Vamos falar sobre dinheiro?

26 de outubro de 2015 9 Por Luciana Vilela

O que você faz com o seu dinheiro não é da minha conta, mas…

Eu me preocupo com isso. E vou te contar porquê.

Desde que comecei a me interessar por blogs, lá pelos anos 2007, 2008, eu vi uma oportunidade diferente de conhecer os produtos que eu via nas revistas e nos comerciais de TV. Sempre me interessei muito por revistas de moda e na mídia feminina, e sempre busquei informações em todas elas. Mas sabemos que uma coisa é o que vemos na propaganda, outra é o que vemos em casa, depois de comprar o produto. Por isso a possibilidade de ver os mesmos produtos da propaganda nas mãos (e na pele, e no cabelo) de uma pessoa igual a mim era muito interessante!
Como eu sempre tive que trabalhar muito para conseguir comprar as minhas coisas eu sempre procurei pesquisar bastante antes de comprar qualquer coisa – aliás, até hoje eu faço isso -e  nessas pesquisas descobri os blogs, especialmente os blogs femininos sobre cosméticos e maquiagens. Naquela época eu gostava muito de fazer compras internacionais e muitas vezes eu não tinha informações sobre os produtos que queria comprar, então comecei a seguir várias blogueiras e não parei mais.

Estou contando tudo isso para que vocês entendam o motivo de eu ter entrado neste mundo. Comecei o meu primeiro blog em 2010 e a minha intenção era ajudar as pessoas que tinham as mesmas necessidades que eu.
Então, se vocês estão me entendendo eu sempre usei blogs não para incentivar o consumo mas para OTIMIZAR o meu consumo. Queria comprar somente o que fosse bom para mim e deixar de comprar tantos outros que não serviriam para mim

 

Entendem a diferença? Entendem agora a minha preocupação em ver que o blog tem crescido a cada dia e que as minhas recomendações podem fazer uma pessoa comprar um produto? Isso para mim é uma coisa muito séria, eu encaro como uma grande responsabilidade. Da mesma forma que eu vejo o exemplo que eu dou para as minhas filhas e ficaria muito preocupada ao ver que uma delas fez alguma coisa errada por que me seguiu, eu me preocupo também com a influência que posso exercer sobre quem me lê e quem me segue. Não é a primeira vez que toco nesse assunto aqui, na página do blog no Facebook, ou no Instagram e espero que não seja a última, pois quero sempre reforçar isso para vocês leitores.

Sempre que eu postar sobre um produto não entendam que eu estou dizendo que vocês devem comprá-lo. A minha intenção é que vocês conheçam, comparem e analisem.

Eu considero cada leitor como uma pessoa inteligente, que tem opinião própria, capaz de ler uma informação, analisar e decidir se é bom ou não, se é necessário ou não.

 

Sempre deixo aberto o espaço dos comentários para que vocês tenham a oportunidade de trocar ideias comigo, seja para concordar ou não. Mas espero de coração que o blog possa fazer você consumir melhor, e não a ser consumista.

Combinado?