Creme para olhos da Chanel – resenha

Creme para área dos olhos Chanel – Ultra Correction Line Repair

Usei este creme para área dos olhos da Chanel, e mesmo não sendo a linha vendida no Brasil eu quero deixar registrado no blog. Ás vezes eu recebo críticas quando posto produtos caros mas eu acho que vale a pena como comparação – o que se compra com muito dinheiro é melhor/igual/pior ao que se compra com pouco dinheiro? Acho que este tem que ser o pensamento, então toda informação é válida.

A atual linha de tratamento anti rugas da Chanel é a Le Lift, e só para comparação, que já que não tem este produto à venda no Brasil, o creme para área dos olhos da Le Lift custa atualmente R$675,00 com 15ml (um tamanho padrão de produtos para esta área).

Creme para área dos olhos da Chanel - resenha

Ultra Correction Line Repair Chanel

Achei bacana a explicação que vem no folder do produto (que vem traduzido em 17 – isso mesmo, DEZESSETE – línguas). Olha só:

Tratamento anti rugas para o contorno dos olhos

Por que motivo as rugas aparecem no seu rosto com o decorrer dos anos?

Porque, em profundidade, o colágeno endurece e acaba por “quebrar”. Na origem deste fenômeno está a glicação ou fixação da glicose nas fibras de colágeno. Na realidade, o Centro de Investigação de Chanel identificou nas células da pele uma molécula chave capaz de inverter a glicação do colágeno, e FN3K.

Para estimular a produção desta molécula, foi criado um ativo polifracionado exclusivo com origem numa árvore da Indonésia, a Bay Cedar PFA. Um ativo puro, potente, poliativo para uma deglicação das fibras de colágeno e um novo volume da derme-epiderme.

Para uma correção precisa e visível do contorno dos olhos, a ação de Bay Cedar PFA é complementada pela presença de um complexo exclusivo que vai combater em simultâneo os papos e as olheiras. Aplicar delicadamente de manhã e/ou de noite sobre a totalidade do contorno dos olhos.

Minha experiência com o creme para contorno dos olhos da Chanel

O creme é bem espesso, denso, mas é bastante confortável depois de aplicado. Não seca imediatamente, mas como não incomoda nem faz diferença aquele textura marcante que fica ali até secar. Aliás, até me surpreendi com o conforto que senti, pois quando coloquei o produto nos dedos antes de aplicar achei que seria bem pegajoso, mas ele é fácil de espalhar e bem agradável. A pele fica protegida, hidratada, e o contorno dos olhos está bem hidratado com o uso do creme.

E aí, vale a pena?

Vamos separar bem as coisas: minha opinião sobre o produto com o uso e a questão de “vale/não vale o que custa”. Eu usei esta amostra com 3 ml, que é 1/5 do que vem na embalagem original, mas deu pra usar por 1 mês, então deu pra sentir seu efeito. Como eu já usei outros produtos de boas marcas de dermocosméticos eu tenho parâmetros para comparação e considero que este seja um bom anti rugas para área dos olhos sim. Daí a achar que vale a pena comprar são outros quinhentos!

Não que eu tenha algum tipo de “preconceito” com marca de luxo, eu não é dinheiro mesmo pra bancar tudo isso. Aliás, mesmo se tivesse, eu poderia até comprar produtos de luxo para tratamento de pele desde que eu percebesse que seus efeitos são incomparáveis aos outros.

Eu sei que existem estudos, pesquisas e muita tecnologia por trás da indústria de cosméticos, inclusive de marcas de luxo como a Shiseido, Lancome, mas sei também que a questão da marca, da exclusividade, do desejo, estão por trás de preços exorbitantes. E eu falo sobre isso pois em algumas coisas eu já passei por isso:

  • já quis comprar bolsa de luxo – aí comprei, vi como era andar com uma belezinha dessas bem caras por aí, e não quis comprar mais, pra mim já estava experimentado e meu dinheiro poderia me dar outras coisas que me dariam mais prazer do que aquilo. Superei.
  • Já tive minha fase de amar – aliás, mentira, ainda amo, hehe – maquiagens e produtos de luxo. Mesma coisa: já comprei, já usei, ainda gosto, mas hoje eu escolho bem mais. Fases da vida, né gente?

Não critico quem tem esses desejos. Faz parte da natureza humana. Como também faz parte da nossa evolução começar a aprender a valorizar o que realmente tem valor e superar certas coisas.

Nossa, essa resenha virou o quê? hahaha

Resumindo, assim como contei na resenha do Shiseido Ultimune eu não encontrei motivos que me fizessem correr loucamente atrás de dos produtos de tratamento de pele da Chanel. Diferente por exemplo dos produtos da Caudalie , que também é uma marca cara no Brasil, mas pelo que já experimentei da marca eu até acho que vale a pena sacrificar o porquinho de vez em quando…

Veja por exemplo:

Eau de Beauté Caudalie

Vinoperfect Serum Caudalie

Cada caso é um caso, e cada um sabe o que está dentro das suas possibilidades financeiras. Hoje cada vez mais eu entendo as diferenças entre o que é necessidade e o que é desejo de consumo. Nada como um dia após o outro, não é?

Garanto que o post era pra ser uma resenha de creme, sério mesmo! 😀

 

 

 

Base ou BB Cream? Conexão Carioca

Qual a melhor escolha para preparar a pele – Base ou BB Cream?

Já recebi várias perguntas aqui no blog de leitoras que querem saber se o BB Cream pode substituir a Base em toda ocasião. O tema do Conexão Carioca veio em ótima hora pra gente conversar um pouco sobre isso e ajudar a esclarecer essa dúvida que muitas mulheres tem na hora de preparar a pele!

Lembrando: tudo que vou falar aqui é por conta das minhas experiências com os produtos, e olha que eu já usei e uso MUITO BB Cream, e base também! Minhas comparações entre um e outro já me fizeram estabelecer um critério de qual deles escolher em cada situação e é isso que vou tentar passar pra vocês aqui.

Características do BB Cream e Base*

*vou considerar aqui as bases líquidas, ok?

 

Deixa eu começar citando alguns dos BB Creams que eu conheço:

Todos esses estão resenhados no blog, é só clicar!

No geral, posso dizer que todos esses tem essas mesmas características:

-mesmo que alguns sejam ótimos para quem tem pele oleosa, todos esses transferem muito. Até hoje nunca usei nenhum que não transferisse muito – meu celular é testemunha disso, hahahaha

-todos são muito hidratantes

-uns cobrem mais, outros menos, mas no geral a cobertura é leve.

Estou destacando isso pois são essas as principais características que me fizeram decidir pelo uso do BB Cream no dia a dia. A cobertura é leve, ele ajuda na hidratação da pele, deixa um resultado natural e tem preço legal (os que eu uso atualmente, pelo menos).

A proposta inicial dos BB Creams, pelo menos dos primeiros que eu conheci que vieram da Ásia, era tratar a pele a longo prazo, principalmente contra manchas. Depois da Globalização do BB Cream, se podemos chamar assim, isso se perdeu. Muitos deles viraram apenas hidratante com cor e só! De qualquer forma, eles trazem sim algum benefício (com o uso contínuo) para a pele fora a cobertura leve que uniformiza e dá um pouco mais de dignidade.

Agora, vamos falar das bases:

Eu também tenho bases que oferecem diferentes tipos de cobertura, das mais leves e naturais até as mais potentes, que prefiro usar em ocasiões especiais. Tenho tendência de achar as bases mais sequinhas do que os BB Creams, e também acho o acabamento melhor, principalmente em fotos. Gosto de usar bases em eventos, pois sei que vou ser fotografada, tirar selfies, etc. Em tudo que envolve efeitos de iluminação (foto e vídeo), a base tende a se sair melhor.  E como eu tenho pele oleosa, que acaba deixando o BB Cream durar menos do que uma base, aí não tem erro: se vai ter foto, vou de base.

É regra? Claro que não! Estou dizendo que dou preferência, mas nada impede que eu use um BB Cream pra tirar uma foto. Aliás, essa foto da resenha do BB Cream da Loreal prova que dá pra fazer boas fotos com BB Cream também:

Pele com BB Cream da Loreal

 

Além do BB Cream da Loreal, outro que deixa a pele com “efeito de base” é o da Mac. Aliás eu menciono isso no post: considero que ele é o BB Cream mais “maquiagem” que eu conheço.

BB Cream da Mac

Como eu acabo usando menos base já comprei várias com preços mais altos, pois acho que vale a pena investir. Tem resenhas de várias delas aqui no blog, entre elas eu destaco:

Eu acho que o acabamento final dessas bases é mais fino, mais sofisticado, por isso não tenho dúvidas ao escolher os produtos para preparo de pele em eventos, festas, jantares, etc. Para essas ocasiões eu faço tudo conforme manda o figurino: primer, base, pó, corretivo, etc.

Eu defino assim como preparar minha pele, vamos saber agora o que as meninas do Conexão Carioca pensam sobre isso?

Conexao-Carioca

Tina Szabados – Make, Coisa e tal

Claudia Speroto – Usei, Contei

Patrícia Meirelles – Fuxico de Mulher

Base Chanel Vitalumiere Aqua – resenha

A base Chanel Vitalumiere Aqua é a minha preferida, veja porque!

Já comentei sobre a base Chanel Vitalumiere Aqua em outros posts do blog, mas ainda não tinha feito uma resenha. Hoje vou mostrar o efeito dessa base super natural, que é a melhor base que eu tenho, na minha opinião. Aliás, vale a pena lembrar da outra base da Chanel que eu já mostrei aqui: a Chanel Perfection Lumiere, que também é excelente mas é de cobertura mais alta.

Embalagem – preço – características

 

 

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

A embalagem da Vitalumiere Aqua é  mais simples do que a da Perfection Lumiere: de plástico, bege, pequena, com 30ml, e custa R$230,00 no Brasil. Nos EUA ela custa US47,00 + taxas, e a minha veio da Loja Glamourosa de Portugal, onde atualmente custa R$164,00 (com o cupom MULHERSP ela tem 5% de desconto).

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Mesmo com este bico simples, e você consegue controlar a quantidade de produto facilmente. Não precisa de muita coisa para cobrir o rosto: eu uso aproximadamente 3 ou até 4x a quantidade que está na minha mão para que o rosto fique com cobertura perfeita. E isso é pouco, mesmo que não pareça!

Das minhas bases líquidas, esta é a mais líquida. Aliás, deve-se agitar bem a embalagem antes de usar, senão em vez de sair a base com a consistência que você vê na foto sai uma água. Então, logo na primeira vez que for usar lembre-se de agitar bem! Ela tem FPS 15, mas isso pra mim faz pouca diferença. Eu acho pouco, e mesmo que o FPS fosse 2o ou 30 eu não dispensaria o uso do filtro solar que eu já uso sempre.

Antes e depois

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Vocês conseguem perceber nas fotos de antes e depois como a base tem um efeito SUPER natural?  Ela uniformiza, suaviza manchas, mas mostra a textura da sua pele, só que mais iluminada e viçosa. Detalhe: estou sem pó, o efeito da última foto é só de base (e blush). AMO!!!!

Porque eu considero a Vitalumiere Aqua a minha melhor base

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

 

Já usei a Vitalumiere Aqua em várias situações: frio, calor, trabalho, festa, tudo. Ela cabe em qualquer situação! A durabilidade em minha pele é fantástica: mesmo sem usar primer ela deixa esta aparência por até 9 HORAS. Não estou brincando! Ontem mesmo eu apliquei de manhã e fiquei até a noite, e o rosto ainda estava com acabamento perfeito. Eu acho que existem situações específicas para usar bases com cobertura mais alta, mas geralmente no dia a dia eu prefiro me maquiar com BB Creams e bases mais leves. Acho que fica mais fácil de sair pra todo lugar, afinal de contas eu não sou nenhuma socialite que vai ser fotografada toda hora que põe o pé fora de casa, hahahaha! Então, esse tipo de cobertura para meu estilo de vida é o ideal: você fica com a pele boa, mas sem exagero, sem ficar “perua” demais.

Se ela fosse mais baratinha eu usaria todo dia, com certeza!!!

Espero que tenham gostado e entendido a proposta da base como foi minha intenção mostrar. Mesmo sendo minha base predileta eu quis mostrar minha opinião tentando conter toda minha empolgação com ela… Alguém já conhece a Vitalumiere Aqua?

 

 

 

Batom Chanel Rouge Coco – Legende

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

Tá, ninguém precisa ter um batom desses… quem tem é porque quer, não porque precisa 😀  É sempre assim, né? Você começa a gostar de alguma coisa e de repente quer ver como é o próximo degrau – e pode ver que isso acontece com tudo, mesmo que seja só de curiosidade.

Eu já tive um outro Rouge Coco, o Mademoiselle, uma cor linda que eu não parava de usar, então já conhecia a qualidade do batom, aí depois de usar um fica aquela vontade de colocar outro no lugar! Escolhi o Legende, um tom de rosa clássico bem cremoso mas com um pouco de cintilância. O tipo de cor que a gente escolhe pra não errar.

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

A maioria dos meus batons são dessa cor, ficam bem na minha pele e dá pra usar toda hora. Tá certo que este não é um batom que eu use toda hora no dia a dia, ele é pra ficar na clutch, batom de festa, hahahaha! A embalagem é pesada, minimalista e linda, nenhum detalhe além da linha dourada e o logo:

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

Aqui no Brasil eles custam R$130,00 na loja online da Chanel ou nas lojas físicas, e nos EUA, U$36,00. Quer uma notícia??? Mais barato comprar aqui. Sério!!!! Fiz as contas e se você colocar as taxas e a cotação atual do dolar, fica mais barato comprar aqui no Brasil. Quem diria…

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

 

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

O cheirinho dos batons são parecidos com o cheiro do restante das maquiagens da Chanel, tem um cheirinho de talco bem suave, não lembra em nada aquele cheirinho doce de baunilha de um batom da Mac, por exemplo. Eles são confortáveis e tem o complexo Hydratendre que garante hidratação por até 8 horas. Hoje, a linha Rouge Coco tem uma cartela com 30 cores.

Fiquei aqui imaginando qual seria minha reação se eu ganhasse uma caixa dessas de presente:

Resenha do batom Rouge Coco da Chanel, cor Legende

 

Chama o SAMU.

 

 

 

Base Lumiere Chanel

Conheça o primer iluminador Lumiere Chanel

Vocês já devem ter percebido que eu sou fã de produtos que iluminam a pele, não é? Este foi um dos produtos que eu usei bastante – me lembrei de resenhar antes que acabasse, já está no final!

Base Lumiere da Chanel

A Base Lumiere Chanel é um make up base, ou seja, um primer, não confundam com a famosa Perfection Lumiere, a base! Mas é o tipo de produto que na prática eu gosto de usar sozinho.

 

 

Base Lumiere da Chanel

Acho que existem alguns produtos que são específicos para aparecerem em fotos, pois o efeito das partículas iluminadoras funcionam melhor para refletir a luz. Coisa que fica mais evidente debaixo de uma luz específica, típica de ambientes de studio fotográfico profissional. Os profissionais (tanto de maquiagem quanto de fotografia) tiram mais proveito deste tipo de produto do que nós, leigos.

Na vida real, se eu passar este produto e a base por cima, sinceramente não percebo diferença nenhuma! Por isso acabei usando o produto sozinho, assim como eu gosto de usar o That Gal da Benefit.

Este não é o tipo de primer mais procurado pelas brasileiras. O primer que mais faz sucesso entre nós é aquele que serve para disfarçar poros e segurar a oleosidade da pele, e este não tem essa função. A proposta dele é realmente iluminadora, ou seja, um efeito óptico de iluminar e disfarçar imperfeições.

 

Base Lumiere da Chanel

 

Perceberam na foto do produto como ele é perolado? Essas são as partículas que iluminam, pois refletem a luz e ocultam opticamente as imperfeições da pele, principalmente vermelhidões e manchas escuras (no último caso sim, precisa da base por cima!). Ela é bem fluida, fresquinha e não oleosa, deixa a pele sedosa e com uma gostosa sensação ao toque – graças ao silicone. 

 

Base Lumiere da Chanel

 

Espalhei o produto na metade da direita 😉

Base Lumiere da Chanel

Base Lumiere Chanel -antes e depois

Esquerda – sem produto – Direita, com a Base Lumiere

 

 

Me desculpem, mas vai essa foto mesmo, kkkkkkkkk

Como eu falei, o efeito é sutil – a não ser que você besunte tudo! E efeitos sutis em fotos não profissionais não aparecem tanto… Mas estou sem nada na pele a não ser a Base Lumiere, e dá pra ver um efeito perolado na minha pele. Acho legal para usar de dia, dando um efeito de pele nua, só que com mais viço. Peles maduras agradecem!

Fui procurar no site brasileiro da Chanel e não vi este primer, mas nos EUA ainda é vendido por 45 dólares.

 

E aí, o que você achou?

 

 

 

Resenha: Base Chanel Perfection Lumiere

Uma das minhas melhores bases é a Perfection Lumiere da Chanel, veja o efeito na minha pele!

Não deixei passar a oportunidade de ter essa base da Chanel. Minha amiga desapegou (deve ter sido por causa da cor, mas eu nem perguntei senão ela poderia mudar de ideia, hehehe) e eu comprei por um preço mais amigo. Ela custa R$240,00 aqui no Brasil e U$57,00 (mais as taxas, IOF, etc) nos EUA. Ui! Eu sei, gente, é cara, mas de vez em quando pode… 🙂

Perfection Lumiere Chanel – embalagem

 

Resenha base perfection Lumiere Chanel

 

As embalagens de maquiagens da Chanel são sempre classudas assim, não tem muita coisa, e nem precisa. Esta base vem na embalagem de vidro levemente leitoso, tem 30ml, válvula  pump, tem SPF15. Minha cor é a 20 Beige (a mesma cor da Mac, só pra vocês terem uma noção).

 

Resenha base perfection Lumiere Chanel

Usando a Perfection Lumiere Chanel

Ao apertar a válvula uma vez, sai esta quantidade de base:

 

Resenha base perfection Lumiere Chanel

 

A Perfection Lumiere é fluida, tem uma textura leve e espalha bem, e preciso de 3x essa quantidade para espalhar no meu rosto todo. A cobertura é muito boa, mas não acho altíssima, e isso faz com que sua pele fique mais natural mas com cara de festa. Eu tenho a Vitalumiere da Chanel também, e acho a Vitalumiere mais natural e mais leve que esta, por isso, fazendo uma comparação, esta aqui seria a base de festa da Chanel, e a Vitalumiere, a de uma empresária/executiva rica que precisa ir maquiada para o trabalho. Mas eu uso as duas em festas porque não sou empresária/executiva rica. 😛

Resenha base perfection Lumiere Chanel

Sem base / Com base – não sei vocês, mas eu acho maravilhosa essa cobertura!

Estão vendo duas pequenas pintinhas que eu tenho acima da maçã do rosto, no canto esquerdo? Elas não somem totalmente com a base. Mas ela cobre o suficiente para deixar sua pele uniforme. Duuuuuura um dia inteiro e minha pele oleosa se dá super bem com ela. Já usei em algumas situações que comprovaram a durabilidade dessa base, não tenho do que reclamar.

Resenha base perfection Lumiere Chanel

 

Resenha base perfection Lumiere Chanel

 

Chanel Perfection Lumiere – vale o preço?

Gosto de fazer um “resumão” desse tipo em final de resenha de produtos de luxo, que é o caso dessa base da Chanel. Sempre recebo algum comentário: nossa, mas é muito caro, com esse dinheiro eu compro 10 bases nacionais, e coisas do tipo.

E eu concordo com todos esses comentários. TODOS! Claro que a pessoa que quer se maquiar, e estar com a pele bem bonita, não precisa de uma base da Chanel. Existem inúmeras bases no mercado que custam muito menos e que deixam a pele bonita, com acabamento bonito, e que duram por muito tempo.

Porém, não é só em maquiagem que existe a questão da marca, do que ela representa, do desejo, do produto de luxo. Existe isso na maquiagem, nas roupas, nas bolsas, nos carros, etc etc etc! Na minha opinião, se uma pessoa tem um desejo, um gosto, um sonho de um dia poder usar alguma coisa dessas e puder comprar, sem se endividar, sem causar prejuízo a ninguém, nem a si mesma, ela pode sim, e ninguém pode julgar pois todo mundo um dia já passou ou vai passar por isso, é normal.

Por isso, se você olhar simplesmente o produto que está dentro da embalagem do vidrinho, assim, friamente, ela não vale o que custa. Mas se você levar em conta tudo isso que eu disse, aí depende do seu sonho, e da sua possibilidade. O grande problema é que muitas pessoas não sabem pesar a importância que isso deve na vida – usar produtos de marca, andar num carro de luxo, não define quem você é. E ninguém deveria ser rotulado pelas roupas que usam, ou pela aparência.

Isso dá um livro..não só um post. Mas quis finalizar a resenha com essa reflexão, pois precisamos ter noção do valor que damos às coisas, não é?


 

Enfim, só tenho elogios a Perfection Lumiere. Se ela não fosse tão cara seria perfeita, então tenho duas sugestões: OU o preço dela cai OU eu fico rica. O que vocês acham melhor? kkkkkkkkkkkkkkkkkk

* Tenho uma amiga que está desapegando desta base porque comprou na cor errada. É da cor 30 e está novíssima! Quem tiver interesse, entre em contato com ela: Thatiana Rolim: [email protected] . Boa dica, hein?

 

**Produtos usados:

Base Perfection Lumiere – Chanel

Corretivo Studio Finish Mac

Lápis de sobrancelha High Brow da Benefit

Sombra Granite – Mary Kay

Lápis delineador Le Crayon Lancome

Máscara de cílios False Lashes Maybelline

batom Kinda Sexy Mac

 

Os 10 perfumes mais vendidos no mundo

Vocês sabem que eu adoro uma lista…. então aqui vai mais uma!
É que eu acho que dão alguma referência, dá pra ficar por dentro do que o resto do mundo acha daqueles produtos que a gente ama. Quando eu vejo, por exemplo, que dois dos meus perfumes favoritos da vida estão em primeiro e em segundo lugar… é legal saber que muita gente tem o mesmo sentimento que eu tenho por eles ♥

E depois, é uma delícia ficar comentando sobre! “Ah, mas cadê o perfume x? O que o Y tá fazendo aí, gente? O Z ainda vende, tô boba!” e por aí vai.

Olha só:


  1. Chanel 5 – Chanel
  2. Coco Mademoiselle – Chanel
  3. J’adore – Dior
  4. Light  Blue – Dolce & Gabbana
  5. Angel – Thierry Mugler
  6. Pleasures – Estee Lauder
  7. Chance – Chanel
  8. Trésor – Lancôme
  9. Allure – Chanel
  10. Eternity – Calvin Klein
Como Chanel tem aceitação, hein? E com representantes digníssimos nessa lista, diga-se de passagem.
Minha curiosidade com o Pleasures, que já era grande, ficou maior ainda – aliás, sempre falo aqui que morro de dó porque o Brasil não tem Estée Lauder, ainda não descobrimos as maravilhas da marca. E fiquei surpresa mesmo com o Eternity, pra mim tão anos 90, até hoje se mantém bem no mercado, que sucesso hein? Aliás, podemos dizer o mesmo do Angel, sempre no topo, mas que ando vendo que já enjoou muita gente. Pelo menos é o retorno que tenho aqui no blog de várias leitoras (eu tenho meu EDT e ainda encaro no numa boa).
E aí, gente, vamos trocar figurinha agora, quais os comentários a respeito da lista*?
*Fonte: Pesquisa da revista Cláudia com fabricantes, perfumistas e empresas internacionais de pesquisa de mercado.

Chanel Etats Poetiques – esmaltes da coleção inverno 2014

Ainda neste mês de junho será lançada a coleção Inverno 2014 do hemisfério norte, que ainda está curtindo o verão. Eu sempre mostro os lançamentos dos esmaltes da Chanel no blog porque me interesso muito pelas novas cores da marca. Em outros anos, o que a Chanel lançou todo mundo saiu atrás fazendo igual!

Nos últimos lançamentos apareceu pouca coisa de chamar a atenção. Será que dessa vez, vendo os esmaltes ao vivo, dá pra se apaixonar por algum? Vamos ver…

A coleção vem completa quartetos de sombra, batons, gloss, etc, mas vou ficar só nos esmaltes:
Esmaltes Chanel Inverno 2014: Orage, Atmosphere e Secret
Orage – Cinza chumbo com fundo azulado

Atmosphère – Pérola iridescente (edição limitada)
Secret – Nude

Fonte: Instagram Vogue Japão
Coleção bem discreta, mesmo com esse acabamento diferente do Atmosphere. Bonita, mas sem estrela, não é?


De olho no esmalte dourado de Isabelle Drummond em Geração Brasil

Eu posso falar porque tenho mania de esmalte metálico dourado há uns dois anos, estou sempre usando!
Acho chique, fácil de passar, de manter, não tem erro. Só que agora com a personagem Megan de Isabelle Drummond que já está dando o que falar mesmo antes da estreia da novela, que será hoje, acho que a moda pega de vez!

Não deu pra ver direito qual exatamente o acabamento desse dourado mas já achei bonito pelas fotos que vi. Eu tenho vários, e vou mostrar alguns que se parecem:

Esmalte Jubby – Ouro
Mac – Vice is Nice
Hits Specialittà – Gold Bronze
Chanel – Delight
Já fiz um post mostrando uma seleção de esmaltes dourados também:
Além destes que eu cito aqui e no outro post, também tem as duas opções da Risqué, da coleção Metals, que são lindos e se parecem muito com o dela também:
Gold, James Gold e Hasta La Vista, Baby! da Risqué

Enfim, sou fã de esmaltes dourados e posso recomendar: se joguem, opções não faltam!
Você também gosta?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...