One Million Paco Rabanne – resenha

6 de julho de 2015 5 Por Luciana Vilela

One Million é um perfume masculino, mas eu uso!

One Million foi paixão a primeira vista, não resisti. Já conhecia Lady Million, o perfume feminino da linha (mas que é longe de ser uma versão feminina, pois é bem diferente!), mas quando pus meu nariz nessa barrinha de ouro fiquei apaixonada, não é a toa que é um sucesso de vendas. Sim, One Million é um perfume fácil de gostar, e por outro lado isso causa um certo desconforto em muitas pessoas pois se todo mundo gosta –> todo mundo compra –> todo mundo usa –>você começa a achar que já sentiu esse perfume quinhentas vezes antes mesmo de experimentar… (dos dilemas dos perfumes de sucesso!)

One Million Paco Rabanne - resenha

 

A embalagem é um sucesso: o vidro fumê aparece na lateral e no fundo, e o restante é feito com metal dourado, no formato de uma barra de ouro. A marca e o logotipo estão desenhados nesse metal. É um frasco que impressiona, o simples fato de ser dourada já faz este perfume sobressair no meio de qualquer coleção.

One Million Paco Rabanne - resenha

Para quem ficou curioso, aqui está o detalhe: a válvula é este retângulo no topo do frasco, e o perfume sai no orifício da frente. Esta parte escura que aparece na lateral é de vidro fumê escuro.

One Million é um perfume masculino, e aí quem já começa a pensar no fundo amadeirado… tem razão. Aliás, as notas que dão o carimbo masculino na fragrância são as notas amadeiradas e o couro, pois o restante faz parte de muitos dos meus perfumes chamados femininos.

Notas de saída:Toranja, Hortelã e Tangerina sangüínea

Notas de coração: Rosa, Canela e especiarias

Notas de fundo: Couro, Notas amadeiradas, Âmbar e Patchouli indiano ou Oriza indiana

A saída cítrica é bem notória e é o único toque “refrescante” do perfume por uns 5 segundos. Porque depois desses 5 segundos ele não terá mais nada de refrescante, pelo contrário, será quente, quente, quente! Doce, forte, quente – para mim é pura “fogueira com fondue” – só para inverno rigoroso! Só tenho um defeito para apontar nessas notas: o couro da nota de fundo parece bem sintético. Não chega a estragar o perfume, mas se eu aproximo muito o nariz da pele isso chama muito a minha atenção.

Sua fixação e projeção são altíssimas, por isso tem que dosar a quantidade – isso eu digo tanto para homens quanto para mulheres. No calor ele sobressai muito, eu evitaria usá-lo em dias quentes e ambientes de trabalho. Ele é um perfume noite, cara de balada mas também de jantar romântico.

E agora a pergunta que você deve estar fazendo: por que eu uso? Eu não acho que se trata de um perfume unissex. Ele é bem diferente dos perfumes que eu classifico como unissex, pois a fragrância é o que eu considero um perfume masculino típico. Só acho que ele é compartilhável. ou roubartilhável – o tipo de perfume que seu marido/namorado tem e você gosta de roubar de vez em quando.

Se meu marido usasse perfume eu roubaria alguns, mas ele não usa então eu mesma tenho que ter! 😀 😀 😀

Se você ainda não sentiu o One Million pode ser que, ao experimentar, pense que já sentiu essa fragrância em algum lugar. Sim, é provável mesmo! Como eu disse, fórmulas de sucesso são assim. Quem nunca gostou de um 212 que atire a primeira pedra…

Agora me conte: tem alguma fragrância do sexo oposto que te atrai?