Dia Mundial da Saúde no Conexão Carioca

Vamos aproveitar o Dia Mundial da Saúde pra pensar no que estamos fazendo com a nossa?

Hoje é o Dia Mundial da Saúde e os posts do Conexão Carioca vão nos fazer pensar um pouco sobre isso. Cá entre nós, adorei a ideia, fazia tempo que eu estava querendo contar pra vocês um pouco mais da minha vida, especialmente em relação a isso.

Algumas vezes eu já contei aqui no blog alguns perrengues e algumas alegrias da minha vida que estão ligados à minha saúde. Não me esqueço dos meus episódios de 2013, ano muito difícil pra mim, em que tive que ir pro hospital 4 vezes em 8 meses por conta de uma garganta absurdamente inflamada acompanhada por sinusite que me deixavam febril, fraca, e me obrigaram a tomar antibióticos seguidamente. Meu corpo deu o grito naquele ano, um grito de socorro: HELLO, VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISSO ERRADO!!!

Eu contei a história do que aconteceu no post: Sobre Saúde, Remédios e Afins –  mas resumindo: tive uma alergia brava ao último remédio, o que me fez parar e pensar um pouco sobre o que eu estava fazendo comigo mesma. Não adiantava trabalhar tanto a ponto de ficar doente, sem resistência nenhuma, e não poder aproveitar nada do que o meu dinheiro podia me proporcionar.

A mudança pro Rio, embora tenha o lado ruim de ter me afastado da família que me faz tanta falta, teve esse lado bom. Me afastei da arquitetura (se definitivamente, nunca se sabe, mas a intenção por enquanto é que eu nem pense nisso!) e pude ter a oportunidade de trabalhar com a internet, principalmente por causa do crescimento do blog. \o/

Não que a vida de hoje não seja corrida e não tenha uma parcela de stress, mas está bem melhor. Em todo esse tempo eu praticamente não estive doente, e estou tendo mais tempo para cuidar de mim e da minha família. Fiz algumas mudanças radicais na nossa alimentação e muitas mudanças aconteceram em todos nós:

  • As meninas incorporaram novos alimentos no dia a dia, tirando o hábito de querer sempre alguma coisa industrializada na hora da fome;
  • Marido andou fazendo exames e viu o colesterol baixando, coisa que há muito tempo não acontecia;
  • Eu fiquei longe do Pronto Atendimento de um hospital e dos antibióticos, parei com as crises de 2013;
  • Perdi peso.

Nunca tive problemas de saúde relacionados a colesterol, pressão alta, taxas glicêmicas, etc. Como a minha alimentação está sempre melhorando eu acredito que se estava tudo bem, agora deve estar melhor ainda, mas bom falar nisso agora que me lembrei que tá na hora de atualizar isso – anotando na agenda.

Lu-Vilela

Agora quero deixar algumas coisas simples que eu fiz nesses 2 anos e meio que fizeram tanta diferença pra mim:

Eu mesma tomo conta da comida da casa

Em BH, por trabalhar muito fora, eu tinha uma ajudante que fazia o almoço, e era comum que eu apelasse para congelados, industrializados e comidas de restaurantes por causa da falta de tempo. Hoje eu mesma faço tudo o que consumimos, e o nosso consumo de industrializados caiu 90%. O que ficou: iogurtes, alguns biscoitos, alguns pães, coisas que eu ainda não consigo dar conta de assumir produzir em casa sozinha, mas pelo menos as lasanhas, escondidinhos e carnes temperadas não entram mais na geladeira.

Substituí todo o óleo da casa por óleo de coco

Tá aí uma coisa que eu tenho certeza que fez a maior diferença nos exames do meu marido. Hoje eu só uso óleo de coco em casa: no arroz, feijão, legumes e todas as receitas, deixei de lado qualquer outro tipo de óleo para cozinhar. DETALHE: ainda uso azeite, mas só a frio, finalizando os pratos ou temperando a salada, de vez em quando. Ele é mais caro, mas sempre usei pouco óleo nas preparações, e mesmo assim, vale a pena o investimento depois que você descobre os benefícios que ele proporciona e os malefícios que os outros óleos podem causar quando aquecidos…

Tenho sempre alguma oleaginosa por perto

Castanha do Pará, Nozes, avelã ou até amendoim: essas oleaginosas fizeram muita diferença na minha alimentação. Quando eu queria fazer um lanche leve e comia uma fruta como maçã ou banana, eu comia e em poucos minutos eu tinha uma sensação de estar com um buraco no estômago! Já sentiu isso? Pois é, descobri que muitos alimentos tem a capacidade de elevar nossa taxa de açúcar no sangue rapidamente, o que obriga nosso fígado a produzir insulina em grande quantidade, os chamados picos de insulina. Por isso, rapidamente essa insulina transforma essa grande quantidade de açúcar em energia, e o que não é usado vira gordura em pouco tempo, e a sensação de fome volta. (Estou resumindo pra ilustrar o que causa a sensação de fome, mas quem quiser saber mais procure no Google a respeito de picos de insulina ou alimentos de baixo índice glicêmico)

O que as oleaginosas tem a ver com isso? Elas são uma gordura boa que ajudam a equilibrar essa quantidade de açúcar das frutas, não deixando portanto acontecer o tal pico de insulina, além de dar uma sensação de saciedade enorme. Eu como uma maçã com 2 castanhas às 9h e não sinto fome até 12:00 na boa. Isso nunca tinha me acontecido antes!

Tenho mais contato com atividades físicas do que tinha antes

Esse título ficou engraçado, né? hahahahahahaha

Tenho que ser sincera, né gente? Não sou blogueira fitness ainda, mas pelo menos faço mais coisas do que fazia em BH! Aqui eu caminho ou corro na praia de vez em quando (falta a tal da disciplina!!!), vou à academia do prédio, jogo frescobol no fim de semana, tá beeem melhor do que ficar no zero a zero.

Tenho tempo pra mim

A mente é o mais importante. O tal do stress. Hoje ele ainda existe, mas sei lidar com ele sem crises de choro e descabelamento.

Quando a cabeça não vai bem, nada vai bem, não é? Pena que eu não descobri isso antes. Hoje quando não consigo produzir eu paro, fico com as meninas, me dou um dia de folga, vou caminhar na praia, faço as unhas, faço qualquer coisa que me tire daquele momento que pode ficar tenso. Assim como o ítem da atividade física, ainda não é uma quantidade de tempo ideal, mas ainda chego lá.


Nossa, gente! Virou textão!!! Mas espero que tenham aproveitado o tempo da leitura pra refletir um pouco a quantas andam os seus cuidados com a sua saúde e da sua família. Muita gente só se dá conta do valor da saúde quando se perde, então não façam isso, cuidem enquanto está tudo bem (e eu espero que esteja!).

 

Conexão Carioca Blogs

Patrícia Meireles no Fuxico de Mulher

Ana Farias do Trendy Twins

Dafne Dias do Elfinha

Tina Szabados do Make, Coisa e Tal

2016 promete!

2016 chegando, bate aquela vontade de fazer planos…

Sou dessas que sempre faz planos quando o ano começa. Sei que é clichê, que muitos deles não vão pra frente (mas alguns vão!) e que todo ano é a mesma coisa, mas eu gosto, fazer o quê?

2015 foi um ano cheio de coisas boas, consegui realizar alguns projetos e outros não, mas continuo achando que devo continuar planejando, sonhando e trabalhando para realizar os sonhos, e não entendo quem não faz isso. Quem não tem sonhos vive pra quê? Acordar, comer, trabalhar e dormir? Eu não, eu quero mais!

Vou contar uma coisa que vocês não sabem. Em janeiro de 2015, quase acabei com este blog. Pois é, quem diria, justo eu que sempre fui tão assídua nas postagens, sempre tão empolgada, quis parar com tudo. Como vocês sabem, quando me mudei para Niterói eu parei de trabalhar com arquitetura, e durante o ano de 2014 continuei postando no blog, mas sem objetivos definidos. Se antes era uma atividade paralela à arquitetura, agora era a única atividade mas continuava sendo um hobby, não pensava nele como um trabalho. Mas depois de um ano postando sem objetivos, em janeiro eu pensei: não vou continuar gastando meu tempo com isso se não puder trabalhar. Agora eu vou mudar meu foco: ou vai ou racha! Eu conversei com meu marido, e pra minha surpresa, ele me disse que achava que eu tinha que encarar a internet como trabalho e fazer do blog minha ferramenta de trabalho, afinal ele já estava no ar, tinha um público fiel, eu sempre gostei de blogar, então por que não dar continuidade? Por que não estudar para entender um pouco mais sobre as ferramentas que eu poderia usar, me aperfeiçoar em fotos, trabalhar melhor o marketing? E eu comecei a encarar o blog de uma maneira diferente, e agora com o apoio total do marido (não é que ele não apoiava, mas ele não entendia que isso poderia passar de um hobby).

No final de 2015 o blog tem em seu portifólio parceiros super legais como: Specialità Lingerie, Glam-Appetit, Ada Tina, Kutiz, Rio Bel Cosméticos, Yenzah, F Hits Friends, Loreal (Divisão de Produtos de Grande Público), Drogaria Venancio e algumas empresas  que me procuraram para pequenas ações durante o ano, como a Westwing (meu lado arquiteta deu pulinhos!). O blog virou uma vitrine, e hoje meu conteúdo está em outros sites, portais, e-commerces… e ainda quero trabalhar muito mais em 2016!

Tenho mais planos (alguns que não foram totalmente pra frente em 2015, como o canal do blog no YT, que continua devagar) e muitos desafios pra este ano. Só com muita fé em Deus e muito trabalho vou conseguir – a primeira Ele não deixa faltar, e quanto ao segundo, tenho muita força de vontade e vou me esforçar ao máximo.

Eu não poderia deixar passar o final do ano sem contabilizar os sucessos e os fracassos, os planos realizados e os mal sucedidos, faz parte do balanço de fim de ano. Muitos criticam, mas eu acredito que parar um pouco para pensar no que foi feito pode dar frutos, e fazer planos é diferente de fazer promessas – o planejamento possibilita você enxergar os meios para chegar onde você quer, mostra caminhos, sugere ações, e a minha vida toda comprova que não há nada de mal em planejar o futuro, mesmo sabendo que nada está nas minhas mãos, mas nas mãos de Deus.

Eu agradeço a todas as pessoas que tiram um pouco do seu tempo diariamente para ler o que escrevo aqui, e me surpreendo a cada dia com o alcance das minhas palavras nesse blog. Já fiquei muito feliz ao conhecer pessoas que me disseram que leem as postagens, pessoas que eu jamais imaginava que eu poderia alcançar. Isso me emociona muito, ao mesmo tempo em que faz crescer em mim uma sensação de responsabilidade muito grande. Podem saber que eu tenho muita noção disso quando publico cada post.

Espero que tudo o que foi feito até aqui faça com que você se interesse em acompanhar o que acontecerá em 2016. Eu pretendo, agora mais do que nunca, continuar trabalhando com muita dedicação pois agora já vi que o esforço é recompensado, e o dinheiro é a menor das recompensas.

Que seu 2016 seja muito abençoado, cheio de surpresas, trabalho, saúde, paz e muito AMOR!

 

Mulher Sem Photoshop - Feliz 2016

 

Com amor,

Luciana Vilela

Blog Mulher Sem Photoshop

Minhas dicas para aproveitar a Black Friday

Algumas dicas de compras para aproveitar a Black Friday!

Quando a Black Friday começou a chegar por aqui nós ficamos super desconfiados, pois vimos muita oferta ridícula por aí, do tipo compre pela “metade do dobro do preço”. Pelas minhas experiências no ano passado e neste ano, vi que algumas lojas começaram a levar um pouco mais a sério essa promoção, e eu encontrei boas oportunidades de compras.

Infelizmente não dá pra comparar ainda com a Black Friday americana, mas também, né? Querer demais…. 😛

Na página do blog no Facebook tem vários links com boas ofertas que eu postei durante a semana. Muitos já se esgotaram, mas vale a pena ver se ainda tem alguma coisa no estoque!

Alguns links abaixo são links de afiliado do blog.

 

Sephora

Hoje a loja está dando 20% de desconto em toda a loja, inclusive nos produtos que já estão com algum desconto. Eu sempre acho que vale a pena comprar:

-os batons da Mac, que não entram em promoção nas lojas próprias. Aliás, não costumo ver promoção em lojas da Mac, então comprar qualquer coisa da Mac com 20% já é bom negócio!  De 66,00 por 52,80

-o La Petite Robe Noire EDT, que já tem um preço legal fora da promoção: de 129,00 por 103,20 com 50ml

-adorei o kit The Real Steal, que vem com a They’re Real e uma miniatura do Push-up Liner. De 120,00 por 96,00

 

Specialitá Lingerie

 

Fiquei impressionada com as promoções da Specialitá. Aliás, ando super feliz com o retorno que as leitoras tem me dado: as que compraram gostaram muito dos produtos e do atendimento, então fico feliz em ter uma boa loja como parceira. Várias peças que eu já mostrei aqui no blog estão com um super desconto.

Sutiã sem bojo rendado do Wagner Marquette

Camisola em Tule e renda Intima Passion

Camisola de tule e renda da Intima Passion

Camisola em Tule e Renda Íntima Passion

-Camisola em Tule e renda Intima Passion

Sutiã de renda da Mimar

 

-Meu sutiã preferido para o dia a dia, da Mimar Lingerie

Body Wagner Marquette

Body Wagner Marquette

 

 Skinceuticals

 

A loja da marca está dando descontos progressivos:

10% na compra de 1 produto

20% na compra de 2 produtos

25% na compra de 3 ou mais

Comprando meus dois queridinhos os preços ficam assim:

Skinceuticals na promoção

 

Hydrating B5 de 170,91 por  136,72 e AOX Eye Gel, de 197,91 por 158,32.

SONHOOOOOOO!!!

 

 Sepha

 

Flower by Kenzo EDT Legere, resenhei no blog : Flower Kenzo Legere

La Perla In Rosa

Amour I Love You Kenzo

Rose The One Dolce & Gabbana

 

 

 

Boatos na internet: não espalhe!

Boatos são uma verdadeira praga: se espalham facilmente. Já desmenti-los…

De vez em quando eu bato nessa tecla, aqui ou no face: gente, não acreditem em tudo que vocês veem na internet…

Internet, assim como papel, aceita tudo, nem tudo o que vemos é verdade. O fato de uma mentira ser repetida, curtida e compartilhada 1.000.000 de vezes não a torna verdade!

 

Quero deixar aqui um apelo, espero de coração que as leitoras do blog me entendam. Um dos maiores males do brasileiro é a falta de leitura. E não estou falando de Machado de Assis, Garcia Marquez, não… estou falando agora é do trivial. Em tempos de internet, as pessoas estão cada vez mais acostumadas a ver as fotos e as legendas, e olhe lá. Os menos preguiçosos ainda passam o olho no texto e pinçam frases aqui e ali, e tentam tirar suas conclusões em segundos, afinal ainda tem muito conteúdo para ler em tão pouco tempo. É ou não é? Vejo isso pelo blog mesmo. Quantos comentários eu tenho aqui com perguntas que já estão respondidas no próprio post…

Muitos boatos são espalhados todos os dias, principalmente nas redes sociais. Em tempos de eleições então, perdi a conta. Vocês acham que isso é besteira, mas isso pode mudar os rumos de uma eleição, de um país, exatamente porque pode-se manipular a opinião de pessoas que leem só o título e já saem espalhando a notícia sem ter noção do que estão fazendo.

Há algum tempo eu falei sobre isso no post sobre a Bolsa Prostituição, quem leu? Quantas pessoas acreditaram na notícia e não se deram ao trabalho de verificar a fonte, que era um site de humor. O mesmo está acontecendo agora, com “notícias” que denunciam que o Brasil paga pensão a Fidel Castro e à viúva de Che Guevara. As pessoas estão compartilhando isso loucamente na internet e bufando de ódio nos comentários:

Boatos na internet: parem, por favor!

-Agora sim, impeachment neles!

-Que absurdo, e eu pagando isso com meu suor!

Enfim, sofrendo à toa. Não se deram ao trabalho de ver que a fonte também é um site de “humor”, e mais ainda, que está ganhando milhares de acessos por causa disso e aí sim, ganhando dinheiro às custas deles. Já temos muitos problemas de verdade porque sofrer, não sofram pelos boatos.

E quer saber mais? Eu resolvi comentar em um dos compartilhamentos:

-Gente, essa notícia é falsa!!! É um site que faz piadas, não compartilhem como se fosse verdade!!!

E sabe do que adiantou? NADA.

Logo abaixo do meu comentário muita gente continuou bufando: que absurdo! Fora PT!!! Etc etc etc. Ninguém lê. Ninguém lê nada.

Aí eu fico vendo tanta gente engajada politicamente – dos dois lados em que dividiram o Brasil – falando tanta besteira e nem se dá conta. Me diz: dá pra ter esperanças num Brasil desses?

Então, pra terminar – porque senão ninguém vai querer ler um post grande:

É fácil checar a autenticidade de uma notícia! Vá ao Google, verifique a fonte. Se não for conhecida (um jornal, um grande portal) veja a descrição, se é partido político, se é humorístico, ou se é um blog – e aí veja se os autores são dignos da sua confiança. Sites como E-Farsas também costumam identificar boatos e suas origens.

Quando você compartilha um boato você pode não perceber que está sendo cúmplice até de um crime. Este ano uma inocente mãe de família foi linchada no Guarujá devido a boatos de que era uma sequestradora de crianças.

Teve dúvidas? Não compartilhe, simples assim.

Avise seus amigos que estão compartilhando boatos. Pode ser que ele não leia, mas não custa tentar. :(

 

Rede social precisa ter limite. Quem usa precisa ser mais responsável! Infelizmente elas estão cada vez mais a cara da sociedade: uma bagunça e uma terra de ninguém. Não participe disso!

 

 

 

 

 

Outubro Rosa – e o que tem a ver com você

Muito mais do que vestir uma cor, o movimento Outubro Rosa é pra te lembrar como a vida é importante

 

Semana passada foi uma mistura de emoções pra mim. Vou contar um pouco pra vocês, pois acho que qualquer impacto que nos faça refletir um pouco sobre como viver a vida melhor é sempre bom.

Meu marido e minha filha fazem aniversário nesta semana (ele dia 6 e ela dia 7/10), e semana passada fiz uma festinha de aniversário na escola. Preparar  aniversário de filha é um bom momento para trabalhar muito, fazer lembrancinhas, lembrar dos momentos da gravidez, dos aniversários passados, de quem estava e não está mais. Enquanto eu preparava um momento para celebrar a vida da minha filha, uma mãe lá longe, que eu só conheço virtualmente, perdia a sua filha com apenas 16 anos.

 

Chic by Karina Outubro Rosa

 

Eu acompanhava a luta da Karina (Chic By Karina) e torcia para que ela melhorasse, mesmo sabendo da gravidade do caso. Fiquei triste, muito triste mesmo, mexeu comigo. Sempre mexem.

 

Aqui em casa, como cristãos, temos o hábito de orar antes das refeições, agradecendo a Deus por termos comida em nossa mesa. Sempre ensinei isso às meninas, mas nunca pensei que elas ainda não sabiam o que isso significava até que a Laura chegou em casa semana passada em choque porque viu um mendigo dormindo na calçada da escola. Ela estava arrasada e me contou que não conseguia dormir só de pensar que uma pessoa dormia na rua daquele jeito, com frio e com fome. Eu perguntei a ela: você percebe agora? Por isso nós agradecemos todos os dias por termos casa, comida e uma cama quentinha para dormir.

Agora sim, eu acho que ela entende o valor do que ela tem.

Acho que a Karina fez um bem a muita gente, assim como ver aquele mendigo fez bem a minha filha: ela fez com que muitas pessoas entendessem o valor de ter saúde, ter esperanças de fazer planos pro futuro, poder estudar, trabalhar, crescer e fazer algo de útil com suas vidas. Uma menina de 16 que sabia que tinha uma doença grave e enfrentava a vida com tanta alegria, fé e esperança deveria nos fazer sentir vergonha de reclamar de coisas pequenas da vida.

Obrigada, Karina. Você me fez lembrar do valor que a vida tem.

 

Hoje, ao agradecer a Deus pelo aniversário do meu marido e da minha filha, eu vejo com muito mais nitidez o valor de ter uma pessoa amada ao meu lado, poder abraçar, beijar e sentir que estão ao meu lado com vida e saúde, porque já perdi alguém também, e me lembro de que uma mãe gostaria de fazer isso hoje e não pode porque sua filha não está mais aqui.

 

O fato de darmos ênfase ao Outubro Rosa significa que damos valor a vida que temos. Lembre-se de fazer a sua parte: faça o auto-exame, lembre às mulheres da sua família – e aos homens a respeito do câncer de próstata-  pois quando diagnosticado no início as chances de cura são maiores. Dê valor a sua vida enquanto você a tem.

 

*Este post faz parte da Blogagem Coletiva do grupo Blogosfera + Unida do Facebook.Veja os outros posts:

 

-Oxente Menina – Batom Pink no Outubro Rosa

-Beleza sem Tamanho – Outubro Rosa: É tempo de conscientização!

 

 

 

 

 

Onde estão os pais?

Hoje o post é um desabafo de mãe. Se servir de alerta para pelo menos 1 pessoa já fico bem feliz…

Nas últimas semanas tem acontecido algumas coisas aqui em casa. Refletiu até nas minhas postagens aqui no blog, pois não andei tendo tempo nem cabeça direito…

Minha filha mais velha tem 7 anos, e tem sido bombardeada na escola: os colegas, da mesma idade, ensinaram todos os palavrões que existem no mundo, e contaram tudo sobre sexo do pior jeito possível para uma menina de 7 anos que ainda não tinha nenhum tipo de despertamento para o assunto.

Uma vantagem eu tenho: minha filha me conta tudo e pergunta tudo, e as coisas que andei escutando nas últimas semanas foram de arrepiar. Eu até já estava preparada para falar sobre o assunto com ela quando fosse necessário – e até já tinha respondido uma ou outra curiosidade normal da idade – mas o nível, aliás, o baixíssimo nível das coisas que ela andou ouvindo me impossibilitou totalmente de fazer as coisas do meu jeito.

Eu não tenho nem coragem de mencionar aqui, mas para vocês terem uma ideia pensem num conteúdo de filme pornográfico, ou desses programas de TV de baixo nível que tem todo tipo de palavrão e insinuações pornográficas que provavelmente no seu tempo de criança, principalmente com 7 anos, seus pais jamais deixaram que você visse (se você é do meu tempo, pois meus pais não deixavam naquela época).

pare o mundo que eu quero descer

 

Claro que eu já fui na escola, tive reunião com a diretora, professora, conversei com alguns pais, enfim, parti para a ação e fiz o que estava ao meu alcance, fora da minha casa.  E a escola também está fazendo sua parte, pois todos concordaram comigo que não é normal ouvir de crianças de 7 anos o tipo de baixaria que estamos ouvindo em casa. Mas minha ação e a ação da escola tem um alcance limitado, pois chega uma hora em que dependemos de outra ação: a dos outros pais. Toda essa confusão começou por causa de 2 crianças. Duas crianças conseguem inflamar uma sala inteira, ainda mais com um assunto tão cheio de novidades quanto esse, vocês podem imaginar. Descobrimos que elas tem tido acesso a programas de TV totalmente inapropriados para a idade, e tem acessado todo tipo de sites na internet. Imaginem o tipo de coisa que elas tem visto…

E aí, os pais que estão atentos à vida do filho, que controlam o que eles vêem na TV, que controlam o uso da internet, que ensinam, investem seu tempo, sofrem as consequências dos pais que não fazem nada disso.

 

quanto custa seu tempo

 

Não estou julgando, cada um sabe de suas necessidades e os motivos que fazem com que fiquem fora de casa o dia todo. Ultimamente eu tenho tido o privilégio de acompanhar melhor as minhas filhas e sei que esta não é a realidade da maioria das mulheres – mesmo que muitas delas não por necessidade, mas por escolha – mas alguma coisa precisa ser feita. Crianças não podem ser entregues à TV, internet, facebook, e a educação não pode ser delegada à escola. O papel dos pais é o maior e mais importante, e tem sido entregue a todas essas coisas e o resultado está aí. 

 

Há alguns meses, esta mesma filha chegou em casa me pedindo para ter um perfil no Facebook. Eu expliquei que não podia, que isso era coisa pra adultos. Ela contestou, dizendo que os colegas dela tinham. Mas como? Com 7 anos?

Eu expliquei que o site tem uma regra que diz que só pode se inscrever com 13 anos, no mínimo. No outro dia, ela voltou pra casa me contando que não tem problema, eu poderia inscrevê-la no Facebook sim, que os colegas dela mentiram a idade, e muitos deles tiveram seus perfis feitos pelos próprios pais.

Agora eu pergunto: você iria gostar que seu filho mentisse a você, dizendo que está na casa de um amigo estudando mas na verdade ele foi a uma festa que você havia proibido? Você quer confiar no seu filho, sabendo que pode confiar nas coisas que ele vai te contar no futuro?

Se você quer que seu filho seja sincero com você, como pode ensiná-lo que pode mentir a idade para obter um perfil no Facebook? Ah, isso é muito pouco, isso não tem importância? Comece por aí, nas pequenas coisas, e quando as grandes vierem ele não irá reconhecer a diferença entre uma coisa e outra.

As crianças não tem culpa de nada, pelo contrário, tem sido as vítimas. Os pais, cheios de boas intenções, querem dar o melhor, proporcionar as melhores viagens, dar os melhores brinquedos, pagar pelas melhores roupas, mas esquecem de que para usufruir de tudo isso precisam construir primeiro o menino, que é o pai do Homem, como disse Machado de Assis.

 

Quanto a mim, depois do susto, parti para a ação. No meu caso, que sou cristã, parti para a oração e ação: eu tenho certeza de que os princípios que passo para as minhas filhas não serão sufocados por tudo que elas aprenderem no mundo que vão enfrentar. Eu creio nisso pois foi esta a minha experiência, eu cresci vendo muitas coisas mas não participei delas. Mas sinto muito, muitíssimo, pelas crianças que não terão seus pais nessa empreitada. Tenho conversado muito com a Laura, tenho visto como ela tem reagido – algumas vezes me sinto orgulhosa, em outras, fracassada, mas essa montanha russa faz parte da arte de educar, já percebi – mas estou certa de que amor nunca é demais, e o tempo investido na minha filha terá um retorno no tempo certo.

Eu poderia estender este post, mas vou parar por aqui, precisava fazer este desabafo que também é um alerta. Aliás, estou enxergando toda essa situação como um alerta também, pois hoje certamente estou ainda mais atenta à minha filha do que estava há um mês, certamente. O estrago que já está feito, está feito, eu gostaria de ter tido o direito de ensinar esse assunto para ela do meu jeito, mas eu ainda tenho tempo e principalmente disposição para resolver essa situação da melhor maneira daqui pra frente. Eu só desejo, do fundo do coração, que as outras crianças também tenham esse privilégio de ter alguém por perto nesses momentos em que elas mais precisam…

 

 

 

 

 

A linda Amy Farah Fowler!

Conheça um pouco sobre a atriz Mayim Bialik e veja se ela não é linda!

Toda vez que eu via a personagem Amy Farah Fowler pensava em dar uma pesquisada sobre a atriz. Dá para ver que a produção usa recursos para deixá-la feia, mas eu percebi que por trás daqueles aparatos todos há uma mulher muito bonita. Fora dos padrões de Hollywood, mas bonita sim.

 

atriz Mayim Bialik Amy Farah Fowler The Big Bang Theory beleza

 

A atriz Mayim Bialik é judia, e seu nome significa “água” em hebraico. Na década de 90 ela participou de um seriado adolescente chamado Blossom, e de lá pra cá fez poucas aparições na TV. Dedicou-se aos estudos, e é uma neurocientista, com PhD, na UCLA.

 

Fonte: Instagram Mayim Bialik

Vendo suas fotos e a maneira como ela se produz vi que minha intuição funcionou: ela é bonita mesmo. E mais, imagino uma pessoa muito bem resolvida. Não parece?

Vi há pouco tempo uma entrevista da Leah Michelle dizendo que no começo da carreira muitas pessoas sugeriram que ela fizesse uma rinoplastia para que seu nariz ficasse dentro dos padrões. Ela não fez, mas sucesso veio mesmo assim. Eu vejo muita autoconfiança em pessoas que até poderiam usar recursos para se encaixar nos padrões físicos exigidos pela profissão (especialmente nesse meio artístico) e acho sinceramente que elas se tornam ainda mais bonitas, pois usam outros artifícios para realçar o que elas tem.

Especialmente no caso da atriz Mayim Bialik, que faz uma personagem que tem que ser feia e a fez muito conhecida, imagino que ela especialmente goste de mostrar que ela é muito mais que uma carcaça.

 

 

Há tantas coisas em que devemos pensar e que eu gostaria de falar neste post, aproveitando este exemplo. Num mundo onde pessoas julgam tanto pelas aparências e fazem tanta questão de serem iguais às outras, que fazem de tudo para se encaixar num padrão de beleza que é quase inatingível, que valoriza tanto a beleza do corpo, rosto e cabelo, e pouco se preocupam em ser uma pessoa agradável, inteligente, que tenha conteúdo, formação, com caráter e princípios.

Eu admiro a beleza da Beyonce, Charlize Theron, Grazi Massafera, e várias mulheres lindas que são perfeitas para anúncios de produtos de cabelo e maquiagens. Mas vamos concordar que a maioria delas não pode abrir a boca porque não tem nada pra oferecer  (não me refiro especificamente às mulheres que eu citei anteriormente) . Aí os anos passam, a pele bonita vai embora, os cabelos perdem o viço, e o que fica?

Aqui no blog eu faço uma TAG de vez em quando que se chama “Celebridade do Dia”, e eu sugiro um passeio nesses posts. Neles eu mostro pessoas que tem um algo mais para oferecer, mais do que a beleza, que realizam coisas interessantes, mas nem sempre estão nas capas de revistas ou nos anúncios da TV. Para ver clique aqui: Categoria Celebridade do Dia

 

E então, Mayim Bialik é ou não é linda?

 

 

 

Blog de casa nova!

Mudanças!!!

Acho que já estou me acostumando com essa palavra, quanta coisa nova na minha vida, gente!

Como eu comentei no facebook, o blog migrou do Blogger para o WordPress, e está com o layout novo, como já devem ter notado. Ainda preciso arrumar alguns detalhes, fazer o menu da lateral, ajeitar algumas coisas, mas o corpo tá aí, eu fiquei super feliz!

 

MSP-Logo

Quem fez o layout foi a Juliana Fonseca, do Guide4, e eu recomendo super! Ela interpretou direitinho o que eu queria em relação a imagem do blog, ficou mais moderno, mais limpo, com cara de imprensa, do jeito que eu queria. Obrigada Ju!!!!!!

Agora estou começando a blogar do zero. Daqui a pouco estarei mais acostumada, mas por enquanto estou me considerando novata no mundo dos blogs, esse WP dá medo, rsrs. Enquanto estou ajeitando tudo vou postar menos, mas tenho muitas ideias pra agitar a casa nova (já ouviram falar em “festa da cumeeira”, a inauguração de uma casa nova? Pois é, vamos fazer!)

Estou devendo o resultado do sorteio da Amitys, eu não me esqueci, mas não pude postar ontem por causa da migração. Hoje sai!

E agora me contem, o que acharam da casa nova?

 

 

É Feriado!

Hoje, na minha casa que é meu reino, é feriado!  o/

Desde sempre foi assim: na época do colégio, se não tivesse prova ou trabalho… eu matava aula no dia do meu aniversário, hahahaha! Até minha mãe veio de BH, segundo ela, para ficar olhando pra mim … só mãe mesmo para fazer essas coisas, não é?


Então vou fazer o download da versão do Luciana 3.8 Pro Advanced Magra 2014 e volto aqui depois!

Beijos!!!!




Quase comprei o vestido da Olivia Palermo…

Outro dia fui ao shopping e vi o vestido da Renner que é igual ao da Olivia Palermo e bombou na internet:

O vestido é lindo, tecido gostoso, preço normal (R$99,00) e resolvi experimentar.
Sou dessas que não me lembro de tirar foto no provador, sorry. Mas esse é o vestido que está na Renner, a foto é do site da loja. 
Bom, o fato é que ele ficou legal em mim e eu resolvi levar.
Até que eu estava saindo do provador com o cabide na mão e dei de cara com uma menina saindo com o mesmo vestido.
Aquele momento em que você não sabe o que está fazendo com aquela roupa.
Na mesma hora me deu um estalo de me perguntar porque eu estava fazendo aquilo. Nada contra a roupa, que é linda, nada contra quem estava comprando – eu era uma delas – mas eu fiquei me perguntando porque eu estava comprando aquela roupa. Engraçado como são as influências, né? Sei que eu já fiz muito isso (comprar alguma coisa porque vi em alguém, ou na revista, etc) e sei que já fiz muita gente fazer também (com as minhas resenhas, indicações, etc), mas quer saber? De vez em quando é bom pararmos um pouco para pensar.
Ano passado eu comprei uma camisa floral no ebay e saí toda serelepe para ir a uma churrascaria. Dei de cara com uma pessoa com a roupa igual a minha. Mas I-GO-AL. Até a calça ela combinou do mesmo jeito. Tem jeito não, gente, estamos num mundo enorme mas debaixo das mesmas influências, comprando nos mesmos lugares, usando as mesmas coisas. A camisa veio lá da China e veio parar no meu guarda-roupa, e no guarda-roupa da minha amiga lá da churrascaria, e mais não-sei-quantas mulheres que viram no site da it-não-sei-quem que postou o achadinho.
Pra pensar, não é?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...