Tônico facial – o que é? Pra que serve? Preciso usar?

10 de outubro de 2019 0 Por Luciana Vilela

Tônico facial: tudo o que você precisa saber

Vou falar sobre tônico facial pois após alguns anos de blog eu mudei bastante meu conceito sobre ela. Tem coisa que a gente percebe que não é questão de opinião: ou é, ou não é. Hoje quero mostrar no post o que é um tônico facial, quais são suas possíveis funções, o que ele pode fazer pela sua pele. Pessoalmente, eu sempre usei e uso até hoje. Comecei a tratar a pele na adolescência por causa da acne, então os tônicos adstringentes deixavam minha pele sequinha e eu percebia que ajudava a controlar o aparecimento de espinhas. Hoje em dia minha necessidade é outra, e sempre encontro tônicos que atendem minhas necessidades, por isso sou fã e não dispenso – mas isso SOU EU, com você pode ser diferente. Depois de saber as informações, a decisão de usar ou não é sua!

Muitas pessoas chegam ao blog por causa de um post que eu fiz sobre a diferença entre o demaquilante, tônico e o adstringente. Percebi que muitas pessoas ainda não entendem muito bem o que é o tônico facial, ou loção tônica, e tem dificuldade de saber se podem usar, ou se precisam usar. Então vamos começar a entender, depois deste post não vai ter erro:

O que é o tônico facial, ou loção tônica?

Primeira coisa que todo mundo tem que saber: não existe um conjunto de regras a serem seguidas para que um produto seja chamado de tônico. Isso quer dizer que uma empresa pode fazer um produto e chamá-lo de tônico facial, ou água dermatológica, ou Elixir (como o Beauty Elixir Caudalie, por exemplo). Da mesma forma, um produto líquido como uma água termal ou uma água micelar, pode fazer as vezes de um tônico facial hidratante (vou explicar mais à frente).

Você pode escolher se quer usar o tônico facial ou não, não é todo mundo que precisa usar tônico facial! Existe só um tipo de tônico que costuma fazer parte das prescrições dos dermatologistas, e agora que vou falar sobre os tipos de tônicos vocês irão entender:

Tônicos faciais – os tipos de tônicos de acordo com sua função

Existem tônicos faciais diferentes para cada tipo de pele.

Tonico facial hidratante, esfoliante, adstringe e água micelar

Da esquerda pra direita: Tônico Hidratante Permeata, Chronos Solução Purificante Natura (controle de oleosidade), Água Micelar Hydrabio H20 Bioderma (hidratante) e The Ordinary Glycolic Acid 7% (esfoliante)

  • Tônico calmante – tem ingredientes que melhoram a sensação de ardência, vermelhidão, coceiras, comuns em pele sensível,
  • Tônico hidratante, com ingredientes como Pantenol, glicerina, ácido hialurônico, bons para qualquer tipo de pele, especialmente pele madura ou pele seca
  • Tônico adstringente – ótimo para pele oleosa e acneica, retira as impurezas dos poros, desobstruindo e impedindo o acúmulo de sebo, o que melhora o aspecto de poro dilatado e ainda deixa o rosto mais iluminado, já que o sebo deixa a pele com aspecto “encardido”.
  • Tônico esfoliante – como os que tem ácido glicólico e ácido salicílico. Eles alisam a superfície da pele, retira as camadas de células mortas, refinando o extrato córneo e melhorando a permeabilidade da pele, potencializando outros tratamentos. Este é um tipo de tônico que os dermatologistas costumam indicar com frequência (os outros, raramente). Um exemplo famoso aqui no blog é o Clinique Clarifying Lotion, um produto que eu conheço há anos e é um dos melhores tônicos esfoliantes que eu conheço.

Clarifying Lotion Clinique resenha esfoliante químico

Tônico esfoliante Clarifying Lotion, exemplo de tônico esfoliante químico

Tônico facial – função de acordo com os ingredientes

A função do tônico facial varia de acordo com os ingredientes do produto:

  • Completar a limpeza da pele: esta eu achava que era a função mais importante, até eu entender que o ideal é você limpar a pele toda com o sabonete de limpeza. Porém, é comum a gente não ter tempo de caprichar na limpeza, e acaba ficando resíduo na pele, o que não é bom… então o tônico pode fazer a limpeza mais fina, retirando resíduos mais resistentes, restos de demaquilante e maquiagem. É comum que, mesmo após a limpeza do rosto com gel de limpeza, o algodão saia sujo por causa desses resíduos que ficam na pele.

REFORÇANDO: se você limpa adequadamente sua pele, essa etapa não é necessária! Então, usar um tônico para isso irá depender da sua rotina. Por exemplo, se você tem pressa de lavar o rosto de manhã e prefere passar um algodão com tônico adstringente para finalizar o processo, pode gastar menos tempo.

  • A vida toda ouvi que tônico facial servia para restaurar o pH da pele, que fica alcalino após o uso do sabonete (especialmente os sabonetes de pele oleosa). O fato é que nossa pele naturalmente faz isso sozinha após alguns minutos, normalmente, então não é preciso usar o tônico facial pra regular pH. O fato é que algumas pessoas sentem um alívio usando um tônico calmante após uma limpeza mais abrasiva – talvez seja o caso de trocar o sabonete, não necessariamente acrescentar um tônico facial na rotina. Mais uma vez, escolha sua!
  • um tônico facial pode também acalmar sua pele (como os que tem panthenol), hidratar, e suavizar a pele (alguns extratos de plantas são próprios para isso).
  • Revitalizar e ajudar a renovar os tecidos.
  • Preparar a pele para receber a hidratação e outros tratamentos (no caso do tônico esfoliante).
  • Graças a sua textura e aroma, possibilita uma experiência multisensorial que beneficia a pele e os sentidos. Aí sim, entramos em uma questão importante: cuidar da pele tem TUDO a ver com as experiências sensoriais que os produtos nos proporcionam. A vida toda eu usei tônicos pois sempre gostei da sensação daquela aguinha secando na minha pele e me trazendo conforto. Por isso, mesmo que você ache que não precise, se você sente prazer, se sente bem usando um tônico que traz um conforto pra você: USE! Se acha que isso é dispensável, e que isso não é tão importante pra você a ponto de comprar um produto só pra isso, não use, simples assim.

Tônico facial – como usar?

  • A loção tônica deve ser usada após a limpeza, inclusive após o uso do demaquilante.
  • Uma das maneiras de passar o tônico no rosto é com algodão: molhe o algodão com a loção e passe por todo o rosto. Passe o algodão com suavidade, não precisa esfregar!!!
  • A segunda maneira é com as mãos: despeje um pouco do líquido na palma da mão e esfregue uma mão na outra, e vá carimbando a mão molhada por todo o rosto.
  • Ainda existe uma terceira forma: colocar no borrifador e simplesmente jogar na pele, deixando secar naturalmente. Alguns tônicos já vem em embalagens próprias pra isso, em spray, mas se você quiser pode pegar qualquer produto e colocar num borrifador.
  • Pode ser usado pela manhã e à noite de acordo com a sua necessidade/preferência.
  • Durante o dia você pode borrifar um tônico facial sobre a pele para hidratar e refrescar. Se não quiser gastar, comprar um produto caro só pra isso, pode borrifar um soro fisiológico no rosto e tá resolvido!

Tônico facial e água micelar – um substitui o outro?

Água Micelar é originalmente um demaquilante, mas as marcas desenvolveram fórmulas que, além de limpar sua pele de maneira suave ainda proporcionam outros benefícios se você não enxaguar o produto. Para isso, após tirar a maquiagem toda e ter certeza de que o rosto está limpo, você deixa o produto na pele, não enxágue. Dessa forma, ela está fazendo a função de um tônico – mais uma vez, depende dos ingredientes! Ela pode ser hidratante, calmante, antioleosidade…

Bioderma Sensibio resenha água micelar

Um exemplo famoso é a Bioderma Sensibio, água micelar que ficou famosa por ter ação calmante na pele das modelos da semana de moda, foram os maquiadores do mundo da moda que espalharam a fama deste produto no mundo todo.

Tônico facial com álcool, sim ou não?

Alguns tônicos tem álcool em sua composição, o que faz com que muitas pessoas dispensem o seu uso por causa da sensibilidade da pele. Como o álcool é refrescante, antisséptico e tira a oleosidade da pele, além de servir como solvente em algumas formulações, o uso do ingrediente é comum nas loções tônicas, mas a presença do álcool não quer dizer que o produto irá fazer mal. Existem pessoas com hipersensibilidade ao álcool, aí sim elas devem evitar. Mas se você não tem esse problema, não se preocupe em fugir do ingrediente, não é porque o tônico tem álcool que ele vai irritar sua pele: ele está ali em concentrações adequadas para o seu fim, e por algum motivo!  Existem produtos indicados para pele sensível e que tem álcool, ou seja, o fato de ter álcool não quer dizer NECESSARIAMENTE que o produto é irritante.

Mesmo assim, hoje em dia existem muitas opções de tônicos sem álcool, ou com concentração bem reduzida, então não precisa ter esse medo exagerado que a internet propaga: cada pele é uma pele, cada produto é um produto. Não é necessário fazer uma anti-propaganda de um produto pelo simples fato de ele ter álcool, pois ele pode ser muito eficiente para o que ele se propõe a fazer.

E ainda tem mais: se o seu tônico facial tem álcool, e se ele foi indicado pelo seu dermatologista, ok. Isso porque ele tem o álcool adequado e em concentração adequada para ser usado em tratamentos de pele.

Tônico facial – resenhas no blog

Agora que você já entendeu pra que serve o tônico facial, qual função ele pode ter, e quer investigar um pouco mais os produtos, vou deixar aqui algumas resenhas do blog que você pode acessar e ler um pouco mais: