Mulher de 40 anos – cuidados contra manchas e rugas

Pele aos 40 anos – como corrigir manchas e rugas?

Hoje vou falar especificamente sobre a correção da pele da mulher aos 40 anos – se antes dava pra cuidar da pele basicamente com limpeza, tonificação e hidratação, nessa fase precisamos lidar com a correção de problemas que se tornam mais visíveis como as rugas e as manchas na pele.

A pele pode ter necessidade de correção devido a vários fatores:

  • resquícios da pele oleosa e acneicaporos dilatados e cicatrizes de acne
  • linhas de expressão – mais superficiais, que se formam devido às expressões contínuas que fazemos no dia a dia
  • rugas – mais profundas, que são resultado da flacidez, ação da gravidade e deslocamento da gordura que temos por baixo da pele
  • manchas – não me refiro ao melasma, que até as pessoas mais jovens tem, me refiro às manchas causadas pela exposição cumulativa às radiações durante toda a vida

Quando falo então sobre cuidados com a correção da pele seria o que podemos fazer e usar para ter:

  • uniformização da textura – deixar a pele lisa, sem cicatrizes, sem poros dilatados

  • uniformidade no tom – melhora das manchas

  • viço e luminosidade

  • correção das linhas de expressão e rugas 

Pele aos 40 – quais cremes usar contra rugas e manchas?

Existem muitos ativos que podem ajudar a fazer as correções que eu falei ali em cima, como ácido azelaico, ácido glicólico, niacinamida, mas vou falar especificamente sobre os 2 que eu considero os mais eficazes: a vitamina C e os retinóides.

Pele aos 40 anos precisa de vitamina C?

Sim, precisa muito! Aliás, não precisa esperar chegar aos 40 anos para começar a usar vitamina C, pode começar antes. Já tenho falado bastante sobre os cremes com vitamina C para o rosto e resenhei alguns, aqui e no canal.

Pele bonita aos 40 anos - creme com vitamina C

Resumindo os benefícios do uso tópico da vitamina C:

  • antioxidante – atua no combate ao envelhecimento das células

  • anti-inflamatório

  • anti-manchas – tem efeito na tirosinase, enzima responsável pela pigmentação da pele

  • regenerador cutâneo

Se você nunca usou vitamina C, minha dica é começar pelas menores concentrações. No mercado existem cremes com concentrações que variam entre 3 até 20%, e como ela pode causar algumas reações no começo (vermelhidão, sensação de ardência), comece com as menores concentrações para que sua pele vá se adaptando e depois passe para as maiores concentrações. Não tenha pressa, os resultados podem demorar um pouco mais mas serão seguros e duradouros.

Já usei e gostei:

Cremes com Retinóides

Retinóides são variações da vitamina A – similares, ou precursores, ou derivados. Temos 2 tipos de cremes com retinóides:

  • os que são medicamentos, e que devem ser usados com acompanhamento médico, são vendidos em farmácias com receita – caso do Vitanol A (tretinoína, ou ácido retinóico) e Roacutan (isotretinoína);
  • os retinóides de uso cosmético, presentes em fórmulas das marcas de cremes da La Roche Posay, Roc, SkinCeuticals e várias marcas de dermocosméticos que conhecemos: retinol, retinaldeído, palmitato de retinilo, linoleato de retinol, etc

Pele bonita aos 40 anos - creme com retinoides

É sobre os retinóides usados em cosméticos que eu vou falar agora, pois os outros eu não posso recomendar a ninguém, não sou médica 😉

O que faz o creme com retinóide?

  • tratam a oleosidade e inflamação da pele, por isso são usados em tratamentos contra acne
  • aumentam a nossa produção de colágeno
  • reduzem a produção de melanina, por isso tem ação no controle das manchas na pele
  • Podem causar descamação, irritação e secura na pele, por isso é importante manter uma boa hidratação

No post em que eu mostro os cremes com ácido hialurônico, alguns deles são associações do ácido hialurônico com retinóides – essa associação não acontece por acaso em cremes anti rugas, perceberam?

É importante destacar também:

  • antes de associar 2 tratamentos diferentes consulte o seu médico. Retinóides junto a outros ativos tanto podem causar fortes reações na pele quanto podem anular os efeitos – o peróxido de benzoíla, usado em tratamento contra acne, anula o efeito do retinol. Procure saber o que pode ser usado junto com o retinóide que você está usando antes de misturar vários cremes na sua rotina.
  • grávidas e lactantes não devem usar retinóides

Pode usar vitamina C e retinóides ao mesmo tempo?

Pode, mas:

  • se você nunca usou nenhum, comece por um deles e perceba a reação da sua pele. Eu comecei com a vitamina C.
  • depende do retinóide que você irá usar. No caso dos medicamentos que eu mencionei, só o médico poderá associar outros ativos junto ao tratamento

Cuidado com receitas caseiras com vitamina C e retinóides

Vitamina C costuma ser cara, pois é um ativo extremamente instável. Estabilizar a vitamina C e deixá-la apropriada para uso na pele de maneira eficaz custa caro. Por isso, as pessoas acabam inventando receitas caseiras para usar vitamina C na pele, mas são perigosas. Uma delas é usar Redoxon ou Cewin na pele – vitamina C de uso oral na pele não é seguro, clique para saber mais!

Existem vários tipos de retinóides, e alguns tem eficácia maior que outros, e o preço dos cremes acompanham – os cremes com retinóides menos potentes e/ou com menor concentração serão mais baratos que os mais potentes. Também existem receitas caseiras com uso de retinóides na pele, mas só vou falar disso em outro post, prometo. Só adianto: CUIDADO, pois nem todas as receitas caseiras são seguras.


Espero que essas dicas já ajudem a saber por onde começar! Além deste post, clique nos outros em que eu mostro os produtos, e aguardem que ainda vou mostrar muitos outros cuidados com a pele aos 40 anos por aqui!

 

Hyalu B5 Serum -resenha – ácido hialurônico da La Roche

Hyalu B5 – potente hidratante reparador e redensificador da pele

Estou usando o La Roche-Posay Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade e desde que comecei a usar já percebi que se trataria de um dos melhores produtos de hidratação da minha lista de dermocosméticos. Isso porque os primeiros efeitos e as primeiras impressões só se confirmaram com  o tempo de uso, e estou apaixonada por esse serum – mesmo que ele tenha um defeitinho…vocês irão saber o que é nessa resenha!

Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade La Roche Posay resenha - hidratante com ácido hialurônico

Hyalu B5 segundo a La Roche Posay

O Hyalu B5 é um serum anti idade, reparador antirrugas e redensificador. Indicado para tratamento de rugas, perda de volume e elasticidade, pele opaca e sem viço. Também pode ser usado em pós-procedimentos em que a pele precise de um hidratação mais potente. Para esse efeito, o produto conta com:

  • Duplo ácido hialurônico puro – capaz de absorver mil vezes o seu peso molecular em água, é um potente hidratante redensificador da pele já que preenche os espaços entre as células;
  • Vitamina B5 – ou ácido pantotênico – hidrata, repara e melhora a barreira cutânea;
  • Madecassosside – extrato da centella asiática purificado que potencializa a ação reparadora e protetora da pele
  • Água termal de La Roche Posay – presente em todas as formulações da marca, que acalma e fortalece a pele, além de ser rica em selênio (ação antioxidante)

Para quem é indicado o Hyalu B5?

La Roche-Posay Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade é indicado para todo tipo de pele – todo mundo precisa de hidratação – MAS sem dúvida alguma ele é voltado para o público que está caminhando pra pele madura! Já vou respondendo uma pergunta que muita gente faz aqui e no canal:

“Eu tenho 20 anos, posso usar o Hyalu B5?” – poder pode, mas posso falar? Você não precisa. Quem ainda é jovem ainda produz ácido hialurônico e a pele ainda não sente os efeitos da perda de elasticidade e viço por falta dele. Nessa idade você pode e deve manter a hidratação da pele em dia com produtos “normais”, até mesmo uma água termal.

A indicação real do Hyalu B5 é para quem está na fase dos cuidados anti idade, próximo aos 40 anos e já percebe as primeiras linhas de expressão. Nessa fase da vida comece uma amizade sincera e verdadeira com os cremes com ácido hialurônico!

Como inserir o Hyalu B5 na rotina de cuidados?

Hyalu B5 é um hidratante, então levando em conta aquela rotina básica que a gente já conhece:

  1. Limpeza
  2. Tonificação
  3. Hidratação (Hyalu B5)

Se você faz algum outro tratamento como por exemplo, de correção da pele, com vitamina C, retinol, ácido glicólico, etc (minha sugestão, pois é o que eu faço, mas siga sempre a recomendação do seu dermatologista):

  1. Limpeza
  2. Tonificação
  3. Tratamento (vitamina C, retinol, etc)
  4. Hidratação (Hyalu B5)

Use 2x ao dia, pela manhã e à noite, sendo que pela manhã você deverá passar o protetor solar normalmente após o Hyalu B5.

Hyalu B5 Repair Serum Anti Idade La Roche Posay resenha - hidratante com ácido hialurônico

Minha experiência com o Hyalu B5

Agora sim, vou fazer minha declaração de amor: ESTOU APAIXONADA PELO HYALU B5! De verdade mesmo. Eu tenho usado alguns hidratantes com ácido hialurônico e este com certeza foi pra lista dos melhores e mais eficazes.

Minha pele está visivelmente mais hidratada, mais densa e firme, e a sensação de proteção é incrível. Passei a semana em BH e lá está bem frio (peguei 15, 16 graus, o que pra mim é o Reino de Arendelle!). Sabe quando você sai de casa e sente que o frio está “queimando a pele”? Pois eu senti que o frio não agrediu meu rosto, eu percebi que estava protegida. Isso traz um conforto que não tem preço!

Ah, agora que eu mencionei isso, deixa eu falar qual é o “defeito” (entre aspas mesmo!!!):

Me assustei quando usei o Hyalu B5 pela primeira vez, pois é um serum e eu esperava uma solução mais aquosa, bem líquida mesmo e que sumisse após a aplicação. Mas ele não é assim!

Hyalu B5 é um serum viscoso, denso e pegajoso. Ao sair a gota de serum pela pipeta ela mal escorre, de tão viscosa. Isso não prejudica espalhar o produto no rosto, mas deixa uma película fina sobre a pele que não some durante o dia. Na verdade isso é um defeito pra quem tem pele oleosa, pois quem tem pele normal a seca vai nadar de braçada!

Mas aí é que entram as aspas que eu coloquei no “defeito” logo ali em cima: isso na verdade faz parte da característica deste hidratante, pois esta película protege a pele contra as agressões externas, e também da perda de água (o que melhora a hidratação!).

Eu escolhi “pagar o preço” e deixar de lado a minha preferência por produtos que somem na pele e ficam sequinhos, e prefiro escolher os benefícios do Hyalu B5.

Ele não é sequinho? Tudo bem. Em relação a tudo que ele está proporcionando à minha pele isso virou um fator irrelevante.

Mas como sei que isso é muito importante para algumas pessoas preciso deixar bem avisado que ele é assim.

Informação importante sobre a fórmula do Hyalu B5

O Hyalu B5 que estou usando é o que está sendo vendido no Brasil, mas a fórmula é diferente do que é vendido no exterior. É comum que as empresas façam adaptações nas fórmulas dos produtos que são vendidos no Brasil, pois a pele da brasileira é mais oleosa, e nós naturalmente rejeitamos produtos mais pesados. E mesmo assim ele ainda é pegajoso! Por isso, se você for comprar no exterior, atente-se a isso.

Onde comprar e preço

O meu Hyalu B5 veio da Kutiz, loja de dermocosméticos parceira do blog. Custa atualmente R$169,90 a embalagem com 30ml.

Eles vendem vários outros produtos da La Roche Posay.



E aí, já usou o Hyalu B5 ou tem alguma expectativa em relação a ele? Me conta nos comentários, quero saber! :)

 

 

 

 

Pele linda aos 40 – hidratação com acido hialurônico

Como ter a pele linda aos 40? Hidratação!

Comecei a falar sobre os cuidados com a pele aos 40 mas dei um resumo sobre cada passo desse processo. Hoje quero falar especificamente sobre hidratação, que para mim foi a mudança mais significativa e perceptível, e durante o post vocês irão entender porquê.

A hidratação da pele é importante durante a vida toda, mas as necessidades são diferentes em cada fase da vida. Atualmente, eu sinto como é importante manter a pele hidratada e protegida das agressões externas (vento, frio, clima seco, sol) para que a pele tenha mais viço – e aqui eu destaco a importância da rotina, pois se você parar de cuidar por 1 semana já vai sentir os danos. Sim, a pele é um órgão do seu corpo e precisa de manutenção!

Então deixa eu começar com um resumo da hidratação que eu fazia antes para entender melhor como é hoje:

Hidratação da pele na adolescência – auge da acne

Eu era do grupo de pessoas que achava que pele oleosa e acneica não precisa de hidratação. Mais que isso, morria de medo de usar hidratante e ter mais acne ainda! Então hidratei minha pele raríssimas vezes quando experimentava e gostava de alguma novidade, mas creme hidratante para o rosto não fez parte da minha rotina nessa fase.

Hidratação suave dos 25 aos 38 anos

Aos 25 anos eu comecei a usar um hidratante muito suave da Nivea, acho que era Nivea Acqua Gel ou algo assim (não existe mais). Era um gel transparente (parecido com o Mineral 89), muito refrescante e muito leve, percebi que a pele ficava hidratada e não piorava em relação às espinhas, então usei por um bom tempo. Aos 30 anos descobri a água termal e comecei a usar diariamente. Minha rotina era basicamente uma boa limpeza, protetor solar e água termal a qualquer hora.

Pouco depois, aos 34 anos, comecei a blogar e ter mais contato com marcas de dermocosméticos, e como já usava bastante a água termal Avene e o Cleanance Gel Avene um dos primeiros hidratantes que eu usei foi o Hidratante Cleanance para  pele oleosa, e depois outros produtos que era bem parecidos com ele: uma textura creme-gel, bem suave e leve, sem nenhum óleo.

Para essa fase da minha vida esses produtos sempre foram suficientes. Até que…

Hidratação com ácido hialurônico

Depois comecei a experimentar produtos mais potentes para hidratação da pele, os primeiros cremes com ácido hialurônico. Comecei a perceber a eficiência desse ativo em minha pele e como era diferente a hidratação que ele proporcionava. Em poucos dias de uso minha pele era outra!

Foi assim com os produtos:

Liftactiv Serum 10 Supreme

Eucerin Hyaluron Filler

Hyalu B5 da La Roche

A gente sabe que o ácido hialurônico é produzido pelo nosso organismo, e depois de uma certa idade essa produção começa a diminuir – como ele é uma substância intercelular, que preenche os espaços entre as células, o resultado visível é a formação de vincos, as famosas linhas de expressão. Elas nada mais são do que aquelas linhas que se formam em nosso rosto quando expressamos emoções – sorrimos, nos assustamos, ficamos com raiva, etc. São as primeira que aparecem!

Aí é que entram os cremes que entregam esse ativo que está faltando – e eles funcionam mesmo, até certo ponto.

Se antes dos 40 a gente consegue manter a hidratação basicamente com produtos que fortalecem nossa barreira protetora contra a perda de água, aos 40, além de continuar fortalecendo essa barreira, também temos que nos preocupar em repor o ácido hialurônico.

Parece trabalhoso, mas não é. Pelo menos ainda acho melhor que começar as injeções…

Hidratação e aparecimento de rugas

A hidratação bem feita da pele é o 2º fator mais importante na nossa ação anti envelhecimento – pra mim só fica atrás da proteção solar. Eu sempre uso essa ilustração: imagine uma terra seca que fica rachada por falta de água – é isso que acontece com a nossa pele quando não é hidratada, e essas “rachaduras” são as rugas. Assim fica mais fácil visualizar, né?

O que antes funcionava muito bem para a minha pele ficar hidratada, hoje não funciona mais. Hoje eu preciso proteger a pele contra a perda de água por um lado (de dentro pra fora) e fornecer hidratação que será absorvida pela pele (de fora pra dentro). E dá resultado, viu? A pele hidratada é mais viçosa, mais iluminada, e claro, mostra sinais bem mais tarde do que se estiver ressecada. Lembre-se disso!

A textura dos hidratantes e a pele oleosa

Quis deixar um destaque aqui no post para uma coisa muito importante que aconteceu comigo. Se antes eu dava muita importância à textura e ao acabamento dos cremes hidratantes que eu usava, hoje eu abri o leque.

Por exemplo: antes, por causa da pele oleosa, todo hidratante tinha que secar totalmente na pele, sumir depois de seco – de preferência em poucos minutos! E se matificasse, melhor ainda.

Hoje eu prefiro “pagar o preço” de não ter uma textura totalmente seca em minha pele em troca de uma hidratação mais potente. Está sendo assim com o Hyalu B5 que estou usando e farei resenha em breve!


 

E aí, me contem como você tem hidratado sua pele! Já estão usando ácido hialurônico ou pretendem usar? Quero saber!

 

 

 

 

 

 

 

Cuidados com a pele aos 40 – minha rotina de beleza!

Cuidados com a pele aos 40 – como é minha rotina hoje

Resolvi fazer o meu resumo dos cuidados com a pele aos 40 já que semana que vem é o meu aniversário, vou fazer 42 anos e quando comecei a blogar e resenhar produtos de beleza eu tinha 34. Muita coisa mudou de lá pra cá: alguns tipos de produtos que funcionavam antes hoje não funcionam mais da mesma forma, e algumas rotinas ficaram diferentes também. Aprendi a conhecer minha pele e saber as suas necessidades, entender suas reações, e consigo me cuidar cada vez melhor. Fico feliz quando vou ao dermatologista e só recebo elogios – modéstia à parte! kkkkk

Hoje quero fazer um compilado sobre algumas coisas que eu faço e o que aprendi nesse tempo.

Lembrando que a minha pele é oleosa, e meus cuidados não começaram agora. Se você nunca cuidou da sua pele antes e quer começar, não tem problema, pode seguir as dicas, mas pode ser que você tenha necessidades diferentes. Eu SEMPRE digo por aqui que consultar um dermatologista para ter um acompanhamento é fundamental, pois nenhuma dica de blogueira pode substituir um bom profissional. OK?

Então vamos lá!

Cuidados com a pele aos 40 – limpeza da pele oleosa

Minha pele sempre foi oleosa, sendo que até os 20 e poucos anos eu tive muita acne. MUITA acne mesmo, até nas costas. Depois, dos 20 até os 30 e poucos, eu sempre tinha resquícios disso, de vez em quando minha pele surtava, aí eu controlava com um tratamento aqui e outro ali, fazia limpeza de pele com esteticista, receitas manipuladas do dermatologista, um Vitanol A antes do meu casamento para deixar a pele sem marcas, essas coisas que eram mais fáceis de fazer na época (não é como hoje que a gente tem acesso a tantas coisas!).

HOJE minha pele continua oleosa, porém sob controle. Se eu relaxar e ficar algum tempo sem usar produtos com algum tipo de ácido salicílico ou algum ativo que faça algum controle de oleosidade, eu percebo que ela brilha mais, fica com aquele “brilho sujo”, mas não tenho mais acne.

Porém, hoje em dia eu não preciso mais daqueles produtos fortes e abrasivos, mas sim daqueles que não agridem a barreira protetora da pele.

Produtos para pele oleosa que eu usava antes:

Esses produtos sempre estavam na minha bancada. Hoje eu não consigo usar por muito tempo pois minha pele começa a ficar sensibilizada. São excelentes para o auge da oleosidade e da acne, mas hoje em dia preciso de eficiência com mais suavidade.

Limpeza da pele oleosa aos 40:

Cuidados com a pele aos 40 anos - limpeza da pele oleosa

Continuo precisando de produtos de limpeza de pele específicos para pele oleosa, porém quanto mais suavidade, melhor. E se tiver efeito calmante, melhor ainda! Eu preciso de eficácia na limpeza mas sem agressão.

Cuidados com a pele aos 40 – hidratação

Agora eu entrei de vez na fase do ácido hialurônico! Cremes com ácido hialurônico entraram na minha vida há uns 3 anos e agora não podem sair mais – e eu nem quero isso, pois estão fazendo um papel maravilhoso na hidratação da minha pele! Antes e depois dos 40 muita coisa mudou nos cuidados com hidratação da minha pele – a hidratação da pele é a maior prevenção que podemos fazer contra as rugas, sabia? A pele ressecada é que começa a mostrar as linhas de expressão, por ressecamento – pense naquela imagem da terra seca, cheia de rachaduras, é bem isso. Olha só a comparação:

Hidratação antes dos 40

  • Pele mais oleosa, não se dava bem com hidratantes em creme
  • SEMPRE tinha que ser hidratante em gel, sem nenhum óleo na formulação para não dar espinhas e aumentar o brilho
  • usei muita água termal quando não tinha nenhum outro produto para usar como hidratante
  • os hidratantes podiam ser mais suaves que davam conta do recado

Hidratação da pele depois dos 40

  • tenho mais facilidade com hidratantes cremosos, não são todos, mas já gostei de vários que eu não conseguiria usar antes;
  • PRECISA ter ativos mais fortes, e o principal deles é o ácido hialurônico
  • a água termal hoje é usada JUNTO com outros cremes. Sozinha não dá conta do recado mais
  • além de hidratar ainda temos que pensar na proteção da pele, pois nós perdemos muita água por ela. O hidratante ideal deve, além de hidratar, formar uma barreira de proteção contra a perda hídrica para o ambiente
  • HOJE eu dou muito mais importância à hidratação do que eu dava antes, com toda certeza. Antes eu achava que hidratação era incompatível com pele oleosa, um dos maiores enganos que muita gente acredita. Na verdade TODA PELE precisa de hidratação, e não é porque a pele oleosa está sempre brilhando que ela está hidratada, ela produz mais sebo!

Cuidados com a pele aos 40 anos - hidratação potente

Produtos para hidratação depois dos 40

Cuidados com a pele aos 40 – correção e uniformização

Nessa parte tem 3 coisas que preciso destacar:

  1. A correção dos poros dilatados, que é uma herança da pele oleosa da vida inteira
  2. A correção das manchas na pele, já que pequenas manchinhas, não muito contrastantes, se formaram durante a vida toda e que são cumulativas
  3. A correção de pequenas linhas de expressão que já se formaram: tenho um “projeto de ruga” na testa, uma linha que ainda está bem fininha bem paralela a minha sobrancelha e que já está querendo aparecer (fica longe, minha filha, sai daqui!!!!) e o tal “bigode chinês”, que foi a primeira linha que apareceu já há alguns anos, que é uma herança da família do meu pai

Esses problemas são de 3 origens diferentes – oleosidade da pele, excesso de sol e DNA (Data de Nascimento Antiga, hahahahaha) – mas os cuidados para correção são os mesmos.

Eu não costumava usar produtos para correção da pele, como retinol e vitamina C, mas depois que comecei não quero parar mais.

Correção da pele antes dos 40

  • NADA!!! Sério gente, eu não usava nada – e na verdade nem precisa. Hidratação e proteção solar é tudo que você precisa até seus 30 anos, e se a proteção solar principalemente for bem feita, você pode começar seus cuidados anti envelhecimento depois dos 30, 35, por aí (não podemos dar uma idade exata pois a genética influencia muito). Mas quem quiser usar alguma coisa para melhorar a pele não tem problema, inclusive a vitamina C para a pele também é um antioxidante, então pode usar quando quiser. Tem cremes com vitamina C à vontade aqui no blog, é só clicar!

Correção da pele depois dos 40

Cuidados com a pele aos 40 anos - correção das manchas de sol, cicatrizes e linhas de expressão

Esses produtos agem em conjunto na correção da pele, e a associação do retinol com a vitamina C é simplesmente MARAVILHOSA para a pele: dá viço, luminosidade e uniformidade. É muito importante consultar o dermatologista para saber o que usar no seu caso, pois o existem vários produtos com retinol, em várias concentrações, e se você estiver usando produtos com outros ativos tem que ver exatamente como combiná-los (a associação pode de ácidos pode deixar sua pele muito sensibilizada, cuidado ok?).

Cuidados com a pele aos 40 – proteção solar

Aqui nada mudou. Aliás, mudou, mudou sim uma coisa muito importante: CONSCIENTIZAÇÃO. Se antes eu me esquecia de passar protetor solar de vez em quando, hoje eu não esqueço nunca. Passo e ainda retoco o quanto for preciso.

Os danos causados pela radiação são cumulativos (gente, eu me tornei a minha mãe, kkkkkkkkkk, até escuto ela falando isso comigo!) então se não cuidar não tem volta. Eu me lembro que fui a uma palestra com uma dermatologista e ela disse: se você não tiver dinheiro pra gastar com produto de beleza, nem tratamentos, não precisa. Se puder comprar só uma coisa COMPRE PROTETOR SOLAR – qualquer um, o mais barato, mas que garanta proteção UVA e UVB, e já está ótimo. Só ele já é capaz de fazer muito mais que todos os outros produtos juntos.

Aqui eu nem vou indicar produto para deixar bem claro que TODO PROTETOR SOLAR É VÁLIDO. Claro que tem algumas coisas que devemos prestar mais atenção:

  • Proteção UVA: não é todo protetor solar que oferece boa proteção contra os raios UVA, que são os que mais causam os danos profundos, que afetam a estrutura da pele e causarão as rugas. O FPS se refere a proteção contra os raios UVB, mas a proteção UVA  (ou PPD) é menor- prestem atenção no grau de proteção contra UVA indicado pelo símbolo + ao lado do FPS – ela costuma ser de 1/3 do valor do FPS, mas pode ser maior.
  • Alguns protetores solares incrementam a fórmula com ativos antioxidantes, o que é melhor ainda. Mas prefiro não indicar aqui neste post nenhum protetor solar específico para deixar bem claro que não há restrições – o importante é usar.

Pretendo fazer um post exclusivo sobre isso pois essa questão dos raios UVA em relação ao envelhecimento é muito importante, ok?


 

Outro dia alguém me perguntou no instagram qual O CREME anti idade que eu uso. Fiquei sem saber o que responder, pois não é um creme que vai fazer diferença, é um conjunto. E quem falar que existe UM CREME que faz milagre e junta todas as soluções em um produto só é mentira, isso não existe!

Esse assunto não tem fim, né? Mas vou parar por aqui hoje! Te vejo nas redes sociais, me acompanhem por lá 😉

Instagram @luvilelapaes

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...