Pleasures – Estée Lauder – resenha

Pleasures, da Estée Lauder, uma opção confortável para o dia a dia

Conheci o Pleasures por causa da minha curiosidade e admiração pela marca Estée Lauder. Já comentei aqui no blog há muito tempo que gostaria muito que a marca chegasse ao Brasil, mas se não veio até agora acho difícil mudarem o posicionamento. Veja o post: Estée Lauder

Então, como nunca tive oportunidade de experimentar o Pleasures, minha curiosidade falou mais alto e eu pedi para alguém da minha família comprar em um free shop sem eu conhecer – um dos poucos perfumes que comprei no escuro. (Detalhe: tinha feito este post com os 10 perfumes mais vendidos do mundo)

Notas olfativas

Pleasures - Estée Lauder - resenha

Notas de saída: Tuberosa, Pimenta rosa, Violeta, Frésia, Bagas vermelhas, Folha de violeta e Notas verdes

Notas de coração: Peônia, Rosa, Lírio, Lilás, Jasmim, Lírio-do-vale, Gerânio e Senegambica

Notas de fundo: Sândalo, Patchouli ou Oriza, Almíscar e Cedro

 

Agora que dei a “receita”, deixa eu falar sobre as minhas impressões pessoais. Para mim, se tem uma palavra que poderia definir o Pleasures é VERSATILIDADE. Aquele perfume que vai pro trabalho, que sai à noite, que é confortável pra dormir, enfim, pra tudo. Na minha percepção, ele é um FLORAL VERDE, em que o cheiro de mato é o ator principal. Tem um pouco de cítrico, mas não sobressai, tem bastante de flores brancas, mas também não chega a tomar o lugar do verde, e tem Patchouli. Tudo o que eu mencionei eu acho bem evidente, mas nenhum é a estrela além do mato! Fazendo um pouquinho de esforço também posso identificar as bagas vermelhas, e com mais esforço, as rosas. Fora isso não consigo identificar todas as notas, principalmente a tal Senegambica – que é uma flor branca.

Pleasures - Estée Lauder - resenha

Em minha pele tem uma ótima fixação, cerca de 4 horas, e projeção média. Preciso confessar que neste verão fiquei tão atordoada com o calor que não usei nenhum EDP, mas eu poderia ter usado o Pleasures em dias mais quentes, bastava um pouco de boa vontade – mesmo que ele não tenha ficado em minha lista dos 5 perfumes para o verão.

Eu me sinto muito confortável com este perfume, e acho muito feliz a escolha do nome, pois o conforto e a versatilidade remetem ao prazer sim, em minha opinião. Não é o meu “perfume da vida”, aquele que eu quero usar pra vida toda, repor os frascos, mas é uma experiência gostosa, que me agrada. Não me arrependi em nenhum momento de ter arriscado a comprá-lo no escuro!

E você, já conhece o Pleasures? Já comprou algum perfume no escuro também? Como foi, deu certo ou se arrependeu? Me contem aí!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 Comentários

  1. Roberta Mello
    mar 16, 2016 @ 19:06:28

    Perfume lindo, mas respondendo sua pergunta, comprei o Le bain, da Joop no escuro e foi um desastre absoluto, odiei com força, mas acho que agora já aprendi um pouco mais sobre as notas e ja tenho uma ideia do que gosto e que nao gosto!! Beijocas

    Reply

    • Luciana Vilela
      mar 16, 2016 @ 19:47:08

      Nooooooossa, mas esse aí é muito polêmico pra comprar no escuro!!!! Te entendo perfeitamente, Roberta!!! 😀

      Reply

  2. Ana Carolina
    jun 15, 2016 @ 22:29:04

    Esse é o perfume da minha vida. Conheci na década de 90, acho que em 98, e me apaixonei desde a primeira vez que senti o cheiro. Já usei uns três ou quatro frascos. Estou há um tempão sem usá-lo e, neste intervalo, usei vários outros, mas não comprei mais do que um frasco de cada um desses que usei… Apesar de gostar desses outros perfumes, nenhum deles me conquistou de verdade. Hoje comprei outro pleasures e não vejo a hora de chegar para eu poder usá-lo novamente! Acho Pleasures um perfume feminino e chiquérrimo, mas sem passar a ideia de uma mulher perua, uma mulher excessiva. Enfim, tenho amor por esse perfume!

    Reply

    • Luciana Vilela
      jun 16, 2016 @ 07:57:38

      Concordo mesmo, Ana Carolina. Aliás, se tem um tipo de perfume que passa longe da peruice é o perfume “verdinho”, com cheiro de grama, de mato. :)

      Reply

Deixe um comentário!

*