La Victorie Eudora Eau de Parfum – resenha!

La Victorie de Eudora me impressionou, veja porque!

Estou usando o La Victorie e não levou muito tempo para reconhecer um velho amigo, daqueles bem queridos… fui ao meu armário e peguei um dos meus perfumes preferidos e comparei – na mosca. Não tem como negar: La Victorie foi inspirado em La Vie Est Belle e vou fazer uma resenha e uma comparação no post de hoje!

Embalagem de La Victorie – ponto para a Eudora!

O frasco de La Victorie é encantador! Uma base de vidro encorpado, transparente e lapidado, finalizando com um aro em Rose Gold – um tom metalizado acobreado rosa que está em alta no design. A tampa arredondada mostra a riqueza desse perfume: parecem pequenas lascas douradas encapsuladas em meio a uma resina, como se elas estivessem voando ao redor do perfume. Achei phyno! Ficou deslumbrante e mostrou o cuidado esmerado da Eudora para esse lançamento.

La Victorie Eudora resenha de perfume

Porque a felicidade é a sua maior conquista! La Victorie Eau de Parfum é uma fragrância de intensidade moderada e absolutamente deliciosa. Feito para mulheres que têm a coragem de enfrentar as dificuldades pelo caminho e assumir o próprio destino. Afinal, você merece a mais bonita de todas as vitórias, ser feliz!

La Victorie é uma fragrância criada com a força e a delicadeza do buquê floral de Íris Branca, com o calor das madeiras e com as notas açucaradas de Baunilha e Pralinée. Também traz o acorde exclusivo do Segredo de Eudora, para prolongar a perfumação sobre a pele por muito mais tempo!*

*descrição da Eudora

 

La Victorie em minha pele

La Victorie tem uma saída frutada bem sutil. Quando experimento um perfume em amostra, sem borrifar, não tenho aquele prazer de entrar naquela bruma perfumada, que permite curtir muito mais as notas de saída antes de evaporar. São frutas vermelhas, cassis não muito encorpadas, que logo se abrem para o floral atalcado da Íris. E é aquela íris que eu gosto de sentir, que deixa o perfume com cara de rica. E foi nessa evolução que eu comecei a perceber a semelhança com o La Vie Est Belle – o corpo da fragrância se dá basicamente pela íris, pela baunilha amadeirada e pelo praliné.

La Victorie Eudora resenha de perfume

A Eudora merece um elogio por alcançar aquele nível de sofisticação da baunilha misturada ao praliné, e parece que a madeira trouxe esse ponto de equilíbrio. Existe uma linha tênue que separa o adocicado confortável e seguro do adocicado enjoativo e vulgar, e sem dúvida nenhuma que La Victorie fica no primeiro lado da linha.

Ele é um perfume bem comportado em minha pele, fica rente e discreto,  não deixa rastro, não é o tipo de perfume que chega antes de mim. Nisso eu achei bem diferente do La Vie Est Belle, que tem bem mais projeção que o La Victorie. Eles tem a mesma evolução, caminham pelo mesmo lugar mas de maneiras diferentes – La Victorie é menos intenso, mais discreto, menos sensual. Mas isso não é um defeito, pois traz mais versatilidade ao perfume, me deixa mais confortável para usar durante o dia, em variados ambientes e eventos. É bem aconchegante, feminino de sensualidade contida. Nada nele é uma explosão.

A Eudora o classifica como Floral Oriental, mas eu acho que ele vai mais pelo caminho do Gourmand, e coincidentemente o segundo Gourmand que me agradou bastante esse mês, como o Olympea.

Comparando novamente com o La Vie Est Belle para resumir – ele teve o mesmo caminho olfativo – saída frutada, com características não tão frescas quanto o La Vie – e corpo de uma baunilha amadeirada e praliné, só que bem menos explosivo e mais rente à pele.

Durabilidade em minha pele – entre 3 e 4 horas – dormi com ele e acordei sozinha :\  mas tudo bem, ele deixa boas lembranças. Compraria fácil, me agradou bastante!

Onde comprar e preço

La Victorie vem com 75ml e custa R$168,00 na loja online ou com sua representante Eudora.

 

Olympea Paco Rabanne – resenha de perfume!

Estou apaixonada pelo Olympea!

Quis sentir o perfume Olympea depois de ver comparações entre ele e o Egeo Bomb Caramel que resenhei esta semana. A comparação acontece por terem a baunilha e o sal em comum. Mas será que eles se parecem mesmo? Os dois tem essas 2 notas, que fazem uma combinação interessante, mas só por isso são iguais na pele? Vou descrever as minhas impressões do Olympea e comparar os perfumes, vamos lá!

Olympea Paco Rabanne resenha de perfume

As notas de Olympea

Já vou começar descrevendo as notas pra ir destrinchando a evolução do perfume em minha pele, e já aproveito para comparar as sensações que ele me provoca com o Egeo Bomb Caramel:

Notas de saída: tangerina, jasmin e flor de gengibre

Notas de coração: baunilha e sal

Notas de fundo: ambargris, madeira de cashmere e sândalo

Pra começar, a saída floral cítrica do Olympea abre um caminho um pouco mais fresco para o perfume, bem diferente do início mais suculento e doce do Egeo Bomb. Mesmo que os dois sejam fragrâncias mais adocicadas no final, eles tem a “temperatura” bem diferentes – o Egeo é um perfume mais quente, o que para mim direciona o uso para a noite e temperatura mais amenas, e o Olympea se abre um pouco mais, é um pouco mais fresco, o que amplia o leque de situações para usá-lo.

VEJA BEM: eu disse que ele é um pouco mais fresco que o Egeo Bomb, o que não significa que eu considero que seja um perfume fresco, ok? Ele não é o tipo de perfume que a gente quer usar para prolongar a sensação do banho.

Olympea Paco Rabanne resenha de perfume

Logo em seguida a baunilha aparece, e o sal vem junto para quebrar qualquer exagero infantil – um risco que os perfumes abaunilhados correm na minha opinião é de ficarem infantilizados, adolescentes demais.

Mas é um sal bem diferente do Egeo – lembra que eu falei que ao sentir o sal mineral do Egeo eu me lembro daquela sensação de ressecamento que o sal do churrasco deixa na mucosa do nariz? O sal do Olympea não. Ele é mais suave, mais discreto, está ali só para quebrar um pouco mais o dulçor e trazer mais sofisticação, ele não agride e nem é a estrela do perfume ( nisso ele é muito diferente do Egeo!).

Outra comparação inevitável: enquanto eu achei o Egeo bem linear, o Olympea tem mais nuances em sua evolução. Evolui do floral Cítrico para um um floral gourmand (ele é classificado como Oriental Floral, mas eu percebo muito mais um toque Gourmand nesse cheiro) e permanece com um amadeirado muito suave e feminino. Eu tenho mais familiaridade com o sândalo e o âmbar, que é mais denso, então eu vou “culpar” a combinação com a madeira de cashmere por essa suavidade.

Ele não deixa rastro, é super elegante e por isso eu usaria em ambientes de trabalho tranquilamente. É o tipo de perfume que vai fazer as pessoas te perguntarem: qual perfume você está usando?

Eu particularmente ADORO quando isso acontece. É uma sensação do tipo: missão cumprida \o/

Durabilidade de 5 a 6 horas, uma fixação excelente em minha pele. Aliás, as baunilhas sempre “grudam” em mim! Todos os Egeo do Boticário que o digam, rsrs.

Para completar, como se não bastasse tudo o que eu já descrevi, esse frasco maravilhoso que lembra um troféu – as laterais são adornadas por folhas de louro, que eram usadas na Grécia para premiar os vencedores de uma competição por ser um símbolo de trinfo. Aliás, até hoje as folhas de louro são estampadas nas medalhas olímpicas. Por isso dizemos que o vencedor foi “laureado”… blog também é cultura 😉

Eu estou simplesmente apaixonada pelo Olympea! Como é um perfume recente pra mim, preciso pensar direitinho se ele entraria na minha lista dos TOP 5. Mas no TOP 10 com certeza!

Quero saber se o Olympea também te conquistou, me conta aí nos comentários!

 

 

Romance Ralph Lauren Eau de Parfum resenha

Romance Ralph Lauren – paixão antiga

Conheci o Romance de Ralph Lauren de uma maneira até comum, pelas páginas de uma revista Allure, que eu assinava há alguns anos. Sentir uma fragrância assim, sem aplicar na pele, pode me fazer apaixonar por um perfume sim. E pode ter o efeito contrário também! Mas no caso do Romance, despertou uma enorme curiosidade em borrifar essa fragrância, e assim que pude comprei meu frasco. Paixão confirmada!

Romance Ralph Lauren Eau de Parfum - resenha de perfume

 

Romance Ralph Lauren e suas nuances

O mais interessante do Romance, que é impossível perceber em amostras de revistas, é a sua evolução. O caminho que ele percorre até sumir em minha pele depois de muitas horas (mais de 4h, às vezes mais) é bem interessante, e é isso que tentarei passar pra vocês agora. Para ajudar, vou transcrever as notas olfativas e mostrar como as sinto do início ao fim:

Notas de saída – Gengibre, Camomila, Limão Verdadeiro, Frésia amarela e Rosa

Notas de coração – Lírio Cravo, Violeta Branca, Lótus

Notas de Fundo – Madeiras Exóticas, Patchouli, Musgo de Carvalho e Almíscar Branco

 

A impressão que eu tenho é que algumas notas da descrição do perfume estão ali para dar um suporte às outras que se sobressaem. Digo isso pois elas não somem totalmente, mas ficam ali disfarçadas. Se você procurar, vai encontrar. Mas é bem provável que não tenha percebido antes por causa do protagonismo de outras.

Romance Ralph Lauren Eau de Parfum - resenha de perfume

A saída é um cítrico “apimentado”. O mais comum é esperarmos frescor de uma saída cítrica, mas no Romance ele tem o “ardido” do gengibre. Esse gengibre não vai embora tão rápido, mas continua ali quado chega um floral branco, limpo, almiscarado. As madeiras exóticas fazem dessa fragrância uma das mais compartilháveis que eu conheço – ele está bem longe de ser rotulado com um gênero. Aliás, para mim ele é um floral amadeirado muito mais que um floral frutado, como é comumente classificado. Quem espera o adocicado e o frescor do frutado, vai encontrar o ardido e a força do gengibre com a madeira, e pode se assustar e até mesmo se decepcionar.

A surpresa de ter encontrado um ardor (parece até uma pimenta rosa) junto com o limão, e um patchouli amadeirado que “gruda” em minha pele fez com que eu me apaixonasse pelo Romance. Considero um perfume “fora da curva” – não que ele esteja no topo da pirâmide, mas é fora do trivial, da fragrância que segue uma fórmula comercialmente fácil, de agradar e vender.

Ah, preciso contar meu vício: usá-lo na hora de dormir, para carimbar o travesseiro. Amo muito <3

Mais perfume cítrico no blog:

Avra – Korres (flor de laranjeira)

Tommy Girl (limão fresco)

 

 

 

 

Elysée – Boticário – resenha

Estou usando o Chypre Floral Elyseé do Boticário

O Elysée foi minha última descoberta do Boticário, comecei a usar depois do Urban Ballet que já mostrei aqui. Eu tinha visto a propaganda na TV e como sou dessas que se impressiona com publicidade fiquei esperando muita coisa dele. Agora que eu usei já dá pra falar: gostei! E muito! Mas quero contar em detalhes:

Elysée - Eau de Parfum - Boticário - resenha

Usei antes de ler ou saber qualquer coisa sobre suas notas, e sem precisar saber de nada senti a pimenta rosa na saída. Aliás, a Pimenta rosa impera na saída! Segundo o Boticário esta é a composição do perfume:

Notas de Saída: Mandarina Orpur, Maçã com Canela e Pimenta Rosa

Notas de coração: Ylang Moheli, Rosa e Peônica

Notas de Fundo: Sândalo da Austrália, Fava Tonka da Venezuela e Vanila e Benjoim do Laos

Na minha opinião, um perfume totalmente noite, e de preferência, em climas mais amenos. Isso porque em minha pele ele tem uma boa projeção e deixa rastro, além de ter uma ótima fixação. Só sai com o banho! Isso é ótimo, claro, mas pro dia a dia e rotina de trabalho me incomoda, prefiro que seja um perfume festivo. Depois de alguns minutos o floral branco aparece e fica docinho na pele, por várias horas. Se eu durmo com ele, acordo com o travesseiro cheiroso. Adoro!

Desde que usei fiquei com aquela impressão de “te conheço de algum lugar, não só pelo cheiro como pelo frasco, e vi algumas pessoas comparando-o ao Ellie Saab. Sim, é verdade, também achei bem parecido, com a diferença de que gostei do Elysée desde a saída até às notas de fundo. Aliás, preciso dizer que achei o design do frasco maravilhoso, adorei esse vidro encorpado e com a tampa trabalhada (aliás, beeeem parecida mesmo com o Ellie Saab).

Preço

Quero dar um pitaco em relação ao preço do Elysée pois ouvi muita gente comentando que achou muito caro – atualmente custa R$185,00 o frasco com 50ml – e é verdade, mais caro do que a média de perfumes do Boticário. Mas junto com o Lilly Essence (que custa R$179,00 mas com 75ml) este é um dos perfumes mais sofisticados da marca, acho normal essa diferenciação. E acho tão complicado discutir “o que eu pagaria em um perfume”… porque quando a gente gosta, gosta. E paga! Claro que eu gostaria que fosse mais barato, mas acho que essa diferenciação de preço tem tudo a ver com o nicho que o Boticário quer alcançar com essa fragrância, não acham? Sei lá, coisa de marketing mesmo, talvez. Não faria sentido fazer uma campanha como a que foi feita na TV, uma embalagem dessas, um Eau de Parfum totalmente noite, e vender pelo preço dos outros perfumes da marca. É pra ser diferente mesmo, e isso inclui o preço. Eu entendi dessa forma, e você?

Aliás, viram a campanha?

Achei phyno.

*Ah, vi na loja a bolsa de mão que está na foto do post, e é muito linda. Aliás, primeira vez que vi esses acessórios que o Boticário tem lançado, e achei que vale muito a pena. Dá pra usar à noite e em várias ocasiões, e o preço é super justo!

Flower By Kenzo L’Elixir

Versão L’Elixir do Flower cabe no meu outono…

Flower By Kenzo L’Elixir | Quando vi este lançamento já fiquei de olho: já gosto do Flower, acabei me encantando com a versão L’egere, e agora vem L’Elixir, uma versão mais aconchegante, com cara de outono/inverno, e trabalhado nas frutas vermelhas, talquinho, pralinê. Vamos conhecer um pouco mais:

Flower By Kenzo - L'Elixir

A embalagem tradicional dos perfumes Flower by Kenzo, um vaso solitário, foi projetada por Serge Mansau, um dos mais consagrados designers de embalagens para perfumes, com cerca de 250 frascos em seu portfólio. Patrick Guedji, diretor de criação da Kenzo, também participou do projeto.

Notas

Notas de saida: Tangerina, Framboesa

Notas de coração: Rosa búlgara, Flor de Laranjeira

Notas de fundo: Pralinê, Baunilha Bourbon e Notas atalcadas

 

Como viram, tem todos os ingredientes de uma sobremesa, por isso esperem aquele docinho, mas com pó (mesmo que seja bem lá no fundo).

Que tal a campanha com as obras arquitetônicas de Oscar Niemeyer em Brasília (sim, vamos ressaltar a parte boa da cidade, a arte)? Achei lindíssima!

Ele já está a venda no Brasil, e o frasco de 50ml tem o preço sugerido de R$379,00.

 

Pleasures – Estée Lauder – resenha

Pleasures, da Estée Lauder, uma opção confortável para o dia a dia

Conheci o Pleasures por causa da minha curiosidade e admiração pela marca Estée Lauder. Já comentei aqui no blog há muito tempo que gostaria muito que a marca chegasse ao Brasil, mas se não veio até agora acho difícil mudarem o posicionamento. Veja o post: Estée Lauder

Então, como nunca tive oportunidade de experimentar o Pleasures, minha curiosidade falou mais alto e eu pedi para alguém da minha família comprar em um free shop sem eu conhecer – um dos poucos perfumes que comprei no escuro. (Detalhe: tinha feito este post com os 10 perfumes mais vendidos do mundo)

Notas olfativas

Pleasures - Estée Lauder - resenha

Notas de saída: Tuberosa, Pimenta rosa, Violeta, Frésia, Bagas vermelhas, Folha de violeta e Notas verdes

Notas de coração: Peônia, Rosa, Lírio, Lilás, Jasmim, Lírio-do-vale, Gerânio e Senegambica

Notas de fundo: Sândalo, Patchouli ou Oriza, Almíscar e Cedro

 

Agora que dei a “receita”, deixa eu falar sobre as minhas impressões pessoais. Para mim, se tem uma palavra que poderia definir o Pleasures é VERSATILIDADE. Aquele perfume que vai pro trabalho, que sai à noite, que é confortável pra dormir, enfim, pra tudo. Na minha percepção, ele é um FLORAL VERDE, em que o cheiro de mato é o ator principal. Tem um pouco de cítrico, mas não sobressai, tem bastante de flores brancas, mas também não chega a tomar o lugar do verde, e tem Patchouli. Tudo o que eu mencionei eu acho bem evidente, mas nenhum é a estrela além do mato! Fazendo um pouquinho de esforço também posso identificar as bagas vermelhas, e com mais esforço, as rosas. Fora isso não consigo identificar todas as notas, principalmente a tal Senegambica – que é uma flor branca.

Pleasures - Estée Lauder - resenha

Em minha pele tem uma ótima fixação, cerca de 4 horas, e projeção média. Preciso confessar que neste verão fiquei tão atordoada com o calor que não usei nenhum EDP, mas eu poderia ter usado o Pleasures em dias mais quentes, bastava um pouco de boa vontade – mesmo que ele não tenha ficado em minha lista dos 5 perfumes para o verão.

Eu me sinto muito confortável com este perfume, e acho muito feliz a escolha do nome, pois o conforto e a versatilidade remetem ao prazer sim, em minha opinião. Não é o meu “perfume da vida”, aquele que eu quero usar pra vida toda, repor os frascos, mas é uma experiência gostosa, que me agrada. Não me arrependi em nenhum momento de ter arriscado a comprá-lo no escuro!

E você, já conhece o Pleasures? Já comprou algum perfume no escuro também? Como foi, deu certo ou se arrependeu? Me contem aí!

 

One Million Paco Rabanne – resenha

One Million é um perfume masculino, mas eu uso!

One Million foi paixão a primeira vista, não resisti. Já conhecia Lady Million, o perfume feminino da linha (mas que é longe de ser uma versão feminina, pois é bem diferente!), mas quando pus meu nariz nessa barrinha de ouro fiquei apaixonada, não é a toa que é um sucesso de vendas. Sim, One Million é um perfume fácil de gostar, e por outro lado isso causa um certo desconforto em muitas pessoas pois se todo mundo gosta –> todo mundo compra –> todo mundo usa –>você começa a achar que já sentiu esse perfume quinhentas vezes antes mesmo de experimentar… (dos dilemas dos perfumes de sucesso!)

One Million Paco Rabanne - resenha

 

A embalagem é um sucesso: o vidro fumê aparece na lateral e no fundo, e o restante é feito com metal dourado, no formato de uma barra de ouro. A marca e o logotipo estão desenhados nesse metal. É um frasco que impressiona, o simples fato de ser dourada já faz este perfume sobressair no meio de qualquer coleção.

One Million Paco Rabanne - resenha

Para quem ficou curioso, aqui está o detalhe: a válvula é este retângulo no topo do frasco, e o perfume sai no orifício da frente. Esta parte escura que aparece na lateral é de vidro fumê escuro.

One Million é um perfume masculino, e aí quem já começa a pensar no fundo amadeirado… tem razão. Aliás, as notas que dão o carimbo masculino na fragrância são as notas amadeiradas e o couro, pois o restante faz parte de muitos dos meus perfumes chamados femininos.

Notas de saída:Toranja, Hortelã e Tangerina sangüínea

Notas de coração: Rosa, Canela e especiarias

Notas de fundo: Couro, Notas amadeiradas, Âmbar e Patchouli indiano ou Oriza indiana

A saída cítrica é bem notória e é o único toque “refrescante” do perfume por uns 5 segundos. Porque depois desses 5 segundos ele não terá mais nada de refrescante, pelo contrário, será quente, quente, quente! Doce, forte, quente – para mim é pura “fogueira com fondue” – só para inverno rigoroso! Só tenho um defeito para apontar nessas notas: o couro da nota de fundo parece bem sintético. Não chega a estragar o perfume, mas se eu aproximo muito o nariz da pele isso chama muito a minha atenção.

Sua fixação e projeção são altíssimas, por isso tem que dosar a quantidade – isso eu digo tanto para homens quanto para mulheres. No calor ele sobressai muito, eu evitaria usá-lo em dias quentes e ambientes de trabalho. Ele é um perfume noite, cara de balada mas também de jantar romântico.

E agora a pergunta que você deve estar fazendo: por que eu uso? Eu não acho que se trata de um perfume unissex. Ele é bem diferente dos perfumes que eu classifico como unissex, pois a fragrância é o que eu considero um perfume masculino típico. Só acho que ele é compartilhável. ou roubartilhável – o tipo de perfume que seu marido/namorado tem e você gosta de roubar de vez em quando.

Se meu marido usasse perfume eu roubaria alguns, mas ele não usa então eu mesma tenho que ter! 😀 😀 😀

Se você ainda não sentiu o One Million pode ser que, ao experimentar, pense que já sentiu essa fragrância em algum lugar. Sim, é provável mesmo! Como eu disse, fórmulas de sucesso são assim. Quem nunca gostou de um 212 que atire a primeira pedra…

Agora me conte: tem alguma fragrância do sexo oposto que te atrai?

 

Fantasy Rocker Femme – Britney Spears

Rocker Femme é o mais novo flanker do Fantasy de Britney Spears

A legião de fãs do Fantasy podem comemorar: agora tem o Rocker Femme, mais um perfume da linha de sucesso de perfumes da Britney Spears.

Fantasy Rocker Femme - Britney Spears

 

A embalagem segue a mesma linha do Fantasy, só mudando a cor, como aconteceu com os flankers que vieram antes dele. Agora o tom pink vibrante faz uma transição com um preto profundo e esfumado, as pedras brilhantes são negras e o detalhe do colar tem uma pegada rocker, um detalhe lindo que eu adorei.

Segue a descrição do perfume enviado pela marca:

 

O novo perfume traz uma atraente mistura de notas frutadas e cremosas. A partir da inspiração do perfume fantasy original, surgiu uma fragrância  totalmente nova. Rocker Femme fantasy é igualmente provocador e divertido.

Provocante/Delicioso

O perfume pulsa com sorbet de cassis e licor de amora silvestre, antes de fluir rumo ao aroma de creme chantilly de coco que surpreende e cativa.

Avant-garde

Como no centro de um palco, surgem florais intensos de gardênia aveludada, jasmim sensual e violeta profunda e cremosa.

Misterioso

Uma combinação luxuosa de âmbar dourado, madeiras de Cashmere e delicioso almíscar e baunilha dão o toque final e uma sensação de profundidade ao novo e audacioso perfume.

Preços sugeridos:

Eau de Parfum 3.3 fl oz/ 100ml                                    R$259,00

Eau de Parfum 1.7 fl oz/ 50ml                                       R$179,00

Eau de Parfum 1.0 fl oz/ 30ml                                       R$119,00

 

O lançamento já está disponível nas perfumarias de todo o país. O que vocês acharam da novidade?

 

 

As classificações das fragrâncias

Entenda as diferentes classificações de fragrâncias

Resolvi fazer este post mesmo já sendo um assunto bem abordado em outros blogs, pois vejo que muitas pessoas ainda não entendem bem como escolher uma fragrância porque tem dúvidas a respeito das concentrações das essências, que é o que basicamente define um Parfum, Eau de Parfum, Eau de Toilette, etc.

Vou deixar aqui as definições depois vou fazer alguns comentários, então vamos começar:

 

O Extract de Parfum, Parfum, ou Perfume  é o que tem maior concentração de essência – os óleos essenciais extraídos da matéria-prima responsável pelo “cheiro” do perfume. A concentração fica em torno de 20%, e por ter mais óleos e menos álcool fixa muito na pele, por 12 horas ou mais. Geralmente requer cuidado na aplicação – use com moderação- e são os mais caros, exatamente porque os óleos essenciais costumam ser o item mais caro na composição de uma fragrância.

As classificações das fragrâncias


O Eau de Parfum possui uma concentração de óleos essenciais em torno de 15% (essas concentrações podem variar também, por ex. de 13 a 17%) o que ainda o deixa bem forte. Geralmente associamos o uso de Eau de Parfum ao clima mais ameno, pois o calor faz com que as fragrâncias se acentuem e os perfumes com alta concentração de óleos podem ficar exagerados. Mas vamos nos lembrar sempre de que isso não é regra, pois você pode encontrar um Eau de Parfum que fique bem comportado em sua pele. Duração na pele: 8 a 10 horas, em média.
Eau de Toilette é a fragrância que tem entre 5 e 7% de óleos essenciais. Normalmente dura entre 5 a 7 horas, e costuma ter mais aceitação pela maior parte das pessoas.

 Eau de cologne ou Colônia: concentração de 3 a 5%, são mais frescos e prolongam a sensação de frescor de um banho. Podem ser usados em todo o corpo e são ideais para climas muito quentes, mas com todo esse frescor ele fixa bem menos na pele. Uma boa colônia pode durar por até 3 horas, mas a maioria das que eu conheço duram bem menos que isso: no máximo duas horas. Não encontrei diferença de concentração entre as colônias e as Deo Colônias, mas a DEO colônia tem ação de desodorante, ou seja, desodorizar, tirar o odor. Deo Colônia é uma colônia desodorante.

 

Eau Fraiche: Concentrações menores que 3%, ou seja, os mais frescos e efêmeros. Um exemplo de um bom Eau Fraiche? Dior Addict Eau Fraiche. Delícia!!!

Agora vamos aos meus pitacos:

* “Eau” é uma palavra francesa, significa água. A pronúncia é “Ô”. E Parfum é “Parfam”. Por favor!!!! 😀

*A medida que a concentração dos óleos essenciais diminui, o preço da fragrância também tende a ser menor. Assim, em uma mesma linha, de uma mesma marca, o normal é que o EDP seja mais caro que o EDT, que o EDT seja mais caro que a Colônia, e assim por diante.

*Nem sempre a versão Eau de Toilette é O MESMO perfume Eau de Parfum só que em concentrações menores. É comum encontrarmos perfumes em que a versão EDT é totalmente diferente da versão EDP. O motivo? Escolha da marca.

*Não é porque você mora em um lugar frio que só pode usar EDP, e você que mora em lugar quente só irá usar Colônia ou EDT. Um perfume pode reagir de maneira diferente na sua pele. Eu tenho perfumes EDP que eu consigo usar em qualquer época, mesmo que eles apareçam mais continuam sendo extremamente agradáveis. Por exemplo: O Rose The One, de Dolce & Gabbana.



* A fixação de uma fragrância na pele, além da concentração dos óleos, também depende da sua pele. Alguns perfumes que duram muito tempo na sua amiga podem simplesmente sumir em você em muito menos tempo.

Perceberam que a perfumaria é a melhor ciência para se aplicar a máxima: toda regra tem sua exceção? Sim, nenhum ponto é ponto final, tudo pode acontecer com você…

 

 

 

Resenha Jimmy Choo Eau de Parfum

Conheça um pouco mais do Jimmy Choo Eau de Parfum

Minha história com este perfume começou no dia em que eu estava visitando uma loja de decoração a trabalho, acompanhando uma cliente, e senti um cheiro maravilhoso que nos acompanhava enquanto víamos as peças. Percebi que era a vendedora, e resolvi perguntar que perfume ela estava usando – coisa que eu não costumo fazer com desconhecidos. Ela me disse que era o Jimmy Choo EDP, e desde aquele dia fiquei procurando sentir como ele ficaria em minha pele.

Resenha Jimmy Choo Eau de Parfum

 

Esta fragrância geralmente me remete à sensualidade, mas não sei se fiquei sugestionada pela vendedora, que estava usando no trabalho, achei bem pertinente para o trabalho. O dela, pelo menos, no ar condicionado… Sim, ele é um perfume quente, e só consegui usá-lo pela primeira vez quando as chuvas começaram por aqui e o clima ficou bem ameno! Ele chegou em dezembro, no último dia do ano, auge do verão, então fiquei um tempo sentindo-0 só pelo frasco mesmo, sem coragem de borrifar na pele.

A embalagem de papelão do perfume tem uma linda estampa de couro (de cobra? Jacaré?) com textura em relevo, é chiquérrima. O frasco lembra uma escultura em murano, trabalhado, pesado e colorido, com os mesmos tons da embalagem externa. Tudo lindo, divo, chique e feminino!

Resenha Jimmy Choo Eau de Parfum

Mas voltando a fragrância, já disse que a minha primeira impressão é de um perfume sensual e quente. Daí já dá pra deduzir: perfume para a noite! Eu acho bem noturno, mas mesmo assim estou me arriscando a usá-lo durante o dia, pois achei que essa fragrância me acorda, é meio energética, rsrsrs Vamos ver a composição:

 

Notas de saída: tangerina, pera, notas verdes

Notas de coração: orquídea

Notas de fundo: Toffee e Patchouli

 

Da saída frutada fica o doce aromatizado bem sutil, já a orquídea e o toffee são bem evidentes. Aliás, que mistura feliz em um perfume! Engraçado que a presença do Patchouli não torna esse perfume “patchoulizado”, vocês me entendem? Alguns perfumes que contém essa nota ficam tomados por ela, mas não é o caso do Jimmy  Choo, onde o Patchouli aparece mas não toma conta, e mesmo assim consegue dar a cara oriental do perfume todo.

A durabilidade em minha pele é incrível, mais de 6 horas. Como contei no início do post, vocês viram que é um perfume que deixa rastro, mas um rastro bom. Talvez em ambientes de trabalho mais formais não seja a melhor opção – talvez se for aplicado pela técnica da “nuvem”: borrifando o perfume no ar e entrando dentro da nuvem de gotículas.

Espero que tenha conseguido traduzir um pouco desse cheiro pra vocês, mas fica o convite para o conhecer o Jimmy Choo, vale a pena. Mas se você é do ramo dos perfumes muito quietinhos, suaves e discretos, não pese na mão, pode te assustar.

E aí, ficaram curiosas ou já conhecem o Jimmy Choo EDP?

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...