Existe creme para melasma?

Existe creme para melasma?

26 de março de 2014 9 Por Luciana Vilela

Estou fazendo este post pois andei olhando alguns dados do blog e fiquei impressionada com a quantidade de pessoas que chegam aqui fazendo essa pergunta no Google. Realmente o melasma é um pesadelo e só quem sofre com ele sabe com que esperança se digita uma pergunta dessas e se espera uma resposta simples e objetiva, como “compre o creme X, use 2 vezes por dia e em 30 dias sua pele estará uniforme”.

Mas infelizmente este não é tipo de problema que se trata com um só “remédio” como se cura uma dor de garganta. Quero deixar esse post para você que chegou aqui procurando por uma solução milagrosa, e sem querer te fazer perder a esperança, pelo contrário, quero que você busque fontes certas, seguras e confiáveis. O melasma pode ter várias causas, é necessário investigar.O que você pode fazer sem ir a um médico é muito pouco, pois o máximo que pode conseguir é evitar o aparecimento de novas manchas com uso de filtro solar, que a princípio protege sua pele contra raios que pioram a situação, mas fora isso, algo adequado para seu tratamento deve ser indicado por um profissional.

Falo isso porque desde que escrevo blog eu converso com várias pessoas que me procuram para falar a respeito de muitas coisas que as incomodam, e quando se trata de um problema estético, ainda mais no rosto, que aparece tanto, isso se reflete na auto estima, no modo como a pessoa se encara e começa a enxergar a vida. Sim, manchas no rosto podem ultrapassar barreiras estéticas e se transformar em problemas psicológicos, e isso é compreensível, não é fraqueza. Pode ser que você esteja pensando que eu estou exagerando, mas se você pensa isso é porque nunca viu alguém com algum tipo de complexo, seja de altura, de gordura, de cor, de magreza – isso só para falar de aspectos físicos. E melasma incomoda. As leitoras que comentam comigo que o digam.

Eu mesma publiquei um post aqui no blog onde coloco sugestões de como combater o melasma, e realmente acredito na eficiência da combinação de produtos que atuam na pigmentação da pele, na proteção solar, no fortalecimento das defesas da pele de modo geral, mas não creio que todas as pessoas que puderem comprar toda aquela lista de produtos estarão imunes ao melasma ou propensas à cura pelo simples fato de que podem não estar atacando o problema da forma adequada para o seu caso.

Não estou dizendo que a pesquisa não é válida. Pelo contrário, se eu pensasse isso não teria um blog. Acho as experiências divididas nos blogs extremamente válidas para nos munir de muita informação e pelo menos saber de onde partir. Mas quero que pense que alguns problemas devem sair do modo MACRO para o INDIVIDUAL, e este é o caso: você precisa descobrir como irá atacar o SEU melasma, e a SUA auto-estima, de forma individual e assistida, de preferência por um bom profissional.

E claro, no que pudermos ajudar, eu e as leitoras que acompanham o blog e tem experiência no assunto estamos. aqui.