Chocolate sem açucar X Chocolate de soja X Alfarroba

Chocolate sem açucar X Chocolate de soja X Alfarroba

4 de junho de 2014 14 Por Luciana Vilela

Tô de dieta (lembrei da Anúbis)!!!!

Pois é, depois falo mais sobre isso. Mas hoje quero contar um pouco das novidades que eu descubro numa lojinha mara que tem aqui perto, cheia de novidades desse mundinho que eu pouco conhecia. Aliás, passei a ouvir falar sobre muitas coisas em blogs e em meio a tantas críticas aos blogs fitness (concordo com a maioria delas, BTW), mas como gosto de uma novidade acabo experimentando várias coisas. Tudo sem perder o foco, que no final das contas é a reeducação alimentar.

Mas hoje não vou falar muito sobre isso, quero mesmo é fazer uma comparação entre alguns tipos de “chocolates” que existem no mercado. Imagino que tem mais, mas até agora experimentei esses:

Tri-Gostoso – Sem açucar, sem lactose, sem glúten, com 45% de cacau.
ChocoSoy – Sem lactose, sem glúten, com açúcar orgânico, à base de soja, com cacau.
Carob House – Sem açucar, sem lactose, sem glúten, com alfarroba, sem cacau.

A comparação das informações nutricionais das 3 barrinhas mostra que a quantidade de calorias é quase a mesma coisa, variando dos 123Kcal até 137Kcal para 25g de chocolate.

Quanto ao restante, depende da restrição alimentar a que cada pessoa é submetida, pois um tem açúcar outro não, outro não tem cacau, etc.

Mas quero mesmo é  falar da minha conclusão:

Gostoso mesmo nenhum é. Falando sério mesmo!
O problema é a expectativa: você acha que vai comer uma coisa parecida com chocolate, e melhor ainda, não vai engordar, ou engordar menos. Aí você come, sente o gosto…

Sorry, people!
Mas não dá não. O Tri-Gostoso deixa um gosto amargo no final, o Carob House é até gostosinho e o ChocoSoy também, mas nenhum chega perto de um chocolate. E um tabletinho de 25g do Talento tem cerca de 140Kcal, então não faz muita diferença!
Sem falar que muitas vezes quando estamos procurando um chocolate queremos um certo alívio da TPM que só o chocolate dá. O chocólatra fica viciado é nesse prazer, coisa que os similares não dão. Então, sinceramente, meu conselho é o seguinte: recorra a eles se você estiver com algum tipo de restrição alimentar que impeça a ingestão dos componentes do chocolate tradicional. Porque pelo valor calórico e pelo sabor, acho que não vale a pena passar a consumir este tipo de produto.
E pensar que a tal da alfarroba é febre entre as blogueiras fitness… bahhhhhhh!
Ah, cadê a Anúbis aqui pra traduzir meu sentimento!