O que é Ácido Hialurônico, pra que serve?

Dúvidas sobre ácido hialurônico? Este post irá ajudar!

Já falei sobre vários produtos com ácido hialurônico aqui no blog, inclusive um dos últimos posts foi bem completo pois dei dicas de 28 cremes com ácido hialurônico, mostrando as descrições de cada marca, com preço, exatamente para ajudar a escolha de cada um. Mas lá no Youtube apareceram várias dúvidas e eu achei que deveria fazer um post com informações mais básicas, respondendo dúvidas como: o que é o ácido hialurônico, pra que serve, a partir de que idade usar, etc. Espero que ajude ainda mais quem tem dúvidas sobre o assunto!

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma substância presente em nossa pele (e em outras partes do corpo também, como nas articulações) que é responsável pelo preechimento intercelular – grosseiramente falando, ele ocupa o lugar entre as células. Como ele tem grande capacidade de absorção de água, também regula a quantidade de água em nossa pele.

Imagine uma esponja – capaz de reter mais de 1000x o seu peso molecular em água – que ao se expandir (porque está cheio de água) deixa a pele mais lisa, mais densa, mais elástica e mais firme. Sim, a hidratação faz isso tudo na aparência da pele!

Ácido Hialurônico – HIDRATAÇÃO

Quando falamos de ácido hialurônico em cosméticos então, estamos falando de hidratação. A principal função dos cremes com ácido hialurônico é hidratar a pele – ele não trata acne, não clareia manchas, ele HIDRATA.

MASSSSSS…. lembrando uma coisa muito importante: uma pele hidratada recebe muito melhor todos os outros ativos, portanto o ácido hialurônico pode acompanhar vários ativos que tratam esses problemas: vitamina C, ácido retinóico, etc

Mas… se ele é ácido, não vai irritar a pele?

Temos a tendência de associar “ácido” a substâncias corrosivas, irritantes, sensibilizantes, mas nesse caso do ácido hialurônico isso não acontece – ele tem pH <7 mas não causa esse tipo de reação na pele. E lembre-se também de que a nossa pele é ácida e a acidez dos cosméticos é compatível com ela, e existem vários produtos que usamos no nosso dia a dia que também são ácidos como os hidratantes, sabonetes para pele seca, condicionadores, máscaras capilares, todos eles tem pH<7 😉

IMPORTANTE: neste post trataremos APENAS do ácido hialurônico de uso tópico, em cremes. Não falarei sobre o injetável, apenas irei mencionar quando for o caso específico, mas só o profissional habilitado é que deve indicar e principalmente aplicar.

A partir de que idade posso usar cremes com ácido hialurônico?

Nosso corpo produz o ácido hialurônico, mas a partir de aproximadamente 25 anos começamos a diminuir essa produção. Mas a produção não cai vertiginosamente de 100 a zero de um dia para o outro, é bem gradual, e por isso não começamos a ter sinais visíveis na pele imediatamente. Depois de um tempo, que pode variar de acordo com a genética, com os cuidados que cada um tem, estilo de vida, etc, a pele começa a mostrar os sinais de quem está precisando de uma hidratação maior, com pequenas linhas de expressão superficiais, falta de viço, etc.

Então, resumidamente, vou deixar meu ponto de vista pra vocês:

  • Até os 25 anos, preciso usar ácido hiaurônico? Não precisa, mas não é proibido. Se quiser usar, até pode, mas é desnecessário pois seu corpo fabrica. E tem mais: os cremes com ácido hialurônico são mais caros que os hidratantes básicos que você pode usar. Até os 25 anos você precisa de protetor solar e um hidratante que forme uma barreira na sua pele contra a perda de água do seu organismo – basicamente isso! Então, poupe seu dinheirinho pois em alguns anos você vai precisar gastar um pouco mais…
  • A partir dos 25 anos, se quiser começar a usar algum creme com ácido hialurônico, você vai perceber que existem produtos diferentes, com preços diferentes, e sim, podem existir diferenças no produto que justifiquem a diferença no preço. Ácido hialurônico em moléculas maiores só agem na primeira camada da pele, os de baixo peso molecular podem penetrar mais profundamente, mas também são mais caros. Como você ainda começando esses cuidados anti envelhecimento, pode muito bem ficar com os mais “básicos”: sugiro o Neutrogena Hydro Boost   e o Natura Chronos Elixir Redutor de Rugas – estou mencionando esses pois já usei e vi que são dessa categoria, que suprem os primeiros cuidados.
  • Dependendo da resposta da sua pele, aos 30, ou 35, você pode ir trocando os produtos e irá perceber a diferença de ação entre eles. Aqui no blog eu já falei sobre alguns deles, como o Hyaluron Filler Concentrate , Liftactiv Serum 10 Supreme e o Hyalu B5 – todos excelentes, com ácido hialurônico fracionado (ou baixo peso molecular), que penetram mais profundamente na pele, e na mesma faixa de preço (entre R$160 a 180)

Ácido hialurônico é preenchedor?

Ácido hialurônico na pele pode preencher rugas?

Aqui está a maior confusão que as pessoas fazem: usar o creme esperando resultado que o creme não traz. Vou diferenciar aqui dois termos que eu gosto de usar: o efeito preenchedor e o preenchimento.

Quando as linhas de expressão da sua pele forem superficiais e sinais de ressecamento, os cremes, ao hidratar, irão melhorar o aspecto da pele, às vezes em até quase 100%. Ao hidratar, sua pele recebeu o que ela precisava. Eu chamo isso de “efeito preenchedor” – que na verdade é uma BOA HIDRATAÇÃO. Pois é, a água é uma coisa tão simples, mas que faz muita diferença na aparência da pele. Então, como resultado dessa hidratação, a pele fica mais lisa, mas firme, mais densa e mais viçosa, com aparência mais jovem.

MASSSS…. se você já tem rugas mais profundas, ocasionadas pela flacidez, sinal da perda de colágeno, que não são mais superficiais e tem outros motivos que não sejam o ressecamento, aí você precisa do preenchimento – que também é feito com ácido hialurônico (em algumas partes do rosto, e em outras com botox). Trata-se de um procedimento, com injeção, que deve ser feito por profissional habilitado em consultório. Tem efeito temporário, é caro, mas resolve problemas que os cremes não irão tratar. VEJA BEM: creme nenhum irá tratar, por mais que o fabricante prometa milagres.

Claro que o dermatologista pode começar a unir tratamentos, colocando outros ativos na sua rotina, ou então fazendo outros tipo de tratamentos estéticos antes de chegar à opção da agulha, ou pra quem quiser algo mais drástico, da cirurgia plástica. Mas em relação aos cremes com ácido hialurônico é isso: eles agem sim, hidratam sim, mas tem problemas que eles não poderão resolver.

Quer um exemplo? Olheiras profundas, que não são causadas nem pela perda de colágeno nem pela falta de hidratação – são efeito da estrutura óssea. O preenchimento com agulha pode ser ótimo, mas creme não vai fazer nada além de hidratar a região.

UFA!!!

Se você chegou até aqui, espero que tenha entendido um pouco mais sobre o assunto. No vídeo do canal tem muitas informações, e também falei mais sobre a diferença entre os produtos que eu já usei, vale a pena dar uma olhada:

Espero que tenha gostado! Impossível fazer um post completo, com tudo que precisamos saber, mas vou tentando sempre falar um pouco nos vídeos, nas resenhas de produtos, e vamos tentando aprender cada vez mais!

Beijos!

 

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie – resenha!

Creme Cashmere Resveratrol – para firmar e nutrir a pele

Comecei a usar o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie em abril, assim que recebi. As primeiras impressões foram boas – gostei da textura leve, fácil de espalhar, e até ficou sequinho quando espalhei um pouco na mão (eu sempre faço isso no primeiro contato com um creme!) – mas os primeiros usos me deixaram com um pé atrás… Aliás, falei sobre isso várias vezes no stories do Instagram (aliás, me sigam por lá pois sempre mostro o que estou usando e as primeiras impressões -> @luvilelapaes ).

MASSSSSSSS….. continue lendo pois é muito importante saber a história toda para entender o que ele é e se pode servir pra você! Primeiro vou descrever o creme e suas propostas segundo a Caudalie, depois conto minha experiência com o uso.

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

O que é o Resveratrol Lift Creme Cashmere Redensifiante?

Este é um dos produtos da linha da Caudalie com o Resveratrol – este é indicado para o dia, mas ainda tem o da noite, um serum, um fluido hidratante e um creme para os olhos. Ele é nutritivo, anti envelhecimento e remodelador dos contornos do rosto, e para isso seu principal ativo é o Resveratrol associado ao micro ácido hialurônico – uma patente exclusiva da Caudalie, que foi desenvolvida em associação ao laboratório de pesquisas de medicina de Harvard.

O RESVERATROL é extraído do caule da vinha, atua na pele constribuindo para sua firmeza e tem ação antirrugas.

Segundo a Caudalie, o RESVERATROL:

  1. Refirma a pele, pois estimula a atividade das proteínas
  2. Reestrutura, pois melhora a produção de colágeno e elastina, melhorando a definição dos contornos do rosto
  3. Alisa as rugas, pois aumenta a produção natural de ácido hialurônico

 

Ele é um dos produtos que eu indiquei no post em que mostrei 28 cremes com ácido hialurônico para comprar

Como usei o Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie?

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Comecei usando conforme vi na descrição da Caudalie, usando de manhã e à noite, no lugar do hidratante. Ele é um creme, mas tem consistência bem leve, e espalha muito bem, uma gostosa experiência sensorial. Como ele não veio com uma pazinha aplicadora eu usei aquelas de plástico muito usada em sorvetes de casquinha.

No início usei por 2x ao dia por no máximo 3 dias seguidos, pois não me senti confortável com ele durante o dia – minha pele sentiu muita diferença na oleosidade.

Comecei a usar só à noite. Dá pra sentir diferença na pele ao acordar, ela fica macia (aquela sensação que eu falei no vídeo da resenha do Black Pine Korres) – só que mesmo assim eu sentia aquele resquício de óleo na pele :\

Lembra que eu falei que ao experimentar o produto na mão ele fica sequinho? No rosto é totalmente diferente. Mas isso é totalmente explicável: ele é para pele seca, e eu tenho pele oleosa. Só que eu só vi essa indicação depois!

Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie resenha

Minha experiência com o Resveratrol Lift Creme Cashmere:

Em poucos dias de uso a gente sente uma mudança na estrutura da pele – ela ficou de fato mais densa e firme, mesmo usando 1x por dia. Eu não consegui fazer uso contínuo, pois usei durante 15 dias em abril até a primeira semana de maio, depois voltei a usar no final de maio, por mais uns 10 dias. O problema foi essa sensação de alteração na oleosidade da minha pele – ele tem manteiga de karité, óleo de semente de uva e óleo de semente de girassol, e assim como percebi com o Nivea Soft Hidratante, a textura leve não foi suficiente para deixá-lo com um bom acabamento na pele oleosa, pois os óleos se destacam na pele. E estou mencionando isso não como defeito, ok? Afinal ele não é para o meu tipo de pele, mas estou descrevendo pois muitas pessoas que não tem pele seca gostam de usar produtos assim pois acham que seus benefícios valem a pena. E eu também acho que vale, tanto é que agora que estou de volta a Belo Horizonte estou esperando por dias mais frios e secos nesse inverno e vou usar novamente!

O creme também contém sílica, que deixa o acabamento aveludado e muito agradável ao toque. Enfim, só quem tem restrições ao acabamento oleoso é que não vai gostar. Ele não me deu espinhas durante o período que eu usei.

Onde comprar e preço

O Resveratrol Lift Creme Cashmere Caudalie é vendido no Brasil por R$389,00 tanto na Sephora como na loja online da Caudalie. Mas o meu veio da Sweetcare, loja online de Portugal que é parceira do blog e envia para o Brasil – lá ele custa R$174.

E ainda tem CUPOM DE DESCONTO – coloque o cupom MULHERSP5 no final da compra e ganhe 5% de desconto!

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...