Go Nutri – polivitamínico A/Z

Usando Go Nutri como suplemento, vejam o que estou achando!

Go Nutri é o suplemento vitamínico da vez, e quero contar porque escolhi este tipo de suplemento dessa vez. Quem me acompanha sabe que diversas vezes eu escolho algum suplemento para usar, e por motivos diferentes: já tomei nutricosméticos que ajudam a fortalecer unhas e cabelos, outros para complementar os cuidados com a pele, outros para suprir alguma falta na alimentação mesmo (indicados por médicos, inclusive). Eu sei que o uso de suplementos ainda é uma coisa polêmica, tem os profissionais que recomendam e outros que acham que é jogar dinheiro fora, e pela minha experiência eu concordo com os dois lados, pois já percebi coisas boas quando usei alguns, e também já achei que outros não adiantaram nada. No caso do Go Nutri, eu estou usando em uma época bem importante da minha vida e acho que ele está ajudando sim.

Go Nutri Polivitamínico A/Z

Ele vem nessa embalagem plástica com 30 cápsulas, a recomendação é tomar 1 por dia. É da Equaliv, e o meu veio da Drogarias Tamoio.

Quem me acompanha sabe que eu estou treinando bastante, cerca de 4x por semana, às vezes até mais se for contar as corridas na praia no final de semana. Não estou fazendo dieta controlada, mas estou fechando a boca. Em outras vezes, isso tinha um consequencia certa: minha imunidade ia por água abaixo… era eu começar a combinar dieta e exercício que vinha logo um resfriado ou o meu terror desde a infância, a dor de garganta. Em uma vez tive que ir a um médico e comentei com ele que estava com a rotina de exercícios e dieta e ele me alertou que eu teria que prestar atenção nisso pois meu corpo precisaria de um reforço de nutrientes. Eu sei que com uma dieta balanceada a gente consegue boa parte desses nutrientes, mas sinceramente, no dia a dia é muito difícil conseguir 100% do que a gente precisa. Eu contei outro dia aqui que não vi efeito em um suplemento porque ele tinha pouco a oferecer, e que aquela quantidade de 3 ou 4 nutrientes era fácil conseguir com comida, mas no caso de polivitamínicos como o Go Nutri é mais complicado (não deve ser impossível, só deve ser mais trabalhoso para preparar os alimentos todos e combiná-los da maneira correta). São 13 vitaminas e 10 minerais, então eu achei que seria uma solução boa pra essa minha fase de adaptação. Já são 3 meses completos de rotina fitness e nenhum probleminha de saúde pra contar história, então já me dou por satisfeita.

Go Nutri Suplemento Polivitamínico de A a Z

Eu não sou nutricionista por isso não posso recomendar suplemento polivitamínico pra ninguém, ok? Se você quiser tomar alguma coisa, sugiro que converse com médico ou nutricionista e pergunte pra ele. Até porque você vai ver que eles podem ter opiniões diferentes, há quem recomenda e há quem dispensa…

Eu continuo usando, de vez em quando eu troco o suplemento, e dependendo da formulação percebo melhora ou não, dependendo do que meu corpo precisa. Só sei que nessa fase eu acho que ajudou muito!

E você, o que pensa sobre o assunto?

 

Blogueira de dieta: primeiro mês

Blogueira de dieta continua firme: vou contar hoje a rotina e os primeiros resultados

Estão acompanhando a TAG Blogueira de Dieta? Nos primeiros posts eu contei como foi a fase de adaptação, as receitinhas, e hoje vou fazer um resumo do primeiro mês – dia 31/10 a 30/11. No primeiro mês eu eliminei 3,5kg, um pouco menos do que eu esperava (queria 4) mas como não fiz as atividades físicas como deveria eu nem posso reclamar, vou ficar quieta!

Cardápio da blogueira de dieta

Confesso que comecei mais empolgada. É sempre assim, né? Estava fazendo chá de gengibre todo dia, um monte de salada com variedades de legumes e verduras, mas aí a realidade dá na cabeça da gente e a gente começa a ver que não dá conta de fazer tudo. Pois é, fazer comida saudável dá mais trabalho, eu acho e estou sendo bem sincera. Porque você tem que manter a geladeira sempre com legumes, frutas e verduras frescas, e o preparo dá mais trabalho do que as comidas engordantes. Fazer um macarrão é muito mais rápido do que lavar, descascar e refogar os legumes! Mas isso é só pra comentar mesmo, continuo achando que vale a pena e estou firme, sem nem pensar em desistir. Só estou um pouco cansada pois faço TUDO sozinha, e além de comida pra mim tem a comida da família, a casa, o trabalho, eu, enfim… mulher moderna sofre mesmo, kkkkk

Vou deixar aqui como tem sido meu cardápio diário, que foi elaborado por uma nutricionista. Lembrando: pra fazer dieta, consulte os profissionais (médico, nutricionista) pois ela precisa ser feita para você.

Café da manhã

Blogueira de dieta: cardápio café da manhã

-Minha única exigência é ter leite com café no café da manhã, disso eu não abro mão. AMO e pra mim faz muita falta, e é a única coisa que consigo comer de manhã, não tem chá nem suco que substitua!

-Uso sempre pão integral, seja o pão de forma, o pão árabe ou alguma receita caseira. A receita daquele pão dukan (do microondas) também é boa.

-Vario entre um pouco de requeijão light, queijo cottage, ricota, creme de ricota light ou pasta de soja.

-Alguma fruta com fibra, como laranja inteira com bagaço e tudo ou mamão.

Lanches (manhã e tarde)

Blogueira de dieta: cardápio lanches

-O lanche eu vario bastante, mas esta banana quente com farelo de trigo é meu lanche preferido pois é rápido, fácil, e me deixa saciada por HORAS!

Como fazer:

Aqueço uma banana amassada no microondas e misturo 2 colheres de sopa de farelo de trigo. Só!

-Se for pra comer alguma fruta como maçã, pera ou manga, como com 1 castanha do pará.

-Vario também entre iogurte desnatado com 1 colher de chia ou um pedaço dos bolos de biomassa de banana verde que deixo congelados no freezer. A receita está no primeiro post do Blogueira de Dieta.

Almoço

Blogueira de dieta: cardápio almoço

-SALADA todo santo dia. Isso pra mim não é problema pois é um hábito da vida: variedades de alface (roxa, crespa, americana), tomate, cenoura e beterraba cruas raladas, rúcula, salsinha, cebolinha, agrião, etc.

-Algum legume refogado (não faço todos os dias, mas no cardápio eu deveria): bertalha, couve, alho-poró, etc)

-Carboidrato com baixo índice glicêmico como batata-doce, arroz integral ou macarrão integral.

-Feijão

-Proteína: peito de frango (arrumei um segredinho pra fazer o bife ficar deli!!), patinho ou peixe. Segui na maioria dos dias, mas além do patinho também tive que variar porque o resto da família gosta de outras carnes bovinas.

 

Jantar

Blogueira de dieta: cardápio jantar

 

-Não gosto de repetir o almoço porque fico enjoada de comer a mesma coisa. Apelo para lanches com o mínimo possível de pão, como o sanduíche aberto com pão integral, ou uma pizza feita com pão sírio, tomate, abobrinha e queijo cottage, ou RAP 1o integral com recheio de salada e a carne do dia.

-Completo com uma fruta. No cardápio tem suco de fruta, mas eu prefiro beber água e comer a fruta.

Se antes de dormir eu estiver com fome, como fruta com castanha, iogurte desnatado com aveia, algo assim levinho.

Atividade Física

Continuo reprovada nessa matéria. Fiz metade do que deveria, ou seja, fuééén pra mim. Mas eu sei que estou errada e quero consertar isso em dezembro!

Teve saidinha?

TEVE. Sempre acho que sair da dieta 1x por semana faz parte da dieta. Minha filha fez  aniversário e eu comi o bolo, claro. Teve evento, um vinhozinho com o marido em casa, enfim, faz parte e não preciso abrir mão!

Mas depois da saidinha sempre volto pro lugar!

Receitas

As receitas que eu mencionei aqui no post vou publicar em breve, senão este post ficará enooooorme! Fiquem de olho que daqui a pouco vem!

Espero que tenham gostado, e fiquem comigo pra me dar força, por favor, porque Natal tá aí!!!

 

Chá de Gengibre

Chá de gengibre emagrece mesmo?

Veja minha experiência até agora, como fazer e mais alguns segredinhos…

Depois que andei lendo na internet sobre os beneficios do chá de gengibre resolvi não só pesquisar mas também perguntar a nutricionista. Queria saber se era (mais uma) lenda da internet que viraliza por aí. Mas não é lenda não, o chá de gengibre ajuda mesmo a emagrecer, pois é um termogênico e acelera seu metabolismo, ou seja, até mesmo quando você está em repouso seu organismo gasta mais energia, o que é ótimo para quem quer perder peso.

Ok, mas e aí? Como fazer o chá de gengibre? Tem algum segredo?

Tem! E eu vou contar aqui no post, pois não é todo mundo que fala sobre alguns detalhes que são muito importantes.

Como fazer chá de gengibre

-Aqueça 1 litro de água até formar bolhas, desligue o fogo antes da fervura.

-Acrescente 5 a 7 lascas de gengibre (eu corto a raiz na diagonal, com casca mesmo)

Deixe a infusão descansando por algumas horas até que você perceba que o chá já ficou com o aroma e o sabor do gengibre.

Chá de gengibre - receita - como fazer chá de gengibre

DICA IMPORTANTE:  O gengibre não deve ser fervido! Ele perde suas propriedades em altas temperaturas, por isso o cuidado de desligar a água antes da fervura.

 

Como usar o chá de gengibre

Quando descobri o chá de gengibre e experimentei, gostei muito do sabor e estava tomando 1 litro por dia. Quando consultei a nutricionista ela me fez um alerta:

Grandes quantidades de chá de gengibre podem causar gastrite. Ela me recomendou no máximo 1/2 litro por dia.

Fica a dica pra vocês, pois em vários sites eu li a recomendação de usar 1 a 1,5 litros por dia.

DICA: acrescente 1 rodela de limão na sua xícara e jogue o chá morno por cima. Fica super saboroso!

 

Estou gostando tanto que nem sinto falta de adoçar.

Minha experiência com o chá de gengibre

Quem me segue sabe que nunca procuro receitas milagrosas para emagrecer. Pra mim não tem atalho, é fechar a boca e praticar exercícios! Mas uma coisa eu posso contar: ano passado, quando comecei a minha reeducação alimentar, a balança ficou 2 semanas estacionada antes que eu começasse a perder algum peso. Imagina o meu desespero, fazendo aquele esforço de fazer dieta, e não ver resultado nenhum por 2 semanas?

Isso tem uma explicação: metabolismo lento, de quem estava sedentária por muito tempo. Dessa vez, tomando o chá de gengibre, perdi 1Kg logo na primeira semana, com uma alimentação saudável e apenas 2 dias de atividade física – o que eu considero muito pouco mas foi o que deu pra fazer. Enfim, pode ter sido muita coincidência ou algum outro fator que eu desconheça, mas não vou mexer em time que está ganhando! Já completei os 2Kgs a menos e quero mais, por isso continuo tomando o chá de gengibre que faço todos os dias!

 

 

Mulher Sem Photoshop informa: blogueira de dieta!

Voltei pra dieta. Agora vai!!!

Mulher Sem Photoshop informa: blogueira de dieta!

Já era para eu ter aprendido, mas não adianta, até hoje a história se repete… Assim como muitas mulheres que eu conheço, já perdi a conta de quantas vezes eu fiz dieta! E pior: emagreci, fiquei feliz, e engordei de novo.

Quando eu era adolescente eu sempre estava de dieta, a diferença é que eu não precisava. Eu achava sempre que precisava perder mais 2 Kg (quem nunca?). Só que depois dos 30 a coisa mudou, eu comecei a ter que perder bem mais que dois quilos e realmente era verdade, não só frescura. E quando se tem dois filhos depois dos 30, fica mais complicado ainda! Mas este post não é para dar desculpas.

A reeducação alimentar de 2014

Ano passado eu fiz uma reeducação alimentar e contei aqui no blog sobre o meu emagrecimento:

Sobre peso, corpo, emagrecimento – Parte 1

Sobre Peso, corpo, emagrecimento – parte 2

Cheguei a um peso legal mas longe do que eu queria, e mantive por bastante tempo. Fiquei com o peso sem alteração nenhuma até o começo de 2015, quando fiquei desleixada novamente… (não disse que eu não aprendo???)

Eu não fiquei desleixada com a qualidade da alimentação, pois aqui em casa nos já temos hábitos saudáveis, mas o problema são as concessões que se tornaram frequentes, e eu não fiz nenhum tipo de exercício físico regular, continuo com uma vida sedentária horrenda, e para piorar tenho trabalhado muito sentada na frente do computador.

Eu e meu “vai-não-vai”

Eu gosto muito de correr na praia e em junho comecei uma rotina de corrida que foi interrompida pela época de chuva (olha desculpa!). Em agosto tentei retomar, mas parei de novo. Aliás a falta de persistência nesse tipo de coisa é um dos meus piores defeitos, como eu gostaria de ser disciplinada! Nossa, isso aqui está virando um confessionário hein?
Só sei que agora eu resolvi que vai! TEM QUE IR, porque do jeito que está não dá pra ficar. Eu voltei a controlar a alimentação na semana passada, mas quer saber? Agora vou contar tudo pra vocês aqui no blog. Não que eu vá mudar totalmente o rumo do blog, afinal eu gosto do jeito dele, mas é bem provável que a partir de agora eu comece a falar mais sobre dieta, alimentação saudável, exercícios físicos, pois tudo isso fará parte da minha vida partir de agora. Se Deus quiser!

Quanto a minha falta de disciplina, tomara que o fato de expor tudo isso aqui me ajude a combatê-la. Conto com apoio de vocês, hein? Quem sabe vocês não dão aquela forcinha básica para blogueira quando perceberem que ela estiver relaxando, assim como as amigas fazem?! Aliás, façam isso, por favor! Tem dias que tudo que a pessoa precisa é de um puxão de orelha, é ou não é?

Então fica assim, daqui a pouco o blog continua com as suas resenhas mas também com os meus novos hábitos que começarão a aparecer por aqui. Espero que vocês gostem e continuem me acompanhando!

 

 

7 dicas para levar sua comida para o trabalho

Veja 7 opções para levar sua comida para a escola ou trabalho

Levar comida de casa para a escola ou trabalho é sempre a melhor opção, por mais que seja um pouco mais trabalhoso. Houve uma época em que muitas pessoas tinham vergonha, como se isso fosse um atestado de pobreza que mostrava pra todo mundo que ela não tinha dinheiro para comprar comida na rua. Pode parecer bobagem para alguns, mas isso acontecia sim.

Hoje em dia, ainda bem, a cabeça das pessoas (ou da maioria) já é outra, e mesmo que nem todo mundo leve sua própria comida, se perguntassem para todo mundo eu tenho certeza de que a maioria esmagadora iria preferir comer uma comidinha feita em casa em vez de comer qualquer coisa na rua. Pelo menos esta é a opinião da maioria das pessoas que eu conheço!

E tem vários motivos para que você se apegue a esta ideia:

-é mais barato

-você tem certeza do que está comendo. Andam encontrando carne de cachorro em alguns pastéis aqui do Rio… e larvas também… (procure no Google…)

-você tem mais garantia de higiene, pois é você quem prepara na sua cozinha

-pode variar o cardápio em vez de comer sempre naquele mesmo lugar que está ao lado do trabalho. Geralmente se tem uma lanchonete mais em conta ao lado do trabalho é lá que você vai poder comer sempre, não é?

-é mais saudável. É bem provável que você não leve frituras e salgadinhos de casa. Mas é muito provável que você compre isso se for comer na rua…

Agora vamos à unica desvantagem disso: dá trabalho e exige planejamento. 

Mas convenhamos…vale a pena, não vale?

Então vamos lá, o que podemos fazer para facilitar isso?

-Faça uma lista de compras com tudo o que vai precisar por uma semana.

-Aproveite o fim de semana, preferencialmente o domingo, para organizar tudo que precisa caso você queira preparar algum alimento mais trabalhoso, como um peito de frango desfiado, por exemplo.

-Se você sai muito cedo, deixe a comida pronta e embalada na noite anterior.

 

Quer dicas de alimentos? Então vamos lá:

-barrinhas de cereal, potinhos de granola, biscoitos (prefira os mais saudáveis, como os integrais), torradas, mini sanduíches (se você tiver geladeira disponível pode usar queijos, presunto, etc), porções de cereais.

-maçã, pera, goiaba, uva são práticas pois não precisam ser picadas. Mas outras frutas podem ser levadas em potinhos: abacaxi, manga, mamão.

-sucos de fruta, água de coco, iogurte e preparados como vitaminas, sucos detox.

Separei dicas de lanches, mas você também pode levar seu almoço. Veja uma sugestão ali na frente! 😉

 

Vou deixar aqui algumas opções para levar sua comida de casa para o trabalho ou escola. Existem muitas opções, e mesmo que algumas sejam mais caras veja se o investimento vale a pena, pois é importante que elas vedem bastante (no caso de levar comidas que soltem líquidos, como algumas frutas) e de preferência sejam térmicas.

7 dicas para levar sua comida para o trabalho

 

 

 

 

1 Marmita Today’s Menu – Essa marmita plástica da marca espanhola Balvi, tem duas divisórias que medem 18,5 cm X 12,5 cm X 4 cm cada. Acompanha garfo e colher plásticos reutilizáveis de 14 cm cada. Pode ser usada em microondas, sem a tampa.

2-Marmita Fuel Trudeau com garfo e faca – A marmita com talheres da Fuel podem ser levados ao micro-ondas e á lava-louças, facilitando a limpeza.

3- Garrafas da Bento Store –  A loja Bento Store tem várias opções de marmitas, lancheiras e garrafas, de todos os preços e tamanhos. Vale a pena procurar na loja.

 

7 dicas para levar sua comida para o trabalho

4- Marmita Carta –  A marmita possui dois andares. O pote superior possui duas divisórias, entre o pote superior e o inferior, há uma divisória onde estão os talheres (garfo, colher e faca). A tampa da marmita vem com fechos que se encaixam nas laterais do produto, fechando-a e mantendo o seu alimento bem protegido. Capacidade para 1,4l. Atenção: Ao inserir comida na marmita, recomenda-se carrega-la apenas na posição horizontal, ao contrário, podem ocorrer vazamentos através da tampa.

5Tupperware Bandeja Regular – Esta marca é o clássico dos clássicos, não é? Quem nunca teve uma Tupperware em casa? 😀 As opções são muitas, inclusive de bandejas que se encaixam dentro dos potes da marca e você pode montar do jeito que quiser. Esta bandeja tem divisórias para deixar a comida separadinha lá dentro.

6Lunch Bag da Built NY – esta é famosa por aqui. Já mostrei a minha Lunch Bag, uso até hoje, e por enquanto as minhas filhas usam lancheiras mas depois vão passar a usar uma dessas para levar lanche para a escola.

 

 

7 dicas para levar sua comida para o trabalho

7- Pote Hermético – este de vidro é da Tok Stok mas você pode usar qualquer pote de vidro com tampa para fazer a Salada no Pote, ou Salad In A Jar. Se você buscar receitas no Google vai encontrar muitas opções, e é super prático para o almoço! O importante é seguir o roteiro que deixa sempre os alimentos molhados por baixo e os secos por cima. Não é demais?

Este esquema da foto foi retirado do site The Kitchn

Espero que este post encoraje você a aderir a esta ideia! Me conte, você leva sua comida para o trabalho ou para a escola, faculdade?

 

O que tem na sua geladeira?

Já parou pra ver o que tem na sua geladeira hoje?

Eu já comentei algumas vezes aqui no blog que andei mudando meus hábitos alimentares, e hoje eu quero fazer este post pra gente pensar um pouco mais sobre isso.

De vez em quando eu mostro no Instagram (@luvilelapaes)algumas das minhas aventuras na cozinha, algumas saudáveis, outras nem tanto, hehehe (mas vocês gostam, né? O Bolo de Chocolate e Caramelo Salgado fez o maior sucesso!), mas de uns tempos pra cá eu realmente mudei muita coisa na alimentação da minha família.

O que tem na sua geladeira?

#oquetemnageladeira – @luvilelapaes

 

 

Sem radicalismos!

Posso dizer que a nossa alimentação é 90% perfeita, e deixo os 10% para aqueles momentos em que estamos relaxando, as recaídas, aquela “vontade de comer algum doce” que todo mundo tem (ou quase todo mundo). Não sou radical, mas controlo a comida que eu coloco dentro da minha casa.

Quer um exemplo? Não compro refrigerante. Mas se um dia estivermos em um aniversário, eu deixo as meninas tomarem. Elas não tem o hábito de tomar refrigerante e não acho que vão ter um dia, pois elas aprendem no dia a dia a beber água e suco natural (aboli o suco de caixinha também), não será um copo ou dois em uma festinha, de tempos em tempos, que irá determinar o que elas vão ter como hábito. Foi assim comigo, e eu acredito que será assim com elas, na minha casa também não tinha refrigerante a não ser em festas.

Eu convivi com uma pessoa que não podia comer nada além das coisas que a dieta da mãe aprovava. A mãe só comia comida macrobiótica e não deixava os filhos comerem nada além daquilo, mas o sonho dessa pessoa era comer uma pipoca. Eu sei que a mãe tinha a melhor intenção do mundo, mas eu não consigo pensar assim… Muitas vezes o que proibimos na infância pode ser tornar um trauma e a pessoa nunca mais vai querer saber daquilo quando crescer!

Comida com prazer

O que tem na sua geladeira?

Ontem mesmo eu postei uma foto de uma coxinha, 😀

Não sei se o debate todo sobre as manifestações do fim de semana teve a ver com isso, mas eu estava morrendo de vontade de comer coxinha, hahahahahaha!!!! Eu sei que não é saudável, é fritura, blá, blá. Mas eu não vivo de coxinha, ok? Minha alimentação diária é bem saudável, com frutas, vegetais crus, muita água, sementes, pão integral. Então de vez em quando, me dá licença que eu vou comer uma coxinha ou tomar um capuccino da Kopenhagen, cheio de chocolate.

A patrulha fitness acaba se esquecendo de que o ser humano também come não só por necessidade de energia mas também por prazer. Eu não como ração, eu como comida: faço uma salada colorida, gosto de deixar a mesa posta, fazer um prato bonito, colocar cheiro verde por cima pra deixar o prato mais cheiroso e verdinho…hummm…gente, isso dá prazer! Tenta reunir sua família pra conversar? Tenta tirar um da frente da TV e do celular, fazer o outro deixar o que está fazendo pra sentar e bater um papo?

Agora, faça um bolo de fubá, um café e coloque um queijo na mesa, chama a galera, e quero ver quem não vai! A mesa tem esse ponto também: reúne as pessoas, todo mundo conversa, conta caso, traz uma lembrança daquele sabor, isso faz parte da vida. Nem sempre dá pra fazer isso com salada, ou com maçãs… mas uma vez ou outra, comer um bolo não vai fazer mal. Nesse contexto, vai é fazer muito bem!

Os hábitos começam em casa

Eu tenho essa teoria, que serve não só para alimentação mas para a vida: vale muito mais o que você aprende em casa através do exemplo do que o que você vê e experimenta lá fora. 

Aqui em casa nós temos a rotina de tomar café da manhã, e as meninas acordam cedo. No meio da manhã, quando sentem fome, já sabem: tem fruta. Se não quiser comer fruta, não substituo por nada. Ah, não quer banana, laranja, maçã? Então não tem outra coisa. Não dou bolo, biscoito ou iogurte para substituir. As meninas não foram acostumadas a tomar refrigerantes, então se você oferecer elas podem até aceitar, mas normalmente quando vamos a um restaurante, onde elas podem escolher, elas pedem suco. Ou seja, elas reproduzem lá fora um hábito que aprenderam em casa.

Desafio no Instagram: #oquetemnageladeira

Lancei hoje um desafio no Instagram: mostre o que você tem na geladeira e marque com a hashtag #oquetemnageladeira

A intenção, além da brincadeira, é fazer você enxergar como andam seus hábitos. Pode ser que você nem se dê conta do que coloca na sua geladeira no dia a dia, mas não anda gostando das consequências: colesterol alto, imunidade baixa, sobrepeso, etc. Se na sua geladeira tiver opções saudáveis, na hora da fome você poderá comer uma maçã ao invés de comer biscoito, já pensou nisso?

Agora me conta: o que tem na sua geladeira hoje?

 

 

Yonanas – Dicas de Amélia

Venha ver como funciona a Yonanas, minha nova paixão da cozinha!

Se você acha que eu sou uma pessoa equilibrada, nunca me viu na frente de um pote de sorvete.

Sabe aquela coisa que você não consegue parar de comer? Consigo me controlar com chocolate, qualquer outra coisa, mas sorvete é uma coisa séria. Só mesmo ficando sem comprar, porque se tiver em casa toda hora vou querer atacar o freezer!

Quando fiquei sabendo que existia a Yonanas fiquei muito tempo investigando pra ver como era essa coisa, porque não dá pra acreditar só em comerciais – isso funciona comigo só quando o assunto é cosmético, hahaha – então prefiro ver opiniões de pessoas que já usaram. Assisti a alguns vídeos e fiquei convencida de que seria uma boa compra, e no final do ano passado, início de dezembro, a minha chegou. Desde que chegou eu fiz sorvete quase todos os dias, só pra vocês terem uma ideia…

Resenha Yonanas

 

Este é o aparelho: a base, super leve, que tem o motor, e o compartimento da lâmina, que é formado por 3 ítens: uma base branca com lâminas de inox, a borracha que adere essa lâmina ao encaixe preto que tem o tubo, e o “empurrador” (não achei um nome melhor), que é um tubo que empurra as frutas, igual ao de uma centrífuga. Este conjunto fica acoplado na base cinza. Somente estes 3 itens da parte de cima devem ser lavados no final, por isso é tudo muito prático!

Montado o aparelho fica assim (pouco menor que um liquidificador):

Resenha Yonanas

 

 

A Yonanas tritura a fruta congelada de uma forma meio mágica, que a deixa instantaneamente cremosa. É impressionante a textura, a cremosidade e a leveza do sorvete em que a fruta se transforma. Você congela as frutas (depois explico mais sobre elas) e simplesmente coloca no aparelho:

Resenha Yonanas

 

Resenha Yonanas

 

Como assim, gente?

Pois é, olha só o que vira uma banana, alguns morangos e um pedaço de abacaxi (cenas fortes a seguir):

Resenha Yonanas

 

Resenha Yonanas

 

Resenha Yonanas

 

Não é incrível??

Você pode misturar ou não, dependendo das frutas que estiver usando. Aqui eu misturei um pouco. Olha essa textura:

Resenha Yonanas

 

Covardia, né? Desculpa mas lá vai outra foto:

 

Resenha Yonanas

 

Estão convencidos?

Então deixa eu contar um pouco sobre as minhas experiências com as frutas. Não é toda fruta que fica legal sozinha para fazer sorvete, muitas precisam de acompanhamento.

Por exemplo: laranja sozinha não fica legal, fica meio cristalizado, como se fosse gelo moído (e sim, pode usar os gomos da laranja, sem a semente, claro. Ela não azeda, fica ótima!) Misturada a outras frutas ela deixa o sorvete super refrescante! O mesmo acontece com o melão e a melancia. Já usei algumas polpas de fruta congelada (aquelas que vem no saquinho de plástico) e ficou bom misturado às outras frutas.

Geralmente a banana pode ser usada como base para todos os sorvetes, pois é muito cremosa e o sabor fica bom em todas as combinações (até com biscoito OREO – olha eu botando caloria na coisa diet!!!!). Por isso, se quiser pode usar qualquer fruta com banana: abacaxi, manga, melão, laranja, morango, framboesa, amora, e o que mais você tiver.

Não precisa acrescentar nenhum ingrediente, o sorvete fica cremoso só com a fruta. Claro que um leite condensado casa bem com qualquer fruta, mas nem vou sugerir isso, faça de conta que não leu.  :)

Não adianta fazer muito sorvete e deixar pronto no freezer, pois ele volta a cristalizar e perde a cremosidade. Lembre-se de que é só a fruta, não tem aqueles ingredientes gordurosos que tem no sorvete!

Outro ponto importante: lembre-se de que o gosto do sorvete será o gosto da fruta (dã!) por isso quanto mais madura, mais gostoso o sorvete. Espere a fruta amadurecer para congelar senão não fica bom!

Em tempos de dieta, ou reeducação alimentar, não tem coisa melhor. Tá me salvando naquelas horas de vontade de comer sobremesa..

Resenha Yonanas

 

Eu comprei a minha pelo Shoptime, por 199,00 no boleto. Valeu cada centavo, alguém duvida?

Se tiverem alguma dúvida, podem deixar nos comentários!

 

 

 

Aplicativo que ajuda a emagrecer

Conheça o aplicativo que me ajudou a emagrecer, o Dieta e Saúde

 

*AVISO IMPORTANTE

Não comece uma dieta sem consultar seu médico. 

Não é publi – fui eu que descobri, experimentei, gostei e vou passar a dica pra vocês. Baixei o aplicativo Dieta e Saúde e achei bem interessante, pois casa com a minha ideia de emagrecer com saúde, que é poder comer de tudo um pouco. Claro que eu sei que existem pessoas que tem realmente a necessidade de cortar certos tipos de alimentos, por isso eu realmente acho que é necessário consultar um médico antes de iniciar uma dieta. Depois, caso você queira usar uma ferramenta para auxiliar no controle, veja só como funciona!

A primeira coisa que você faz é preencher um cadastro com seus dados, incluindo seu peso atual e sua meta. O próprio aplicativo irá sugerir, de acordo com os dados preenchidos, uma quantidade de pontos a serem consumidos por dia, mas se você tiver a instrução do médico poderá segui-la aqui também.

A ideia é a mais simples de todas: contar as calorias dos alimentos, que aqui são convertidas em pontos, como no Vigilantes do Peso. A praticidade do aplicativo, na minha opinião, é a rapidez com que se faz os cálculos e as substituições. Você tem duas opções: usar gratuitamente (eu uso) ou fazer uma assinatura, que inclui assessoria personalizada e outras vantagens para usar mais ferramentas do aplicativo.

 

Aplicativo que ajuda a emagrecer

 

Ele te fornece uma tabela dessas diariamente e você mesma irá preencher de acordo com o que quiser consumir. Cada refeição deverá ser preenchida com os alimentos, e na quantidade certa (ao clicar na refeição, abre-se um menu de opções)

Por exemplo: se você for beber leite desnatado, aparecem várias opções de colocar a quantidade:

xícara, mililitros, copo americano, copo de requeijão, colher de sopa, etc

Aplicativo que ajuda a emagrecer

E ele mesmo calcula a quantidade de pontos que isso representa.

Outra coisa: ele tem uma variedade incrível de alimentos, inclusive por marcas! Se você compra pão integral, existem várias opções de marcas: Plus Vita, Wickbold, Panco, Pullman – e vários tipos de pães fabricados por essas marcas: Pão Integral de linhaça, 10 grãos, Iogurte com Cenoura, etc. Isso na versão gratuita do aplicativo, porque se você quiser ser assinante, ainda pode acrescentar a tabela nutricional do alimento que irá consumir, caso ele ainda não esteja no aplicativo.

Então, depois de selecionar o alimento e definir a quantidade, ele irá acrescentar ao seu cardápio e fica assim:

Aplicativo que ajuda a emagrecer

 

E assim por diante, você acrescenta todos os alimentos que consumir, e vai controlando a quantidade de pontos.

 

Aplicativo que ajuda a emagrecer

 

 

Alguns pontos importantes que eu quero ressaltar:

– o grande problema do nosso dia a dia é a falta de controle do que comemos. Muitas vezes o problema não é aquele docinho, mas a soma daquele docinho a tantas outras escorregadas que esquecemos de somar. Por isso, fazer um controle do que se come todo dia pode te levar a entender o motivo do seu ganho de peso, pois é uma questão de matemática: some tudo o que você come, subtraia o que você gasta.

-esse tipo de dieta tem vantagens e desvantagens: já que você pode, teoricamente, comer de tudo, precisa realmente controlar a qualidade da sua alimentação. Se você tiver que comer 30 pontos diários, procure distribui-los em alimentos saudáveis, como frutas, grãos, verduras.

-Comprei uma balança digital de cozinha que me ajudou demais a fazer esse controle. Por exemplo: o que é uma banana média???? Para dúvidas como essas, nada como saber o peso! Uma banana pode ser média pra mim e grande pra você, mas 100g de banana são 100g de banana.

-Se você pratica atividade física também poderá colocar no aplicativo. Assim, se você pode comer 30 pontos por dia, ao fazer 30 minutos de corrida ele acrescenta X pontos na sua dieta. Você já sabe mas não custa dizer: é recomendável praticar alguma atividade física associada a dieta.

 

Achei esse aplicativo uma excelente ferramenta pra mim. Eu sou mãe de duas crianças e esposa de um homem magro. Não posso colocar a família inteira de dieta junto comigo! Preciso fazer almoço, lanches e jantar para uma família normal, que gosta de arroz, feijão, carne e não posso substituir tudo por comida sem glúten, whey, sopas e todas essas modas que aparecem por aí.

Como eu sou a responsável pela alimentação da família, faço o possível para melhorar a qualidade de tudo:

substituí, na maioria das vezes, o óleo de soja pelo óleo de coco;

-faço pelo menos 3 legumes no almoço, todos os dias e tenho sempre variedade de frutas em casa;

evito comprar salgadinhos, biscoitos recheados e guloseimas

eliminei todo alimento industrializado, na medida do possível. Por exemplo: eu não faço massa de macarrão, mas não compro macarrão pronto congelado, nem lasanha;

-comecei a consumir chia, farinha de linhaça, farelo de aveia, farelo de trigo, farinha integral, gergelim. Fez uma diferença incrível!

 

Espero que tenham entendido a proposta do aplicativo e do meu post. Lembrem-se: eu não estou prescrevendo nenhuma dieta pra ninguém! A dica é só da ferramenta, que pode auxiliar quem estiver fazendo um controle, uma reeducação alimentar. Eu achei super válida e bem mais prática do que consultar tabelas de revistas, que era o que eu fazia antigamente.

Agora me conte,  o que te ajuda a controlar sua alimentação?

 

 

 

 

 

Dicas de Amélia: Torta de Milho e Alho Poró

Receita de uma torta deliciosa para almoço, lanches, brunch… leve e super gostosa!

Ontem eu postei esta torta no Instagram só pra dar um gostinho, já estava nos meus planos dar a receita pra vocês! Eu faço esta torta há muito tempo, mas a receita original leva só milho, o alho poró é por minha conta 😉

Por isso, quem não quiser colocar o alho poró é só não colocar que também dá certo, ok?

Receita: Torta de Milho e Alho Poró

Vamos lá:

Massa: 

-1 pote de requeijão de 200g

-2 colheres de sopa de manteiga ou margarina

-2 xícaras de farinha de trigo

* Esta massa não tem segredo: é só misturar tudo, a princípio com a colher mesmo, e depois com as mãos só pra chegar no ponto de abrir. Eu uso o rolo para abrir a massa (não precisa enfarinhar a superfície da bancada, ela não gruda) e depois passo para uma forma de aro removível.

Fure a massa com garfo e leve para assar  em forno a 180º enquanto prepara o recheio (não deixe passar de 15 minutos).

Recheio:

2 colheres de sopa de manteiga

1/2 cebola ralada ou picada

2 colheres de sopa de farinha de trigo

1 xícara de leite quente

1 lata de milho verde escorrido

1/2 xícara de alho poró, já refogado em 1 colher de chá de azeite, só para murchar um pouco

2 gemas

200g de creme de leite

1 colher de sopa de salsinha picada

tempero à gosto (sal, pimenta do reino, cominho) – a receita original colocava 1 tablete de caldo de galinha dissolvido no leite quente, mas há quem não goste de temperos artificiais. Eu tenho evitado aqui em casa e não prejudica em nada a receita.

 

Cobertura

2 claras batidas em neve

1 colher de sopa de farinha de rosca (eu substituo às vezes por farelo de aveia)

2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

 

*Comece fritando a cebola na manteiga. Quando estiver frita, acrescente a farinha e mexa para não empelotar, e logo em seguida acrescente o leite quente, já com um pouco de tempero (sal, pimenta ou o caldo de galinha) que você quer usar. Misture bem até o leite engrossar (nessa hora não pode parar de mexer, senão empelota! Se quiser, use o fouet).

Depois que a mistura engrossar, desligue o fogo e acrescente o milho, o alho poró, as gemas,o creme de leite e a salsinha.

Coloque o recheio dentro da massa, e cubra com a clara em neve. Vá colocando as claras em colheradas para que você cubra toda a torta sem precisar espalhar a clara por cima do recheio, pois ele é líquido e os dois não podem se misturar.

Por cima das claras, espalhe a mistura da farinha de rosca ou farelo de trigo com o queijo parmesão. Leve ao forno novamente até que esta crosta fique dourada como na foto.

 

Você pode servir quente, mas esta torta também fica muito boa fria. Aliás, é daqueles pratos que ficam até mais gostosos no dia seguinte… 😀

É um pouco trabalhosa, deu pra perceber, né? Mas vale a pena, posso garantir! Quem fizer me conte o que achou!

 

 

Alerta: cuidado com a pimenta Dedo de Moça

Veja o que aconteceu comigo ao picar a pimenta Dedo de Moça

Quem me acompanha sabe que sou amante de uma boa cozinha e vivo assistindo todos os programas culinários que tem na TV: os da GNT, da Chef TV, enfim, adoro. De vez em quando me aventuro com as receitas, e de tanto ouvir que pimenta Dedo de Moça não arde se você tirar as sementes resolvi comprar pra ver como é. Não sou muito fã de pimenta e tenho 2 crianças, então nunca tinha usado aqui em casa!

Cuidado ao picar pimenta Dedo De Moça

Em todos os programas que já assisti todos os chefs falam a mesma coisa: tire as sementes (eles raspam com a faca) e a pimenta só deixa o sabor, não arde. OK, fiz isso.

Eu abri a pimenta (usei só uma) e raspei as sementes com a faca, mas algumas ficaram lá dentro da concha da pimenta e usei o dedo para tirar, debaixo da água corrente, para me assegurar de que todas as sementes iriam embora. Até aí, tudo bem. Fiz minha moqueca, comi, e no meio do almoço -cerca de 20 minutos após ter picado a pimenta, meus dedos começaram a arder.

Arderam muito, mas não ficaram vermelhos. Tive a sensação de que eu havia me queimado, mas sabia que não tinha me queimado no fogo, mas meus dedos ardiam como se estivessem em chamas! A primeira coisa que eu fiz foi colocar as mãos na água corrente, e lavei com sabão para ver se retirava alguma substância que pudesse ter deixado nas mãos, e logo pensei: isso é coisa da pimenta Dedo de Moça que eu piquei. Era o único ingrediente diferente que eu havia usado, eu faço moqueca uma vez por semana e nunca me aconteceu isso.

Fui pra internet e procurei: queimei os dedos com pimenta. Caí em várias páginas, mas a que me deu mais informações foi o De Minuto, no post em que a autora conta que aconteceu a mesma coisa com ela: Queimadura: pimenta chilli ou dedo de moça

DETALHE: não tenho certeza se a Chilli é a mesma pimenta Dedo de Moça. Pelo que eu pesquisei, não são. Mas eu comprei a Dedo de Moça, disso eu tenho certeza.

Se vocês derem uma olhada no post, verão que hoje tem 189 comentários, e vários deles contam a mesma experiência. Conversei com a minha amiga Thatiana Rolim, que é estudante de gastronomia e trabalha na área há bastante tempo, e ela me disse que isso nunca havia acontecido com ela – e pelo visto não acontece mesmo, nem com ela nem com o Jamie Oliver, Olivier Anquier, Rita Lobo, Gordon Ramsay. Só acontece com pé rapado mesmo – tipo euzinha. :(

Gente, arde muito! Depois que li o post fiquei desesperada porque pensei o que teria acontecido se eu tivesse coçado os olhos (coisa que eu faço com frequência, pois estou com os olhos secos)! Já pensou????

 

Bom, pra terminar: 

resolvi meu problema após 3 boas lambrecadas de azeite nas mãos. Lavei as mãos com água e sabão, sequei, passei azeite e fiquei massageando. Deixei por 10 minutos e lavei pra tirar. Fiz isso mais duas vezes, 3 no total. Só na última vez eu senti que estava realmente melhorando e ia dar certo.

Vale a pena dar uma olhada no post que eu indico pois muita gente conta reações diferentes – cada pessoa é de um jeito, cada um reage de uma forma, não é? Mas é importante saber também que existem coisas que NÃO DEVEM SER FEITAS nestes casos, só não vou colocar aqui pois teria que dar um Control C + Control V – vocês sabem que eu odeio isso e não faço. Então, não deixem de ver o post!

Pode ser que esta reação não aconteça com todo mundo, mas pelo visto acontece com muita gente, basta ver quanta gente conta isso na internet afora.

Espalhem a notícia. Eu já perdi as contas de quantas vezes eu vi programas culinários e NUNCA OUVI nenhuma coisa desse tipo. Se alguém já tivesse me alertado eu teria evitado esse contratempo, e é por isso que eu faço posts desse tipo. Quanto mais se espalhar, melhor.

 

E por último, recadinhos para as leitoras: continuo em ritmo de férias, dá pra notar, né? Mas o blog não acabou não, é só um tempo de descanso mesmo, tenho muitas novidades aqui para mostrar pra vocês. Quem comentou fazendo perguntas, pode ter um pouco de paciência que de vez em quando eu sento aqui para responder.

Beijos!!!

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...