Crianças lançando moda!

Essas crianças são fotografadas desde que nasceram, e toda vez que aparecem viram notícia. Vocês sabem que eu gosto de acompanhar notícias desse povo famoso e claro que copio uma coisa ou outra de vez em quando…rs

Selecionei algumas reportagens em que os filhos famosos dos famosos estão estilosos e mostrando uma ou outra peça que dá vontade de comprar pros nossos filhos, sobrinhos, afilhados, etc (quem não tem uma criança amada pra presentear?), então fica como sugestão!

Olha a Ella Rae, filha do Mark Walhberg, com essa bota de Joaninha da Western Chief, uma marca muito fofa cheia de coisa linda pra criança! Além de bota eles tem capa de chuva, sombrinhas, vários acessórios divertidos assim. Se quiserem depois eu mostro aqui, mas a página do Facebook da marca está aqui.

Encontrei uma versão genérica (acredito que seja…) no AliExpress também.

Outra que usa – ou usava – é a Suri:

Aliás, não deve ter nada que essa menina não tenha usado na vida!

Voltando a Ella Rae, que gosta de passear com o pai, olha que menina estilosa! Me chamou a atenção o fato de ela estar com a sacola da American Girl Doll, uma loja de bonecas famosérrima nos EUA que tem as bonecas mais lindas do mundo. Paixão da minha sobrinha, e pelo visto da Ella também, que gosta de frequentar o chá da loja (a loja tem de tudo, depois quero mostrar aqui também, de enlouquecer).
Pra quem quiser bisbilhotar o site, o link está aqui.

Doideira essa cadeirinha do Flynn, filho do Orlando Bloom. Se bem que o melhor acessório do menino não é a cadeira, e sim, o pai. Passa pra próxima!
Honor é a filha de Jessica Alba, e está com o uniforme das minhas meninas: fantasia de princesa. Comprei uma igual a essa da Bela no Amazon, mas posso falar? As que eu comprei no Brasil são melhores. No site da Disney também tem algumas opções.
Mas vale pesquisar em lojas de festas e lojas de brinquedos, dá pra encontrar opções daqui também.

As mochilinhas e lancheiras Skip Zoo já são famosas no Brasil também, eu vejo muito por aqui. Elas são de tecido, com a parte interna forrada, térmica. Já mostrei as minhas aqui.
Pausa para o jabá próprio: ainda tenho algumas a venda, veja aqui.

A filha da Sarah Michelle Gellar é estilosa e já sabe alguns segredos: abusa dos acessórios! Vê se pode!!
Encontrei várias fotos da menina usando óculos e bolsas, gente… Interessante é que ela usa bastante essa bolsa com essa estampa camuflada e varia os óculos. Sabe das coisas, adorei!
Eu acho uma graça ver essas fotos pois identifico totalmente o jeito de ser das meninas, são realmente todas iguais, em todo lugar. Adoram uma fantasia, um enfeite, são mini-mulheres. Adoro aproveitar essa fase, pena que um dia acaba!

Pé de Moça – dica para aniversários

Descobri uma boa dica (ou péssima dica, dependendo do ponto de vista!) com uma amiga e vou dividir com vocês…

Tá certo que era a última coisa que eu precisava descobrir em tempos de dieta, mas tudo bem… foi útil pra fazer o aniversário das minhas filhas este ano!

Minha amiga Fernanda, no começo do ano, havia comentado comigo sobre um docinho que ela viu em um aniversário e descobriu que ele era comprado pronto, e era uma delícia, e barato! Quando fui fazer compras em uma loja de festas dei de cara com o baldinho:

Lembrei na hora da dica da Fernanda e comprei. Realmente é a coisa mais prática do mundo, muito mais fácil do que fazer e enrolar qualquer docinho. E é uma DELÍCIA!!!!

 

Os doces vem embalados assim…

e cada barrinha dessa você pode partir em 6 ou 7 pedaços…

e enrolar! Pronto, já tem docinho pra festa! #vaigordinha
Pra quem não conhece o pé de moça (eu até então não conhecia!), parece um brigadeiro, só que um pouco caramelizado em vez de achocolatado, com amendoim. Me lembrou muito o recheio do Charge.
Fernanda, você me paga!!!!!!!
Beijos

Quartos de meninas – decoração

Decoração em quarto de meninas – algumas inspirações

Muitas pessoas me perguntam porque eu não mostro meus projetos ou falo do meu trabalho aqui no blog, e a resposta é simples: porque é trabalho!

Quando comecei a escrever aqui sempre pensei em esvaziar um pouco a minha cabeça da quantidade de coisas que eu devo pensar quando estou mergulhada no trabalho, e acreditem, é muita coisa. Então, se o blog se misturasse com o trabalho, não seria diversão, e sim uma extensão do escritório. Néééééémmmmmm!

Quero não.

Mas hoje estava com saudades do tempo em que eu estava grávida, pois andei vendo uns programas de TV sobre gravidez e eu curti muito as minhas 2 barrigas. Curti muitoooooo! E sinto até saudades daquele tempo. Então hoje vou mostrar uma das minhas maiores curtições da gravidez: os quartos das meninas.

Quando tive minha primeira filha, morava em outra casa, então o quarto que fiz pra ela já não existe mais… e no primeiro filho a gente solta a franga, quer tudo colorido, não quer nem saber se vai cansar depois, não é? Então, eu pintei o quarto dela de rosa…

Quarto rosa – quarto de menina

quarto de menina - decoração - quarto rosa - quarto de bebê

quarto de menina - decoração - quarto rosa - quarto de bebê

Como eu usei o quarto que funcionava como escritório, nossa estante, antes decorada com coleção de carrinhos em miniatura, livros e CD’s, virou trocador! A madeira foi laqueada de branco (ô coisa cara e enjoada de fazer a tal da laca), algumas coisas foram guardadas em caixas pintadas de branco, e coloquei todos os apetrechos pra trocar a neném nessa parte mais baixa, que era equivalente a altura de uma cômoda (que eu não queria, nem podia, pois não cabia!).

E os quadrinhos fui eu mesma que fiz, pois em gravidez de 1º filho uma das coisas que a gente ainda tem é tempo…

quarto de menina - decoração - quarto rosa - quarto de bebê
Aquele quadrinho ali em cima foi o da maternidade, e eu fiz também (é, eu tinha tempo!!!). Pintei um quadro de MDF de branco, comprei miçangas e as colei o fundo inteiro do quadro, com cola branca. As letras em MDF, comprei em uma casa de material para artesanato, e colei.

E os módulos, parece lugar comum, mas não dá pra não ter. São muito práticos e cabem em qualquer lugar. O porta retrato está vazio pois estava esperando pra ver a carinha do bebê que iria ficar ali…

quarto de menina - decoração - quarto rosa - quarto de bebê

Esta foto não tem ainda o lindo cortinado que tinha no berço… é que eu só tive tempo de ficar fotografando o quarto antes de o bebê nascer! Nas fotos em que o cortinado aparece, ela já tinha nascido e aí eu não me lembrava de ficar tirando foto do quarto arrumadinho mais….rsrsrs

Mas não teve muita diferença do que está aí: cortina de organza, conjunto de berço em patchwork, berço branco. Não poluí muito o visual…

Depois nos mudamos de casa e eu engravidei de novo, e lá fui eu pensar no quartinho. Mesmo com menos tempo, mas graças a ajuda da mãe e da irmã, sem as quais eu não sei como teria feito, eu mesma fiz várias coisas.

Quarto de menina – estilo provençal

Iquarto de menina - decoração - quarto provençal - quarto de bebê

Notem que dessa vez só tive tempo de fotografar depois que a neném já tinha nascido!!!

Nesse quarto eu pensei diferente: pintei de bege claro (eu mandei fazer a tinta no computador) e decorei com ítens provençais. A mesa lateral eu comprei num outlet, e ela era um lixo!!! Escura, com o tampo de madeira, puxador horroroso! Eu pintei de branco com esmalte sintético, troquei os puxadores por rosas de resina, coloquei pastilhas de vidro brancas no tampo (pena que não dá pra ver) e ela virou outra!
Na parede, peguei retalhos de tecidos com variações de estampas, cor de rosa, com o tema principal “Toile de Jouy”, um sonho antigo que não havia encontrado na 1ª vez, e revesti os bastidores, que comprei pela internet numa loja de aviamentos.

Iquarto de menina - decoração - quarto provençal - quarto de bebê

Depois fiz uma composição na parede com os bastidores revestidos e ficou assim. Também usei o mesmo tecido de Toile para revestir a cúpula de um lustre antigo da casa da minha mãe, coloquei uns penduricalhos de fio de seda e voilá!!!
Iquarto de menina - decoração - quarto provençal - quarto de bebê

Dessa vez, usei uma cortina de voil bordado com bolinhas, da Donatelli…

Iquarto de menina - decoração - quarto provençal - quarto de bebê

E também fiz o quadro da maternidade: pintei um quadro de MDF com esmalte sintético, forrei o fundo com o tecido e colei o nome cortado a laser, que comprei pela internet.

Ah, e como eu não aprendi da 1ª vez, também fiz laca nos armários! E dá-lhe poeira…

Espero que tenham gostado! Não sei se vou continuar mostrando essas coisas aqui no blog, mas como sempre fiz, vou mostrando o que me dá na cabeça, o que tenho vontade…assim fica bem melhor!

Beijos!

 

Banana Boat Kids – protetor solar infantil spray- resenha

Banana Boat Kids – protetor solar infantil muito prático!

Minhas filhas estão usando atualmente o Banana Boat Kids, protetor solar em spray. Como vivo dizendo aqui no blog, sou bem branquinha. Mas minhas filhas são mais ainda!!! Vivo passando protetor solar nas duas, até pra ir pra escola quando o sol tá muito forte. Tá, eu sei que tinha que ser todo dia…
E pra quem tem criança o tal do protetor solar em spray é um achado (pelo menos enquanto não inventam uma pílula!):

edição: sim, já tem protetor solar oral, eu é que não sabia, kkkkkk – veja:

Helioral

Polypodium leutocomus

Banana Boat Kids protetor solar infantil em spray

Aqui no Brasil eu não sei quanto está custando (mas já vi dele em farmácia aqui), mas nos EUA custa muito baratinho e é encontrado em farmácias.
Só uso no corpo, pois infelizmente, apesar de ser bem prático, ele é meio oleoso, deixa a pele brilhosa e melada. Como criança não tem problema quanto a isso, ainda mais quando vai a clube ou praia, tudo bem. Mas acho que quando elas crescerem não será um protetor que elas irão aceitar facilmente… Se fosse em mim, incomodaria muito!
No rostinho delas eu passo outro protetor solar…

Banana Boat Kids protetor solar infantil em spray

Não sei se deu pra ver, mas deixa a pele brilhando.
Mesmo assim, é um ótimo protetor solar por causa da proteção, da praticidade e do rendimento. Eu usei nas meninas na praia e protegeu mesmo, e além de tudo não sai na água e caso chegue até os olhos ele é “no tearing” – quando os produtos infantis indicam isso é porque tem o pH próximo ao da lágrima, por isso não ardem nos olhos (igual Shampoo Johnson!).

Recomendo muito!

Beijos!!!

Mais protetor solar infantil no blog:

Eucerin Kids

 

 

 

 

Gel dental infantil Weleda

Gel Dental Weleda é o mais recomendado pelos dentistas e pediatras

Conheci o Gel Dental Weleda infantil quando comecei a me preocupar com os primeiros cuidados com os dentinhos da minha 1ª filha. O pediatra foi enfático em receitar o gel dental da Weleda, e pra falar a verdade foi o único que ele receitou.

Gel dental infantil Weleda

O que o Gel Infantil Weleda tem de diferente?

Segundo a Weleda, o Gel não tem flúor e nem mentol, que as crianças menores geralmente não gostam. Aliás, elas costumam gostar de pastas de dentes doces, mas essa da Weleda não tem açucar. Ela tem um sabor natural de erva doce e hortelã, bem agradável.

O Flúor não é indicado para as crianças menores, até porque elas engolem uma parte da pasta de dente e não faz nada bem engolir essa substância (imagina a quantidade, já que ela vai “escovar” os dentes após as refeições). Ele foi desenvolvido especialmente para que, caso seja engolido, esses ingredientes não façam mal aos pequenos. Ao ser usado diariamente elimina a placa bacteriana e protege contra as cáries.

Fórmula do Gel Infantil Weleda

Acho legal colocar a fórmula aqui pois os pais podem se preocupar com os ingredientes dos produtos que usam nas crianças (eu pelo menos sou assim):

Glicerina  Água  Sílica  Algina  Extrato da flor de Calendula Officinalis  Óleo de Prunus Amygdalus Dulcis  Esculina Aroma  Limoneno

Livre de fragrâncias artificiais, matérias-primas derivadas de óleos minerais, corantes e conservantes sintéticos.

Eu me lembro que na época quase caí de costas com o preço: R$18,00 em uma pasta de dente! E hoje ainda está mais cara, custa R$21,40. Perguntei para algumas pessoas qual era a pasta de dente que elas usavam em seus filhos pequenos e todo mundo falava a mesma coisa: que o pediatra tinha receitado a da Weleda! Algumas pessoas preferiram não seguir a orientação do pediatra e compraram outras marcas, e outras compraram ela mesmo. E as que compraram falaram que era uma pasta muito boa, que as crianças não rejeitaram.
Eu acabei comprando pra minha filha também, mesmo tendo vontade de chorar com o preço!
O fato de este gel não ter nenhum aditivo sintético, ou seja, ser 100% orgânico, me ganhou. No caso dos bebês, que acabam ingerindo a pasta, isso acaba sendo muito importante.
Vejam a nota que está no site da Weleda:
“Um estudo feito pela USP indicou que as crianças entre 2 e 3 anos ingerem aproximadamente 60% da quantidade de pasta ou gel dental colocado na escova. Isto aumenta a possibilidade de a criança ter fluorose dentária. A fluorose provoca manchas nos dentes que não saem mais. Além disso alguns componentes sintéticos à fórmula da maioria dos cremes dentifrícios também podem causar outros problemas. Estudos sugerem que alguns detergentes utilizados causam descamação oral e afta ulcerosa. O Gel dental Infantil da Weleda não contém qualquer aditivo sintético ou químico, indicado para a fase de “dentes de leite” e para crianças que ainda não sabem cuspir e acabam ingerindo o produto”
Portanto, mamães e papais, os pediatras tem seus motivos em indicá-la, e vale a pena.
Muitas pessoas tem aderido a moda dos cosméticos 100% orgânicos, o que é uma proposta muito interessante também. Estou com algumas amostras da Weleda e depois volto aqui pra contar o que achei!
Beijos!!!

 

Passeios com crianças em BH

Como mostrei no post anterior (Férias com as crianças) , estamos curtindo as férias das crianças e sempre que tivermos algumas idéias vamos colocar aqui como um incentivo para que vocês também façam coisas legais com seus filhos.

Sei que nem sempre é possível conseguirmos nossas férias junto com eles, mas quem puder, vale um tempo de qualidade com os pequenos!

Parque Ecológico Pampulha

Onde passear com as crianças BH - Parque ecológico

Este é o Parque Ecológico da Pampulha, em BH. É uma área verde dentro dos limites da Lagoa da Pampulha, totalmente aberto e livre pra criançada se soltar.
Tem ciclovia, área para soltar pipa, caminhar, fazer piquenique, ou simplesmente correr ou deitar debaixo da sombra das árvores.
Aqui em BH tem feito um pouco de frio, mas pelo menos o céu está “azulzim” e você consegue se esquentar um pouco no sol (sem se esquecer do filtro!).
Também tem um espaço de convivência com lanchonete, banheiro, local de exposição de artes, então mesmo se você não levar lanche de casa você tem a opção de comer lá.
Onde passear com as crianças BH - Parque ecológico
O parquinho de diversões tem brinquedos de madeira que na minha opinião são os melhores para crianças, pois são daqueles da nossa infância que estimulam a criança a pular, escalar, subir – eventualmente cair – e sem falar que são uma ótima oportunidade de convivência com outras crianças. Cada criança que chega lá já vai se enturmando com as outras que nem conhece, divide os brinquedos, faz comidinha e monta castelinho com as areias, pedras e matinhos… não tem coisa melhor!

Se você é mãe provavelmente já faz tudo o que colocarei nas dicas abaixo, mas vou colocar assim mesmo!
Vai que tem algum tio querendo passear com os sobrinhos, ou algum adulto (leia-se pai) que não está muito acostumado a sair com criança e está lendo esse post, né?  🙂

Dicas – Parque Ecológico Pampulha

-Mesmo que você não leve lanche de casa e vá comer por lá, leve pelo menos uma garrafa grande de água. Mesmo em tempo frio a criança deve se hidratar muito quando brinca muito tempo ao ar livre assim, pois corre mais do que o normal!

-É sempre bom ter um saquinho para juntar o próprio lixo. Mesmo que tenha lixeiras por lá, evita que você saia procurando por uma toda hora que precisar.

-Informe-se na portaria quais são os locais permitidos para soltar pipa, jogar bola ou fazer atividades diferentes. Geralmente há uma setorização dessas atividades para que não atrapalhe as pessoas que estão somente descansando ou com crianças menores.

-O tal do lencinho umidecido costuma ser o melhor amigo dos pais nesses passeios, não duvide! Toda hora você vai precisar deles…

-Se você tem criança pequena, leve brinquedos de plástico para brincar com areia e pedrinhas: baldinho, pá, panelinha, pratinhos, colheres, etc.

-Um forro para deitar na grama também não é nada mau…

-Se você estiver pensando em sair de casa com a menor bagagem possível… boa sorte. Ou desista!!!!

Beijos!!!

 

101 idéias para curtir com seu filho

O título do post é o título de um livro da Paula Perim que ganhei há um tempo, não me lembro mais em que situação. Tem dele aqui por R$19,90.

Entre as atividades para fazer em casa, na rua, na sua cidade ou viajando, a autora dá ideias simples e outras nem tanto, mas que nos inspiram a passar mais tempo com nossos filhos.
Na verdade, quando ficamos com eles nem sempre precisamos fazer muita coisa além de cantar, contar histórias e colocar no colo, mas é sempre bom investir um pouco mais de tempo e energia em outras brincadeiras, mesmo que isso signifique roupas a mais para lavar e algumas manchas de tinta pra tirar da parede.
livro o que fazer com seus filhos
Não vou colocar as 101 idéias aqui, mas quero colocar umas dicas que elas colocam no início do livro e que servem para qualquer coisa que vocês forem fazer:

– entre na brincadeira junto com seu filho. O que vale mais em tudo isso é passar tempo junto com ele e não só ficar olhando!

-Não exagere na expectativa. Isso eu achei muito válido. Às vezes, nós, pais, cobramos perfeição dos pequenos até na hora de brincar. Não exija que a “casinha” esteja limpa e organizada, nem que a comida da panelinha não derrame. Na brincadeira, a casa e a cozinha são da criança e não suas.

-Roupa pra criança brincar tem que ser daquelas que, se precisar, depois pode ir pro lixo! Separe as que podem sujar sem que você fique preocupada se a mancha vai sair ou não.

-Tenha um plástico ou um rolo de papel pardo para forrar o chão. Deixe o local preparado para que vocês se divirtam e depois fica fácil juntar tudo e limpar.

Mesmo que você não tenha o livro, a idéia é simples: fazer as coisas que você fazia quando era pequeno, tomar sorvete na pracinha, andar de mãos dadas no passeio, fazer casinha pras formigas, preparar receita de bolo de terra confeitado com pedrinha… nem precisa ter brinquedo!

 

Férias com as crianças!

Chegaram as férias de julho e geralmente os pais, quero dizer, as mães ficam com a incumbência de ficar com as crianças. Se você pode ficar com elas nesse período considere-se uma privilegiada e faça com que esses momentos sejam os melhores possíveis.

Não costumo viajar com frequência, mas em compensação passeio muito com as minhas filhas: parquinho, pracinha, zoológico, parque ecológico, parque de diversões, piqueniques em casa mesmo ou na casa da vovó, passeio na lagoa, lanchonete, shopping… em algumas opções é preciso gastar um pouquinho, mas você pode se planejar para fazer um ou dois programas gastando um pouco de dinheiro e o resto sem gastar nada.

Quero fazer uma espécie de diário de passeios que costumo fazer com as minhas filhas e postar aqui no blog para dar algumas idéias de quem quiser curtir os filhos também. Minha primeira dica é de um passeio que fazemos de vez em quando, pois moramos bem perto desse parque e ele é muito tradicional aqui em BH. Eu  e meu marido íamos lá quando éramos pequenos!

Férias com as crianças em BH

ferias crianças em BH

Durante as férias abre de 3ª a domingo. Se você não é de BH e quer conhecer, vá cedo e aproveite para conhecer alguns pontos da Lagoa da Pampulha: o parque fica em frente a um dos cartões postais de BH, a igrejinha da Pampulha projetada por Niemeyer, e próximo ao Mineirinho e Mineirão, que está em reforma para a Copa de 2014, então só vale passar em frente por enquanto.

Indo ao parque com as crianças:

-lá tem opções de lanches (sanduíche, pipoca, cachorro quente) e também almoço, mas levar uma garrafinha de água é sempre bom;

-o banheiro geralmente está usável e seu uso é gratuito para os usuários do parque. Se você tem meninas pode levar uns daqueles papéis protetores para o vaso;

-levar um pacote de lenços umidecidos pode salvar a pátria na hora do sorvete! De preferência aqueles lenços que parecem uma toalhinha…

-parque ao ar livre —> filtro solar nas crianças e em você! E um bonezinho também ajuda.

-Não tem jeito: bolsa de mãe fica cheia e volumosa mesmo! Mas estamos em julho e Belo Horizonte está gelada. Em alguns brinquedos faz mais frio ainda, devido ao movimento. Então…agasalho na bolsa!

-Mesmo que você fique grudada nas crianças e atenta para que ninguém se perca, pode acontecer. Mostre aos pequenos um ponto de encontro, que eu sugiro que seja sempre na administração do parque ou próximo a alguém do parque responsável pela segurança. Assim, se seu filho ficar perdido pelo menos ele vai para perto de alguém responsável pelo parque, o que é melhor do que ficar sozinho.

-Este parque especificamente, e a maioria dos parques de hoje, tem um cartão magnético que você carrega com a quantidade de dinheiro que quer gastar, então faça as contas de quantos brinquedos pode levar as crianças e já deixe combinado com elas. Isso evita a fadiga…

-Eu sei que é muita coisa pra carregar, mas se possível leve a máquina e fotografe tudo, e filme também! Vocês se lembrarão desses passeios para o resto da vida!

Aproveitem bastante e boas férias!!!

 

Criança não sabe brincar

  Recebi um texto da psicóloga e consultora educacional Rosely Sayão sobre brinquedos e brincadeiras na vida das crianças.
 Espero que todos leiam, até quem não tem filhos, porque certamente todos tem alguma criança em sua vida.

“O que é mais importante para as crianças: o ato de brincar ou o brinquedo em si?
Num mundo que privilegia o consumo, a resposta imediata poderia ser a de que elas querem brincar, mas, para isso, dependem dos brinquedos.
Pode ser verdade: a todo momento elas pedem brinquedos . Têm monte deles e, mesmo assim, querem mais, mais, sempre mais.
E nós, de bom grado, sempre que possível oferecemos a elas esses mimos. Ah! Como é gostoso ver a cara de felicidade do filho, sobrinho ou neto quando ganha aquele brinquedo que tanto queria.
Brinquedo esse, aliás, que de forma direta e indireta se insinua na vida dos pequenos de todos os modos. Ora por ser a sensação do momento, todo mundo tem e fala sobre ele, ora porque foi visto na vitrine de um shopping e a criança passa a imaginar que a vida sem aquilo não tem a menor graça.”


A partir de agora falo eu, mãe de 3. Nossas crianças estão reproduzindo o modo de vida e o pensamento de seus pais. Estão se tornando consumistas vorazes porque estão sendo direcionados para isso, a culpa é dos adultos.
Já observaram o tempo entre ganhar o brinquedo e abandoná-lo? É curto.
Já viram a criança ganhar brinquedo caro e brincar com a caixa?


Brinquedos



Agora a Rosely:


“Considerando isso, voltemos à pergunta inicial. Talvez a resposta agora possa ser outra, bem diferente: a criança dá mais valor ao brinquedo do que à brincadeira porque não sabe brincar. Criança não sabe brincar?!?
Aí está: crianças do século 21 valorizam mais o brinquedo do que a brincadeira por dois motivos principais. Conhecemos o primeiro deles, mas nem sempre damos a devida importância: as crianças de hoje são as crianças do consumo. Elas consomem os brinquedos, apenas isso.
O segundo motivo também não costumamos valorizar: o fato de a criança não saber brincar por não ter oportunidade para isso. Roubamos das crianças sua infância e, sem infância, como brincar? Elas costumam ter o tempo todo tomado por compromissos, programas de lazer, são pressionadas o tempo todo pelos pais.
Vamos reconhecer: sem tempo livre para nada fazer e com o direcionamento direto de adultos, as crianças nunca aprenderão a brincar. É essa a vida que desejamos para elas?





 

Brincadeira de criança…

Coisa boa e simples é ser criança…

Há uns dias, num sábado, sentei com as duas filhas pra fazer um brinquedo diferente. Pegamos caixa de papelão, lápis de cor, canetinha, papel de seda, cola, tesoura… tudo bem “Mister Maker”!

casa de papelão
Fizemos a nossa casa dentro de uma caixa! E foi uma festa.
Tentamos reproduzir as coisas que elas queriam ver: o violão do pai pendurado na parede, o papel de parede do quarto da mamãe (não é colorido assim mas tá valendo!), a cortina do quarto, a TV, a caixa de maquiagem da mamãe em cima da bancada…   🙂
casa de papelão
…e o mais importante: a família lá dentro!
“Papai, mamãe, eu e a minha irmãzinha! Todo mundo descansando…”

E tem pais tão preocupados em ficar comprando tanto brinquedo pra criança, aí ela encosta o brinquedo caro e literalmente brinca com a caixa!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...