Vale a pena migrar do Blogger para o WordPress?

15 de outubro de 2014 14 Por Luciana Vilela

Muita gente me perguntou se valeu a pena migrar para o WordPress. Depois de algum tempo posso contar minha experiência

Desde que comecei a blogar sempre tive blog no Blogger, a plataforma do Google. Para falar a verdade eu era tão crua em tudo isso que nem cogitei começar pelo WordPress: puro medo. Depois de quase 4 anos e muita pesquisa resolvi arriscar, e em julho deste ano o blog migrou para o WordPress. E aí, será que valeu a pena? Senta que lá vem história…

Vale a pena migrar do Blogger para o WordPress?

Por que eu resolvi migrar?

O blog não é minha profissão mas sempre quis que ele tivesse cara e performance de profissional. A cara de profissional eu até poderia dar, contratando um bom designer, mas em relação a performance, aos poucos eu descobri que WordPress me daria mais ferramentas – até então eu não tinha noção do que significava isso, só hoje eu consigo entender, depois de começar a usar.

 

Quais os passos eu segui para migrar o blog?

A primeira coisa que eu fiz foi pesquisar o designer que faria o novo layout (escolhi a Ju Fonseca do Guide4). Só depois que o layout estivesse pronto eu contrataria o provedor para hospedar o blog – eu já havia escolhido o pessoal do Ferramentas Blog. Se você contratar a hospedagem primeiro, enquanto você não define o layout para colocar o blog no ar, fica pagando à toa 😉

Quando o layout ficou pronto, o pessoal da hospedagem migrou pra mim – recomendo fortemente para quem não é do ramo, como eu. Pagar alguém pra fazer o que você não sabe é sempre uma boa opção para não ter dor de cabeça depois!!!

Após a migração, o que aconteceu?

Entre mudanças, surpresas agradáveis e desagradáveis, muita coisa aconteceu. Vou tentar resumir em tópicos:

Migração de comentários e curtidas no Facebook não foram alterados. Os comentários antigos não aparecem completos se eles forem longos. Podem olhar nos posts antigos que eles ficam incompletos 🙁

-Aconteceu um problema de definição das fotos, e talvez eu tenha que arrumar isso manualmente. Minhas fotos, que eram todas hospedadas no Google, vieram para o WordPress, e os posts antigos ficaram com as imagens distorcidas – nem o pessoal do layout nem da hospedagem soube me explicar o que fazer. Hoje em dia, ao postar uma foto, eu continuo subindo para o Google e adiciono aqui através da URL, assim não deixo o blog cada mais pesado, e coloco as definições das fotos que ficam boas no meu layout, e talvez eu tenha que fazer isso com as 8.098.890.234 fotos antigas. #soudoidanão

Número de acessos não mudou. Eu havia lido alguma coisa dizendo que os acessos melhoram, mas comigo isso não aconteceu. O que acontece é que, se você não aplica nenhuma técnica de SEO no Blogger, ao migrar para o WP você tem possibilidade de ter mais ferramentas e começa a usar. Aí sim, o blog começa a ter mais acessos! Mas não pelo simples fato de você ter migrado, mas pelo novo trabalho que você faz no WP.

-As estatísticas do Blogger são diferentes: aparecem as visualizações de página e não o número de visitantes únicos. Por exemplo: você pode ter 5.000 visualizações e 2.500 visitantes únicos. Uma pessoa que entra no seu site (um visitante único) pode visualizar 3 páginas (3 visualizações de página). Por isso, eu sempre considerei as estatísticas do Analytics para colocar no mídia kit do blog. As estatísticas do Analytics são mais próximas das que eu tenho no WP pelo JetPack do que as que eu tinha pelo Blogger, que nunca batiam e me deixavam na dúvida.

-Hoje em dia eu gasto o triplo de tempo para fazer um post. No Blogger eu postava rapidinho: era escrever, postar as fotos e gastar um tempinho para colocar umas propriedades nas fotos. No WordPress eu levo muito mais tempo: primeiro eu subo as fotos do Google para depois inserir no WP através da URL, e após escrever o post ainda levo tempo para deixar o post no ponto para ser encontrado pelos robozinhos do Google. Dá mais trabalho, mas dá mais resultado.

 

Valeu a pena?

Ainda estou engatinhando. Hoje eu entendo porque o Blogger é tão usado e tão aceito: é realmente muito fácil. Não que o WordPress seja difícil, mas demanda mais tempo e pesquisa. Se você quer um simples plugin para colocar um blogroll no seu blog, leva horas para pesquisar o melhor, aquele que tem a cara que você quer e principalmente: aquele que não vai dar pau no seu site e atrapalhar o que já está pronto. UFA!

Então, para mim, valeu a pena, mas eu tenho consciência de que ainda estou engatinhando, preciso ter muito mais tempo para aproveitar todas as ferramentas que o WP oferece – hoje eu acho que aproveito 50%.  :\

 

 

Não vou continuar este post pois ficaria muito longo e cansativo. Acho que já coloquei os principais tópicos, mas se você tiver alguma dúvida deixe nos comentários que se eu souber terei o maior prazer em ajudar 🙂