Mulher com perfume masculino, pode? – Conexão Carioca

Mulher pode usar perfume masculino? O que você acha?

Hoje o Conexão Carioca vai falar sobre o uso de perfume masculino por mulheres: sim, não, tem regra, e se tiver, é pra seguir? Bem, cada um tem sua opinião e aqui eu vou expor a minha!

Meu perfume masculino

Mulher usa perfume masculino?

Puxei pela memória e o único perfume masculino que eu tenho é este, o One Million de Paco Rabanne. Eu me lembro quando senti essa fragrância pela primeira vez, foi amor à primeira vista  cheirada. Ele tem todos aqueles ingredientes que se sobressaem não só nas fragrâncias masculinas mas também naquelas consideradas marcantes: madeira, um forte fundo doce e quente, âmbar (bem resinado) e o único ingrediente que eu não considero unissex, que é o couro. Esse couro não deixa dúvidas: é masculino mesmo!

Enquanto algumas de vocês torcem o nariz, eu já vou adiantando: perfume é assim. Tem hora que bate com seu gosto e pronto, não tem o que discutir. Discutir o sexo do perfume nessas horas vira segundo, terceiro, quarto plano!

Claro que, como todo perfume, existem as horas e ocasiões mais apropriadas para usar. Talvez meu marido não goste que eu use um perfume masculino pra namorar. Eu entenderia perfeitamente – pois é, nunca fiz esse teste por razões óbvias – e tenho bom senso suficiente para escolher outros momentos de usar meu One Million.

Assim como o Aquolina Pink Sugar não cabe na praia, ou num velório, assim como um perfume sensual deve ser evitado em uma entrevista de emprego formal, deve-se escolher o momento adequado para usar um perfume masculino – não necessariamente por ele ser masculino, mas devido às notas mais fortes que ele pode ter – e muitos tem notas bem marcantes e diferentes do que é considerado um perfume feminino.

Pode? Não pode?

Embora “sem querer querendo” eu tenha “ditado regras” no último parágrafo, eu concordo que em perfumaria elas não mandam. Podem até existir, mas se não servem pra você, você pode ignorá-las – lembrando que deverá arcar com as consequências disso!

A nossa teimosia pode valer um rótulo. Se você vai conhecer a família do namorado com o perfume “errado” pode ser taxada com a “nova periguete” do fulano. Sogra não é fácil, hahahaha! Mas brincadeiras à parte, eu acho que tudo é válido desde que tenha a boa e velha dose de bom senso, que nunca faz mal a ninguém. Uma boa brincadeira de vez em quando é bom para sair do trivial, experimentar novidades (lembram-se do Layeringa técnica de construir seu próprio cheiro misturando perfumes?) e ser original.

Mas tudo tem a hora, o lugar, a ocasião. Aliás, se você pensar bem, isso vale para sua roupa, sua maquiagem e seu comportamento! Se o seu perfume diz um pouco de tudo sobre você, por que seria diferente?

Eu já senti alguns perfumes do meu irmão e do meu cunhado, que tem gosto fantástico para perfumes na minha opinião, e fiquei até querendo “roubar” alguns, viu? Os masculinos da Burberry e da Dior são tentadores… já sentiram?

E você, o que me conta? Já usou alguma fragrância masculina? E o namorado/marido/bophe, o que achou? Me conta sua experiência, gostaria de saber!

 

Patrícia Meireles – Fuxico de Mulher

Ana Farias – Trendy Twins

Tina Szabados – Make, Coisa e Tal

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário!

*