Olympea Paco Rabanne – resenha de perfume!

Estou apaixonada pelo Olympea!

Quis sentir o perfume Olympea depois de ver comparações entre ele e o Egeo Bomb Caramel que resenhei esta semana. A comparação acontece por terem a baunilha e o sal em comum. Mas será que eles se parecem mesmo? Os dois tem essas 2 notas, que fazem uma combinação interessante, mas só por isso são iguais na pele? Vou descrever as minhas impressões do Olympea e comparar os perfumes, vamos lá!

Olympea Paco Rabanne resenha de perfume

As notas de Olympea

Já vou começar descrevendo as notas pra ir destrinchando a evolução do perfume em minha pele, e já aproveito para comparar as sensações que ele me provoca com o Egeo Bomb Caramel:

Notas de saída: tangerina, jasmin e flor de gengibre

Notas de coração: baunilha e sal

Notas de fundo: ambargris, madeira de cashmere e sândalo

Pra começar, a saída floral cítrica do Olympea abre um caminho um pouco mais fresco para o perfume, bem diferente do início mais suculento e doce do Egeo Bomb. Mesmo que os dois sejam fragrâncias mais adocicadas no final, eles tem a “temperatura” bem diferentes – o Egeo é um perfume mais quente, o que para mim direciona o uso para a noite e temperatura mais amenas, e o Olympea se abre um pouco mais, é um pouco mais fresco, o que amplia o leque de situações para usá-lo.

VEJA BEM: eu disse que ele é um pouco mais fresco que o Egeo Bomb, o que não significa que eu considero que seja um perfume fresco, ok? Ele não é o tipo de perfume que a gente quer usar para prolongar a sensação do banho.

Olympea Paco Rabanne resenha de perfume

Logo em seguida a baunilha aparece, e o sal vem junto para quebrar qualquer exagero infantil – um risco que os perfumes abaunilhados correm na minha opinião é de ficarem infantilizados, adolescentes demais.

Mas é um sal bem diferente do Egeo – lembra que eu falei que ao sentir o sal mineral do Egeo eu me lembro daquela sensação de ressecamento que o sal do churrasco deixa na mucosa do nariz? O sal do Olympea não. Ele é mais suave, mais discreto, está ali só para quebrar um pouco mais o dulçor e trazer mais sofisticação, ele não agride e nem é a estrela do perfume ( nisso ele é muito diferente do Egeo!).

Outra comparação inevitável: enquanto eu achei o Egeo bem linear, o Olympea tem mais nuances em sua evolução. Evolui do floral Cítrico para um um floral gourmand (ele é classificado como Oriental Floral, mas eu percebo muito mais um toque Gourmand nesse cheiro) e permanece com um amadeirado muito suave e feminino. Eu tenho mais familiaridade com o sândalo e o âmbar, que é mais denso, então eu vou “culpar” a combinação com a madeira de cashmere por essa suavidade.

Ele não deixa rastro, é super elegante e por isso eu usaria em ambientes de trabalho tranquilamente. É o tipo de perfume que vai fazer as pessoas te perguntarem: qual perfume você está usando?

Eu particularmente ADORO quando isso acontece. É uma sensação do tipo: missão cumprida \o/

Durabilidade de 5 a 6 horas, uma fixação excelente em minha pele. Aliás, as baunilhas sempre “grudam” em mim! Todos os Egeo do Boticário que o digam, rsrs.

Para completar, como se não bastasse tudo o que eu já descrevi, esse frasco maravilhoso que lembra um troféu – as laterais são adornadas por folhas de louro, que eram usadas na Grécia para premiar os vencedores de uma competição por ser um símbolo de trinfo. Aliás, até hoje as folhas de louro são estampadas nas medalhas olímpicas. Por isso dizemos que o vencedor foi “laureado”… blog também é cultura 😉

Eu estou simplesmente apaixonada pelo Olympea! Como é um perfume recente pra mim, preciso pensar direitinho se ele entraria na minha lista dos TOP 5. Mas no TOP 10 com certeza!

Quero saber se o Olympea também te conquistou, me conta aí nos comentários!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um Comentário

  1. La Victorie perfume da Eudora resenha
    maio 24, 2018 @ 12:00:10

    […] A Eudora o classifica como Floral Oriental, mas eu acho que ele vai mais pelo caminho do Gourmand, e coincidentemente o segundo Gourmand que me agradou bastante esse mês, como o Olympea. […]

    Reply

Deixe um comentário!

*