de uma pele incrível.

O produto indicado para se fazer o peeling diário é o Neoderm Complex Sérum Renovador, que quando combinado com Concentrado de Vitamina C 20 promove um peeling anti-idade.

Peeling Diário Rejuvenescedor

  • Melhora a Textura da Pele
  • Mais firmeza
  • Mais luminosidade
  • Menos rugas

Indicação: Peles com linhas e rugas

Agora vamos aos produtos que devem ser usados:

Derma Complex Concentrado de Vitamina C20

Peeling Diário Derma Complex Concentrado de Vitamina C Adcos

 

Derma Complex Concentrado de Vitamina C 20 traz em sua concentração 20% da vitamina C em 3 diferentes tipos para a máxima potência: Ácido ascórbico, Vitamina C Vetorizada e Silício e Ascorbyl Glucoside. Traz também em sua composição o Ácido ferúlico, o Phloretin e o Ginkgo Biloba, que juntos previnem a pele das ações dos radicias livres e formam um escudo protetor contra as ações ambientais. São ao todo 8 antioxidantes na fórmula em uma composição que estimula a produção de colágeno proporcionando a redução de rugas e linhas de expressão, o aumento da firmeza e a uniformização do tom da pele.

AÇÃO: antioxidante, antipoluição, antielastase, anti-inflamatória, detox, antirrugas, firmante e clareadora.

71% redução de rugas e linhas de expressão

71% firmeza

76% ação revitalizante

80% pele mais macia

80% mais viço

80% luminosidade

85% melhora da aparência geral da pele

85% hidratação

*Estudo realizado em 21 voluntárias avaliadas após 28 dias de uso do produto 2x ao dia

R$200

 

VEJA TAMBÉM: 26 produtos com Vitamina C para o rosto

Neoderm Complex Sérum Renovador

Peeling Diário Adcos Neoderm Complex Sérum Renovador

As células mais superficiais da pele (queratinócidos) passam por um processo natural de renovação e são substituídas por novas células, em média, a cada 21 dias. Porém, com o passar do tempo, esta substituição de células ocorre num intervalo cada vez maior deixando a pele mais espessa e desvitalizada.

O uso de alfa-hidroxiácidos, especialmente o ácido glicólico, tem sido amplamente utilizado nos tratamentos estéticos devido a sua ação estimulante da renovação celular.

A linha Adcos Neoderm Complex tem como principal ativo o ácido glicólico, associado à niacinamida e um complexo reparador e nutritivo que hidrata e acelera a recuperação da pele. Regenera a pele de dentro pra fora através do estímulo à renovação celular, melhorando a superfície e textura cutânea devolvendo, assim, uma pele jovem, iluminada e com viço.

AÇÃO: Favorece a renovação celular e uniformiza a textura da pele reduzindo rugas e linhas de expressão. Associado à niacinamida uniformiza o tom da pele deixando-a iluminada e revitalizada. Textura leve especialmente desenvolvida para peles oleosas.

R$192

Os produtos não foram testados pelo blog. As informações sobre os produtos e efeitos foram fornecidos pela assessoria da marca. Post publicado gratuitamente para atender o interesse dos leitores do blog em ter informações sobre os tratamentos. Dúvidas? Deixem nos comentários que eu passo diretamente para a assessoria da Adcos.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...