Minhas atuais bases

Minhas atuais bases

19 de dezembro de 2013 20 Por Luciana Vilela

Resolvi fazer este post pois sei que o blog está muito desatualizado com as minhas bases, tenho algumas aqui em uso e não consegui publicar resenha ainda. Então, enquanto não atualizo tudo, vou deixar aqui um post-resumo com as que estou usando, assim vocês terão pelo menos uma ideia do que estou achando de cada uma!

Aqui estão as bases líquidas e cremosas em uso. Não inclui base compacta ou em pó, assim temos como comparar melhor! Já fiz resenhas de outras bases que já tive, mas acabaram ou foram pro desapego (caso da Face & Body, por exemplo, pois não me adaptei de jeito nenhum!).
Ao todo são 8, o que pode parecer muito mas podem saber que cada uma tem seu lugar e sua hora!

Mac Matchmaster – 

Depois de ter algumas bases da Mac e experimentar outras na loja, cheguei a conclusão de que esta é a melhor da marca pra mim. Tem acabamento natural, a cor ficou muito boa no meu tom de pele e não é a mais sequinha de todas, mas me atende bem pra sair de casa a trabalho. Uso principalmente de dia.
Mac Prolongwear-

Já mostrei a Prolongwear aqui. Usei bastante em festas à noite, pois ela tem alta cobertura, fica boa pra fotografar. Mas acho que no clima daqui não vai rolar não, tadinha, vai acabar se aposentando mais cedo!!!
Lancome Teint Miracle-
Foi durante muito tempo a minha base preferida! Quando mostrei aqui no blog eu comentei isso, e que também era a que mais se aproxima do meu tom de pele. Gosto muito do seu tom com leve luminosidade, gosto da sensação que ela deixa na pele, e realmente é uma base que vale o investimento. Não é minha nº 1 mais, mas continua sendo uma das melhores que já usei.

Covergirl & Olay Tone Rehab –

Este é sem dúvida o que eu mais uso. É um CC Cream, então oferece alguns cuidados extras além de ser uma maquiagem – veja a resenha dela aqui – e custou bem barato, então não tenho dó de usar no dia a dia, está na metade.

Make Up Forever HD-

Essa ficou na minha lista por muito tempo, e depois de experimentar na Sephora e ver qual era minha cor, fiquei segura de comprar pela internet (nos EUA). Realmente é uma excelente base, não me decepcionei! Já usei algumas vezes mas não enfrentei calor com ela ainda, mas ela tem ótima cobertura, deixa o rosto bem natural e uma boa sensação na pele.

Chanel Vitalumiere Aqua-

Essa foi a base que tomou o lugar da Teint Miracle no meu coração, rsrs. Quando vi sua textura bem líquida logo me lembrei do fiasco que foi a performance da Face & Body no meu rosto, e pensei que seria um dinheiro jogado fora. Mas não foi, felizmente! Comprei na Loja Glamourosa, acertei a cor (na sorte) e estou apaixonada! Ela é bem líquida, deixa a pele linda, e de todas as minhas bases, é a que mais deixa a pele “respirar”, sem aquela sensação de estar com maquiagem. É uma pena que, devido ao preço, não é uma base que dá pra usar pra trabalhar todo dia, mas seria a ideal.

Chanel Perfection Lumiere-

Não posso falar muita coisa sobre a performance, pois só usei uma vez. No dia que saí daqui de Niterói para ir a BH buscar as meninas, usei esta base, e ela ficou perfeita no meu rosto de 3 da tarde até tarde da noite, lá pelas 11 horas, quando fui retirar. A pele fica linda, não é a toa que tem sido muitíssimo usada pelas atrizes em aparições no red carpet.

DiorSkin Forever-

Nossa, não acredito que não fiz resenha dessa base até hoje, kkkkk! Já tem bastante tempo que eu tenho, e ela é boa, mas não é daquelas que me deixaram viciada, sabe? Eu comprei a Teint Miracle pouco tempo depois de comprar esta, e como achei a outra bem mais bonita em mim, acabei usando muito a da Lancome e essa ficou meio esquecida. Mas é uma boa base, com acabamento mate e boa cobertura. Vou usar mais aqui pra ver se acaba com o brilho total radiante da minha pele oleosa nessa cidade!!!! Quem sabe?

Estou colocando as fotos das amostras delas na minha pele. Incrível como os tons parecem diferentes, não é? De todas essas, a que menos se aproxima da minha cor é a Prolongwear (NW20), o resto fica muito bem em mim. O que diferencia é o acabamento, pois algumas ficam mais naturais (Vitalumiere é a mais incrivelmente natural), mate (DiorSkin Forever), ligeiramente amarelada (Matchmaster), ligeiramente rosada (MUFE HD) e luminosa (Teint Miracle).

Ah, uma coisa que eu quero falar é o seguinte: até hoje nunca usei uma base que não transfira. Por mais sequinhas que seja, sempre carimbam um celular, por exemplo – para óóóódio do meu marido, rsrs. Toda vez que eu comento que uma base é sequinha alguém me pergunta se transfere, e eu sempre respondo que sim. O fato de ser sequinha na pele não quer dizer que não vai transferir, infelizmente!

Eu espero conseguir atualizar as resenhas que estão faltando, mas pelo menos já ficou aí uma boa noção, não ficou?