Base Chanel Vitalumiere Aqua – resenha

A base Chanel Vitalumiere Aqua é a minha preferida, veja porque!

Já comentei sobre a base Chanel Vitalumiere Aqua em outros posts do blog, mas ainda não tinha feito uma resenha. Hoje vou mostrar o efeito dessa base super natural, que é a melhor base que eu tenho, na minha opinião. Aliás, vale a pena lembrar da outra base da Chanel que eu já mostrei aqui: a Chanel Perfection Lumiere, que também é excelente mas é de cobertura mais alta.

Embalagem – preço – características

 

 

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

A embalagem da Vitalumiere Aqua é  mais simples do que a da Perfection Lumiere: de plástico, bege, pequena, com 30ml, e custa R$230,00 no Brasil. Nos EUA ela custa US47,00 + taxas, e a minha veio da Loja Glamourosa de Portugal, onde atualmente custa R$164,00 (com o cupom MULHERSP ela tem 5% de desconto).

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Mesmo com este bico simples, e você consegue controlar a quantidade de produto facilmente. Não precisa de muita coisa para cobrir o rosto: eu uso aproximadamente 3 ou até 4x a quantidade que está na minha mão para que o rosto fique com cobertura perfeita. E isso é pouco, mesmo que não pareça!

Das minhas bases líquidas, esta é a mais líquida. Aliás, deve-se agitar bem a embalagem antes de usar, senão em vez de sair a base com a consistência que você vê na foto sai uma água. Então, logo na primeira vez que for usar lembre-se de agitar bem! Ela tem FPS 15, mas isso pra mim faz pouca diferença. Eu acho pouco, e mesmo que o FPS fosse 2o ou 30 eu não dispensaria o uso do filtro solar que eu já uso sempre.

Antes e depois

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Vocês conseguem perceber nas fotos de antes e depois como a base tem um efeito SUPER natural?  Ela uniformiza, suaviza manchas, mas mostra a textura da sua pele, só que mais iluminada e viçosa. Detalhe: estou sem pó, o efeito da última foto é só de base (e blush). AMO!!!!

Porque eu considero a Vitalumiere Aqua a minha melhor base

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

Base Chanel Vitalumiere Aqua - resenha

 

Já usei a Vitalumiere Aqua em várias situações: frio, calor, trabalho, festa, tudo. Ela cabe em qualquer situação! A durabilidade em minha pele é fantástica: mesmo sem usar primer ela deixa esta aparência por até 9 HORAS. Não estou brincando! Ontem mesmo eu apliquei de manhã e fiquei até a noite, e o rosto ainda estava com acabamento perfeito. Eu acho que existem situações específicas para usar bases com cobertura mais alta, mas geralmente no dia a dia eu prefiro me maquiar com BB Creams e bases mais leves. Acho que fica mais fácil de sair pra todo lugar, afinal de contas eu não sou nenhuma socialite que vai ser fotografada toda hora que põe o pé fora de casa, hahahaha! Então, esse tipo de cobertura para meu estilo de vida é o ideal: você fica com a pele boa, mas sem exagero, sem ficar “perua” demais.

Se ela fosse mais baratinha eu usaria todo dia, com certeza!!!

Espero que tenham gostado e entendido a proposta da base como foi minha intenção mostrar. Mesmo sendo minha base predileta eu quis mostrar minha opinião tentando conter toda minha empolgação com ela… Alguém já conhece a Vitalumiere Aqua?

 

 

 

Diorskin Forever – resenha da base da Dior

Conheça a Diorskin Forever, a base mate da Dior

Diorskin Forever | Vou mostrar hoje a minha base preferida da Dior, que tenho há bastante tempo e por distração minha não mostrei no blog ainda. Como assim, gente?!!! Esquecer de mostrar uma base dessas não pode… 😮

Eu sei que quando mostro produtos caros aqui muitas pessoas ficam chateadas porque gostariam de ver produtos mais  acessíveis, por isso quero deixar bem claro que eu tento mesclar as duas coisas no blog mostrando de tudo um pouco, desde produtos de farmácia até outros que consegui comprar no exterior e realmente custam mais caro no Brasil. A Diorskin Forever veio do site Cosme-de por U$50,00, mas aqui no Brasil ela custa  cerca de R$265,00 atualmente.

Então pense comigo:

-eu adoro essa base e vou elogiar bastante na resenha. Isso quer dizer que eu estou dizendo que para você ter uma boa base precisa gastar muito? Não.

-Por outro lado, existe um público que procura produtos dessa linha de marcas famosas e caras por vários motivos: porque acham que produto caro é que é bom, porque sua condição financeira permite, porque são acostumadas a elas, ou até mesmo porque querem aparecer! Sei lá o motivo, mas esses produtos AAA tem seu público, então não vou deixar de mostrar quando eu tiver algum produto assim.

-Isso quer dizer que eu estou deixando de lado as pessoas que não usam este tipo de produto? Não! Eu estou sendo fiel a um dos princípios do blog: colocar aqui o que eu uso. Algumas vezes são produtos acessíveis, algumas vezes não.

Combinado? Então agora vamos falar da Diorskin Forever!

Diorskin Forever - resenha da base da Dior

Já mostrei aqui há muito tempo a minha primeira base da Dior, a Diorskin Nudeque tem o mesmo tipo de embalagem: de vidro bem pesado, com tampa de acrílico, válvula pump e cara de rica. Minha cor é a 020 e casa perfeitamente com meu tom de pele, mais que as NW20 da Mac.

Diorskin Forever - resenha da base da Dior

Parece mas ela não está cheia, já está bem usada. Na verdade ela rende bastante por isso realmente custa a acabar. Sem falar que eu tenho outras bases então acabo demorando a gastar algumas delas, mas ultimamente esta tem sido a que eu mais uso. Quando virem as fotos verão o porquê!

Diorskin Forever - resenha da base da Dior

Ela é conhecida por prometer uma pele perfeita, uma base que praticamente se funde a sua pele, e acho que é muito próxima disso mesmo. Ela não é totalmente mate, mas fica sequinha, e a pele fica naturalmente bonita. Cobertura média a alta, alta durabilidade, enfim, quem estiver pesquisando pra saber se vale a pena, eu acho que vale principalmente para quem vai viajar e pode comprar pelos 50 dólares que ela custa nos EUA. Mas é claro que existem bases boas por muito menos do que isso no Brasil também.

Diorskin Forever - resenha da base da Dior

Diorskin Forever - resenha da base da Dior

O brilho que está no alto das maçãs do rosto não é da base, é do iluminador 😉 (Watts’Up da Benefit)

No restante do rosto estou usando somente a base, sem nenhum pó. Viram como ela é natural e não é totalmente mate? Eu saio maquiada e volto horas depois ainda maquiada, e já aconteceu várias vezes de me perguntarem o que eu estava usando pra deixar minha pele com cara de rica 😀

Só aí já vale o preço, né?

Dei uma olhada nas minhas bases e vi que ainda falta resenhar algumas, então vou tentar colocar essas resenhas em dia. Agora eu quero saber: gostaram do que viram da Diorskin Forever?

 

 

 

 

 

Revlon Colorstay Pó Compacto

Resenha do Pó Compacto da Revlon, linha .Colorstay

Recebi o Pó Compacto Revlon, da Linha Revlon Colorstay da Kutiz. Eu conheço muitas coisas de maquiagem da Revlon, mas a linha Colorstay ainda não tinha experimentado, mas sei que as bases são muito famosas.

Pude usar bastante e agora já posso falar pra vocês o que estou achando!

Pó compacto Revlon Colorstay resenha

 

A embalagem vem com 8.4g de pó e custa R$64,90 na Kutiz. A minha cor é a Light Medium, fica ótima pro meu tom de pele.

 

Pó compacto Revlon Colorstay resenha

 

Dentro do estojo tem aquele compartimento no subsolo onde fica guardada a esponja. Até que dessa vez eu não desprezei totalmente a esponja, como costumo fazer, mas usei em alguns retoques. Não gosto da esponja para aplicar, prefiro o pincel, mas nesses casos de retoque ela funciona bem.

 

Pó compacto Revlon Colorstay resenha

 

O Pó Compacto Revlon tem uma textura bem fina, dá um bom acabamento ao rosto. Usei como acabamento e também sozinho,que é o que eu prefiro pra saídas rápidas. Fica com menos cara de “estou maquiada pra uma festa, mas só vou ao supermercado”.

Seu ponto forte é a durabilidade: houve dias que eu percebi meu rosto maquiado após 6 horas de aplicação. Mas vou deixar bem claro que o tempo aqui anda ameno, não cheguei a pegar dias muito quentes com ele, ok?

Não acho que ele seja o mais matificante dos pós, mas consegue amenizar o brilho da pele. Se sua pele está com a oleosidade controlada acho que ele faz o necessário, pois mantém o brilho sob controle por algumas horas, como é o meu caso. Depois de algum tempo sofrendo com o calor daqui e me acostumando ao clima mais quente consegui voltar a controlar a oleosidade da minha pele com produtos apropriados.

Pra ter uma ideia, aqui vão as fotos:

Pó compacto Revlon Colorstay resenha

 

Pó compacto Revlon Colorstay resenha

Ah, blogueira mãe tem dessas coisas: estava finalizando a maquiagem e tive que interromper pra atender as meninas. Voltei achando que tava pronta e tirei as fotos. E cadê o rímel???? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Foi mal, gente, relevem por favor! 😀

 

Lembrando que o pó compacto não tem cobertura alta, por isso se você precisa cobrir manchas, prefira usar uma base com cobertura mais alta e use o pó como acabamento.

Este pó compacto e outros produtos da Revlon você pode encontrar na Kutiz.

 

 

Minhas atuais bases

Resolvi fazer este post pois sei que o blog está muito desatualizado com as minhas bases, tenho algumas aqui em uso e não consegui publicar resenha ainda. Então, enquanto não atualizo tudo, vou deixar aqui um post-resumo com as que estou usando, assim vocês terão pelo menos uma ideia do que estou achando de cada uma!

Aqui estão as bases líquidas e cremosas em uso. Não inclui base compacta ou em pó, assim temos como comparar melhor! Já fiz resenhas de outras bases que já tive, mas acabaram ou foram pro desapego (caso da Face & Body, por exemplo, pois não me adaptei de jeito nenhum!).
Ao todo são 8, o que pode parecer muito mas podem saber que cada uma tem seu lugar e sua hora!

Mac Matchmaster – 

Depois de ter algumas bases da Mac e experimentar outras na loja, cheguei a conclusão de que esta é a melhor da marca pra mim. Tem acabamento natural, a cor ficou muito boa no meu tom de pele e não é a mais sequinha de todas, mas me atende bem pra sair de casa a trabalho. Uso principalmente de dia.
Mac Prolongwear-

Já mostrei a Prolongwear aqui. Usei bastante em festas à noite, pois ela tem alta cobertura, fica boa pra fotografar. Mas acho que no clima daqui não vai rolar não, tadinha, vai acabar se aposentando mais cedo!!!
Lancome Teint Miracle-
Foi durante muito tempo a minha base preferida! Quando mostrei aqui no blog eu comentei isso, e que também era a que mais se aproxima do meu tom de pele. Gosto muito do seu tom com leve luminosidade, gosto da sensação que ela deixa na pele, e realmente é uma base que vale o investimento. Não é minha nº 1 mais, mas continua sendo uma das melhores que já usei.

Covergirl & Olay Tone Rehab –

Este é sem dúvida o que eu mais uso. É um CC Cream, então oferece alguns cuidados extras além de ser uma maquiagem – veja a resenha dela aqui – e custou bem barato, então não tenho dó de usar no dia a dia, está na metade.

Make Up Forever HD-

Essa ficou na minha lista por muito tempo, e depois de experimentar na Sephora e ver qual era minha cor, fiquei segura de comprar pela internet (nos EUA). Realmente é uma excelente base, não me decepcionei! Já usei algumas vezes mas não enfrentei calor com ela ainda, mas ela tem ótima cobertura, deixa o rosto bem natural e uma boa sensação na pele.

Chanel Vitalumiere Aqua-

Essa foi a base que tomou o lugar da Teint Miracle no meu coração, rsrs. Quando vi sua textura bem líquida logo me lembrei do fiasco que foi a performance da Face & Body no meu rosto, e pensei que seria um dinheiro jogado fora. Mas não foi, felizmente! Comprei na Loja Glamourosa, acertei a cor (na sorte) e estou apaixonada! Ela é bem líquida, deixa a pele linda, e de todas as minhas bases, é a que mais deixa a pele “respirar”, sem aquela sensação de estar com maquiagem. É uma pena que, devido ao preço, não é uma base que dá pra usar pra trabalhar todo dia, mas seria a ideal.

Chanel Perfection Lumiere-

Não posso falar muita coisa sobre a performance, pois só usei uma vez. No dia que saí daqui de Niterói para ir a BH buscar as meninas, usei esta base, e ela ficou perfeita no meu rosto de 3 da tarde até tarde da noite, lá pelas 11 horas, quando fui retirar. A pele fica linda, não é a toa que tem sido muitíssimo usada pelas atrizes em aparições no red carpet.

DiorSkin Forever-

Nossa, não acredito que não fiz resenha dessa base até hoje, kkkkk! Já tem bastante tempo que eu tenho, e ela é boa, mas não é daquelas que me deixaram viciada, sabe? Eu comprei a Teint Miracle pouco tempo depois de comprar esta, e como achei a outra bem mais bonita em mim, acabei usando muito a da Lancome e essa ficou meio esquecida. Mas é uma boa base, com acabamento mate e boa cobertura. Vou usar mais aqui pra ver se acaba com o brilho total radiante da minha pele oleosa nessa cidade!!!! Quem sabe?

Estou colocando as fotos das amostras delas na minha pele. Incrível como os tons parecem diferentes, não é? De todas essas, a que menos se aproxima da minha cor é a Prolongwear (NW20), o resto fica muito bem em mim. O que diferencia é o acabamento, pois algumas ficam mais naturais (Vitalumiere é a mais incrivelmente natural), mate (DiorSkin Forever), ligeiramente amarelada (Matchmaster), ligeiramente rosada (MUFE HD) e luminosa (Teint Miracle).

Ah, uma coisa que eu quero falar é o seguinte: até hoje nunca usei uma base que não transfira. Por mais sequinhas que seja, sempre carimbam um celular, por exemplo – para óóóódio do meu marido, rsrs. Toda vez que eu comento que uma base é sequinha alguém me pergunta se transfere, e eu sempre respondo que sim. O fato de ser sequinha na pele não quer dizer que não vai transferir, infelizmente!

Eu espero conseguir atualizar as resenhas que estão faltando, mas pelo menos já ficou aí uma boa noção, não ficou?

Studio Fix Nw20 MAC resenha

Studio Fix – base em pó compacto da Mac

Tenho a Studio Fix da Mac desde o ano passado, então esta é uma resenha mega atrasada, então me desculpem. Por outro lado, o bom é que o tempo de uso me deixa muito à vontade para falar sobre ela, já usei em vários dias, várias situações diferentes (frio, calor, sol, chuva, etc) e minha resenha pode ser bem embasada!

Outra coisa que aconteceu foi que eu comprei o Shiseido Pureness pouco tempo depois que comprei esta, e acabei usando mais o da Shiseido, que até já acabou. Mas vou falar porque usei tanto o da Shiseido: por causa da cor. Acho que o tom da Shiseido casava mais com meu tom de pele do que o da MAC (a minha cor é a NW20).

Como é a Studio Fix Mac

Studio Fix Mac base compacta em pó

Aqui está o kit de primeiros socorros a ser usado antes de sair de casa!
Ela vem com uma esponja, mas só uso pra retoque. Em casa, passo com o pincel de pó F30 da Sigma.
No Brasil, a Studio Fix custa R$139,00, e nos EUA, U$27,00. Se quiser se aventurar a comprar pela internet, veja este post aqui onde mostro onde comprar MAC mais barato, na gringa ou no Brasil.
Studio Fix Mac base compacta em pó
Ele vem com 15g de produto, e dura muito tempo. O meu ainda está assim, mesmo sendo usado muitíssimo!
Studio Fix Mac base compacta em pó
A textura do pó é leve, mas nem por isso ele deixa de oferecer uma boa cobertura. No meu caso, em que minha pele é oleosa mas está sob controle, ele suporta bem um dia todo fora de casa. Este produto tem sílica, o que ajuda a controlar a oleosidade. Na minha pele ele faz o mesmo efeito do Pureness, eu acho que essas duas bases compactas são excelentes e não dá pra escolher a melhor. 
Eu recomendo essa base muitíssimo, é uma das melhores que já experimentei. Se você conseguir comprar mais barato, vale mais a pena ainda.
MAC4
Só pra não deixar de mostrar, aqui está a esponjinha no compartimento secreto.

Como é a Studio Fix Mac no rosto

Studio Fix Mac base compacta em pó

Nesta foto eu não usei primer, pois queria mostrar só o efeito da base. No meu caso, eu uso primer pois melhora muito o aspecto dos poros, já que eu os tenho mais abertos. Aí sim, a cobertura fica excelente, e pro dia a dia está mais do que suficiente. Aliás, eu uso muito durante o dia, mas à noite também.
Anotem aí, se tiverem oportunidade não deixem de experimentar!
Vejam também essas bases da Mac e comparem:
Beijos!!!

Shiseido Compact Foundation

Resenha Base Shiseido Compact Foudation

Continuando a sessão nostalgia, hoje vou mostrar a Shiseido Compact Foundation

Hoje vou mostrar minha base mais antiga… e mais sem-vergonha! Aliás, não sei se é ela ou se sou eu a sem-vergonha, afinal uso até hoje. Deixa eu contar a história:

Comprei essa base na maior boa vontade, achando que tava abafando! Fui a uma loja boooa e caaaara aqui no Pátio Savassi, pedi a vendedora para me mostrar uma boa base compacta para pele oleosa. Eu havia conhecido uma maquiadora profissional que me orientou a comprar uma base compacta, pois seria mais fácil para quem tá começando, já que para passar a base líquida + pó eu gastaria mais e teria que ter mais experiência para passar e não errar. Sabe aquelas fotos de gente famosa que passa o pó e na hora da foto ele tá lá, mal espalhado? Pois é…

A vendedora me mostrou essa aqui, passou no meu rosto, prometeu horrores, eu acreditei, comprei, levei.

Resenha Base Shiseido Compact Foudation

 

Resenha Base Shiseido Compact Foudation

 

Resenha Base Shiseido Compact Foudation

 

Resenha Base Shiseido Compact Foudation

Depois que eu levei pra casa e comecei a usar, percebi que ela não dura nada no meu rosto. Pouco tempo depois, a cobertura some! Dá pra ir ali e voltar…
Pelo preço que eu paguei, ela poderia me dar mais do que isso! Em comparação com a Studio Fix da MAC, eu não sugiro a compra dessa aqui não… Talvez ela não tenha sido pensada para a pele da brasileira, o que aliás acontece com muito produto importado que chega aqui. A gente compra achando que é de marca famosa e será maravilhoso pra nossa pele e quando vai usar isso não acontece, afinal de contas os produtos que usamos tem que passar pelo calor do Brasil, enfrentar a nossa pele oleosa que não segura maquiagem, enfim, os desafios são outros. O acabamento dela é até bom…mas não dá pra ser minha base do dia a dia. Estão vendo que mesmo assim eu usei bastante, né? Pois é, deu dó de jogar fora… um produto tão caro!
Vivendo e aprendendo…
Beijos!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...