Hyalu Dear Serum – ácido hialurônico da DearSkin

Hyalu Dear – serum levíssimo para hidratação da pele

Conheci Hyalu Dear Serum da DearSkin recentemente pois a marca me enviou vários produtos para testar e mostrar nos canais do blog. Tenho usado vários produtos para ver como eles se comportam em minha pele, e os primeiros foram o Hyalu Dear Serum, que é este hidratante bastante rico em ácido hialurônico, e o Retinol Dear Cream, que será o próximo produto da marca a ser resenhado, me aguardem! Por enquanto fiquem por aqui para saber tudo sobre o Hyalu Dear, que é bem interessante para a rotina de cuidados da pele:

Hyalu Dear Serum Dearskin resenha

 

VEJA TAMBÉM: aqui no blog tem vários cremes com ácido hialurônico

Hyalu Dear Serum – segundo  a marca

A Dearskin, marca do produto, é uma marca americana que está chegando este ano ao Brasil. Seus produtos são Cruelty Free, que pesquisa e desenvolve dermocosméticos 100% orgânicos tópicos, com alta concentração de ativos e eficácia clínica comprovada. A Dearskin não usa parabenos, nem conservantes sintéticos, sulfatos, petrolatos, corantes sintéticos ou fragrâncias.

Especificamente sobre o Hyalu Dear, ele é um produto com textura levíssima de Serum, á base de ácido hialurônico altamente concentrado para hidratação profunda de todo tipo de pele, incluindo pele com ressecamento severo.

Segundo a DearSkin, os benefícios do produtos são:

  • contém Ácido Hialurônico altamente concentrado
  • Alto teor hidratante
  • atividade umectante
  • auxilia contra o aparecimento de rugas e sinais de expressão
  • contribui no combate ao envelhecimento precoce
  • combate a desidratação da pele
  • possui propriedades antioxidantes
  • retém a umidade da pele

Hyalu Dear Serum – embalagem e apresentação

Hyalu Dear Serum vem em uma embalagem de vidro incolor, com fundo bem reforçado. Dá pra ver o líquido pouco viscoso, também transparente, e o produto sai através de uma pipeta de vidro, acionada por um botão no topo da tampa do produto. O serum é pouco viscoso, tem uma densidade suficiente para não deixar o produto escorrer como água, e que é super fácil de ser espalhado na pele.

Uma coisa importante que eu destaco na embalagem é que não há nenhuma informação sobre o produto no frasco, todas as informações constam na caixinha, por isso sugiro que guardem esta embalagem externa de papelão para conferir fórmula, validade, etc.

Hyalu Dear Serum Dearskin resenha

Fórmula do Hyalu Dear Serum

Hyalu Dear Serum Dearskin resenha

Hialuronato de Sódio (Hidratante), Ascorbil Fosfato de Sódio (Anti-Radicais Livres e Agente de Clareamento Cutâneo), Palmitato de Retinil (Antioxidante), Extrato de Folha de Camellia Sinensis (Antioxidante, Hidratante, Proteção Solar, Emoliente) Extrato de Chamomilla Recutita Matricaria, (Calmante e anti-inflamatório cutâneo), Extrato de Folha Aloe Barbadensis, (Hidratante, Emoliente) Hidroxietilcelulose (Controle de Viscosidade), Caprilil Glicol (Hidratante, Emoliente), Alpha Tocoferol (Anti Radicais Livres), Citrato de Sódio (Regulador de PH, Anti Radicais Livres), Goma Xantana (Controle de Viscosidade)*

*informações fornecidas pelo fabricante

Minha experiência com o Hyalu Dear Serum

Usei Hyalu Dear Serum de várias maneiras (já estou quase no final deste frasco), sempre como hidratante em minha rotina de cuidados. Aliás, tem um post aqui no blog que explica o que é ácido hialurônico e pra que serve, sugiro que vocês leiam para entenderem a finalidade de um produto como o Hyalu Dear 😉

Um ponto forte do produto é sua textura leve, que é muito fácil de espalhar sobre a pele, e deixa uma sensação agradável na pele. NADA grudento, NADA pegajoso, minha pele oleosa agradece pelo acabamento sequinho e confortável – e olha que eu peguei vários dias de calor intenso! Na verdade dá pra sentir um “filme” sobre a pele, mas bem sutil, nada que se compare ao Hyalu B5, por exemplo.

Hyalu Dear Serum Dearskin resenha

Outra coisa importante: não alterou o acabamento do protetor solar (durante um tempo eu usei o hidratante + protetor solar pela manhã), e de nenhum outro produto que eu usei depois dele. Ah, uma boa coisa a se pensar quando vamos escolher um hidratante é que a hidratação eficiente da pele melhora a absorção dos outros ativos que usamos, por isso, se além de hidratar o produto não influencia no acabamento, ele está nos fazendo 2 favores! 😉

Hyalu Dear Serum Dearskin resenha

Este frasco vem com 30ml, e pela minha experiência deve durar entre 2 meses a 2 meses e meio (alguns dias eu usei só 1x por dia, mas em vez de usar só no rosto eu também apliquei no pescoço). Acho que vale a pena experimentar para ser o hidratante do verão, principalmente quem tem pele oleosa e prefere esse tipo de produto que não deixa rastro na pele.

Onde comprar e preço

A Dearskin está sendo comercializada pela Sare Drogarias, que tem uma parceria com o blog através dos links gerados por aqui. Vou deixar o link para acessar a venda online, e vendas geradas através dos canais do blog geram comissão – é só clicar no nome do produto para ser direcionado.

Hyalu Dear Serum 

Custa atualmente R$89,60 a embalagem com 30ml (mais despesas com frete)

 

Essencele Filler C da Profuse – resenha

Essencele Filler C – vitamina C + ácido hialurônico

Estou usando a Essencele Filler C da Profuse todas as manhãs, pois como sabem sou muito fã de vitamina C. Aliás, também sou muito fã de ácido hialurônico, e nesse caso, como o produto tem os dois ativos,  minha rotina da manhã ficou mais simples: limpeza + tonificação + Essencele Filler C + protetor solar.

Recebi o kit da Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos da Drogaria Araujo, daqui de BH

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Todas as vezes que eu usei vitamina C até hoje, sempre acompanhava com um hidratante, pois sentia falta. Com Essencele Filler C, o efeito de hidratação é imediato, esta é a vitamina C com maior efeito hidratante que eu já usei até hoje.

Como é a Essencele Filler C?

Essencele Filler C vem em uma bisnaga de alumínio, bem vedada, com tampa de rosca. São 30g de um gel transparente, de textura bem leve, desses que deixam uma sensação refrescante ao ser espalhado na pele. Fácil de espalhar, o acabamento na pele é ótimo, achei perfeito para pele oleosa – não mela, não deixa resquício, não atrapalha a maquiagem, excelente mesmo. Dá pra usar no verão, inclusive. Então, no quesito acabamento já posso dizer que foi SUPER APROVADA.

Essencele Filler C – o que diz a marca

A Profuse descreve a proposta do produto assim:

  • Previne rugas
  • recupera a luminosidade
  • ação antioxidante
  • alta hidratação
  • estimula a produção de colágeno
  • toque aveludado
  • para todo tipo de pele
  • Pode ser usado pela manhã e/ou noite
  • Pode ser aplicado no rosto, pescoço e colo

Toda essa ação prometida pela Profuse é devido à presença da Vitamina C, que é antioxidante, e do ácido hialurônico de baixo peso molecular biovetorizado – ou seja, uma molécula com alta capacidade de penetração nas camadas mais profundas da pele. E como a gente já tem falado bastante por aqui, os efeitos da pele bem hidratada com ácido hialurônico são esses mesmo: melhora da densidade da pele, melhora do viço e do aspecto das linhas de expressão.

Leiam o post para entender melhor o efeito dele na sua pele: O que é ácido hialurônico, pra que serve?

Qual a concentração da vitamina C da Essencele Filler C?

Toda vez que eu falo de vitamina C todo mundo quer saber a concentração. A “vitamina C” da Essencele Filler C na verdade é o SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, um derivado de vitamina C, que é o ácido ascórbico. Algumas literaturas chamam de “outra forma de vitamina C”. Enfim, pelo fato de o ácido ascórbico ser tão difícil de ser estabilizado em fórmulas cosméticas, a indústria foi buscando essas alternativas para ter os benefícios da vitamina C só que com mais estabilidade – no caso, o S.A.P. é bem mais estável, por isso alguns laboratórios o escolhem.

A concentração de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE da Essencele Filler C é de 5%.

MAS ATENÇÃO: estamos falando de SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE, e não de ácido ascórbico.

Os produtos que vemos no mercado com 15, 20% de concentração de vitamina C, são feitos com ácido ascórbico! Então não compare as concentrações de vitamina C de produtos que são feitos com ativos diferentes, ok?

A concentração desses ativos que são derivados do ácido ascórbico é menor mesmo, por vários motivos, por estabilidade da fórmula, por segurança, enfim, costumam ir até 5%.

 

Se os derivados tem a mesma efetividade da Vitamina C – ácido ascórbico – é uma briga que eu estou acompanhando por aí: farmacêuticos e cosmetólogos dizem que sim, alguns dermatologistas dizem que não (mas MUITOS PRESCREVEM! Inclusive a Essencele Filler C é MUITO PRESCRITA por dermatologistas!), cientistas dizem que não. Enfim, eu daqui, sentada no meu tijolinho, prefiro adotar o seguinte critério: usar o que funciona pra mim, o que me faz bem.

E vitamina C de uso tópico me faz muito bem, e depois que comecei a usar na minha rotina minha pele melhorou muito, em muitos aspectos. E sem falar que vitamina C é antioxidante, e junto com protetor solar são ótimos para manter a pele mais jovem por mais tempo (esse assunto daria vários vídeos, vários posts!).

Essencele Filler C dá espinhas? Causa vermelhidão?

Em mim, não deu. Mas em algumas pessoas a vitamina C causa acne – não é regra, mas a única forma de saber é usando…Por outro lado, o  SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um ativo muito usado em fórmulas anti-acne, por isso a chance de não dar acne é maior.

Em relação à vermelhidão, é outra reação comum à vitamina C. Novamente, mais uma vantagem do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE em relação ao ácido ascórbico: é mais tolerável. Muitas pessoas com pele mais sensível suportam melhor os derivados da vitamina C do que a vitamina C. Resumindo: pode acontecer de sua pele ficar vermelha e arder com o uso do Essencele Filler C, mas é mais difícil, e se acontecer, é uma reação normal. Observe se é o caso de continuar o uso fazendo intervalos (dia sim, dia não, até sua pele se adaptar) ou interromper o uso.

Essencele Filler C - Profuse - resenha de vitamina C para o rosto

Minha experiência com a Essencele Filler C

Até hoje eu só usei cremes com vitamina C que tem ácido ascórbico, ou seja, a vitamina C propriamente dita. Vou deixar em tópicos pra facilitar:

  • A Essencele Filler C é a mais hidratante de todas as vitaminas C que eu já usei. Dispensa o uso de outro hidratante, na minha opinião.
  • Eu tenho duas expectativas quanto a vitamina C: que seja antioxidante e que dê luminosidade á pele – ela é comumente usada como coadjuvante em tratamentos de clareamento de pele pois age sobre a enzima que aumenta a produção de pigmento na pele. Como antioxidante é difícil avaliar, pois é uma coisa que vemos com o passar do tempo: quanto mais tempo minha pele permanecer com aparência jovem, significa que estou agindo certo (não só com vitamina C mas principalmente com PROTETOR SOLAR). Quanto a ação de iluminar a pele, com a Essencele foi uma ação que eu não percebi. A ação das outras vitaminas C na minha pele mostraram esse efeito em pouco tempo de uso (10, 15 dias), mas com a Essencele eu fiquei de olho nessa parte e não achei que ela age muito nesse sentido. ATENÇÃO: essa foi uma reação da MINHA pele. Na sua pode ser diferente, principalmente se você nunca usou nenhum produto com vitamina C e não tem parâmetros de comparação.

Então, resumindo:

  • Aparência do produto e facilidade de espalhar: ótimo. Não mostrou nem sinais de oxidação na embalagem, continua transparente após mais de um mês aberta.
  • Acabamento na pele: excelente. Sequinha, toque aveludado, sensação de frescor e hidratação imediata.
  • Antioxidante: vou na fé 🙂 Mas a presença do SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE é um indicativo de que ela atua como antioxidante sim.
  • Luminosidade: não percebi melhora nesse aspecto.

Onde comprar e preço

A Essencele Filler C Serum é encontrada em farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online. Eu recebi a minha da Drogaria Araújo, maior rede de drogarias de MG. O kit do Essencele Filler C Serum e Essencele Filler C Olhos está na promoção por R$181,40 no site, esse preço está maravilhoso pois geralmente o preço do Serum é R$170,00 e do Produto para olhos é R$130-140.

 

 

 

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras – resenha!

Q10 Plus Pérolas Reparadoras – com Coenzima Q10 e Ácido Hialurônico

Estou usando o Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras desde o final de junho, dentro da minha rotina de inverno. Uso só à noite, como hidratante e antissinais na seguinte ordem: limpeza de pele com gel, tonificação com Água Micelar Nivea   e depois o Nivea Q10 Pérolas Reparadoras. Como essa rotina é logo após o banho, um minutinho antes de dormir ainda estou borrifando um Dexpantenol solução, dá um reforço e tanto na hidratação 😉

Quem está me acompanhando sabe que minha rotina de pele está totalmente voltada à minha readaptação com o clima de BH, pois senti muito a mudança do clima praiano pro clima seco – e ainda piorou porque cheguei aqui bem no inverno! Então o Nivea Q10 Plus está sendo útil nessa fase pois nesta resenha vou contar como ele é realmente hidratante e protetor da pele.

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras - resenha

 

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras – principais ingredientes

As estrelas desse creme anti rugas são a Coenzima Q10, ou Ubiquinona, e o ácido hialurônico. Sobre o ácido hialurônico, ingrediente hidratante, já tenho falado bastante aqui no blog e no canal, então sugiro que leiam os posts:

O que é ácido hialurônico? Pra que serve?

28 cremes com ácido hialurônico

 

A Coenzima Q10, ou Ubiquinona, é um ativo bastante estudado pelos laboratórios Beiesdorf, que detém as marcas Nivea, Eucerin, La Prairie. A Nivea tem uma linha de produtos com esse ativo, que é uma substância produzida naturalmente pelo nosso organismo, e com o avanço da idade nós vamos diminuindo cada vez mais essa produção.

A Ubiquinona é responsável por:

  • atua como antioxidante celular – neutraliza a ação dos radicais livres
  • gerar energia intracelular: estimula a ação das células para se defender dos agentes agressores

Existem muitos suplementos orais de Ubiquinona, mas aqui estou me referindo à sua ação na pele, com o uso tópico.

Como é o Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras?

O creme vem em uma embalagem transparente, com 40 ml, e válvula pump. No interior estão as “pérolas” de cor amarela, envoltas em um gel transparente. À medida que pressionamos o Pump, as pérolas estouram e o produto sai já misturado (gel + conteúdo das pérolas), é só espalhar.

Ele tem bastante fragrância, que é agradável mas é bom mencionar para quem tem restrição quanto a isso.

Assim que espalho na pele já sinto uma sensação bem agradável de hidratação e frescor, e ele seca bem rapidamente, sem deixar resquício – deixa um acabamento sequinho  e aveludado, achei bem apropriado para pele oleosa. Não fica grudento, dá até pra passar maquiagem por cima.

A descrição da Nivea promete um efeito tensor imediato, mas isso não percebo quando uso. Talvez alguém que esteja com a hidratação da pele defasada poderá sentir isso nos primeiros usos, já que a pele estará sentindo falta dessa hidratação, e quando receber poderá responder com essa sensação imediata – mas não foi o meu caso. Eu percebo um efeito de “densidade” na pele, que deixa a pele mais firme com o tempo de uso, pois isso é um efeito da hidratação continua. Pele bem hidratada fica mais firme, mais densa e mais viçosa, e o Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras faz isso.

Se é efeito da Ubiquinona? Do ácido hialurônico? Eu prefiro dizer que é efeito do conjunto da fórmula, pois como tenho dito ultimamente muitas vezes a sinergia entre os ingredientes da fórmula é muito mais importante do que a ação isolada do componente X ou Y.

Nivea Q10 Plus Antissinais Pérolas Reparadoras - resenha

Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras é indicado para que idade? Pra que tipo de pele?

A Nivea não especifica idade, mas como eu falei no outro post do ácido hialurônico (já leu? Vai lá!) nós começamos a diminuir a produção natural a partir dos 25 anos aproximadamente. Isso não significa que você TEM QUE usar hidratantes com A.H. logo no começo, mas eu gosto sempre de dizer que devemos estar atentos à necessidade da nossa pele, e da resposta que ela dá ao que estamos usando.

Se você está com 25 anos, não usa A. H. e acha que seus hidratantes habituais não estão dando conta da hidratação da sua pele, tente usar um A.H. e veja se consegue detectar uma melhora.

Se você está com mais de 30 anos, prefiro dar 2 sugestões:

-Nunca usou nada? Está defasada com os cuidados com a sua pele? É bem provável que sua pele responda super bem aos primeiros cuidados, principalmente se for uma hidratação potente.

-Já está usando muitos produto, inclusive os mais concentrados, com nanotecnologia (que costumam ter uma penetração mais profunda na pele)? É bem provável que não perceba um incremento muito grande nos cuidados ao usar esse Nivea Q10 Plus, mas sim uma manutenção do estado da sua pele. E provavelmente irá achar um produto ok, com bom custo-benefício mas que não fez algo muito significativo na sua pele – que é o meu caso 😉

Pra terminar essa resenha acho muito importante dizer que tenho aprendido cada vez mais a lidar com as escolhas dos produtos que eu coloco na minha rotina – eu percebo a minha necessidade naquele momento, uso até ver que preciso de algo diferente. Mesmo não sendo o melhor produto de pele que eu já usei na vida, o Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras está atendendo muito bem essa necessidade do meu momento atual, tanto é que estou usando há quase 2 meses direto. E tem um ótimo custo benefício, olha só:

Onde comprar e preço

Nivea Q10 Plus Pérolas Reparadoras é encontrado em farmácias, lojas de cosméticos e lojas de departamento. Vem com 40ml e custa em média R$60-70 – mas já vi inúmeras ofertas por cerca de R$50, é muito fácil encontrar promoções em farmácias. Fique de olho!

Essa facilidade de encontrar o produto e ver promoções é uma vantagem da Nivea, e pelo efeito dele na pele eu considero um ótimo custo-benefício.

 

 

O que é Ácido Hialurônico, pra que serve?

Dúvidas sobre ácido hialurônico? Este post irá ajudar!

Já falei sobre vários produtos com ácido hialurônico aqui no blog, inclusive um dos últimos posts foi bem completo pois dei dicas de 28 cremes com ácido hialurônico, mostrando as descrições de cada marca, com preço, exatamente para ajudar a escolha de cada um. Mas lá no Youtube apareceram várias dúvidas e eu achei que deveria fazer um post com informações mais básicas, respondendo dúvidas como: o que é o ácido hialurônico, pra que serve, a partir de que idade usar, etc. Espero que ajude ainda mais quem tem dúvidas sobre o assunto!

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma substância presente em nossa pele (e em outras partes do corpo também, como nas articulações) que é responsável pelo preechimento intercelular – grosseiramente falando, ele ocupa o lugar entre as células. Como ele tem grande capacidade de absorção de água, também regula a quantidade de água em nossa pele.

Imagine uma esponja – capaz de reter mais de 1000x o seu peso molecular em água – que ao se expandir (porque está cheio de água) deixa a pele mais lisa, mais densa, mais elástica e mais firme. Sim, a hidratação faz isso tudo na aparência da pele!

Ácido Hialurônico – HIDRATAÇÃO

Quando falamos de ácido hialurônico em cosméticos então, estamos falando de hidratação. A principal função dos cremes com ácido hialurônico é hidratar a pele – ele não trata acne, não clareia manchas, ele HIDRATA.

MASSSSSS…. lembrando uma coisa muito importante: uma pele hidratada recebe muito melhor todos os outros ativos, portanto o ácido hialurônico pode acompanhar vários ativos que tratam esses problemas: vitamina C, ácido retinóico, etc

Mas… se ele é ácido, não vai irritar a pele?

Temos a tendência de associar “ácido” a substâncias corrosivas, irritantes, sensibilizantes, mas nesse caso do ácido hialurônico isso não acontece – ele tem pH <7 mas não causa esse tipo de reação na pele. E lembre-se também de que a nossa pele é ácida e a acidez dos cosméticos é compatível com ela, e existem vários produtos que usamos no nosso dia a dia que também são ácidos como os hidratantes, sabonetes para pele seca, condicionadores, máscaras capilares, todos eles tem pH<7 😉

IMPORTANTE: neste post trataremos APENAS do ácido hialurônico de uso tópico, em cremes. Não falarei sobre o injetável, apenas irei mencionar quando for o caso específico, mas só o profissional habilitado é que deve indicar e principalmente aplicar.

A partir de que idade posso usar cremes com ácido hialurônico?

Nosso corpo produz o ácido hialurônico, mas a partir de aproximadamente 25 anos começamos a diminuir essa produção. Mas a produção não cai vertiginosamente de 100 a zero de um dia para o outro, é bem gradual, e por isso não começamos a ter sinais visíveis na pele imediatamente. Depois de um tempo, que pode variar de acordo com a genética, com os cuidados que cada um tem, estilo de vida, etc, a pele começa a mostrar os sinais de quem está precisando de uma hidratação maior, com pequenas linhas de expressão superficiais, falta de viço, etc.

Então, resumidamente, vou deixar meu ponto de vista pra vocês:

  • Até os 25 anos, preciso usar ácido hiaurônico? Não precisa, mas não é proibido. Se quiser usar, até pode, mas é desnecessário pois seu corpo fabrica. E tem mais: os cremes com ácido hialurônico são mais caros que os hidratantes básicos que você pode usar. Até os 25 anos você precisa de protetor solar e um hidratante que forme uma barreira na sua pele contra a perda de água do seu organismo – basicamente isso! Então, poupe seu dinheirinho pois em alguns anos você vai precisar gastar um pouco mais…
  • A partir dos 25 anos, se quiser começar a usar algum creme com ácido hialurônico, você vai perceber que existem produtos diferentes, com preços diferentes, e sim, podem existir diferenças no produto que justifiquem a diferença no preço. Ácido hialurônico em moléculas maiores só agem na primeira camada da pele, os de baixo peso molecular podem penetrar mais profundamente, mas também são mais caros. Como você ainda começando esses cuidados anti envelhecimento, pode muito bem ficar com os mais “básicos”: sugiro o Neutrogena Hydro Boost   e o Natura Chronos Elixir Redutor de Rugas – estou mencionando esses pois já usei e vi que são dessa categoria, que suprem os primeiros cuidados.
  • Dependendo da resposta da sua pele, aos 30, ou 35, você pode ir trocando os produtos e irá perceber a diferença de ação entre eles. Aqui no blog eu já falei sobre alguns deles, como o Hyaluron Filler Concentrate , Liftactiv Serum 10 Supreme e o Hyalu B5 – todos excelentes, com ácido hialurônico fracionado (ou baixo peso molecular), que penetram mais profundamente na pele, e na mesma faixa de preço (entre R$160 a 180)

Ácido hialurônico é preenchedor?

Ácido hialurônico na pele pode preencher rugas?

Aqui está a maior confusão que as pessoas fazem: usar o creme esperando resultado que o creme não traz. Vou diferenciar aqui dois termos que eu gosto de usar: o efeito preenchedor e o preenchimento.

Quando as linhas de expressão da sua pele forem superficiais e sinais de ressecamento, os cremes, ao hidratar, irão melhorar o aspecto da pele, às vezes em até quase 100%. Ao hidratar, sua pele recebeu o que ela precisava. Eu chamo isso de “efeito preenchedor” – que na verdade é uma BOA HIDRATAÇÃO. Pois é, a água é uma coisa tão simples, mas que faz muita diferença na aparência da pele. Então, como resultado dessa hidratação, a pele fica mais lisa, mas firme, mais densa e mais viçosa, com aparência mais jovem.

MASSSS…. se você já tem rugas mais profundas, ocasionadas pela flacidez, sinal da perda de colágeno, que não são mais superficiais e tem outros motivos que não sejam o ressecamento, aí você precisa do preenchimento – que também é feito com ácido hialurônico (em algumas partes do rosto, e em outras com botox). Trata-se de um procedimento, com injeção, que deve ser feito por profissional habilitado em consultório. Tem efeito temporário, é caro, mas resolve problemas que os cremes não irão tratar. VEJA BEM: creme nenhum irá tratar, por mais que o fabricante prometa milagres.

Claro que o dermatologista pode começar a unir tratamentos, colocando outros ativos na sua rotina, ou então fazendo outros tipo de tratamentos estéticos antes de chegar à opção da agulha, ou pra quem quiser algo mais drástico, da cirurgia plástica. Mas em relação aos cremes com ácido hialurônico é isso: eles agem sim, hidratam sim, mas tem problemas que eles não poderão resolver.

Quer um exemplo? Olheiras profundas, que não são causadas nem pela perda de colágeno nem pela falta de hidratação – são efeito da estrutura óssea. O preenchimento com agulha pode ser ótimo, mas creme não vai fazer nada além de hidratar a região.

UFA!!!

Se você chegou até aqui, espero que tenha entendido um pouco mais sobre o assunto. No vídeo do canal tem muitas informações, e também falei mais sobre a diferença entre os produtos que eu já usei, vale a pena dar uma olhada:

Espero que tenha gostado! Impossível fazer um post completo, com tudo que precisamos saber, mas vou tentando sempre falar um pouco nos vídeos, nas resenhas de produtos, e vamos tentando aprender cada vez mais!

Beijos!

 

Adipofill para bigode chinês – antes e depois

Adipofill funciona para bigode chinês? Veja o antes e depois

Recebi o Adipofill 5% contra rugas e bigode chinês da Art Vitta, farmácia de manipulação que eu já conhecia desde que usei a Vitamina C Art Vitta com ácido hialurônico (e adorei, por sinal). Tive interesse no produto pois vocês sabem que eu tenho os sinais do bigode chinês há algum tempo e venho experimentando tudo que posso para adiar meu encontro com a agulha (do preenchimento com ácido hialurônico), que um dia vai acontecer mas quanto mais tarde, melhor.

Eu sei que tudo que é de uso tópico tem uma ação limitada para este tipo de coisa, mas ainda é o tipo de tratamento mais acessível e menos doloroso (disse a medrosa, rsrs).

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Documentei o início, meio e fim do tratamento de 3 meses e vou contar tudo para vocês, em detalhes. Vou começar com a descrição do produto pela Art Vitta, e também pela fama que ele tem no mercado:

Adipofill – pra que serve? (descrição da marca e promessa dos produtos no mercado)

Segundo a Art Vitta, o produto age contra os sinais do envelhecimento como rugas e linhas de expressão. E como ele faria isso? Aumentando o tecido adiposo, onde ficam as células de gordura, e assim a pele fica mais “gordinha”, aumenta seu volume, e as rugas desaparecem. A ornitina, um aminoácido presente no ativo do produto, gera a formação das gorduras de preservação e sustentação da pele, proporcionando o preenchimento facial e revigorando o formato da face.

– Combate a perda de gordura e confere preenchimento;

– Combate ás rugas nasogeniana (Bigode chinês);

– Aumenta os seios;

– Proporciona firmeza á pele;

– Melhora a aparência das mãos;

– Reduz os sinais de envelhecimento;

– Previne Rugas e linhas de expressões.

A fórmula da Art Vitta tem 5% de Adipofill e 2% de ácido hialurônico.

ESTA É A DESCRIÇÃO DO PRODUTO NO SITE DA ART VITTA

Como usei o Adipofill no bigode chinês?

O Adipofill é um creme que deve ser aplicado no local do tratamento – no meu caso, bigode chinês, ou sulcos nasogenianos – a linha entre o canto externo da boca e o canto do nariz. Ele pode ser usado em outras áreas também mas vou focar onde fiz o teste, ok?

Nos primeiros 15 dias, apliquei 1x ao dia, logo após o hidratante. Percebi que seria pouco para a ação do produto, e vi que o próprio fabricante recomenda 2x ao dia.

A partir daí, comecei a usar 2x ao dia, pela manhã e à noite.

Depois de uns 20 dias, ou seja, próximo aos 2 meses de tratamento, comecei a aplicar a 3ª vez ao dia, na hora do almoço. Fiz isso até o 3º mês, que se completou em julho.

Ele não é rapidamente absorvido. Forma uma camada levemente branca na pele, e eu deixava aquele resquício branco desaparecer sozinho quando estava em casa. Em alguns minutos sumia. Não provocou acne nem alterou a oleosidade da pele.

Início do tratamento: 18/04 – final 24/07

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

Adipofill para bigode chinês – antes e depois

As fotos mostram a “evolução” do tratamento, sem retoques (a diferença na tonalidade da pele é devido a luz do ambiente, mas resolvi não tratar a foto para igualar, para não haver distorção do resultado).

Os sulcos que eu já tenho no canto da boca não sofreram muita alteração – havia dias em que pareciam melhores, mas bastava eu dormir de lado que a pele ficava amassada, e os sinais apareciam novamente (é um ciclo: a gente hidrata, melhora, dorme, amassa o rosto, volta tudo, kkkkkkkk).

O espaço entre o canto da boca e o canto do nariz, eu achei que teve uma melhora sutil, bem suave. Em algumas fotos eu consigo ver melhores resultados do que nessas comparações que eu fiz.

Adipofill Art Vitta - bigode chinês - antes e depois

A sutil diferença que eu percebi que o Adipofill fez no 2º mês de uso, se manteve no 3º mês. Continua sendo uma diferença sutil, mas eu (que sou chata com meus defeitinhos, quem não é, rs) vejo no meu dia a dia. MASSSSSSSS….

não é por isso que vou deixar de ser chata com essa resenha. Vamos para as minhas considerações após 3 meses de uso, e considerando tudo que eu pesquisei sobre o assunto:

Adipofill para bigode chinês – vale a pena? Funciona mesmo?

Eu não esperava milagres, por isso não me decepcionei. Mas pra quem espera milagres de um creme de tratamento para bigode chinês, aqui vai uma breve explicação:

  • As linhas de expressão que aparecem em nosso rosto podem ser um sinal de desidratação. São rugas superficiais, que se resolvem com?  Hidratação.
  • Quando você oferece uma super-hidratação, você tem o que é conhecido como “efeito preenchedor” – pois esses espaços entre as células que estão “vazios” (está faltando água), são “preenchidos” por água, e então sua pele volta ao “normal”, e essas linhas desaparecem.
  • Enquanto suas linhas forem superficiais, e uma super-hidratação resolver o problema, o creme irá funcionar e cumprir seu objetivo.
  • A partir do momento em que essas rugas se formam por outras questões, como por exemplo o deslocamento da gordura da face, a flacidez, aí os cremes não irão mais resolver 100% do problema, pois não agirão na causa desse problema.
  • A pele tem 3 camadas – a epiderme (a externa), a derme, e a hipoderme (a mais profunda, onde está o tecido adiposo). Não há comprovação de que um creme possa chegar até essa camada mais profunda para aumentar o volume das células de gordura desse tecido. É muito mais fácil que ele esteja agindo como um “super hidratante” – e os resultados que eu tive me fazem acreditar que sim.

Resumindo:

  • Adipofill funciona? Sim, se você considerar que ele faz o efeito de “super-hidratação” e realmente irá diminuir as linhas de expressão superficiais. Não funciona fazendo o efeito preenchedor que, por exemplo, o ácido hialurônico injetável faz no bigode chinês.
  • Cremes atuam “até certo ponto” – isso serve não só para rugas, mas para tratamentos de manchas na pele também.
  • Para funcionar, você precisa ter disciplina e persistência, pois o benefício do produto se dá pela repetição, fazendo com que o produto sempre esteja na sua pele para agir.
  • O normal é que após o término do tratamento sua pele volte a apresentar o problema – afinal você parou de “alimentá-la”, certo? Você estava suprindo com um produto algo que ela não tinha, por isso, quando você para de aplicar o creme, sua pele volta ao que ela é (pode até não voltar ao estágio inicial, mas não ficará como estava no final do tratamento – quem dera, né?)

Vale a pena ver os 28 cremes hidratantes com ácido hialurônico que eu postei no blog

Onde comprar e preço

O Adipofill da Art Vitta vem com 30g e custa R$71,40. Eu considerei um ótimo efeito hidratante, e quem se identificar com este problema (de ter as primeiras linhas de expressão por causa de ressecamento) vale a pena tentar. A Art Vitta é uma farmácia de manipulação confiável, tem loja física (em Santa Bárbara d’Oeste, SP) e loja online (envia para todo o Brasil).

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha!

Hydro Boost Neutrogena – hidratante em gel com FPS!

Conhecia a fama do Hydro Boost da Neutrogena  e experimentei o hidratante que vem no potinho outro dia, na farmácia. Mostrei no Instagram e recebi uma chuva de elogios ao produto, de pessoas que usaram/usam e gostam muito do efeito hidratante do produto e da sensação de conforto. Aliás, como é confortável esse hidratante! Só no primeiro contato já dá pra ter uma ideia!

Pouco tempo depois, recebi o Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25 da Kutiz, e hoje vou fazer a resenha e uma breve comparação dos 2 hidratantes da linha, que foi uma das dúvidas que eu mais recebi sobre eles (também não sabia, mas fui pesquisar com a própria Neutrogena).

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha - hidratante para pele oleosa

 

Hydro Boost Water Gel FPS25 – como ele é?

O Hydro Boost FPS25 vem em uma bisnaga plástica não transparente, com 55g, com tampa rosqueável e bem segura. Tem consistência de gel creme (mais gel do que creme) e não é transparente. É muito fácil de ser espalhado, é rapidamente absorvido e seca rapidamente. É muito importante passar uma quantidade certa, pois aplicando grande quantidade ele começa a esfarelar quando vai secando no rosto.

Você mesma vai descobrir a quantidade ideal do produto com o uso, é uma fina camada sobre a pele. Ele some, deixa a pele sequinha e sem resquícios brancos.

Por essas qualidades todas, acho muito apropriado falar que é um bom hidratante para pele oleosa. Tem ácido hialurônico, glicerina, oferece uma boa hidratação para o dia a dia – veja mais sobre isso no final do post.

Ele é um dos cremes com ácido hialurônico que eu mostrei aqui no blog, tem mais opções no post!

Hydro Boost Neutrogena FPS25 resenha - hidratante para pele oleosa

Hidratante com FPS substitui o protetor solar?

Eu particularmente não faço essa substituição. Mesmo quando o hidratante, o produto de tratamento, a maquiagem, qualquer coisa, tenha FPS eu sempre uso o protetor solar. Nesta ordem: hidratante – protetor solar – maquiagem.

Pense comigo: para ter a proteção solar que o produto promete, temos que passar uma quantidade mínima (1 colher de café, para o rosto). Se temos que passar uma camada fina do hidratante, não dá pra confiar nessa proteção para a exposição do dia, certo?

Consultei a Neutrogena e eles me confirmaram que o Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25  oferece proteção UVA – pode considerar  o PPD como 1/3 do valor do FPS (8,33333333 kkkkk).

Estava pensando: já que é um hidratante oferece proteção UVA, que tal usá-lo à noite, já que a gente acaba usando celular e computador antes de dormir? A proteção será pouca, mas como é uma exposição por pouco tempo, quem sabe não é uma boa ideia? *divagando apenas, viu gente? É que eu já tenho pensado bastante nessa questão da radiação dos gadgets e seus efeitos na nossa pele!

Hydro Boost FPS25 x Hydro Boost do potinho: qual a diferença entre eles?

A primeira diferença eu já mencionei ali em cima: um tem FPS, o outro não. A consistência dos 2 é um pouquinho diferente – coisa pouca, mas perceptível pois o do potinho é mais gel, deixa mais sensação de refrescância na pele, e não esfarela como o da bisnaga.

Um hidrata mais que o outro? Senta que lá vem história: no site da Neutrogena, eles descrevem os dois produtos da mesma maneira, porém ao falar da hidratação eles mencionam que o da bisnaga proporciona 24h de hidratação enquanto o do potinho, 48h. Perguntei no SAC da Neutrogena se eu posso considerar que o do potinho então é um hidratante mais potente que o da bisnaga eles responderam que não.

Oi?????? Pois é, a resposta foi exatamente esta: a fórmula do Hydro Boost só foi modificada no produto da bisnaga para que ofereça proteção solar, mas a hidratação dos dois deve ser a mesma. Se você não perceber a hidratação dos dois produto da mesma maneira, a orientação do SAC é que ligue para a Neutrogena e informe isso, pois pode ser problema no produto.

MASSSSSSSS: opinião PESSOAL aqui, viu? Eu achei a experiência sensorial do potinho mais agradável. O gel é mais gostoso de espalhar, deixa uma sensação mais gostosa na pele, e a pele fica mais aveludada, mais gostosa ao toque. É um produto que eu gostaria de usar no verão, por causa dessa sensação.

Para quem é indicado o Neutrogena Hydro Boost SPF25 ?

Agora vem uma parte importante: dá pra ver que o público alvo da Neutrogena é a moçada (nossa, falei igual coroa agora, hein?). As mocinhas que usam o produto nas mídias: Giovana Ewbank, Camila Coelho, Bruna Marquezine. Realmente não é um produto com potência comparável aos ácidos hialurônicos que eu já mostrei no blog (Hyaluron Filler, Hyalu B5, Liftactiv Serum Supreme da Vichy) mas se você tem 40 anos, não está com a pele na UTI e quer um produto básico pra manter a hidratação num clima úmido, por ex, ele pode funcionar pro seu caso.

E quem 25 anos, pode se jogar. Aí, use até quando perceber que ele está dando conta.

Pele é assim, gente! Vamos usando e aprendendo a perceber as reações da pele. Quando perceber que o produto não entrega mais o que você precisa, aí troca por algo mais potente.

Tem 40 anos, ou tem pele ressecada, precisando de um tratamento mais potente? Então pule o da Neutrogena. Ok?

Espero ter ajudado a entender o produto, pelo preço vale a pena experimentar caso você esteja no grupo de pessoas que pode se dar bem com ele!

Onde comprar e preço

O Neutrogena Hydro Boost Water Gel FPS25 está a venda em farmácias e lojas de cosméticas físicas e online. O preço médio depende muito das promoções, mas a partir de 40 reais, até 55, é fácil achar! O meu veio da KutizKutiz, loja online de cosméticos super parceira do blog, que eu conheço há anos e recomendo – é confiável na entrega e na originalidade dos produtos.

 

 

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie – resenha!

Creme Cashmere Resveratrol – para firmar e nutrir a pele

Comecei a usar o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie em abril, assim que recebi. As primeiras impressões foram boas – gostei da textura leve, fácil de espalhar, e até ficou sequinho quando espalhei um pouco na mão (eu sempre faço isso no primeiro contato com um creme!) – mas os primeiros usos me deixaram com um pé atrás… Aliás, falei sobre isso várias vezes no stories do Instagram (aliás, me sigam por lá pois sempre mostro o que estou usando e as primeiras impressões -> @luvilelapaes ).

MASSSSSSSS….. continue lendo pois é muito importante saber a história toda para entender o que ele é e se pode servir pra você! Primeiro vou descrever o creme e suas propostas segundo a Caudalie, depois conto minha experiência com o uso.

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

O que é o Resveratrol Lift Creme Cashmere Redensifiante?

Este é um dos produtos da linha da Caudalie com o Resveratrol – este é indicado para o dia, mas ainda tem o da noite, um serum, um fluido hidratante e um creme para os olhos. Ele é nutritivo, anti envelhecimento e remodelador dos contornos do rosto, e para isso seu principal ativo é o Resveratrol associado ao micro ácido hialurônico – uma patente exclusiva da Caudalie, que foi desenvolvida em associação ao laboratório de pesquisas de medicina de Harvard.

O RESVERATROL é extraído do caule da vinha, atua na pele constribuindo para sua firmeza e tem ação antirrugas.

Segundo a Caudalie, o RESVERATROL:

  1. Refirma a pele, pois estimula a atividade das proteínas
  2. Reestrutura, pois melhora a produção de colágeno e elastina, melhorando a definição dos contornos do rosto
  3. Alisa as rugas, pois aumenta a produção natural de ácido hialurônico

 

Ele é um dos produtos que eu indiquei no post em que mostrei 28 cremes com ácido hialurônico para comprar

Como usei o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie?

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Comecei usando conforme vi na descrição da Caudalie, usando de manhã e à noite, no lugar do hidratante. Ele é um creme, mas tem consistência bem leve, e espalha muito bem, uma gostosa experiência sensorial. Como ele não veio com uma pazinha aplicadora eu usei aquelas de plástico muito usada em sorvetes de casquinha.

No início usei por 2x ao dia por no máximo 3 dias seguidos, pois não me senti confortável com ele durante o dia – minha pele sentiu muita diferença na oleosidade.

Comecei a usar só à noite. Dá pra sentir diferença na pele ao acordar, ela fica macia (aquela sensação que eu falei no vídeo da resenha do Black Pine Korres) – só que mesmo assim eu sentia aquele resquício de óleo na pele :\

Lembra que eu falei que ao experimentar o produto na mão ele fica sequinho? No rosto é totalmente diferente. Mas isso é totalmente explicável: ele é para pele seca, e eu tenho pele oleosa. Só que eu só vi essa indicação depois!

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Minha experiência com o Resveratrol Lift Creme Cashmere:

Em poucos dias de uso a gente sente uma mudança na estrutura da pele – ela ficou de fato mais densa e firme, mesmo usando 1x por dia. Eu não consegui fazer uso contínuo, pois usei durante 15 dias em abril até a primeira semana de maio, depois voltei a usar no final de maio, por mais uns 10 dias. O problema foi essa sensação de alteração na oleosidade da minha pele – ele tem manteiga de karité, óleo de semente de uva e óleo de semente de girassol, e assim como percebi com o Nivea Soft Hidratante, a textura leve não foi suficiente para deixá-lo com um bom acabamento na pele oleosa, pois os óleos se destacam na pele. E estou mencionando isso não como defeito, ok? Afinal ele não é para o meu tipo de pele, mas estou descrevendo pois muitas pessoas que não tem pele seca gostam de usar produtos assim pois acham que seus benefícios valem a pena. E eu também acho que vale, tanto é que agora que estou de volta a Belo Horizonte estou esperando por dias mais frios e secos nesse inverno e vou usar novamente!

O creme também contém sílica, que deixa o acabamento aveludado e muito agradável ao toque. Enfim, só quem tem restrições ao acabamento oleoso é que não vai gostar. Ele não me deu espinhas durante o período que eu usei.

Onde comprar e preço

O Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie é vendido no Brasil por R$389,00 tanto na Sephora como na loja online da Caudalie. Mas o meu veio da Sweetcare, loja online de Portugal que é parceira do blog e envia para o Brasil – lá ele custa R$174.

E ainda tem CUPOM DE DESCONTO – coloque o cupom MULHERSP5 no final da compra e ganhe 5% de desconto!

 

 

 

 

 

Hyalu B5 Serum -resenha – ácido hialurônico da La Roche

Hyalu B5 – potente hidratante reparador e redensificador da pele

Estou usando o La Roche-Posay Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade e desde que comecei a usar já percebi que se trataria de um dos melhores produtos de hidratação da minha lista de dermocosméticos. Isso porque os primeiros efeitos e as primeiras impressões só se confirmaram com  o tempo de uso, e estou apaixonada por esse serum – mesmo que ele tenha um defeitinho…vocês irão saber o que é nessa resenha!

Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade La Roche Posay resenha - hidratante com ácido hialurônico

Hyalu B5 segundo a La Roche Posay

O Hyalu B5 é um serum anti idade, reparador antirrugas e redensificador. Indicado para tratamento de rugas, perda de volume e elasticidade, pele opaca e sem viço. Também pode ser usado em pós-procedimentos em que a pele precise de um hidratação mais potente. Para esse efeito, o produto conta com:

  • Duplo ácido hialurônico puro – capaz de absorver mil vezes o seu peso molecular em água, é um potente hidratante redensificador da pele já que preenche os espaços entre as células;
  • Vitamina B5 – ou ácido pantotênico – hidrata, repara e melhora a barreira cutânea;
  • Madecassosside – extrato da centella asiática purificado que potencializa a ação reparadora e protetora da pele
  • Água termal de La Roche Posay – presente em todas as formulações da marca, que acalma e fortalece a pele, além de ser rica em selênio (ação antioxidante)

Para quem é indicado o Hyalu B5?

La Roche-Posay Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade é indicado para todo tipo de pele – todo mundo precisa de hidratação – MAS sem dúvida alguma ele é voltado para o público que está caminhando pra pele madura! Já vou respondendo uma pergunta que muita gente faz aqui e no canal:

“Eu tenho 20 anos, posso usar o Hyalu B5?” – poder pode, mas posso falar? Você não precisa. Quem ainda é jovem ainda produz ácido hialurônico e a pele ainda não sente os efeitos da perda de elasticidade e viço por falta dele. Nessa idade você pode e deve manter a hidratação da pele em dia com produtos “normais”, até mesmo uma água termal.

A indicação real do Hyalu B5 é para quem está na fase dos cuidados anti idade, próximo aos 40 anos e já percebe as primeiras linhas de expressão. Nessa fase da vida comece uma amizade sincera e verdadeira com os cremes com ácido hialurônico!

Como inserir o Hyalu B5 na rotina de cuidados?

Hyalu B5 é um hidratante, então levando em conta aquela rotina básica que a gente já conhece:

  1. Limpeza
  2. Tonificação
  3. Hidratação (Hyalu B5)

Se você faz algum outro tratamento como por exemplo, de correção da pele, com vitamina C, retinol, ácido glicólico, etc (minha sugestão, pois é o que eu faço, mas siga sempre a recomendação do seu dermatologista):

  1. Limpeza
  2. Tonificação
  3. Tratamento (vitamina C, retinol, etc)
  4. Hidratação (Hyalu B5)

Use 2x ao dia, pela manhã e à noite, sendo que pela manhã você deverá passar o protetor solar normalmente após o Hyalu B5.

Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade La Roche Posay resenha - hidratante com ácido hialurônico

Minha experiência com o Hyalu B5

Agora sim, vou fazer minha declaração de amor: ESTOU APAIXONADA PELO HYALU B5! De verdade mesmo. Eu tenho usado alguns hidratantes com ácido hialurônico e este com certeza foi pra lista dos melhores e mais eficazes.

Minha pele está visivelmente mais hidratada, mais densa e firme, e a sensação de proteção é incrível. Passei a semana em BH e lá está bem frio (peguei 15, 16 graus, o que pra mim é o Reino de Arendelle!). Sabe quando você sai de casa e sente que o frio está “queimando a pele”? Pois eu senti que o frio não agrediu meu rosto, eu percebi que estava protegida. Isso traz um conforto que não tem preço!

Ah, agora que eu mencionei isso, deixa eu falar qual é o “defeito” (entre aspas mesmo!!!):

Me assustei quando usei o Hyalu B5 pela primeira vez, pois é um serum e eu esperava uma solução mais aquosa, bem líquida mesmo e que sumisse após a aplicação. Mas ele não é assim!

Hyalu B5 é um serum viscoso, denso e pegajoso. Ao sair a gota de serum pela pipeta ela mal escorre, de tão viscosa. Isso não prejudica espalhar o produto no rosto, mas deixa uma película fina sobre a pele que não some durante o dia. Na verdade isso é um defeito pra quem tem pele oleosa, pois quem tem pele normal a seca vai nadar de braçada!

Mas aí é que entram as aspas que eu coloquei no “defeito” logo ali em cima: isso na verdade faz parte da característica deste hidratante, pois esta película protege a pele contra as agressões externas, e também da perda de água (o que melhora a hidratação!).

Eu escolhi “pagar o preço” e deixar de lado a minha preferência por produtos que somem na pele e ficam sequinhos, e prefiro escolher os benefícios do Hyalu B5.

Ele não é sequinho? Tudo bem. Em relação a tudo que ele está proporcionando à minha pele isso virou um fator irrelevante.

Mas como sei que isso é muito importante para algumas pessoas preciso deixar bem avisado que ele é assim.

Informação importante sobre a fórmula do Hyalu B5

O Hyalu B5 que estou usando é o que está sendo vendido no Brasil, mas a fórmula é diferente do que é vendido no exterior. É comum que as empresas façam adaptações nas fórmulas dos produtos que são vendidos no Brasil, pois a pele da brasileira é mais oleosa, e nós naturalmente rejeitamos produtos mais pesados. E mesmo assim ele ainda é pegajoso! Por isso, se você for comprar no exterior, atente-se a isso.

Onde comprar e preço

O meu Hyalu B5 veio da Kutiz, loja de dermocosméticos parceira do blog. Custa atualmente R$169,90 a embalagem com 30ml.

Eles vendem vários outros produtos da La Roche Posay.



E aí, já usou o Hyalu B5 ou tem alguma expectativa em relação a ele? Me conta nos comentários, quero saber! 🙂

 

 

 

 

Pele linda aos 40 – hidratação com acido hialurônico

Como ter a pele linda aos 40? Hidratação!

Comecei a falar sobre os cuidados com a pele aos 40 mas dei um resumo sobre cada passo desse processo. Hoje quero falar especificamente sobre hidratação, que para mim foi a mudança mais significativa e perceptível, e durante o post vocês irão entender porquê.

A hidratação da pele é importante durante a vida toda, mas as necessidades são diferentes em cada fase da vida. Atualmente, eu sinto como é importante manter a pele hidratada e protegida das agressões externas (vento, frio, clima seco, sol) para que a pele tenha mais viço – e aqui eu destaco a importância da rotina, pois se você parar de cuidar por 1 semana já vai sentir os danos. Sim, a pele é um órgão do seu corpo e precisa de manutenção!

Então deixa eu começar com um resumo da hidratação que eu fazia antes para entender melhor como é hoje:

Hidratação da pele na adolescência – auge da acne

Eu era do grupo de pessoas que achava que pele oleosa e acneica não precisa de hidratação. Mais que isso, morria de medo de usar hidratante e ter mais acne ainda! Então hidratei minha pele raríssimas vezes quando experimentava e gostava de alguma novidade, mas creme hidratante para o rosto não fez parte da minha rotina nessa fase.

Hidratação suave dos 25 aos 38 anos

Aos 25 anos eu comecei a usar um hidratante muito suave da Nivea, acho que era Nivea Acqua Gel ou algo assim (não existe mais). Era um gel transparente (parecido com o Mineral 89), muito refrescante e muito leve, percebi que a pele ficava hidratada e não piorava em relação às espinhas, então usei por um bom tempo. Aos 30 anos descobri a água termal e comecei a usar diariamente. Minha rotina era basicamente uma boa limpeza, protetor solar e água termal a qualquer hora.

Pouco depois, aos 34 anos, comecei a blogar e ter mais contato com marcas de dermocosméticos, e como já usava bastante a água termal Avene e o Cleanance Gel Avene um dos primeiros hidratantes que eu usei foi o Hidratante Cleanance para  pele oleosa, e depois outros produtos que era bem parecidos com ele: uma textura creme-gel, bem suave e leve, sem nenhum óleo.

Para essa fase da minha vida esses produtos sempre foram suficientes. Até que…

Hidratação com ácido hialurônico

Depois comecei a experimentar produtos mais potentes para hidratação da pele, os primeiros cremes com ácido hialurônico. Comecei a perceber a eficiência desse ativo em minha pele e como era diferente a hidratação que ele proporcionava. Em poucos dias de uso minha pele era outra!

Foi assim com os produtos:

Liftactiv Serum 10 Supreme

Eucerin Hyaluron Filler

Hyalu B5 da La Roche

A gente sabe que o ácido hialurônico é produzido pelo nosso organismo, e depois de uma certa idade essa produção começa a diminuir – como ele é uma substância intercelular, que preenche os espaços entre as células, o resultado visível é a formação de vincos, as famosas linhas de expressão. Elas nada mais são do que aquelas linhas que se formam em nosso rosto quando expressamos emoções – sorrimos, nos assustamos, ficamos com raiva, etc. São as primeira que aparecem!

Aí é que entram os cremes que entregam esse ativo que está faltando – e eles funcionam mesmo, até certo ponto.

Se antes dos 40 a gente consegue manter a hidratação basicamente com produtos que fortalecem nossa barreira protetora contra a perda de água, aos 40, além de continuar fortalecendo essa barreira, também temos que nos preocupar em repor o ácido hialurônico.

Parece trabalhoso, mas não é. Pelo menos ainda acho melhor que começar as injeções…

Hidratação e aparecimento de rugas

A hidratação bem feita da pele é o 2º fator mais importante na nossa ação anti envelhecimento – pra mim só fica atrás da proteção solar. Eu sempre uso essa ilustração: imagine uma terra seca que fica rachada por falta de água – é isso que acontece com a nossa pele quando não é hidratada, e essas “rachaduras” são as rugas. Assim fica mais fácil visualizar, né?

O que antes funcionava muito bem para a minha pele ficar hidratada, hoje não funciona mais. Hoje eu preciso proteger a pele contra a perda de água por um lado (de dentro pra fora) e fornecer hidratação que será absorvida pela pele (de fora pra dentro). E dá resultado, viu? A pele hidratada é mais viçosa, mais iluminada, e claro, mostra sinais bem mais tarde do que se estiver ressecada. Lembre-se disso!

A textura dos hidratantes e a pele oleosa

Quis deixar um destaque aqui no post para uma coisa muito importante que aconteceu comigo. Se antes eu dava muita importância à textura e ao acabamento dos cremes hidratantes que eu usava, hoje eu abri o leque.

Por exemplo: antes, por causa da pele oleosa, todo hidratante tinha que secar totalmente na pele, sumir depois de seco – de preferência em poucos minutos! E se matificasse, melhor ainda.

Hoje eu prefiro “pagar o preço” de não ter uma textura totalmente seca em minha pele em troca de uma hidratação mais potente. Está sendo assim com o Hyalu B5 que estou usando e farei resenha em breve!


 

E aí, me contem como você tem hidratado sua pele! Já estão usando ácido hialurônico ou pretendem usar? Quero saber!

 

 

 

 

 

 

 

Cuidados com a pele aos 40 – minha rotina de beleza!

Cuidados com a pele aos 40 – como é minha rotina hoje

Resolvi fazer o meu resumo dos cuidados com a pele aos 40 já que semana que vem é o meu aniversário, vou fazer 42 anos e quando comecei a blogar e resenhar produtos de beleza eu tinha 34. Muita coisa mudou de lá pra cá: alguns tipos de produtos que funcionavam antes hoje não funcionam mais da mesma forma, e algumas rotinas ficaram diferentes também. Aprendi a conhecer minha pele e saber as suas necessidades, entender suas reações, e consigo me cuidar cada vez melhor. Fico feliz quando vou ao dermatologista e só recebo elogios – modéstia à parte! kkkkk

Hoje quero fazer um compilado sobre algumas coisas que eu faço e o que aprendi nesse tempo.

Lembrando que a minha pele é oleosa, e meus cuidados não começaram agora. Se você nunca cuidou da sua pele antes e quer começar, não tem problema, pode seguir as dicas, mas pode ser que você tenha necessidades diferentes. Eu SEMPRE digo por aqui que consultar um dermatologista para ter um acompanhamento é fundamental, pois nenhuma dica de blogueira pode substituir um bom profissional. OK?

Então vamos lá!

Cuidados com a pele aos 40 – limpeza da pele oleosa

Minha pele sempre foi oleosa, sendo que até os 20 e poucos anos eu tive muita acne. MUITA acne mesmo, até nas costas. Depois, dos 20 até os 30 e poucos, eu sempre tinha resquícios disso, de vez em quando minha pele surtava, aí eu controlava com um tratamento aqui e outro ali, fazia limpeza de pele com esteticista, receitas manipuladas do dermatologista, um Vitanol A antes do meu casamento para deixar a pele sem marcas, essas coisas que eram mais fáceis de fazer na época (não é como hoje que a gente tem acesso a tantas coisas!).

HOJE minha pele continua oleosa, porém sob controle. Se eu relaxar e ficar algum tempo sem usar produtos com algum tipo de ácido salicílico ou algum ativo que faça algum controle de oleosidade, eu percebo que ela brilha mais, fica com aquele “brilho sujo”, mas não tenho mais acne.

Porém, hoje em dia eu não preciso mais daqueles produtos fortes e abrasivos, mas sim daqueles que não agridem a barreira protetora da pele.

Produtos para pele oleosa que eu usava antes:

Esses produtos sempre estavam na minha bancada. Hoje eu não consigo usar por muito tempo pois minha pele começa a ficar sensibilizada. São excelentes para o auge da oleosidade e da acne, mas hoje em dia preciso de eficiência com mais suavidade.

Limpeza da pele oleosa aos 40:

Cuidados com a pele aos 40 anos - limpeza da pele oleosa

Continuo precisando de produtos de limpeza de pele específicos para pele oleosa, porém quanto mais suavidade, melhor. E se tiver efeito calmante, melhor ainda! Eu preciso de eficácia na limpeza mas sem agressão.

Cuidados com a pele aos 40 – hidratação

Agora eu entrei de vez na fase do ácido hialurônico! Cremes com ácido hialurônico entraram na minha vida há uns 3 anos e agora não podem sair mais – e eu nem quero isso, pois estão fazendo um papel maravilhoso na hidratação da minha pele! Antes e depois dos 40 muita coisa mudou nos cuidados com hidratação da minha pele – a hidratação da pele é a maior prevenção que podemos fazer contra as rugas, sabia? A pele ressecada é que começa a mostrar as linhas de expressão, por ressecamento – pense naquela imagem da terra seca, cheia de rachaduras, é bem isso. Olha só a comparação:

Hidratação antes dos 40

  • Pele mais oleosa, não se dava bem com hidratantes em creme
  • SEMPRE tinha que ser hidratante em gel, sem nenhum óleo na formulação para não dar espinhas e aumentar o brilho
  • usei muita água termal quando não tinha nenhum outro produto para usar como hidratante
  • os hidratantes podiam ser mais suaves que davam conta do recado

Hidratação da pele depois dos 40

  • tenho mais facilidade com hidratantes cremosos, não são todos, mas já gostei de vários que eu não conseguiria usar antes;
  • PRECISA ter ativos mais fortes, e o principal deles é o ácido hialurônico
  • a água termal hoje é usada JUNTO com outros cremes. Sozinha não dá conta do recado mais
  • além de hidratar ainda temos que pensar na proteção da pele, pois nós perdemos muita água por ela. O hidratante ideal deve, além de hidratar, formar uma barreira de proteção contra a perda hídrica para o ambiente
  • HOJE eu dou muito mais importância à hidratação do que eu dava antes, com toda certeza. Antes eu achava que hidratação era incompatível com pele oleosa, um dos maiores enganos que muita gente acredita. Na verdade TODA PELE precisa de hidratação, e não é porque a pele oleosa está sempre brilhando que ela está hidratada, ela produz mais sebo!

Cuidados com a pele aos 40 anos - hidratação potente

Produtos para hidratação depois dos 40

Cuidados com a pele aos 40 – correção e uniformização

Nessa parte tem 3 coisas que preciso destacar:

  1. A correção dos poros dilatados, que é uma herança da pele oleosa da vida inteira
  2. A correção das manchas na pele, já que pequenas manchinhas, não muito contrastantes, se formaram durante a vida toda e que são cumulativas
  3. A correção de pequenas linhas de expressão que já se formaram: tenho um “projeto de ruga” na testa, uma linha que ainda está bem fininha bem paralela a minha sobrancelha e que já está querendo aparecer (fica longe, minha filha, sai daqui!!!!) e o tal “bigode chinês”, que foi a primeira linha que apareceu já há alguns anos, que é uma herança da família do meu pai

Esses problemas são de 3 origens diferentes – oleosidade da pele, excesso de sol e DNA (Data de Nascimento Antiga, hahahahaha) – mas os cuidados para correção são os mesmos.

Eu não costumava usar produtos para correção da pele, como retinol e vitamina C, mas depois que comecei não quero parar mais.

Correção da pele antes dos 40

  • NADA!!! Sério gente, eu não usava nada – e na verdade nem precisa. Hidratação e proteção solar é tudo que você precisa até seus 30 anos, e se a proteção solar principalemente for bem feita, você pode começar seus cuidados anti envelhecimento depois dos 30, 35, por aí (não podemos dar uma idade exata pois a genética influencia muito). Mas quem quiser usar alguma coisa para melhorar a pele não tem problema, inclusive a vitamina C para a pele também é um antioxidante, então pode usar quando quiser. Tem cremes com vitamina C à vontade aqui no blog, é só clicar!

Correção da pele depois dos 40

Cuidados com a pele aos 40 anos - correção das manchas de sol, cicatrizes e linhas de expressão

Esses produtos agem em conjunto na correção da pele, e a associação do retinol com a vitamina C é simplesmente MARAVILHOSA para a pele: dá viço, luminosidade e uniformidade. É muito importante consultar o dermatologista para saber o que usar no seu caso, pois o existem vários produtos com retinol, em várias concentrações, e se você estiver usando produtos com outros ativos tem que ver exatamente como combiná-los (a associação pode de ácidos pode deixar sua pele muito sensibilizada, cuidado ok?).

Cuidados com a pele aos 40 – proteção solar

Aqui nada mudou. Aliás, mudou, mudou sim uma coisa muito importante: CONSCIENTIZAÇÃO. Se antes eu me esquecia de passar protetor solar de vez em quando, hoje eu não esqueço nunca. Passo e ainda retoco o quanto for preciso.

Os danos causados pela radiação são cumulativos (gente, eu me tornei a minha mãe, kkkkkkkkkk, até escuto ela falando isso comigo!) então se não cuidar não tem volta. Eu me lembro que fui a uma palestra com uma dermatologista e ela disse: se você não tiver dinheiro pra gastar com produto de beleza, nem tratamentos, não precisa. Se puder comprar só uma coisa COMPRE PROTETOR SOLAR – qualquer um, o mais barato, mas que garanta proteção UVA e UVB, e já está ótimo. Só ele já é capaz de fazer muito mais que todos os outros produtos juntos.

Aqui eu nem vou indicar produto para deixar bem claro que TODO PROTETOR SOLAR É VÁLIDO. Claro que tem algumas coisas que devemos prestar mais atenção:

  • Proteção UVA: não é todo protetor solar que oferece boa proteção contra os raios UVA, que são os que mais causam os danos profundos, que afetam a estrutura da pele e causarão as rugas. O FPS se refere a proteção contra os raios UVB, mas a proteção UVA  (ou PPD) é menor- prestem atenção no grau de proteção contra UVA indicado pelo símbolo + ao lado do FPS – ela costuma ser de 1/3 do valor do FPS, mas pode ser maior.
  • Alguns protetores solares incrementam a fórmula com ativos antioxidantes, o que é melhor ainda. Mas prefiro não indicar aqui neste post nenhum protetor solar específico para deixar bem claro que não há restrições – o importante é usar.

Pretendo fazer um post exclusivo sobre isso pois essa questão dos raios UVA em relação ao envelhecimento é muito importante, ok?


 

Outro dia alguém me perguntou no instagram qual O CREME anti idade que eu uso. Fiquei sem saber o que responder, pois não é um creme que vai fazer diferença, é um conjunto. E quem falar que existe UM CREME que faz milagre e junta todas as soluções em um produto só é mentira, isso não existe!

Esse assunto não tem fim, né? Mas vou parar por aqui hoje! Te vejo nas redes sociais, me acompanhem por lá 😉

Instagram @luvilelapaes

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...