Ensolei AntiAcne Color Profuse – resenha de protetor solar com cor

Ensolei AntiAcne Profuse – protetor solar com cor

Usei Ensolei AntiAcne da Profuse algumas vezes, desde o começo do verão deste ano. Passei por várias situações, vários dias em que a temperatura estava bem alta, umidade, fui a academia, fiz vários testes, e agora quero contar minha experiência com este protetor solar com cor. Recebi este produto da Drogaria Araujo, daqui de BH <3

Já vou avisando pra quem não sabe: não tenho muita intimidade com protetor solar com cor, realmente não é minha preferência pro dia a dia…

Ensolei AntiAcne da Profuse - resenha protetor solar com cor

Ensolei AntiAcne Color – segundo a Profuse

Primeiro quero colocar a descrição da Profuse e depois conto minhas impressões e experiência com o produto:

“Não tenha medo de prevenir e combater a acne com proteção. Ensolei Antiacne Color é um protetor solar especialmente desenvolvido para peles com tendência, presença ou histórico de b. Contrai os poros em 2 horas, controla a oleosidade por 6 horas, tem efeito secativo em 7 dias e seu uso contínuo ajuda a reduzir cravos e espinhas. Cor universal translúcida adapta-se a todos os tons de pele. Indicado para todos os tipos de pele, especialmente oleosas e acneicas.”

O nome do produto (ANTIACNE) sugere então que ele serve para pele com acne, que geralmente é oleosa (salvo os casos em que a acne tem outras causas senão a oleosidade em excesso).

Ensolei AntiAcne Color – apresentação do produto

Ensolei AntiAcne da Profuse - resenha protetor solar com cor

Ensolei AntiAcne Color vem em uma bisnaga com 40g, tampa flip top. A cor, segundo a Profuse, é universal, ou seja, deve se ajustar a todo tom de pele. Sua textura é pouco viscosa, um gel bem fluido, daquele que escorre pelos dedos. Essa textura ajuda mesmo a espalhar o protetor solar, que é bem fácil de ser espalhado.

Ensolei AntiAcne Color – composição

Ensolei AntiAcne da Profuse - resenha protetor solar com cor

Este protetor solar é o que chamamos de “híbrido”, ou seja, tem em sua composição uma mistura de filtro físico (dióxido de titânio) e alguns filtros químicos como Octinoxate, Tinosorb S, Tinosorb M, Uvinul A Plus, entre outros.

Ensolei AntiAcne Color – minha experiência

Meu primeiro contato com o Ensolei AntiAcne foi ótimo, pois a primeira impressão de ver um protetor solar com cor super fluido e fácil de espalhar foi animadora. Ao ser espalhado, a cor realmente se fundiu com minha pele e ficou muito boa em mim. Na hora que eu passei ele também secou, ficou confortável e me deixou esperançosa.

Porém, em algum tempo eu já percebi que ele não controlou a oleosidade – minha pele reagiu com muita oleosidade, e o pior – a cor escureceu bastante, se diferenciando bem do meu tom de pele. Também não percebi diferença na aparência dos poros dilatados – ele não oferece nenhum disfarce óptico inclusive. Essa questão do tratamento da acne a longo prazo também me deixou na dúvida, já que não encontrei nada na composição que favorecesse isso. Ao contrário do que eu esperava, seu acabamento também não foi interessante para minha pele oleosa.

Acho que ter o nome “AntiAcne” acaba despertando não só a curiosidade de quem tem acne mas todo mundo que tem pele oleosa, e acho que por isso vi tanta gente reclamando deste protetor solar com cor. Você já usou? Se usou, me conta como foi sua experiência com o Ensolei AntiAcne Color!

Onde comprar e preço

Ensolei AntiAcne Color FPS30 custa em média R$68 a embalagem com 40g e é encontrado em farmácias, como a Drogaria Araújo que me enviou o produto, e em lojas de cosméticos.

Mais Profuse no blog

Essencele Filler C  Olhos – vitamina C para olhos

Essencele Filler C vitamina C para o rosto

Ensolei Compact Color – protetor solar em pó compacto

Urban Detox Minimiza Poros Nivea – resenha

Urban Detox Minimiza Poros para pele oleosa  funciona?

Urban Detox Minimiza Poros é um produto da Nivea indicado para quem tem pele oleosa e acneica, e tem algumas características bem interessantes. É uma máscara facial – mas que na prática pode funcionar como um sabonete de limpeza de uso diário. Vou explicar tudo na resenha e você poderá definir se é um produto indicado para seu tipo de pele e se for, como será o melhor uso.

Urban Detox Minimiza Poros Nivea - resenha - limpeza pele oleosa

Urban Detox Minimiza Poros – descrição da Nivea

A Nivea descreve o produto como uma máscara facial de limpeza, indicada para limpar os poros profundamente, tirando o excesso de oleosidade e deixando a pele sequinha por muito tempo. O extrato de magnólia, que é um bactericida, ajuda a combater a acne, e com o uso a pele fica visivelmente mais limpa e com os poros menos visíveis.

Urban Detox Minimiza Poros Nivea - resenha - limpeza pele oleosa

Como usar Urban Detox Minimiza Poros

  • Primeiro, umedeça a pele e aplique o gel massageando com movimentos circulares;
  • evite a região dos olhos e áreas mais sensíveis do rosto, como o canto do nariz e dos lábios
  • Deixe o produto agindo por 1 minuto sobre a pele – ela não vai secar nem se solidificar
  • enxágue para retirar o excesso de produto e seque levemente com uma toalha.

Urban Detox Mask Minimiza Poros Nivea – minha experiência

Urban Detox Minimiza Poros Nivea - resenha - limpeza pele oleosa

Comecei a usar Urban Detox Mask e fiz conforme o fabricante recomenda, usando diariamente. Tenho pele oleosa, extremamente reativa ao clima, portanto agora tem sido uma boa época para usar produtos para pele oleosa, tanto os que controlam a oleosidade quanto os que limpam a pele. Acontece que a pele também é sensível e percebi no 4º dia de uso que comecei a sentir a pele repuxar, e mais sensível em alguns pontos. Percebi um início de descamação no canto do nariz, inclusive.

Ele limpa sim, profundamente. Ao entrar em contato com a pele, o gel aquece, o que segundo a Nivea é para abrir os poros e facilitar a remoção da sujeira, e realmente a pele fica com aparência de limpa, os poros ficam bem limpos, e a pele fica sequinha e com aquela sensação agradável de limpeza refrescante que quem tem pele oleosa AMA.

Acontece que é o tipo de produto que eu usava na minha adolescência e no auge do controle da acne e da oleosidade. Hoje em dia eu dou foco não só aos cuidados da pele oleosa, mas também aos cuidados anti idade, que incluem alguns ácidos e bastante hidratação. Isso faz com que este tipo de produto não seja o ideal para minha pele atualmente. Ele é bem parecido com produtos que eu usava antigamente, como o gel de limpeza para pele oleosa da Nivea (o da minha época não é o mesmo que existe hoje) e o Clean & Clear Johnson. Por isso, eu acho que o público alvo deste produto é quem está controlando acne, quem está no auge da oleosidade da pele – independente da idade, mas em geral são adolescentes e jovens.

Uma opção para pessoas como eu, que não conseguem fazer uso diário, é reservar o Urban Detox Mask Minimiza Poros para uso esporádico, 1x na semana ou quando achar necessário.

Urban Detox Mask Minimiza Poros funciona para poros dilatados?

Os poros dilatados são uma característica da pele oleosa, pois são um tipo de lesão da pele. Devido ao excesso de sebo, os poros vão abrindo, e se esse sebo não é retirado a tendência é que os poros abram cada vez mais.

Por isso, a limpeza de pele é essencial para não deixar os poros se dilatarem, portanto o uso de um produto eficiente para limpeza da pele, que retira o excesso de oleosidade e controla a produção de óleo realmente é ótimo para não deixar os poros se dilatarem – por isso, mais uma vez eu acredito que o público alvo do produto é o publico mais jovem, que ainda não tem essa característica muito evidente.

Quem é mais velho, sempre teve pele oleosa e já tem esses poros dilatados instalados, aí não adianta só limpar. Limpar é parte do processo (inclusive a limpeza manual, com esteticista), mas é preciso mais que isso: produtos que fazem uma esfoliação química, além de alguns procedimentos como microagulhamento ou laser spectra, por exemplo, são necessários para melhorar o aspecto (inclusive pode até não resolver 100%, mas melhora muito).

Que tipo de produto pode ajudar então, além da limpeza? Alguns exemplos que já apareceram no blog:

Não fiz resenha no blog, mas medicamentos com ácido retinóico também são usados para isso, mas precisam ser prescritos pelo dermatologista.

Nivea no blog

Nivea Q10 Plus C resenha

Nivea Q10 Pérolas Reparadoras – hidratante com ácido hialurônico

Nivea Soft – hidratante

 

 

Actine Sabonete Líquido Darrow – RESENHA!

Actine – sabonete líquido com ácido salicílico para pele oleosa e acneica

Recebi o Actine Sabonete Líquido da assessoria da Pierre Fabre, laboratório francês responsável pelas marcas Darrow (do Actine), Avene, Klorane, Ducray, entre outras (não são todas que chegaram ao Brasil ainda). Eu já sou usuária fiel da Avene há muitos anos, mas Darrow pra mim está sendo novidade, então hoje farei a primeira resenha de um produto da marca no blog! (fico muito feliz quando amplio esse “portfólio”, hehe!)

Actine Sabonete Líquido Darrow resenha - pele oleosa e acneica

Actine – cuidados para pele oleosa e acneica

A linha Actine da Darrow tem vários produtos para cuidados com a pele oleosa e acneica. Além deste sabonete líquido também tem uma outra versão Control, sabonete em barra, protetor solar, loção adstringente, esfoliante e creme de tratamento. Todos os produtos tem ativos de controle de oleosidade, diminuição de poros, controle do brilho, etc. O sabonete líquido Actine é bem famosinho, e pelo que eu postei no Instagram já vi que é bastante prescrito por dermatologistas, até porque o preço é bem compatível com o mercado de dermocosméticos.

Minha experiência com o sabonete líquido Actine

Antes de contar como minha pele reagiu a ele é muito importante situar que estou em pleno inverno, enfrentando novamente o clima frio e seco de BH em julho – e isso no meu caso está fazendo MUITA diferença! Precisei alterar bastante a minha rotina de cuidados para que os produtos de limpeza de pele (rosto e corpo) fossem bem suaves, e os de hidratação e outros cuidados, fossem bem protetores contra ressecamento.

Agora que já salientei isso, vou contar: Actine é extremamente eficiente na limpeza. Ele tem ácido salicílico, portanto faz essa limpeza profunda na pele oleosa, tem ação antimicrobiana, realiza uma esfoliação química que vai melhorando a textura da pele com o uso contínuo e ajudando a melhorar a aparência dos poros dilatados.

Ele é um gel transparente, sem perfume, sua embalagem nos tamanhos 140 e 240ml são com válvula pump, e a quantidade que sai em um aperto da válvula é suficiente para limpar o rosto todo com eficiência. A pele fica sequinha após o uso, e a sensação de limpeza é ótima.

Actine Sabonete Líquido limpa sem ressecar?

Segundo a Darrow, Actine Sabonete Lìquido limpa sem ressecar, sem causar aquela sensação de “repuxamento” da pele. Na fórmula, ele tem extrato de Aloe barbandensis (Aloe Vera), que tem função de hidratar a pele especialmente no tratamento da acne, evitando que a pele seja danificada pela radiação UV e deixando-a mais macia. MASSSSS, lembrando, ele é um produto com ácido salicílico e algumas pessoas podem sentir alguma irritação com o uso prolongado, e mesmo as não alérgicas. E isso depende de muitas coisas – pode ser uma reação momentânea, inclusive.

Eu, por exemplo, nessa época do ano, acho o Actine Sabonete Líquido muito forte pra mim. PRA MIM, viu gente? Mas pra quem tem pele oleosa, está na adolescência, tratando acne, no auge da oleosidade, tem muita chance de adotar o Actine pra vida!

Aliás, quem tem me acompanhado sabe que eu tenho variado meus produtos de limpeza de pele – uso produtos mais potentes quando percebo que minha pele precisa, e deixo os mais suaves quando vejo que ela não está aguentando. Nada como prestar atenção em você mesma e entender os sinais que a sua pele dá! Então, é bem provável que em setembro, quando a primavera quente de BH chegar, eu vou me jogar no Actine novamente \o/

Actine Sabonete Líquido Darrow resenha - pele oleosa e acneica

Actine Sabonete Líquido – vídeo

Onde comprar e preço

Actine Sabonete Líquido e todos os produtos Darrow são encontrados em farmácias e lojas de cosméticos em todo o Brasil. Ele vem em 2 tamanhos – com R$140ml custa em média R$35,00 e a versão com 240ml custa em média R$55-60. A versão em bisnaga, com 60ml pode ser encontrada por um preço médio de R$25.

LHA Cleansing Gel SkinCeuticals resenha

LHA Cleansing Gel da SkinCeuticals para limpeza de pele oleosa e acneica

Estou usando  o SkinCeuticals LHA Cleansing Gel de Limpeza e já percebi que ele é POWER para limpeza da pele oleosa e acneica. Eu tenho pele oleosa mas sei que tem pessoas com a pele muito mais oleosidade que a minha – aliás, a minha pele já foi muito mais oleosa do que ela é hoje, eu só fiquei com os resquícios dos poros dilatados mas hoje ela é bem mais controlada. Além disso, também tenho pele sensível. Então é importante começar a resenha falando isso para que vocês entendam que a minha percepção do produto será um pouco diferente de quem está com a pele no auge da oleosidade e/ou está com acne.

Dito isso, deixa eu mostrar meu primeiro produto SkinCeuticals da vida (espero que seja o primeiro de muitos!)!

LHA Cleansing Gel SkinCeuticals segundo a marca

Primeiro vou deixar a descrição oficial da SkinCeuticals sobre o produto, aí comparamos com a minha experiência 😉

Gel de limpeza para peles oleosas, mistas e com tendência à acne. Formulado para peles oleosas e acneicas, o LHA Cleansing Gel remove as impurezas, auxilia no controle da oleosidade e confere sensação de frescor.

SkinCeuticals LHA Cleansing Gel foi desenvolvido para o tratamento e cuidado da pele oleosa, mista e com tendência à acne, com a combinação de potentes agentes esfoliantes:

• 3,5% Ácido glicólico

• 0,2% Ácido salicílico

• 0,2% LHA

Embalagem, apresentação e textura

A embalagem do Cleansing Gel é uma bisnaga transparente com tampa flip-top preta que é bem firme e veda bem, e vem em uma caixa de papelão. Vem com 80g de um gel bem viscoso, aliás essa é a característica mais marcante, e que diferencia o produto logo à primeira vista, na minha opinião. Não me lembro de ter usado nenhum gel de limpeza com tanta viscosidade assim, quase chega a lembrar uma pomada, rsrs – confesso que me deu uma certa aflição e a primeira impressão que eu tive era que seria difícil espalhar esse gel meio grudento no rosto, mas isso não acontece. Ao entrar em contato com a pele úmida ele se espalha com facilidade, sem nenhuma resistência.

LHA Cleansing Gel SkinCeuticals resenha - limpeza de pele oleosa

Minha experiência com o LHA Cleansing Gel

Além de descrever a experiência por aqui também gravei um vídeo para o canal. Estou usando o produto, então é legal vê-lo em ação além de ler o post! Vai lá que eu te espero:

LHA Cleansing Gel SkinCeuticals resenha - limpeza de pele oleosa

Os 3 ativos principais do Cleansing Gel agem em conjunto para uma ação que vai além da limpeza. Além de retirar as impurezas da pele oleosa, a ação do produto na pele é ainda maior graças ao Ácido Glicólico, Ácido Salicílico e ao LHA, que fazem:

  • efeito esfoliativo
  • renovação celular
  • melhora das cicatrizes de acne
  • uniformização
  • ação antimicrobiana
  • melhoria da qualidade do sebo produzido pela pele

Quem tem pele oleosa mega brilhante agradece! No final da limpeza da pele você tem ainda uma ótima sensação de frescor graças ao Menthol presente na fórmula.

Uma coisa importante que eu tenho que mencionar é que nos primeiros usos você pode sentir uma leve ardência ou sensação de pinicação – na verdade, na verdade mesmo, eu sinto em todos os usos, mas nas primeiras vezes foi mais intenso, já que eu estava usando um produto bem mais suave e calmante – mas nada que não seja suportável.

Se você achar muito forte, comece usando dia sim, dia não, até sua pele se adaptar. Isso é comum de acontecer graças aos esfoliantes químicos da fórmula.

Eu gostei muito do LHA Cleansing Gel, só não pretendo fazer uso contínuo pois estou numa fase em que preciso alternar os produtos mais potentes e outros mais suaves. Mas como eu disse no início do post, minha pele não precisa mais ficar na rotina mais pesada do controle da oleosidade.

Onde comprar e preço

SkinCeuticals LHA Cleansing Gel pode ser comprado na Kutiz, loja de cosméticos parceira do blog. Custa R$49,00 a embalagem com 80g.

 

Chocolate dá espinhas?

Chocolate dá espinhas? Tire suas dúvidas

Eu já quis saber se chocolate dava espinhas, e já recebi essa pergunta aqui no blog algumas vezes. Pode parecer um daqueles mitos que não tem fundamento, como a “manga com leite” (tem alguém dessa época? Bate aqui! kkkkk) mas não é, existem algumas coisas que precisamos entender para podermos fazer as melhores escolhas. Por isso resolvi postar um texto informativo que eu recebi, espero contribuir com informações úteis e com fontes confiáveis para quem ainda tem dúvidas sobre isso.

Chocolate dá espinha

Chocolates branco e ao leite podem piorar inflamação de acne; já o amargo tem efeito anti-idade

Com a proximidade da Páscoa, a procura por ovos de chocolate aumenta e, frequentemente, surgem dúvidas quanto aos seus benefícios ou malefícios à pele. “Eficaz contra o mau humor, além de trazer sensação de bem-estar, o chocolate deve ser consumido com parcimônia; as versões brancas e ao leite devem ser evitadas, por conta da quantidade de açúcar e gordura presente nesses produtos, que podem favorecer a inflamação e envelhecer a pele”, afirma a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology.

Chocolate e Acne

A principal dúvida com relação aos chocolates é se eles causam ou não acne. De acordo com a médica, o cacau em si é um alimento extremamente benéfico e a sua concentração não está relacionada ao surgimento ou piora da acne, pelo contrário: esse ingrediente é um aliado da saúde e da pele. “Ele é um poderoso antioxidante e ajuda a promover luminosidade e hidratação. O cacau contém flavonoides, que são fitonutrientes com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Eles [flavonoides] auxiliam na proteção aos danos dos raios UV, prevenindo as rugas e combatendo os radicais livres que ajudam a deixar a pele mais brilhante e saudável”, afirma a dermatologista.

Portanto, que fique bem claro: o cacau não causa espinhas. O problema está no açúcar e nas gorduras do chocolate.

“Alimentos com gorduras, açúcares e hidratos de carbono, como os chocolates ao leite e branco, têm alto índice glicêmico. Muitos estudos sugerem que a alta carga glicêmica na dieta habitual está envolvida com a ocorrência e gravidade da acne vulgar em pacientes predispostos, na medida em que favorece a hiperinsulinemia que, em consequência, influencia no crescimento epitelial folicular, na queratinização e, também, na secreção sebácea e desenvolvimento de acne. A gordura e o leite presente em chocolates podem colaborar também para o agravamento do quadro”, explica a dermatologista. Estudos realizados pela Universidade de Miller School of Medicine, em Miami (EUA), mostraram que as pessoas que comeram mais chocolate (branco e ao leite) tiveram aumento de acne e da inflamação na pele.

Chocolate Amargo

Chocolates com mais de 50% de cacau e o padrão ouro (com mais de 70%) fornecem os benefícios antioxidantes dos flavonoides do cacau e podem ser ricos em vitamina C, vitamina E, cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio. “De forma geral, o chocolate amargo tende a ser uma boa opção – com menos quantidade de carboidratos e açúcar, pois ele ajuda a combater doenças cardiovasculares, tem ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, as versões deste chocolate com oleaginosas trazem mais benefícios e nutrientes, principalmente para pacientes com pele seca”, diz. Mas atenção à dose: 30g ao dia é o recomendado – portanto um ovo de chocolate pode ser consumido, em média, em uma semana.

Chocolates não recomendáveis

“O ideal é evitar os chocolates ao leite e branco, que possuem mais gordura e açúcar, ambos envolvidos com o processo de inflamação e aceleração do envelhecimento da pele”, explica.

Pacientes de pele oleosa devem evitar esse tipo de chocolate principalmente se ele ainda tiver amendoim e castanhas, que trazem mais gorduras saturadas (e muitas vezes mais açúcar) para a pele e as glândulas serão as responsáveis por excretar este acúmulo de gordura. “Além disso, sabemos que alimentos com alto índice glicêmico são mais inflamatórios levando ao estresse oxidativo e glicação”, finaliza a médica.

Fonte: Dra. Claudia Marçal

Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

Biosole Lev Ada Tina – protetor solar textura leve

Biosole Lev FPS60 – conheça o protetor solar levíssimo da Ada Tina

O Biosole Lev é o terceiro protetor solar da linha Biosole da Ada Tina que eu experimento. Já usei o Biosole AV e o Biosole BB (o protetor solar com cor, que é ótimo e eu indico muito!), e hoje quero contar como é o protetor solar que eu tenho usado nas últimas 5 semanas.

Biosole Lev Ada Tina resenha

Continue Lendo

Qual o pH da pele? Entenda e cuide-se melhor

Entenda o pH da pele e como isso influencia nos seus cuidados diários

Você sabe o que é pH? Sabia que a pele tem uma faixa de pH ideal, que mostra que ela está em equilíbrio e saudável? Depois que entendi isso aprendi a usar melhor os produtos e quero deixar essas informações com vocês, espero que gostem!

 

O que é pH?

O potencial Hidrogeniônico, ou pH, é um índice que mostra o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução. Sem entrar em detalhes mais científicos e concentrações de íons de Hidrogênio, em uma escala de 0 a 14, o 7 seria o pH NEUTRO, valores abaixo de 7 indicam uma solução ácida, valores acima de 7 indicam uma solução alcalina ou básica.

O pH da pele – manto hidrolipídico

A pele “saudável” tem um pH ácido, com valores entre 4,5 e 6. Isso tem um motivo:

Nós temos uma espécie de “filme” sobre a pele, o manto hidrolipídico (hidro – água e lipídio – gordura), e este manto é ligeiramente ácido. Ele tem a função de barreira, protege a pele contra agressões do ambiente no dia a dia, deixando-a com uma hidratação natural. O fato de ter um pH ácido ajuda no equilíbrio dos microorganismos, pois inibe a proliferação de bactérias e fungos – uma pele com acne ativa, por exemplo, tem o pH alcalino, ou seja, tem um ambiente propício para as bactérias que causam as inflamações na pele.

Detalhe: o pH varia com a idade, com o gênero, e com a área do corpo. Alguns lugares, como axila por exemplo, tende a ter um pH mais próximo a 7.

O equilíbrio do pH

Sabendo que a pele tem um pH naturalmente ácido, e que este pH ajuda no equilíbrio da flora da pele, o desequilíbrio do pH da pele irá causar sinais visíveis.

A pele muito seca tem pH abaixo do ideal.

A pele com dermatite atópica, rosácea, acne ativa, tem pH acima do ideal.

O desequilíbrio do pH ideal pode ocorrer por vários fatores, como tratamentos com certos tipos de remédios, quimioterapias, excesso de limpeza, agressões externas como exposição a poluição. E tem jeito de reequilibrar? TEM! (essa é a notícia boa)

Falando no óbvio, que parece clichê mas não tem como fugir, a alimentação é um fator muito importante para manter o equilíbrio da saúde geral do corpo, e da pele também, claro. Mas para alimentação nós temos que prestar atenção em alimentos alcalinizantes, que são frutas, legumes, verduras, mas isso seria assunto para outro post!

Agora quero colocar alguns tópicos aqui que são mais práticos, para que vocês entendam melhor:

O pH da pele e o famoso efeito rebote da pele oleosa

Quem tem pele oleosa e já passou por dermatologistas já deve ter ouvido a recomendação de não exagerar na limpeza da pele. Isso parece estranho, já que temos a sensação de pele “suja” e que precisa de mais limpeza do que o normal, não é?

Acontece que os produtos de limpeza de pele mais adstringentes tem o pH alcalino, que levam embora a sujeira e o óleo excessivo acumulado na pele, mas também levam embora aquele manto hidrolipídico natural que eu mencionei no início do post, e isso irá desequilibrar o pH da pele.  Acontece que a pele precisa desta barreira natural, e vai produzi-lo novamente para se proteger e manter a hidratação. Se você lava a pele constantemente, ela irá produzir mais óleo ainda, o chamado “efeito rebote”.

Mas você não vai deixar de limpar a pele por causa disso, certo? Tem o jeito certo de fazer sua rotina de cuidados com a pele, reequilibrando o seu pH e ajudando-a a ficar mais saudável e bonita.

Como reequilibrar o pH da pele

Já viram aquela ordem de aplicação de produtos para a pele: limpeza, tonificação e hidratação? Esta ordem não é à toa.

Após a limpeza, que já vimos que desequilibra o pH da pele e tira o manto hidrolipídico natural, a tonificação da pele irá ajudar a restaurar o pH, e você pode fazer isso usando:

Tônicos faciais

Lo-C3-A7-C3-A3o-t-C3-B4nica

a principal função do tônico facial é o reequilíbrio do pH da pele – eles ainda refinam a limpeza da pele. Eu vou ser bem sincera, sempre li que eles reequilibram o pH mas achava que a função principal do tônico era finalizar a limpeza da pele, retirando resíduos.

Soro Fisiológico

Tem o pH fisiológico, em torno de 6.0, e é um curinga para a pele que pode ser usado em vários momentos do dia.

Água Micelar

Águas micelares - comparação

Além de serem usadas como demaquilantes, elas podem ser usadas após a limpeza e algumas ainda tem outros benefícios como hidratar, tratar a pele a longo prazo – lembra que eu fiz uma comparação aqui no blog?

Comparação de 6 águas micelares

20 águas micelares

E depois de reequilibrar o pH da pele, o que eu faço?

Agora que você deu essa forcinha para reequilibrar o pH da pele, ela estará pronta para receber os tratamentos que virão a seguir: pode ser hidratação, seu tratamento anti idade, tratamento contra o melasma, o que for.

O pH dos produtos que virão a seguir (hidratante, clareador, vitamina C, etc) terá um valor adequado para o seu tipo de pele. Aliás, quem tem pele oleosa aí (já vimos que ela tende a ser alcalina, não é?) pensa comigo: perceberam como os melhores produtos para pele oleosa são ácidos? Ácido retinóico, ácido glicólico, ácido azelaico… 😉

Pode borrifar água no rosto para refrescar?

A água da nossa torneira é tratada para ser alcalina, por isso não é legal ficar borrifando essa água no rosto para refrescar. Melhor fazer isso com o soro fisiológico, água termal ou até mesmo uma água mineral com pH próximo de 6 – toda água mineral que a gente compra para beber informa o pH no rótulo, o ideal é que para beber ela seja alcalina ou neutra, e se o pH for próximo de 6 é melhor você usar no rosto do que beber 😉


 

Viram como o raciocínio é simples, e sabendo dessas coisas você toma providências práticas e simples no seu dia a dia que irã melhorar e muito a sua pele? Espero que o post e o vídeo tenha ajudado, tô esperando os comentários de vocês: já sabiam desse lance do pH da pele? O que fazia de errado? Quero saber!

 

 

 

Glycare Duo Mantecorp – resenha!

Tudo sobre o Glycare Duo

Recebi o Glycare Duo da Mantecorp para testar, e confesso que se não tivesse recebido dificilmente teria sido um produto que eu compraria no escuro, sem recomendação de dermatologista. Vocês sabem que eu tenho pele sensível, e de alguns anos pra cá essa sensibilidade está ainda mais aflorada, mas como minha pele continua oleosa e eu enfrente um verão daqueles eu preciso continuar os cuidados com a pele oleosa… não tem como fugir!

O motivo que me faria não comprar o Glycare Duo seria sua composição, com ácido glicólico e niacinamida, mas agora que eu usei vi que ele funcionou direitinho pra mim. Vou explicar tudo, fiquem comigo!

Glycare Duo em vídeo – resenha no Youtube

Aproveite e se inscreva no canal 😉

Glycare Duo Mantecorp resenha

Glycare Duo – por que este nome?

Glycare é um sabonete já bem conhecido da Mantecorp, que é indicado para pele normal a mista. Glycare Duo é indicado para pele oleosa (inclusive acneica) e o nome Duo sugere as duas formas de uso: como sabonete de uso diário e como máscara facial. O que difere o uso é o tempo que vc deixa o produto na pele.

Glycare Duo como sabonete você aplica uma pequena quantidade no rosto, espalha evitando a área dos olhos, e enxágua em seguida.

Como Máscara, você aplica o produto em todo o rosto e deixa por 5 minutos (em média, mas atenção que daqui a pouco eu vou explicar que isso pode variar), depois lava o rosto normalmente para retirar todo o produto.

Glycare Duo – composição

Os principais componentes do Glycare Duo são:

Ácido Glicólico – conhecido por fazer uma boa esfoliação química, provocando a renovação celular e consequente melhora na textura e luminosidade da pele. É muito usado em peelings químicos (em concentrações mais altas, claro). Auxilia em tratamentos para clareamento de manchas na pele, melhora cicatrizes, fecha os poros e trata a acne. Ou seja, um velho amigo de quem tem pele oleosa – quem tem pele oleosa e/ou acne e já tratou com dermatologista provavelmente já usou alguma coisa com ácido glicólico.

Niacinamida – outro nome da Vitamina B3, melhora a capacidade de hidratação da pele, ajudando a reter umidade e reforçando a barreira natural da pele, consequentemente. Regula a produção de sebo, melhora a textura da pele, e ainda tem uma característica importante para quem trata manchas na pele: ela inibe a transferência de melanina entre as células, o que acaba reduzindo a sua hiperpigmentação.

Deu pra perceber a “vibe” do produto? Bom para quem tem pele oleosa, acneica, com superfície irregular e com manchas.

Mas e aí, é só usar de qualquer jeito? NÃO!!!!!! Alguns cuidados precisam ser tomados, e agora vem a parte mais importante do post, não deixe de ler!!!!

Glycare Duo – recomendações e cuidados

Vou dividir em tópicos pra não deixar passar nada:

  • No começo do tratamento com Glycare Duo use uma quantidade menor de produto e alterne os dias de uso.  Faça com que seu rosto se acostume ao tratamento aos poucos.
  • Se sentir uma leve ardência, pinicação ou ressecamento nos primeiros dias, é normal. Se achar que a reação está muito forte, interrompa o uso e converse com seu médico.
  • Não use na área dos olhos, nem nas pálpebras.
  • Cuidado ao associar o Glycare Duo com outros ácidos, como ácido retinoico por exemplo. Deixe isso para seu dermatologista, principalmente se você tem pele sensível.
  • Enquanto estiver usando ácido glicólico não faça depilação no rosto! Já ouvi casos de quem já teve até queimadura por usar cera quente no buço. Mesmo se não queimar, você pode ter um melasma por conta disso. A pele fica muito fina e sensibilizada e se você quiser depilar deve interromper o tratamento cerca de 10 dias antes (isso vale para qualquer método de depilação).

Minha experiência com o Glycare Duo

Mostrei no stories do Instagram (@luvilelapaes) algumas experiências com o Glycare Duo, inclusive no dia em que eu usei como máscara facial. Fiquei surpresa com a reação da minha pele – achei que minha sensibilidade iria me fazer desistir de usar o produto mas eu não só continuei usando como estou amando o resultado.

Glycare Duo Mantecorp resenha

Estou usando vitamina C e o rosto já estava bem viçoso, mas o Glycare Duo deu uma turbinada no alisamento da pele, que está mais fina e mais clara, visivelmente mais clara. Ele faz minha pele pinicar ainda, mas nos primeiros usos eu senti mais, agora me acostumei e não me incomoda. Usar como máscara foi mais fácil do que eu pensava: começou a pinicar nos primeiros segundos, mas logo após parou, e a pele nem ficou vermelha depois que tirei o produto!

Ele é formulado para minimizar as reações alérgicas, e isso pra mim fez diferença. Mesmo assim, sinto que é um produto forte. Já estou usando há 20 dias e vou ver até onde minha pele irá resistir. Se resistir até acabar a embalagem, ótimo. Mas aí pretendo dar um tempo pra pele descansar, já que eu não estou fazendo tratamento para clarear manchas na pele – mas para quem quer clarear a pele o ideal é fazer um tratamento contínuo de pelo menos 3 meses para ter resultados mais satisfatórios.

Este é um produto eficaz para limpeza de pele oleosa, e bem forte na minha opinião. Quem se der bem com ele tem tudo pra ficar com uma pele lindona, mas o ideal mesmo é que ele esteja num tratamento prescrito pelo dermatologista, aí você usa com toda segurança e associando a produtos certos.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários, vamos conversar! O que eu não souber responder eu passo pra assessoria, combinado?

Onde comprar e preço

Glycare Duo é vendido em farmácias, drogarias e lojas de cosméticos, físicas e online. A embalagem vem com 120g  e tem o preço médio de R$50,00.

 

Acne nas costas

Acne nas costas – BACNE (back acne)

Eu já tive acne nas costas quando eu tinha 23 anos e achei muito interessante passar a matéria abaixo para vocês. Lembrando que as causas da acne, tanto no rosto quanto no corpo, são multifatoriais, ou seja, não existe um só motivo que leva a explosão de espinhas na pele. No entanto, existem cuidados que independente do que esteja causando acne nós devemos ter.

No meu caso, a acne nas costas apareceu exatamente na época do meu TCC na faculdade, e eu já tinha comprado o meu vestido de formatura, que tinhas as costas 100% decotadas (imagina o desespero!). Mas como o médico falou na época, foi só a tensão acabar e a acne foi embora. Sim, foi totalmente emocional, tive esse problema causado pelo stress. Poderia ter sido no rosto? Sim, mas foi nas costas e ninguém soube me dizer o motivo. Mas existem outros fatores que podem causar a acne nas costas e por isso vou deixar esta matéria com vocês, espero que ajude!

Na época eu me lembro de ter tomado um pouco de sol nas costas, sempre em horários recomendados (antes das 10h e depois das 16h pois o sol tem efeito anti-inflamatório, e outra recomendação forte que ele deu foi não cutucar, para evitar inflamações piores e também as cicatrizes, que tendem a ser piores quando a gente cutuca a pele.


Só pra mostrar que hoje em dia não tem mais cicatriz 🙂 – ou seja, não se desespere, tudo pode melhorar.

‘Bacne’: Espinha nas costas atinge adultos e causa incômodo no verão; saiba como afastar o problema

A acne nas costas foi apelidada pela imprensa internacional como Bacne (Back Acne) e chama a atenção de quem sofre com o problema e precisa de tratamentos específicos para a área. Até na academia os cuidados têm de ser redobrados

A preparação para o verão com protocolos e tratamentos contra gordura, celulite e flacidez já começou a todo o vapor, mas um problema geralmente é deixado de lado e causa desconforto estético – e às vezes até dor. É a acne nas costas – que exige cuidado redobrado principalmente no calor.“Há uma ligeira diferença entre a acne facial e corporal. A pele nas costas tem poros maiores do que os poros faciais, dessa forma são muito mais propensos a ficarem entupidos. É por isso que é melhor procurar produtos especificamente concebidos para o corpo para tratar o problema, mas com o mesmo cuidado que temos no rosto”, comenta a dermatologista Dra. Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. O problema da acne nas costas recebeu o apelido internacional de “Bacne” (Back Acne), após celebridades de Hollywood aparecerem com espinhas na região.

Acne nas costas - BACNE

“Há uma ligeira diferença entre a acne facial e corporal. A pele nas costas tem poros maiores do que os poros faciais, dessa forma são muito mais propensos a ficarem entupidos. É por isso que é melhor procurar produtos especificamente concebidos para o corpo para tratar o problema, mas com o mesmo cuidado que temos no rosto”      Thaís Pepe

 

De acordo com a médica, a acne nas costas não atinge apenas adolescentes e também é comum na fase adulta. “Para quem treina pesado, a automedicação com anabolizantes para hipertrofia muscular e fórmulas ricas em proteínas e aminoácidos, usadas em concentrações elevadas para obtenção de massa magra de forma mais rápida, nem sempre são saudáveis para o organismo e estão ligadas ao aparecimento de acne nessas regiões”, afirma.

Como sabemos, é melhor evitar a acne do que deixar de ir à praia. E felizmente, há algumas maneiras de evitar que as espinhas entrem em erupção. “Na academia, opte por roupas soltas, brancas e 100% algodão. O algodão absorverá todo o suor e óleo produzido nas costas, prendendo-o em suas roupas em vez de seus poros e o branco reduz o risco de irritação de corantes artificiais”, afirma a médica.

No caso de tratamento, o uso de produtos secativos, à base de ácido salicílico e peróxido de benzoíla, são indicados para tratar o problema. “Muitas vezes, os tratamentos em consultórios com uso da luz de LED nos tons de azul (bactericida) ou Infrared (para acalmar e ajudar na cicatrização) são indicados juntamente com vários procedimentos que ajudam a controlar a oleosidade”, argumenta. Como o tipo de pele influencia no tratamento — e a causa multifatorial deve ser investigada — o melhor a fazer é sempre procurar um dermatologista, o profissional mais indicado para opinar sobre como lidar com a acne nas costas. “Além da característica da pele, processos hormonais ou hábitos de vida comprometidos com poucas horas de sono, stress, tabagismo e cuidados inadequados com a pele e a alimentação contribuem para o aparecimento da acne”, afirma a médica.

Dicas para tratar a acne nas costas

Use um sabonete líquido com Ph balanceado

Escolha um adequado as suas necessidades e procure fórmulas com ativos como a vitamina A para incentivar a renovação celular, além de antioxidantes nutritivos e extratos com ação hidratante.

Retire as bactérias imediatamente

Após a academia, não espere chegar em sua casa para tomar banho. “O suor que se acumula entre roupas de pele e ginástica pode despertar bactérias causadoras de acne”, afirma Dra. Thais. “O ideal é tomar banho logo após o treino para destruir o suor e as bactérias antes de tapar os poros.”

Jamais esprema

“Jamais espremer, apertar, manipular as espinhas porque isso tem, com certeza, grande chance futura de formação de uma cicatriz ou mancha – principalmente em estações com radiação solar mais elevada. E essas cicatrizes podem gerar a necessidade de um tratamento muito mais prolongado e mais custoso para esse paciente”, afirma a médica.

Invista na esfoliação corporal

Uma boa esfoliação corporal, com ativos calmantes e hidratantes, é essencial para ajudar a estimular a renovação da pele e desbloqueio dos poros.

Cuidado com produtos

Reconsidere o uso de produtos perfumados de lavanderia. Os detergentes com fragrâncias, como amaciantes de roupas, por exemplo, podem causar uma maior irritação e secura na superfície da pele, o que pode desencadear a inflamação. Escolha seus produtos de beleza com cautela. “Shampoo, condicionador de cabelo e produtos de tratamento contêm uma variedade de ingredientes comedogênicos, incluindo lauril e sulfato de sódio”, afirma a médica. Esses ingredientes, juntamente com protetores solares e produtos de cuidados com a pele que contêm lanolina, petróleo/petrolato e derivados de silicone, também podem causar irritação da pele. Produtos como mousse, gel e spray de cabelo merecem uma atenção especial. Considere a sua utilização.

Visite um médico

Se a acne não responde ao tratamento em casa e medicamentos sem receita médica, visite um médico. A intervenção precoce é a melhor forma de prevenção contra cicatrizes.

 

Serozinc resenha – Pele oleosa, acneica, rosácea

Serozinc é um produto multiuso, veja a resenha e aproveite muito mais este tratamento

Serozinc foi o lançamento da La Roche Posay que mais mexeu com a internet este ano, não acham? Eu descobri por acaso na farmácia, mostrei no Stories do Instagram, fiquei super curiosa, cheguei em casa e fui direto pesquisar um pouco mais sobre o produto, aí tinha visto que a La Roche ainda estava pra lançar, ou seja, achei antes de começarem as divulgações por isso não conhecia ainda. Achei SUPER interessante! Comecei a usar e adorei o efeito, agora vou poder contar várias coisas que descobri, então me acompanhe até o final porque tem muita coisa boa que você tem que saber para aproveitar o Serozinc ao máximo, quer ver?

Serozinc resenha

Serozinc – resenha em vídeo

Serozinc – fórmula

A fórmula do Serozinc é bem minimalista:

  • Água purificada

  • Sulfato de ZINCO (0,10%)

  • Cloreto de sódio (0,75%)

Sim, ele é meio salgadinho, igual suor. Então, feche os olhos na hora de aplicar, ok?

Uma dúvida que as pessoas estão tendo é se o Serozinc é feito com água termal ou não. Não vi nenhuma menção a água termal nos releases e nos materiais publicitários, e na própria fórmula do Serozinc não consta água termal, como nos outros produtos da La Roche onde esse tipo de água é usada (geralmente eles colocam Thermal Water), por isso eu deduzi que nesse produto especificamente não foi usada água termal como é normal nos produtos de tratamento de pele da La Roche Posay.

Que horas devo usar o Serozinc?

Você pode usar em 2 momentos diferentes, dependendo do seu objetivo:

1ª opção – como parte do tratamento para peles com acne ativa

Use na rotina diária, depois do gel de limpeza, no lugar do tônico adstringente.

2ª opção – para matificar a pele oleosa

Use a qualquer hora do dia, quando sentir que a pele está brilhosa, para matificar a pele. Pode aplicar por cima da maquiagem!

Serozinc é só para usar no lugar do lencinho antioleosidade?

É isso o que eu mais quero mostrar neste post: o Serozinc é pra isso sim, e muito mais!

Qual a diferença entre usar o lencinho e usar o Serozinc?

O lencinho tira a oleosidade e o brilho ali na hora, e só. A diferença é que o Serozinc é um tratamento de pele, ou seja, o uso contínuo vai trazendo benefícios a longo prazo que melhora a qualidade da pele em vários aspectos, e tudo isso ficando totalmente invisível na pele pois essa “água” é absorvida rapidamente e não deixa nenhum resquício, assim como a água termal.

O Sulfato de Zinco, que é o ingrediente principal da fórmula, traz vários benefícios que eu vou contar pra vocês – aliás, pode dar uma olhada nos seus produtos de tratamento para pele oleosa e/ou acneica que você irá encontrar o zinco em vários deles, pois é um ativo consagrado na dermatologia para cuidados com pele oleosa.

O zinco é:

  • antimicrobiano – mata as bactérias que causam acne

  • anti-inflamatório – age sobre as espinhas, secando-as e melhorando o aspecto da pele

  • seborregulador – controla a produção de óleo da pele

  • purificante – purifica e desentope os poros

  • antioxidante – auxilia no rejuvescimento

  • cicatrizante – promove a síntese de colágeno e acelera a cicatrização de feridas

  • uniformizador da pele – diminui o tamanho dos poros

Outras utilidades do Serozinc

Depois de conhecer as propriedades, agora vocês irão entender melhor que o Serozinc não é só mais uma frescurinha para matificar a pele, na verdade ele é um produto multifuncional! Então, além de matificar a pele oleosa e tratar a pele acneica, ele também pode ser usado para:

Serozinc - resenha - como usar

  • aliviar a vermelhidão e irritação da pele com rosácea;
  • na troca de fralda, para aliviar a assadura do bebê;
  • no pós barba, para ajudar a cicatrização após um corte com lâmina;
  • no pós-depilação, para acalmar a pele

Usando o Serozinc – minha experiência

Sim, estou usando e sentindo o efeito matificante, diariamente! É só borrifar a qualquer hora do dia, deixar secar e esperar pra ver que ele parece formar uma camada que “suga” a oleosidade, e aquele aspecto “sujo” do excesso de oleosidade some. Com os cuidados que eu já tomo para minha pele oleosa (gel de limpeza adequado 2x ao dia, e água micelar para refinar a limpeza e tonificar a pele) vai ser muito mais fácil controlar a pele no verão que está chegando, que é realmente a minha pior fase do ano aqui no Rio (eu e a torcida do Flamengo, como dizem por aqui!kkkk). Como sempre eu vou usando, mostrando o que tem feito bem para minha pele aqui no blog e também no Stories do instagram (@luvilelapaes, me segue lá!). Se mais pra frente acontecerem coisas totalmente fora do esperado eu atualizo aqui mas por enquanto é só sucesso. Se você tem pele oleosa e sofre com o brilho excessivo, converse com seu dermatologista sobre o Serozinc e como ele deve ser inserido na sua rotina de cuidados. Se usar me conte!

E você, já tem visto o Serozinc por aí? Já usou? Me conte nos comentários!

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...