O que fazer com as manchas na pele?

As manchas na pele são as maiores preocupações das leitoras do blog!

Eu acompanho as estatísticas do blog diariamente para saber como as pessoas chegam até aqui, do que mais gostam de saber e o que gera mais interesse das pessoas, pois isso direciona também minhas pesquisas. Gosto de me aprofundar sobre os assuntos que vocês querem saber! Sem dúvida o assunto mais procurado por aqui é cuidado com a pele, principalmente quando se trata de manchas na pele.

Uma vez eu publiquei um post – Tratamento de combate ao melasma – que até hoje faz o maior sucesso, mas nele existem indicações de produtos que podem ser receitados por dermatologistas e que ajudam a resolver o problema, mas depois de tanto tempo de blog e de conversa com vocês, leitoras, eu vejo que não existe uma solução, assim como não existe um só problema. Para conversar sobre isso com vocês, quero dividir o post em partes, espero que seja útil.

Todas as manchas são iguais?

Não. Por isso mesmo, devem ser tratadas de maneiras diferentes. As manchas na pele podem ter várias causas:

Manchas na pele

Minha mancha “Angelica feelings” na perna – de nascença!

 

-genética -as famosas “marcas de nascença”, as sardas (que hoje estão super na moda!),

-mudanças hormonais: na época da gravidez, por exemplo, é comum a hiperpigmentação da pele em algumas regiões;

-infecções fúngicas: pano branco

-idade: manchas senis

-atritos: manchas escuras causadas por depilações em áreas sensíveis como a virilha e axila;

-sol: melasmas, pintas – aí eu chamo a atenção para os cuidados com o câncer de pele!

Manchas na pele

Agora essas pintas, não tem desculpa: sol! #shameonme

 

Enfim, não estou enumerando tudo, mas só quis pincelar para que fique bem claro que existem manchas diferentes, causas diferentes, e por isso, tratamentos diferentes.

Produtos cosméticos podem resolver?

Entre tudo que já li e ouvi sobre tratamentos de manchas na pele no Rio de Janeiro, vejo que os produtos cosméticos, ou dermocosméticos, são grandes aliados, mas nem sempre resolvem todo tipo de problema.

-Filtros solares: hoje em dia nem pode ser considerado como um item de cosmético, só para fins estéticos. Filtro solar é questão de saúde! É essencial na prevenção do câncer de pele, uma doença que tem crescido no mundo cada vez mais. Aqui eu quero chamar a atenção para uma coisa muito importante:

Muitas pessoas pensam que depois de passar o filtro solar estão livres para pegar qualquer sol. Cuidado! Além de usar o filtro, os horários de pico de radiação solar UVB, ou seja, entre 10 e 15 horas.

-Clareadores ou despigmentantes: tem sido a grande esperança de muitas mulheres que chegam até o blog. Toda vez que um produto novo é lançado ou que eu publico uma foto no Instagram ou no Facebook gera uma curiosidade enorme das pessoas sobre eles, se funcionam, se serão, enfim, o produto que eles tanto desejavam.

Conversando com alguns profissionais eu tive a seguinte resposta até hoje, bem resumido: esses produtos funcionam sim, mas não serão os salvadores da pele para todas as pessoas.

Para que você pode usar um produto clareador?

-Servem para controlar a pigmentação da pele após um procedimento, ou seja, ajudam a manter resultados obtidos em um tratamento;

-Clareiam a pele até certo ponto, dando mais uniformidade, melhorando manchas superficiais. Em alguns casos, isso é suficiente, em outros, são necessários procedimentos mais efetivos, mas que podem ser associados aos cremes.

É importante saber que existe esta diferença de resultados: a uniformidade da pele e o tratamento de uma mancha. Pode ser que um produto não faça uma mancha desaparecer, mas pode ser que ele uniformize sua pele, diminuindo o contraste entre as manchas e seu tom de pele.

Aqui no blog eu falei sobre isso quando usei o Ada Tina Dual Clear.

-Medicamento via oral: algumas pílulas servem para reforçar as defesas cutâneas, o que pode não diminuir as manchas, mas ajuda a não aumentar, o que já é uma grande ajuda. Aqui no blog eu já falei sobre o Helioral e o Inneov Solar.

O que o dermatologista pode fazer?

Agora sim, chegamos ao ponto. Na verdade, tudo tem que começar por aqui.

Tá certo que todo mundo começa pelo Google, mas sua pesquisa na internet tem que te levar a conclusão de que você não pode começar a fazer nada sem ir ao dermatologista, senão você está fazendo isso errado.

É no consultório que você irá saber qual a origem das suas manchas na pele, se são um problema “somente” estético ou de saúde, e como deverá tratá-las. Pus aspas no “somente”, porque eu entendo que problemas estéticos são importantes sim, pois nos trazem desconforto, problemas com auto-estima, e devem ser tratados com cuidado também. Alguns tratamentos que podem ser indicados pelo dermatologista:

-Peeling de cristal

-Peeling químico

-Laser CO2 fracionado

-Luz Intensa Pulsada

-Dermoabrasão

Graças a tecnologia, a cada dia que passa nós temos mais possibilidades de cuidar de todos esses problemas, mas é preciso identificar o problema para saber qual a solução mais adequada. Não deixe de se consultar com um dermatologista de confiança para saber o que fazer no seu caso.

Fique de olho aqui no blog também, vou ter muita coisa pra falar sobre isso ainda!!! Me conta: qual o seu problema de pele que mais te incomoda?

 

 

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...