Creme para olhos da Chanel – resenha

Creme para área dos olhos Chanel – Ultra Correction Line Repair

Usei este creme para área dos olhos da Chanel, e mesmo não sendo a linha vendida no Brasil eu quero deixar registrado no blog. Ás vezes eu recebo críticas quando posto produtos caros mas eu acho que vale a pena como comparação – o que se compra com muito dinheiro é melhor/igual/pior ao que se compra com pouco dinheiro? Acho que este tem que ser o pensamento, então toda informação é válida.

A atual linha de tratamento anti rugas da Chanel é a Le Lift, e só para comparação, que já que não tem este produto à venda no Brasil, o creme para área dos olhos da Le Lift custa atualmente R$675,00 com 15ml (um tamanho padrão de produtos para esta área).

Creme para área dos olhos da Chanel - resenha

Ultra Correction Line Repair Chanel

Achei bacana a explicação que vem no folder do produto (que vem traduzido em 17 – isso mesmo, DEZESSETE – línguas). Olha só:

Tratamento anti rugas para o contorno dos olhos

Por que motivo as rugas aparecem no seu rosto com o decorrer dos anos?

Porque, em profundidade, o colágeno endurece e acaba por “quebrar”. Na origem deste fenômeno está a glicação ou fixação da glicose nas fibras de colágeno. Na realidade, o Centro de Investigação de Chanel identificou nas células da pele uma molécula chave capaz de inverter a glicação do colágeno, e FN3K.

Para estimular a produção desta molécula, foi criado um ativo polifracionado exclusivo com origem numa árvore da Indonésia, a Bay Cedar PFA. Um ativo puro, potente, poliativo para uma deglicação das fibras de colágeno e um novo volume da derme-epiderme.

Para uma correção precisa e visível do contorno dos olhos, a ação de Bay Cedar PFA é complementada pela presença de um complexo exclusivo que vai combater em simultâneo os papos e as olheiras. Aplicar delicadamente de manhã e/ou de noite sobre a totalidade do contorno dos olhos.

Minha experiência com o creme para contorno dos olhos da Chanel

O creme é bem espesso, denso, mas é bastante confortável depois de aplicado. Não seca imediatamente, mas como não incomoda nem faz diferença aquele textura marcante que fica ali até secar. Aliás, até me surpreendi com o conforto que senti, pois quando coloquei o produto nos dedos antes de aplicar achei que seria bem pegajoso, mas ele é fácil de espalhar e bem agradável. A pele fica protegida, hidratada, e o contorno dos olhos está bem hidratado com o uso do creme.

E aí, vale a pena?

Vamos separar bem as coisas: minha opinião sobre o produto com o uso e a questão de “vale/não vale o que custa”. Eu usei esta amostra com 3 ml, que é 1/5 do que vem na embalagem original, mas deu pra usar por 1 mês, então deu pra sentir seu efeito. Como eu já usei outros produtos de boas marcas de dermocosméticos eu tenho parâmetros para comparação e considero que este seja um bom anti rugas para área dos olhos sim. Daí a achar que vale a pena comprar são outros quinhentos!

Não que eu tenha algum tipo de “preconceito” com marca de luxo, eu não é dinheiro mesmo pra bancar tudo isso. Aliás, mesmo se tivesse, eu poderia até comprar produtos de luxo para tratamento de pele desde que eu percebesse que seus efeitos são incomparáveis aos outros.

Eu sei que existem estudos, pesquisas e muita tecnologia por trás da indústria de cosméticos, inclusive de marcas de luxo como a Shiseido, Lancome, mas sei também que a questão da marca, da exclusividade, do desejo, estão por trás de preços exorbitantes. E eu falo sobre isso pois em algumas coisas eu já passei por isso:

  • já quis comprar bolsa de luxo – aí comprei, vi como era andar com uma belezinha dessas bem caras por aí, e não quis comprar mais, pra mim já estava experimentado e meu dinheiro poderia me dar outras coisas que me dariam mais prazer do que aquilo. Superei.
  • Já tive minha fase de amar – aliás, mentira, ainda amo, hehe – maquiagens e produtos de luxo. Mesma coisa: já comprei, já usei, ainda gosto, mas hoje eu escolho bem mais. Fases da vida, né gente?

Não critico quem tem esses desejos. Faz parte da natureza humana. Como também faz parte da nossa evolução começar a aprender a valorizar o que realmente tem valor e superar certas coisas.

Nossa, essa resenha virou o quê? hahaha

Resumindo, assim como contei na resenha do Shiseido Ultimune eu não encontrei motivos que me fizessem correr loucamente atrás de dos produtos de tratamento de pele da Chanel. Diferente por exemplo dos produtos da Caudalie , que também é uma marca cara no Brasil, mas pelo que já experimentei da marca eu até acho que vale a pena sacrificar o porquinho de vez em quando…

Veja por exemplo:

Eau de Beauté Caudalie

Vinoperfect Serum Caudalie

Cada caso é um caso, e cada um sabe o que está dentro das suas possibilidades financeiras. Hoje cada vez mais eu entendo as diferenças entre o que é necessidade e o que é desejo de consumo. Nada como um dia após o outro, não é?

Garanto que o post era pra ser uma resenha de creme, sério mesmo! 😀

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...