Cosmético caro vale a pena? Como decidir comprar ou não?

Cosmético caro vale a pena? Cosmético caro x barato – como definir o que comprar?

Sempre leio algo como: “que cosmético caro! Que preço absurdo! Vale a pena comprar esse cosmético caro desse jeito?” ou então: “você só usa cosmético caro”. Resolvi fazer um vídeo para falar sobre isso, espero que vocês gostem! Logo abaixo vou continuar falando sobre isso e dar alguns exemplos:

Respondendo aos comentários – você só usa cosméticos caros!

Eu entendo que muitas pessoas pensem que eu só uso cosméticos caros. Na verdade, quem acompanha o blog desde o começo (e tem gente que me segue desde 2010, lá atrás!) sabe como eu sempre mostrei todo tipo de produto no blog, não só porque eu usava e uso esses produtos, como também recebia de algumas marcas (como Avon, Jequiti, Granado).

Depois de um tempo comecei a achar – e posso ter errado nisso mesmo – que todo mundo já conhecia aquele shampoo que tem na farmácia, e que não valeria a pena falar de uma coisa que todo mundo já está cansado de conhecer. Bobagem minha, né? Afinal, eu posso contar a MINHA experiência com aquele produto já conhecido, e que pode acrescentar alguma informação para alguém. Eu posso usar de uma maneira diferente, posso ter uma dica diferente, enfim, acabei dando mais espaço para os produtos diferenciados – muitos deles são caros mesmo – e os outros mais comuns e acessíveis acabaram ficando de lado.

Cosmético caro é bom e cosmético barato é ruim?

cosmetico caro vale a pena?

Já falei aqui no blog quando falei sobre diferença entre cosmético e dermocosmético que ninguém precisa ter preconceito com produto barato. Existe muito marketing envolvido: nas marcas, nas promessas dos produtos, nos resultados dos produtos, e no “objeto de desejo” que muitos produtos caros representam. Eu mesma já usei vários produtos de luxo como cremes da Chanel, Lancome, e não vi resultados que justificassem o preço. São bons produtos, mas não são 10x melhores que os bons dermocosméticos que eu já usei, portanto, na minha opinião, são produtos de luxo mesmo e não valem o que custam.

Por outro lado tenho vários produtos maravilhosos que compro por preços baixíssimos, como o Mira Cuticle da Avon, que é o melhor produto para cuidado das cutículas, o Gel para Pés e Pernas Cansadas Granado, o Creme Nivea, sem falar em todos os produtos Elseve, que eu nunca escondi no blog que são minha linha preferida de cuidados diários para os cabelos – uso desde a década de 90, e compro pra minha família.

Gosto de usar cosméticos caros? Claro. Sempre que po$$o, eu uso. E vocês sabem também que muitos dos cosméticos caros que eu mostro aqui eu não compro, mas recebo das marcas e lojas parceiras. E não vou deixar de mostrar o produto ou marca X só porque ele é barato ou caro – não faço essa distinção no blog. Prefiro dar minha opinião sobre tudo o que chegar até as minhas mãos, e ajudar quem estiver pesquisando a decidir se vale a pena ou não investir naquilo.

Por que um cosmético é caro?

O preço de um cosmético pode ter vários motivos. Eu listo 4:

  • Cosméticos importados tem o chamado “custo Brasil” – a importação é complicada no Brasil, taxas e impostos são embutidos nos preços e explicam a diferença de preço entre o produto no país de origem e aqui.

EXEMPLO: o Mineral 89 custa €18 – na cotação de hoje, aproximadamente  75 reais. No Brasil ele é vendido por 150,00.

  • A marca pode fazer diferenciação nos preços para se posicionar no mercado. Elas diferenciam seus preços para diferenciar seu público – é uma estratégia de marketing, e quanto a isso a gente não tem o que fazer.
  • Existem marcas que investem muito em pesquisas e estudos para inovar e trazer novas tecnologias, e isso também tem um custo. Alguns produtos são inovadores, tem alta concentração de ativos caros, e isso tem um custo. A Shiseido é uma marca mundialmente reconhecida por isso, e também por terem os melhores salários de seus funcionários. Tudo isso reflete nos preços dos produtos.
  • Alguns produtos são caros por pura enganação. Prometem milagres, fazem propagandas enganosas e quando vemos seu rótulo é o puro “feijão com arroz”. Ler o rótulo dos produtos e fazer umas pesquisas no Google pode fazer com que você não caia nessas furadas!

Eu sempre entendi que o papel dos blogs em meio a tudo isso é ajudar o consumidor a diferenciar essas coisas que eu citei. Mais uma vez, em mais um post eu repito:

Blogs não devem fazer você comprar mais. Devem ajudar a comprar MELHOR.

Por isso eu sempre considerei importante fazer minhas resenhas de uma maneira que ajude as pessoas a entenderem o produto, sua proposta, e tentar definir se vale ou não comprar o produto para usar.

Bom mesmo seria se pudéssemos cada vez mais ter amostras de cosméticos que nos ajudassem a saber sua cor (no caso de bases, protetor solar com cor), seu acabamento em nosso tipo de pele, questões de tolerância, mas quando não temos acesso a essas amostras, o jeito é perguntar pra quem a gente conhece. E de vez em quando, essas pessoas estão na internet, em blogs 🙂

Eu não faço, nunca fiz distinção de preço ou marca de produto aqui no blog. E vou continuar mostrando cosméticos caros e baratos – e vou prestar atenção nesses produtos da minha prateleira que eu sempre achei comuns demais para serem resenhados, vou colocar tudo pra jogo!

E vocês, o que pensam sobre isso?

 

 

 

 

Liftactiv Aox Concentrate – resenha da vitamina C da Vichy

Liftactiv Aox Concentrate Antioxidante e Antifadiga – resenha

Liftactiv Aox Concentrate é a vitamina C da Vichy, que estou postando hoje para responder a algumas perguntas que o blog recebe – e essa é uma delas: qual a vitamina C da Vichy? Tá aí, eu ainda não conhecia, por isso ainda não estava no post onde listei as Vitaminas C para o rosto.

Este post foi editado depois que eu comprei e usei a Liftactiv Aox Concentrate, por isso vou manter a descrição do produto e acrescentar minha experiência com ela.

Depois que passei a usar vitamina C em minha rotina de cuidados a pele ficou com outro aspecto de viço e luminosidade. Agora vou falar sobre a proposta da Liftactiv Aox Concentrate, que lá fora também é conhecida como Liftactiv Fresh Shot.

Liftactiv Fresh Shot vitamina C da Vichy para o rosto

Liftactiv Aox Concentrate – embalagem, apresentação e proposta

Liftactiv Aox Concentrate resenha Vitamina C da Vichy

 

A vitamina C da Vichy vem em um vidrinho escuro (para proteger a vitamina C, que a gente já sabe que é bem instável e sensível à luminosidade), e uma pipeta de vidro – pois ele deve ser dosado em gotas. Ele vem com 10ml – sim, é pouco, mas a quantidade é justificada pela Vichy pelo fato de que a proposta dele é um pouco diferente, um cuidado antioxidante e antifadiga express.

A Vichy promete resultados em 10 dias de uso – o que, para vitamina C é uma vantagem, pois nem dá tempo de oxidar – a não ser que você descuide muito do produto, a ponto de deixá-lo aberto, por exemplo.

Para isso, você deve usar 4 a 5 gotas do produto, 1x ao dia, pela manhã ou à noite. Fique atenta a data de abertura da embalagem, pois a Vichy garante a estabilidade da Vitamina C por até 2 meses após aberta.

DICA: Só não pense que você usa um produto desses por 10 dias e fica liberada do resto dos cuidados, ok? Aproveite os resultados rápidos e depois mantenha o aspecto da pele com os cuidados diários.

Ingredientes ativos do Liftactiv Fresh Shot

  • Vitamina C Pura 15%
  • Vitamina E (age em sinergia com a vitamina C, também é antioxidante, e ajuda a manter a estabilidade da vitamina C na fórmula)
  • Neohesperidina 0,2% – antioxidante de largo espectro, também presente na fórmula do Idealia Serum
  • Polfenóis de Pinus Pinaster (Picnogenol) – extrato de pinheiro marítimo – potente antioxidante, combate o envelhecimento causado pela poluição e protege o colágeno
  • Ácido hialurônico fragmentado (maior capacidade de penetração na pele)
  • água mineralizante de Vichy

Também acho importante salientar que ele tem álcool, e o cheiro é bem perceptível.

Fórmula do Liftactiv Fresh Shot

Liftactiv Aox Concentrate resenha Vitamina C da Vichy

AOUA/WATER – ASCORBIC ACID – ALCOHOL DENAT. – DIPROPYLENE GLYCOL – GLYCERIN – LAURETH-23 – NEOHESPERIDIN DIHYDROCHALCONE – SODIUM HYDROXIDE – TOCOPHEROL – HYDROLYZED HYALURONIC ACID – PINUS PINASTER BARK/BUD EXTRACT

Sem parabenos. Sem perfume. Testado sob controle dermatológico

Liftactiv Aox Concentrate – minha experiência de uso

Já usei alguns cremes e seruns com vitamina C, portanto hoje em dia eu já tenho parâmetros para saber se um produto é bom ou não pra mim. Eu considero que uma boa vitamina C pra minha pele é aquela que, além do efeito antioxidante, que eu não tenho como medir com o uso de um só frasco (isso se mede em anos de uso constante!), hidrata minha pele, me dá um viço e uma luminosidade. E já usei alguns cremes com vitamina C que fizeram isso. Outras vezes, usei produtos que, além do efeito antioxidante, no mínimo hidrataram.
Liftactiv Aox Concentrate em minha pele só deve ter tido mesmo o efeito antioxidante, porque não hidratou, não mudou em nada minha pele, nem no sensorial, no toque, nem no visual. Infelizmente.

Usei o frasco em 5 semanas, e nesse tempo fiquei na expectativa de perceber melhora, mas nada. Fiquei até tirando fotos pois se o efeito fosse o que eu esperava (pelo que a Vichy prometia) eu queria ter provas, rsrs

Fotos poderiam até não mostrar, mas eu se eu sentisse eu falaria.

Como usei?
Sempre pela manhã, após limpar o rosto, e antes do protetor solar.

A Vichy recomenda que você pingue 4 a 5 gotas na palma da mão, esfregue um pouco e passe a mão suavemente na pele, dando batidinhas. Fiz isso nos primeiros dias, porém ela seca tão rapidamente que eu não tinha a sensação de espalhar direito o produto. Ela secava nas mãos antes de chegar ao rosto. Por isso resolvi usar a pipeta para aplicar, direcionando a gota direto para a pele, e espalhando com os dedos em seguida, assim eu sentia o líquido chegando até a pele toda. Aí sim, conseguia cobrir o rosto todo com 4 gotas.

Enfim, não tive reações negativas (como acne, por exemplo), muito menos as positivas – nem a hidratação, que seria o mínimo. Aliás eu ficava com o rosto tão seco que sentia falta de usar um produto hidratante depois, mas preferia usar direto o protetor solar.

Eu tenho ótimas experiências com os produtos Vichy, continuo fã da marca, mas infelizmente este Liftactiv Aox Concentrate não deu certo pra mim, infelizmente.

Onde comprar e preço

Liftactiv Aox Concentrate vem com 10ml e custa R$189,00. Se tivesse os mesmos 30ml dos produtos similares, seriam 570 por frasco, pra efeito de comparação. É encontrada em farmácias (lojas físicas e online) e lojas de cosméticos de todo o Brasil.

Mais Liftactiv no blog

Já usei outros produtos da linha Liftactiv que foram resenhados aqui:

Liftactiv Serum 10 Supreme – potente serum anti rugas, ideal para pessoas de 40 anos aproximadamente

Liftactiv Supreme Olhos creme com ácido hialurônico para área dos olhos

Liftactiv Serum 10 – hidratante em serum

Proteand FPS60 Ada Tina – protetor solar para mãos

Proteand FPS60 tem ácido hialurônico

Recebi o Proteand FPS60 e a proposta deste protetor solar me deixou muito curiosa: ele é um protetor solar para mãos, braços e colo. A Ada Tina já tem um Proteand famoso, que é um creme para mãos com vitamina B5, o Pantenol que a gente ama pelos efeitos reparadores, protetores e hidratantes da pele, e este protetor é uma continuação dessa linha.

Proteand FPS60 Ada Tina protetor solar para mãos - resenha

A gente sabe dos efeitos cumulativos do sol,  por isso não adianta querer se proteger do sol só quando vai à praia, piscina ou fazer atividades ao ar livre. Esse sol do dia a dia, e a luz visível, essa que está dentro da nossa casa, das lâmpadas, do computador, dos tablets, também causam danos e envelhecem a pele, então a regra geral é: acordou? Passa protetor solar. Simples assim.

Veja também: Protetor Solar para pele oleosa

Depois de ter me habituado a usar protetor solar no rosto diariamente, eu tenho tentado usar no resto do corpo, nas áreas expostas, todo dia. Ainda não consegui criar o hábito e fazer isso religiosamente todos os dias, mas vou chegar lá. Mas o protetor solar nas mãos em algumas situações eu já passo: ao dirigir, ao correr e fazer caminhadas.

Toda essa introdução é pra chegar a esse ponto, e vou fazer essas perguntas para ajudar a resenhar o Proteand FPS60:

O que você usa como protetor solar nas mãos?

Me responda nos comentários, quero saber! No meu caso, sempre usei o mesmo do corpo, ou então aproveito algum protetor solar de rosto que não deu muito certo na minha pele. Prefiro essa 2ª opção por ter geralmente FPS mais alto.

O que um protetor solar para mãos precisa ter?

Na minha opinião, além de ter proteção contra UVA e UVB, o ideal é que não saia na água. Afinal de contas a gente lava as mãos o dia todo, e reaplicar o protetor solar toda vez que for lavar as mãos fica inviável…

Descrição do Proteand FPS60 – site da Ada Tina

Proteand FPS 60 é um protetor solar para mãos, braços e colo com Ácido Hialurônico e Difendiox, potente combinação anti-idade e antioxidante com textura extraleve, não oleosa, formulado para máxima proteção solar, prevenindo e tratando manchas solares, manchas escuras e manchas causadas pelo envelhecimento da pele e também pela exposição diária acidental à radiação solar, especialmente nas mãos, braços e colo.

Minha experiência com o Proteand FPS60

Proteand FPS60 Ada Tina protetor solar para mãos - resenha

Logo que o Proteand FPS60 chegou eu apliquei nas mãos. Ele tem uma textura em gel creme, muito parecida com o do Biosole Lev e do Biosole AV. Ele não deixa resquícios brancos, não tem óleo, não fica pegajoso, seca rapidamente e deixa uma gostosa sensação de hidratação nas mãos.

Mas…essa garantia de não sair na água que eu gostaria que ele tivesse por ser direcionado às mãos, a Ada Tina não dá. Então eu pensei: vou começar a usar no rosto para ver como a minha pele reage, afinal dificilmente alguém vai querer comprar um protetor solar exclusivamente para mãos (se ele não tiver um BOM DIFERENCIAL) e ainda comprar outro pro rosto.

Apliquei o Proteand FPS60 no rosto durante esse tempo de testes e tenho gostado do efeito em minha pele oleosa. Ele passa longe de ser matificante, pelo contrário, o acabamento dele é bem hidratante e deixa até um certo brilho, mas não tive problema com espinhas, ele não acrescenta óleo – e vale sempre lembrar, eu tenho usado produtos para controlar a pele oleosa, e acho que isso faz diferença ao experimentar produtos como esse e não ter reações desagradáveis.

Onde Comprar e preço

O Proteand FPS60 assim como todos os dermocosméticos da Ada Tina podem ser comprados na loja online da marca, e custa atualmente R$125,00. Ada Tina também é encontrada em farmácias e boas lojas de cosméticos, e pode haver variação de preços, é só vigiar as promoções! Lembrando que a Ada Tina não testa em animais, é uma marca Cruelty Free.

 

 

Ativos que tratam o melasma

Como agem os ativos que tratam o melasma

Vitaminas orais e potentes cremes com ação anti-inflamatória estão entre as novidades para combater as manchas do melasma

O melasma é caracterizado por manchas escuras ou acastanhadas (geralmente com padrão bilateral) e afeta principalmente mulheres em idade fértil. Segundo a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, apesar de não ter cura, o tratamento contínuo promove melhora significativa e o uso de produtos diários ajuda no controle da hiperpigmentação. “Atualmente para os tratamentos para manchas é preconizado, além do produto de uso tópico, os produtos de uso oral que possuem benefícios antioxidantes e diminuem a inflamação”, acrescenta Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos.

melasma

Suplementos Orais

Mika explica que, na parte oral, é fundamental a suplementação de antioxidantes, que diminuirão a formação de radicais livres, estresse oxidativo e consequentemente o processo inflamatório. “Um produto que tem ação de diminuir a inflamação é o Fosfolipideo do Caviar, que possui ação de proteção da membrana celular, fortalecendo e reparando dos danos causados pelos radicais livres, e pela presença de ômega 3, que diminui o estado inflamatório. Outro antioxidante diferenciado é o Glycoxil que interrompe o estresse oxidativo”, conta a farmacêutica. Além deles, Bio Arct aumenta a produção energética do organismo, que dessa forma terá a capacidade de produzir melanina de boa qualidade e Exsynutriment, que estimula a formação de colágeno e fortalece a junção dermoepidérmica — e dessa forma ocorrerá menos migração de pigmento para superfície diminuindo a formação de manchas.

Cremes

No ponto de vista do tratamento tópico, ativos como Sirahmnose, Hyaxel, Pro Barrier Repair, Alistin, B-White, Lipex Canola UB, OTZ 10 e Arct-Alg são importantes porque tratam os principais pontos, que são:

  1. Fortalecimento da junção dermoepidérmica: é o local que liga a epiderme e derme. Sirahmnose melhora essa ancoragem, e ajuda a diminuir a migração do pigmento para as camadas mais superficiais;
  2. Estímulo da renovação epidérmica de forma gradual: com a união do ácido hialurônico Hyaxel e PBR (Pro Barrier Repair), há estímulo da renovação celular e a remoção das células mortas;
  3. Aumentar a proteção contra os danos do UVB: o raio UVB causa danos no DNA e morte celular. Neste caso, o antioxidante indicado é o Alistin, que potencializará o sistema de defesa natural da pele e dessa forma aumenta a resistência aos raios UVB;
  4. Diminuição da pigmentação: o peptídeo clareador B-White controla a produção de melanina ao agir tanto na pigmentação de origem genética como nas manchas por exposição solar;
  5. Diminuir a inflamação com ativos como o Lipex Canola UB: com ação anti-inflamatória potente igual à da hidrocortisona, diminuindo o estado inflamatório da pele, o que diminui a chance de hiperpigmentação da pele em processos irritativos;
  6. Diminuir a ação dos raios UVA, Infravermelho A e luz visível. Aqui, o antioxidante avançado o OTZ 10 protege a pele da formação de radicais livres originados pela luz visível, Infravermelho A, UVA e UVB neutralizando os radicais livres e protegendo o DNA;
  7. Aumento de produção energética gera na célula a capacidade de responder melhor e produzir melanina de boa qualidade, o que evitará a formação de manchas. Arct Alg aumenta a vascularização da pele e também triplica a produção energética da célula.

Mika explica que esse sistema clareador diminui as manchas de forma suave sem irritar a pele, mantendo sua boa hidratação e diminuindo as chances de efeito rebote ou seja, o escurecimento.

Outros tratamentos

O exame clínico dermatológico é que vai indicar o diagnóstico e o tratamento da condição crônica cuja melhora depende do paciente (uso de produtos adequados e cuidados com a fotoexposição) e que pode piorar com tratamentos mais agressivos. A questão da fotoproteção é indispensável para estabilizar os benefícios dos tratamentos. “O uso de fotoprotetores com no mínimo FPS 30 para rosto e corpo (nas áreas mais expostas) deve ser diário”, explica. A farmacêutica alega que é sempre importante buscar auxílio de um dermatologista, que pode orientar para o controle do melasma ácidos clareadores, lasers, luz pulsada e peelings.

 

Qual o pH da pele? Entenda e cuide-se melhor

Entenda o pH da pele e como isso influencia nos seus cuidados diários

Você sabe o que é pH? Sabia que a pele tem uma faixa de pH ideal, que mostra que ela está em equilíbrio e saudável? Depois que entendi isso aprendi a usar melhor os produtos e quero deixar essas informações com vocês, espero que gostem!

 

O que é pH?

O potencial Hidrogeniônico, ou pH, é um índice que mostra o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução. Sem entrar em detalhes mais científicos e concentrações de íons de Hidrogênio, em uma escala de 0 a 14, o 7 seria o pH NEUTRO, valores abaixo de 7 indicam uma solução ácida, valores acima de 7 indicam uma solução alcalina ou básica.

O pH da pele – manto hidrolipídico

A pele “saudável” tem um pH ácido, com valores entre 4,5 e 6. Isso tem um motivo:

Nós temos uma espécie de “filme” sobre a pele, o manto hidrolipídico (hidro – água e lipídio – gordura), e este manto é ligeiramente ácido. Ele tem a função de barreira, protege a pele contra agressões do ambiente no dia a dia, deixando-a com uma hidratação natural. O fato de ter um pH ácido ajuda no equilíbrio dos microorganismos, pois inibe a proliferação de bactérias e fungos – uma pele com acne ativa, por exemplo, tem o pH alcalino, ou seja, tem um ambiente propício para as bactérias que causam as inflamações na pele.

Detalhe: o pH varia com a idade, com o gênero, e com a área do corpo. Alguns lugares, como axila por exemplo, tende a ter um pH mais próximo a 7.

O equilíbrio do pH

Sabendo que a pele tem um pH naturalmente ácido, e que este pH ajuda no equilíbrio da flora da pele, o desequilíbrio do pH da pele irá causar sinais visíveis.

A pele muito seca tem pH abaixo do ideal.

A pele com dermatite atópica, rosácea, acne ativa, tem pH acima do ideal.

O desequilíbrio do pH ideal pode ocorrer por vários fatores, como tratamentos com certos tipos de remédios, quimioterapias, excesso de limpeza, agressões externas como exposição a poluição. E tem jeito de reequilibrar? TEM! (essa é a notícia boa)

Falando no óbvio, que parece clichê mas não tem como fugir, a alimentação é um fator muito importante para manter o equilíbrio da saúde geral do corpo, e da pele também, claro. Mas para alimentação nós temos que prestar atenção em alimentos alcalinizantes, que são frutas, legumes, verduras, mas isso seria assunto para outro post!

Agora quero colocar alguns tópicos aqui que são mais práticos, para que vocês entendam melhor:

O pH da pele e o famoso efeito rebote da pele oleosa

Quem tem pele oleosa e já passou por dermatologistas já deve ter ouvido a recomendação de não exagerar na limpeza da pele. Isso parece estranho, já que temos a sensação de pele “suja” e que precisa de mais limpeza do que o normal, não é?

Acontece que os produtos de limpeza de pele mais adstringentes tem o pH alcalino, que levam embora a sujeira e o óleo excessivo acumulado na pele, mas também levam embora aquele manto hidrolipídico natural que eu mencionei no início do post, e isso irá desequilibrar o pH da pele.  Acontece que a pele precisa desta barreira natural, e vai produzi-lo novamente para se proteger e manter a hidratação. Se você lava a pele constantemente, ela irá produzir mais óleo ainda, o chamado “efeito rebote”.

Mas você não vai deixar de limpar a pele por causa disso, certo? Tem o jeito certo de fazer sua rotina de cuidados com a pele, reequilibrando o seu pH e ajudando-a a ficar mais saudável e bonita.

Como reequilibrar o pH da pele

Já viram aquela ordem de aplicação de produtos para a pele: limpeza, tonificação e hidratação? Esta ordem não é à toa.

Após a limpeza, que já vimos que desequilibra o pH da pele e tira o manto hidrolipídico natural, a tonificação da pele irá ajudar a restaurar o pH, e você pode fazer isso usando:

Tônicos faciais

Lo-C3-A7-C3-A3o-t-C3-B4nica

a principal função do tônico facial é o reequilíbrio do pH da pele – eles ainda refinam a limpeza da pele. Eu vou ser bem sincera, sempre li que eles reequilibram o pH mas achava que a função principal do tônico era finalizar a limpeza da pele, retirando resíduos.

Soro Fisiológico

Tem o pH fisiológico, em torno de 6.0, e é um curinga para a pele que pode ser usado em vários momentos do dia.

Água Micelar

Águas micelares - comparação

Além de serem usadas como demaquilantes, elas podem ser usadas após a limpeza e algumas ainda tem outros benefícios como hidratar, tratar a pele a longo prazo – lembra que eu fiz uma comparação aqui no blog?

Comparação de 6 águas micelares

20 águas micelares

E depois de reequilibrar o pH da pele, o que eu faço?

Agora que você deu essa forcinha para reequilibrar o pH da pele, ela estará pronta para receber os tratamentos que virão a seguir: pode ser hidratação, seu tratamento anti idade, tratamento contra o melasma, o que for.

O pH dos produtos que virão a seguir (hidratante, clareador, vitamina C, etc) terá um valor adequado para o seu tipo de pele. Aliás, quem tem pele oleosa aí (já vimos que ela tende a ser alcalina, não é?) pensa comigo: perceberam como os melhores produtos para pele oleosa são ácidos? Ácido retinóico, ácido glicólico, ácido azelaico… 😉

Pode borrifar água no rosto para refrescar?

A água da nossa torneira é tratada para ser alcalina, por isso não é legal ficar borrifando essa água no rosto para refrescar. Melhor fazer isso com o soro fisiológico, água termal ou até mesmo uma água mineral com pH próximo de 6 – toda água mineral que a gente compra para beber informa o pH no rótulo, o ideal é que para beber ela seja alcalina ou neutra, e se o pH for próximo de 6 é melhor você usar no rosto do que beber 😉


 

Viram como o raciocínio é simples, e sabendo dessas coisas você toma providências práticas e simples no seu dia a dia que irã melhorar e muito a sua pele? Espero que o post e o vídeo tenha ajudado, tô esperando os comentários de vocês: já sabiam desse lance do pH da pele? O que fazia de errado? Quero saber!

 

 

 

Normalize Matte Intense Ada Tina – resenha

Normalize Matte Intense – protetor solar para pele oleosa

Conheci o Normalize Matte Intense da Ada Tina logo no começo do verão e tenho usado bastante, logo fiquei muito impressionada com o acabamento matte e contei nos stories do Instagram (aliás, me sigam por lá pois estou sempre mostrando as experiências com os produtos em tempo real, vale a pena acompanhar! @luvilelapaes)

Normalize Matte Intense – apresentação

Normalize Matte Intense Ada Tina - resenha

Quem conhece os outros protetores solares da Ada Tina irá reconhecer a embalagem tipo bisnaga com tampa Flip, e vem com 40ml (atenção nisso, o Normalize Matte vem com 50ml). Veja a descrição da Ada Tina para o Normalize Matte Intense:

Normalize Matte Intense FPS 50 é um protetor solar para peles muito oleosas e acneicas, com ação matificante intensiva e resistência ao sebo. Normalize Matte Intense FPS 50 reduz o brilho e controla intensamente a oleosidade, além de reduzir a umidade da pele, garantindo toque extrasseco ao longo do dia. Normalize Matte Intense FPS 50 possui 12 Horas de Proteção Solar cientificamente comprovadas além de manter a pele com oleosidade controlada também com 12 Horas de Eficácia.

Agora que já vimos a apresentação da marca quero deixar as minhas impressões e contar minha experiência com o produto pra gente comparar 😉

Normalize Matte Intense – minha experiência

Ele realmente é indicado para quem tem pele oleosa, pois deixa a pele bem sequinha, por muito tempo. Usei de várias maneiras, em dias diferentes, inclusive dias quentes e úmidos:

-sozinho, pela manhã, para dia de sol e piscina (exposição intensa e contínua por mais de 3 horas). Nesses dias inclusive nadei e não consegui retocar.

-por baixo da maquiagem – ele não interferiu no acabamento da base e não esfarelou.

-apliquei antes de atividade física ao ar livre – ele não escorreu com o suor da corrida.

Em todas as situações ele ofereceu proteção solar intensa, já que não cheguei a ficar vermelha e/ou com a pele irritada por excesso de sol em nenhum momento. Ele também não deixou minha pele muito esbranquiçada – dá pra perceber uma ligeira alteração na cor da pele no “antes e depois” de aplicado mas é algo muito sutil, que não interfere na “selfie”, rsrsrs

Normalize Matte Intense Ada Tina - resenha

Quanto ao controle da oleosidade ele é nota 10. Quem me acompanha sabe que eu sempre fui muito fã do Normalize Matte  e do Normalize Pore, os outros protetores solares para pele oleosa da Ada Tina. Continuo gostando muito dos 2 (principalmente do Pore), que também tem acabamento bem seco, mas não saberia comparar quanto tempo a mais o Normalize Matte Intense deixa a pele seca (já tem um bom tempo que não uso o Pore e o Normalize Matte para fazer essa comparação).

Mas a comparação do Normalize Matte e Normalize Pore eu fiz!

Como o foco deste protetor solar é o acabamento seco prolongado, pois na fórmula tem Sílicas Secativas Intense que resistem ao sebo e a umidade, se a sua pele oleosa é daquela que “pinga óleo” eu iria direto no Normalize Matte Intense! Você já deve ter comprado algum produto (como bolsas, sapatos, etc) que vem com um saquinho, cheio de bolinhas, escrito SILICA GEL – pois é, serve para não deixar o produto mofar enquanto está guardado. Ele retira a umidade do ar. É essa sílica que tem no protetor solar Matte Intense, que irá absorver o sebo e a umidade do rosto, deixando-o sequinho.

12h de proteção solar

Quanto às 12h de proteção solar:  quero fazer um comentário pois em outro produto da Ada Tina, o Biosole AV eu falei sobre isso e recebi alguns comentários e perguntas sobre essa proteção de 12h. Esta informação é da marca, e segundo a Ada Tina é resultado de estudos feitos com o produto. Eu pessoalmente tenho a indicação da minha dermatologista de retocar sempre, seja qual for o protetor solar (eu procuro seguir isso, eu só não retoco quando estou fora de casa e me esqueço de carregar o protetor solar na bolsa).

Fórmula

METHYLENE BIS-BENZOTRIAZOLYL TETRAMETHYLBUTYLPHENOL, BIS-ETHYLHEXYLOXYPHENOL METHOXYPHENYL TRIAZINE, TITANIUM DIOXIDE, HYDRATED SILICA, DIMETHICONE/METHICONE COPOLYMER, ALUMINUM HYDROXIDE, ETHYLHEXYL TRIAZONE, ETHYLHEXYL METHOXYCINNAMATE, BUTYLENE GLYCOL COCOATE, DICAPRYLYL CARBONATE, BISABOLOL, TOCOPHERYL ACETATE, DIETHYLAMINO HYDROXYBENZOYL HEXYL BENZOATE, ACRYLATES/C10-30 ALKYL ACRYLATE CROSSPOLYMER, SODIUM HYDROXIDE, HYDROXYETHYLCELLULOSE, CITRULLUS VULGARIS (WATERMELON) FRUIT EXTRACT, TRIBEHENIN PEG-20 ESTERS, METHYLISOTHIAZOLINONE, PHENOXYETHANOL, PENTAERYTHRITYL TETRA-DI-T-BUTYL HYDROXYHYDROCINNAMATE, DISODIUM EDTA, AQUA, ALUMINUM STARCH OCTENYLSUCCINATE, ETHOXYDIGLYCOL, SILICA, XYLITYLGLUCOSIDE, ANHYDROXYLITOL, XYLITOL.

 Onde comprar e preço

O Normalize Matte Intense é vendido na loja virtual da Ada Tina por R$104,00 a embalagem com 40ml. Também pode ser encontrado em boas farmácias e lojas de cosméticos, físicas e online.


Será que eu falei tudo? Acho que sim! Mas se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários. O que eu não souber responder eu passo pro pessoal da Ada Tina 😉 E quem usar me conte, quero saber a experiência de vocês!

 

 

 

 

Lipofemme Body Lotion AntiEstrias

Lipofemme AntiEstrias – tratamento de combate as  estrias

Recebi o Lipofemme Body Lotion AntiEstrias da assessoria da Extratos da Terra, marca que eu só passei a conhecer agora por causa deste produto. Há bastante tempo não uso nenhum produto específico para estrias então fiquei bem empolgada para começar a usar e sentir como ele funciona, e mesmo depois de pouco tempo de uso (quase um mês) eu já tenho algumas coisas para falar – mas mesmo assim pretendo voltar a atualizar o post quando terminar de usar o produto até o final, já que os resultados começam a aparecer a partir de 45 dias, sendo que os melhores são esperados com cerca de 3 meses de uso.

Então não deixe de voltar aqui para ver a atualização do post daqui a 2 meses – fique de olho nas minhas redes sociais que eu vou avisar! Instagram: @luvilelapaes

Lipofemme antiestrias resenha

Lipofemme Body Lotion Antiestrias

As estrias são um tipo de cicatriz, resultado do estiramento da pele. Quando a pele não tem elasticidade suficiente para suportar o estiramento as fibras se rompem, e ficam visíveis na pele como se fosse uma cicatriz mesmo.

É muito comum que as estrias surjam no crescimento na fase da adolescência, na gravidez e no aumento de peso corporal. No meu caso, tenho 2 “grupos” de estrias: as do crescimento que são mais antigas, bem branquinhas e mais finas e aparecem na lateral do quadril, e as mais recentes, da gravidez da Isabela há 8 anos. Essas últimas são mais aparentes, já estão brancas também e são mais grossas, deixam até um baixo relevo na pele.

Só pra constar, não me envergonho delas, viu? Já superei faz tempo! Não sou do tipo que escondo as marquinhas na praia, nem em fotos, afinal é uma coisa normal e (quase) todo mundo tem. Mas como eu sempre quero melhorar o que for possível não dispenso um creminho 🙂

Lipofemme Body Lotion Antiestrias – composição e como age

O Lipofemme AntiEstrias atua em duas frentes: para melhorar o aspecto da estria que já existe, e para prevenir. Para isso ele tem:

Ácido Hialurônico Fracionado:

Mantém a pele hidratada, além de estimular a renovação celular.

Hidroxyprolina

Regenerador, citoestimulante, ação antienvelhecimento, biossíntese de colágeno.

Óleo de girassol

Rico em ácidos graxos, ômega 6, melhora a hidratação e auxilia na função de barreira protetora da pele, além de ser emoliente e ter ação reepitalizante.

Manteiga de Karité

Emoliente e hidratante, sensorialmente agradável, deixa a pele macia e nutrida.

*todas as informações foram tiradas do site da Extratos da Terra

Minha experiência com o Lipofemme Body Lotion Antiestrias

Quando comecei a usar eu nem tinha esperança de sumir com as estrias que eu tenho (acho que já me acostumei mesmo, não sou focada nisso, entende?) mas mesmo assim usei para completar os tratamentos que tenho feito junto com a dieta e atividade física. Cremes sempre ajudam muito nessas horas!

Ah, uma coisa importante: a estria não vai sumir, deixar de existir em você. O que o produto faz é fazer com que ela fique o mais próximo do tom da sua pele, ficando imperceptível.

Estou focando o tratamento na área dos flancos, dos dois lados, onde estão as estrias mais aparentes (as da gravidez). No primeiro uso percebi que precisa de uma gotinha pequena do produto para essa área, pois assim que eu começo a espalhar ele “emulsiona”, ficando bem branco e espesso, e aí eu vou massageando com movimentos circulares até essa “espuma” branca sumir, e sinto que o creme foi absorvido. Não é instantâneo, mas também não demora tanto tempo. O ideal é fazer 2x por dia – confesso que não consigo todos os dias fazer as duas vezes, mas na maioria dos dias estou fazendo.

Nas primeiras 2 semanas eu já vejo que a pele está com a textura totalmente mudada, bem mais firme. Mas não é pouco mais firme não, é BEM MAIS FIRME! Como estou fazendo atividade física e dieta (com nutricionista), estou emagrecendo devagar e essa área que em mim sempre foi mais flácida depois das 2 gestações ficou mais flácida, e o creme está me ajudando nisso.

Não se vocês perceberam, mas na descrição do produto em momento nenhum a empresa diz que ele age como redutor de medidas ou algo do tipo. O foco é a ação na estria mesmo, e no fortalecimento da pele para evitar futuras estrias!

Lipofemme  body lotion antiestrias resenha

 

A ideia é mostrar os resultados daqui a 2 ou 3 meses, quando tiver um antes e depois bem legal, e eu acho que vai ter. Mas mesmo que as estrias não sumam completamente só o fato de eu perceber essa firmeza em um local que estava bem flácido já está sendo bem vantajoso. Quem sabe vem um vídeo também, quem quer?

Onde comprar e preço

O Lipofemme Body Lotion Anti Estrias é vendido na loja virtual da Extratos da Terra, e custa atualmente R$162,70. A embalagem vem com 200g e dura por muito tempo, pois como eu falei não precisa usar muita quantidade de uma vez!

 

 

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream – hialurônico com cor

Hyaluron Filler CC Cream – lançamento da Eucerin

Hyaluron Filler já é uma linha conhecida por aqui, já mostrei o serum da linha da Eucerin que é concentrado em ácido hialurônico e um produto que entrou pra ficar na minha rotina de cuidados diários. Aliás, também tem o creme para o dia e para a noite, estou devendo mostrar aqui no blog!

Agora a Eucerin lançou uma versão do Hyaluron Filler com cor, que é o mesmo tratamento anti rugas porém que pode substituir a base, e eu vou mostrar em detalhes neste post.

Veja também: Hyaluron Filler Concentrate

Hyaluron Filler CC Cream – resenha em vídeo

Hyaluron Filler CC Cream – tratamento anti rugas com cor

A linha Hyaluron Filler toda tem a mesma proposta de tratamento, agindo de duas maneiras: de dentro pra fora, e de fora pra dentro. E como ela faz isso:

-Com moléculas grandes de ácido hialurônico para atuar na camada superficial da pele, e também ácido hialurônico de baixo peso molecular, que penetra mais profundamente onde as rugas são formadas. A ideia é repor o ácido hialurônico que deixamos de produzir com o envelhecimento;

-com a saponina de soja, que estimula os fibroblastos a produzir ácido hialurônico, ou seja, ação de dentro para fora.

Isso todos os produtos da linha Hyaluron Filler fazem, só que de maneiras diferentes, e cada um tem um tipo de uso, dá um acabamento diferente, podem ser usados em horários diferentes. Aí vamos ver o que cabe melhor na nossa rotina e no nosso gosto.

 

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream - resenha

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream oferece este tratamento de reposição do ácido hialurônico, mas tem pigmento, então pode ser usado no lugar da sua base de maquiagem. Ele deixa a pele uniformizada, espalha fácil e é altamente hidratante, e também tem FPS15 e proteção UVA. Tem duas opções de cor: CLARO e MÉDIO – quem já conhece o Eucerin CC Cream (o protetor solar com cor da Eucerin) pode considerar as mesmas tonalidades. Quem usa base entre 15 a 20 usa o tom claro, e bases com tons 30/35 usam o tom médio. A embalagem é com válvula Pump, o produto tem textura cremosa e espalha bem fácil, mas demora a “secar” – entre aspas porque ele “assenta na pele” mas não chega a ficar totalmente seco.  Veja a foto abaixo para ter uma ideia:

Eucerin Hyaluron Filler CC Cream - resenha

 

Minha experiência com o Hyaluron Filler CC Cream

Como eu disse anteriormente, existem produtos diferentes para perfis diferentes e necessidades diferentes. Eu preciso de ácido hialurônico e AMO a linha Hyaluron Filler, mas este produto especificamente não coube na minha rotina, vou explicar por que.

Eu faço minha rotina diária pela manhã, usando os produtos que sempre mostro aqui (gel de limpeza, água micelar, hidratante, protetor solar). Após o protetor solar, se eu for sair eu uso maquiagem, quando o protetor solar não tem cor. Só que como base, o Hyaluron Filler é muito hidratante, e não deixou minha pele sequinha. Eu até não me importo de usar hidratantes que não deixem acabamento sequinho, desde que eles sejam absorvidos depois de um tempo, e quando fico em casa isso não me incomoda. Mas para sair de casa maquiada eu PRECISO de acabamento seco senão minha pele oleosa dá o grito! Como Hyaluron Filler CC Cream é altamente hidratante ela não se encaixou no meu perfil de base.

Para usar como tratamento, eu já tenho o Hyaluron Filler Concentrate, que eu AMO, já me acostumei com a sua textura e acho perfeita para mim. Por isso, entre um e outro, eu acabo preferindo usar o Serum mesmo. Sem falar que eu não uso maquiagem todos os dias, então eu posso perfeitamente ficar com o hialurônico sem cor. Mas como eu falei: questão de perfil e de rotina! Uma pessoa que sai de casa todo dia e quer sair maquiada tem muito mais chance de aproveitar esse CC Cream.

A cor casou perfeitamente com a minha cor de pele, e a cobertura que ele deixa é muito boa, porém o acabamento não é sequinho muito menos matificante. Na minha opinião quem tem pele madura e/ou pele seca vai gostar bastante.

Espero que tenham entendido a proposta do produto. Se ficou alguma dúvida pode deixar nos comentários que eu respondo!

Onde comprar e preço

Os produtos da Eucerin são encontrados em farmácias de todo o Brasil, e também em lojas de cosméticos físicas e online. O preço sugerido é R$198,60 para esta embalagem de 50ml.

 

Shiseido Hada Senka Mineral Water

Shiseido Hada Senka – protetor solar oriental

Resolvi contar como é o Shiseido Mineral Water pois é uma versão mais barata de protetor solar oriental, que muita gente gosta. Shiseido é quem produz, mas pelo que entendi (informação do vendedor do ebay) a marca é Senka. Pra quem não sabe, a Shiseido tem várias marcas como a Nars, Avene, Anessa. O problema dele é que todas as informações da embalagem estão em japonês, então não consigo mais detalhes da fórmula do que encontrei nos anúncios em inglês, mas espero que o pouco que eu tenho de informação, junto com as minhas impressões do produto, sirvam para vocês entenderem como ele é e se vale a pena comprar.

Embalagem, apresentação e textura do Shiseido Hada Senka Mineral Water

Shiseido Hada Senka Mineral Water FPS50

A embalagem do Shiseido Mineral Water é plástica e com bico aplicador – igual ao do Nivea Sun Toque Seco FPS60 que eu mostrei aqui semana passada. Vem com 40ml, é um líquido e de textura bem leve (outra coisa bem parecida com o protetor da Nivea). No vídeo eu mostro como ele é fácil para espalhar e assim que seca ele fica invisível, sem deixar rastros brancos. Ele é resistente à água e ao suor, já testado e aprovado há muitos verões!

Ele não seca imediatamente, mas não demora muito, talvez uns 5 minutos. O acabamento final fica muito parecido com o Eucerin Sun Creme Gel Oil Control – não matifica, deixa a sensação de pele hidratada, e não deixa a pele melada ou oleosa. Mas fica longe de ser aquele protetor que deixa a pele sequinha e aveludada como os famosos protetores orientais (como o Bioré). O forte deste protetor é a hidratação, pois ele tem ácido hialurônico em micro partículas, que possibilitam uma penetração profunda na pele, além de geléia real GL, uma variação da glicerina, muito mais potente, que também é encontrada em outros produtos da Shiseido. Realmente, fora a alta proteção, a hidratação é marcante nesse protetor.

Não tem fragrância, nem corante, nem óleo mineral, hipoalergênico. Eu não encontrei a fórmula, mas vi uma resenha gringa que falava que era um protetor químico, e pela textura e acabamento na pele deve ser mesmo… Enfim, pra quem gosta de se aventurar nas compras internacionais ou quer experimentar um produto diferente é uma boa pedida. No Ebay é fácil achar (cerca de 8 dólares) e algumas lojinhas de cosméticos orientais também vendem no Brasil, além do Mercado Livre.

Eu bem que gostaria de conhecer mais protetores solares orientais, pela fama que eles tem realmente devem ser bons. Antes de ter o blog, e também quando comecei meu primeiro blog de beleza, eu fazia muitas compras internacionais (Ebay e lojas de cosméticos) e já usei muitos produtos orientais maravilhosos, mas poucos foram protetores solares. Quem tiver dica, além do Bioré, pode deixar nos comentários que eu aceito!

 

 

 

 

Cosmético ou dermocosmético – qual a diferença?

Cosmético ou dermocosmético? Como saber o que é o que?

Cosmético e dermocosmético são a mesma coisa ou são diferentes? Se são diferentes, o que fazem ser diferentes e como identificar um e outro? Como já recebi este tipo de pergunta em vários posts, e eu mesma já havia me feito esta pergunta, resolvi pesquisar e o resultado desta pesquisa eu vou mostrar pra vocês agora.

Lembrando: a fonte das minhas pesquisas foi a internet sim, mas CUIDADO! Nem todas as fontes que estão na internet são seguras. OU SEJA: quando você for pesquisar no Google, as primeiras páginas que irão aparecer podem ser mais propaganda do que informação. Sites de empresas que querem se passar por confiáveis para vender seus produtos não são as melhores fontes de informação segura, por isso eu só levei em consideração o que a ANVISA diz sobre o assunto para fazer este post.

cosmetico ou dermocosmetico - qual a diferença?

Qual a diferença entre cosmético e dermocosmético?

Não vou enrolar e já vou respondendo, mas não fique só nessa primeira parte, leia o resto do post!

A diferença básica é o marketing e o posicionamento da marca.

Pensa comigo: uma empresa quer fazer aqueles produtinhos básicos, vender no maior número de pontos possíveis e atingir o público em massa com produtos mais baratos. Hidratantes perfumados, sabonetes, colônias, etc – isso que todo mundo gosta de usar e ganhar, independente de ter necessidade. Ela vai querer se colocar no mercado como sendo uma empresa de cosméticos – daqui a pouco cito exemplos conhecidos.

Outra empresa quer fazer produtos diferenciados, se fazer conhecida entre os dermatologistas, produzir alguns produtos com ativos mais especiais (ALGUNS, não TODOS!), atender um público mais selecionado e específico – então ela irá se lançar no mercado como uma empresa conhecidamente por ser dermocosmética. Mas vai fabricar o hidratante normal? Sim, também. Mas ela até poderá cobrar mais caro por ele…entendeu?

Vamos aos exemplos: o que é dermocosmético pra você?

Não só pra você, mas pra mim também (afinal todos nós somos alvos desse marketing), marcas como La Roche Posay, Vichy, Avene, Ada Tina, Eucerin, são todas marcas de dermocosméticos. Os produtos dessas marcas costumam ser diferenciados mesmo, pois podem clarear manchas na pele, mudar a textura da pele, diminuir a oleosidade, etc. Para isso, eles investem em pesquisas, criam/descobrem novos ativos, mudam as fórmulas para melhorar a performance de seus produtos, e depois de todo este trabalham costumam também fazer um trabalho junto aos dermatologistas, o que ajuda bastante na formação da imagem de uma marca de dermocosméticos. No final, uma marca sempre recomendada por dermatologistas acaba atingindo aquele status de marca de dermocosmético.

E marcas de cosméticos, temos várias, com produtos que podem ser até mais caros ou baratos, mas não reconhecemos a MARCA como uma marca de dermocosméticos: Boticário, Natura, Avon, Jequiti, Nivea, etc.

E legalmente, alguma coisa separa um cosmético de um dermocosmético?

  • Pra a Anvisa não existe cosmético e dermocosmético. Existe MEDICAMENTO e COSMÉTICO.
  • Legalmente, não existe nada que uma marca precise fazer para ser reconhecida como dermocosmética, por isso a questão do marketing que eu falei anteriormente é tão importante.
  • Os produtos dessas marcas que eu citei anteriormente (La Roche, Vichy, Avene, Ada Tina, Eucerin)não são medicamentos, são cosméticos. Mas algumas marcas podem ter medicamentos e cosméticos, como a Clariderm.

 Cosmético é um produto de venda livre destinado à higiene pessoal, estética e cuidados com a pele sem efeito terapêutico.*

Medicamentos são produtos com efeitos terapêuticos destinado ao tratamento de saúde ou recuperação da saúde de uma pessoa. Medicamentos tem venda restrita à farmácias e drogarias, podendo estar sujeito a prescrição médica.*

*Fonte: Site da ANVISA

Cosmecêuticos, neurocosméticos, dermocosméticos e nutricosméticos

Nenhum desses termos existe na legislação. Inclusive nutricosmético é registrado como alimento, e não como cosmético.

Veja o que a Anvisa entende por esses termos:

  • Cosmecêuticos: derivado da combinação das palavras cosmético e farmacêutico. Esse termo é atribuído ao produto que promove uma boa aparência, afetando a estrutura da pele.
  • Neurocosméticos: produtos que se baseiam na aplicação de substâncias que atuam no organismo de forma semelhante aos neuromediadores endógenos, prometendo exercer efeitos benéficos para a saúde e beleza da pele e dos cabelos.
  • Dermocosméticos: cosmético que se aproxima de medicamento dermatológico de uso tópico

Existe alguma diferença nos registros de cosméticos?

Sim, existem cosméticos Grau I e Grau II – mas essa diferença não coincide com o que nós pensamos por ser cosmético e dermocosmético, ou seja, não é porque é “cosmético comum” é Grau I e dermocosmético é Grau II – não!

Os critérios são esses:

Cosméticos Grau I*

São produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los em bom estado que se caracterizam por possuírem propriedades básicas ou elementares, cuja comprovação não seja inicialmente necessária e não requeiram informações detalhadas quanto ao seu modo de usar e suas restrições de uso, devido às características intrínsecas do produto

*Fonte: RDCnº7/2015 e site da Anvisa

Cosméticos Grau II*

(Notem que a primeira parte, destacada em azul, é igual ao Grau I)

São produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los em bom estado que possuem indicações específicas, cujas características exigem comprovação de segurança e/ou eficácia, bem como informações e cuidados, modo e restrições de uso.

Os critérios para esta classificação foram definidos em função da probabilidade de ocorrência de efeitos não desejados devido ao uso inadequado do produto, sua formulação, finalidade de uso, áreas do corpo a que se destinam e cuidados a serem observados quando de sua utilização.

*Fonte: RDCnº7/2015 e site da Anvisa

Lista dos produtos Grau I E Grau II:

http://portal.anvisa.gov.br/web/guest/conceitos-e-definicoes

Do que precisamos saber sobre essa diferença?

  • Cosméticos Grau I e Grau II podem ser comprados sem receita médica em farmácias ou lojas de cosméticos.
  • Ambos são COSMÉTICOS!
  • Embora possam ser comprados sem receita médica, o que nós conhecemos como dermocosmético pode ser recomendado pelo médico para tratamento de pele. E é bom que seja recomendado pelo médico mesmo, para correto uso e aproveitamento do produto.
  • Todos os produtos infantis são Grau II
  • O registro é por PRODUTO e não por MARCA. Por isso, uma marca que você reconhece por Dermocosmético pode ter produtos registrados como Grau I e Grau II. E marcas mais baratas, que você acha uma marca simples e baratinha, pode ter produto Grau I e Grau II…
  • Não precisa ter preconceito com marcas. Existem produtos bons e ruins em todas as marcas – aliás, em vez de produtos bons e ruins vamos chamar de “produtos indicados para você” e “produtos não indicados” – o que é ruim pra você pode ser bom pra mim, e vice versa. É o que eu mais vejo em quase 7 anos de blog de beleza!

Exemplos de registros produtos cosméticos:

Nivea Sun Antissinais Protetor Solar FPS60 – PROTETOR SOLAR GRAU II

Eucerin Sun Fluido Matificante – PROTETOR SOLAR GRAU II

Natura Chronos Politensor de Soja 30+ – CREME PARA RUGAS (GRAU II)

Natura Chronos Fluido Protetor Facial Ultraleve FPS60 – PROTETOR SOLAR

Eau Thermale Vichy / Eau Thermale La Roche Posay – LOÇÃO DE LIMPEZA FACIAL EXCETO PARA PELE ACNÉICA (ALCOÓLICAS OU NÃO, EMULSIONADAS OU NÃO, INCLUINDO OS “LEITES”) GRAU I

Eau Thermale Avene – OUTROS PRODUTOS NÃO PREVISTOS – GRAU II

 

(não me pergunte porque as águas termais foram registradas de forma diferente, estou sem entender também!!!)

 

Quer conferir o registro de um produto? É só colocar o nome do produto no campo indicado na página:

https://consultas.anvisa.gov.br/#/cosmeticos/registrados/

https://consultas.anvisa.gov.br/#/cosmeticos/registrados/

https://consultas.anvisa.gov.br/#/cosmeticos/registrados/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...