Azzaro Pour Homme – resenha de perfume masculino

Azzaro Pour Homme – clássico masculino

Azzaro Pour Homme é um perfume masculino que todo mundo pode até não gostar mas dificilmente pode dizer que não conhece. Mas a maioria gosta, viu? É um clássico da perfumaria mundial, foi o primeiro perfume lançado por Loris Azzaro, fundador da grife. Na descrição da Azzaro consta uma característica que eu considero a principal desta fragrância, que vou destacar daqui a pouco:

“Emblemático da família “Fougère, Aromática e Amadeirada”, o Eau de Toilette recarregável Azzaro Pour Homme oferece uma virilidade carismática e atemporal. Seu perfume amadeirado, com um rastro vivo e potente, é uma mistura de sensualidade natural e elegância instintiva, à imagem da linha Azzaro Pour Homme, reflexo de seu criador Loris Azzaro.”

Virilidade – sim, não é mais um perfume masculino, mas o chamado “perfume de macho”. Eu sou daquelas que veem muitas possibilidades de compartilhar vários perfumes masculinos, mas esse não. De jeito nenhum!  Sensual, viril, sóbrio, elegante. Deu pra perceber que eu gosto muito!

Azzaro Pour Homme - resenha de perfume masculino

Perfume Azzaro Pour Homme Eau de Toilette Masculino

Vou deixar as notas por conta do Fragrantica, depois comento minhas impressões. Prefiro fazer assim pois é uma composição muito rica, mas nem sempre todas as notas sobressaem pra mim, mas com certeza todas elas constroem o resultado final e nenhuma é dispensável em uma resenha:

Notas de saída: alcarávia (erva aromática), Íris, Lavanda, Sálvia Esclaréia, Manjericão, Anis, Bergamota e Limão Siciliano

Notas de coração: Sândalo, Bagas de Zimbro, Patchouli, Vetiver, Cedro e Cardamomo

Notas de Fundo: Couro, Fava Tonka, âmbar, almíscar e musgo de carvalho

Azzaro Pour Homme - resenha de perfume masculino

A maioria das notas é bem conhecida no mundo da perfumaria, e é perceptível em algum momento. O perfume evolui nitidamente na pele, se você prestar atenção terá muito tempo para reconhecer várias dessas notas. A lavanda e a íris na saída, com a mistura cítrica da Bergamota e do limão (que não são as estrelas mas marcam presença), o Sândalo e o vetiver que encorpam a fragrância alguns minutos depois, e por várias horas, as notas de fundo. Todas. Não consigo dizer que alguma delas se esconde. E como o perfume tem altíssima durabilidade, a sensação que eu tenho é que a cada momento que eu sinto, eu percebo uma dessas notas. Ah, a maioria delas é de origem natural ainda hoje.

Como todo perfume, por mais que ele tenha uma boa aceitação (tanto é que é um sucesso mundial), não é uma unanimidade. Acho que o principal motivo é essa presença marcante, que não é  muito característico do gosto dos mais jovens hoje em dia. Acho também que há um choque de gerações – quem viveu a juventude nos anos 80 e 90 se identifica muito mais com ele, pois casa exatamente com a época em que ele explodiu no mercado. O homem que usava Azarro usufruía não só da fragrância, mas do status. E claro, era facilmente identificado – pelo menos no começo, pois depois vieram as tentativas de imitação… Vale destacar que a fragrância sofreu alterações daquela época até hoje, portanto, se você usou naquele tempo e nunca mais comprou, prepare-se para alguma frustração. Não que ele não continue bom, nem mudou totalmente, mas ficou diferente segundo muitos usuários fiéis.

Teve resenha do Azzaro Pour Elle aqui no blog, já leu?

Azzaro Pour Homme - resenha de perfume masculino

Azzaro Pour Homme – frasco

O frasco de Azzaro Pour Homme é sóbrio, em vidro âmbar, em formato octogonal, e tampa de plástico rígido preta. O emblema da marca e o nome do perfume, além de constarem impressos em letras pretas, estão também em alto relevo. A apresentação da embalagem é a mesma independente do tamanho do frasco – ele é disponível nos tamanhos de 30, 50, 100 e 200ml.

Azzaro Pour Homme – onde comprar

Perfume Azzaro Pour Homme Eau de Toilette Masculino tem versão de 30ml por R$109,00 (promoção) e 50ml por R$259,00 na Kutiz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...