Sobre peso, corpo, emagrecimento – Parte 2

Continuando a minha história, hoje quero falar sobre motivação!

Não viu o primeiro post? Sobre peso, corpo, emagrecimento – Parte 1

Tá aí uma coisa que me faltou durante um bom tempo: motivação. Durante todo o tempo em que eu ganhei peso eu estava feliz. Não com o fato de estar engordando, claro, mas minha vida estava tranquila, feliz, filhas nascendo, realizações profissionais, muita ajuda da família, que estava sempre por perto, eu não tinha do que reclamar.

Além disso, pra mim, comida está ligada a afetividade. Isso é bom, mas pode ser um problema! Gosto de cozinhar, gosto de agradar as pessoas que eu amo fazendo coisas gostosas, fazer bolo com café, colocar uma mesa bonita, fazer pratos diferentes, bonitos, decorados. Sentar à mesa de um lanche bem feito em uma mesa bonita e bater papo com a família é um programa, entendem? Isso faz parte de mim, puxei da minha mãe. E eu adoro ser assim, não pretendo mudar! Durante muito tempo eu não estava afim de fazer nada para emagrecer, e se alguém falava comigo a respeito disso entrava por um lado e saía pelo outro. Acho que eu estava cansada. E comigo é assim: quando eu não estou com vontade… não adianta!

Mas e aí, o que me motivou dessa vez?

 

Primeiro: razões econômicas.

Vocês vão rir disso, mas é verdade: eu fiquei sem roupa.

Sempre adotei a técnica de não comprar roupas maiores porque engordei. Assim eu sempre me obrigo a me manter no máximo naquele tamanho, não posso ir além. Só que as roupas foram acabando! Sabe o que aconteceu com elas?

algumas simplesmente pararam de servir e eu guardei na esperança de vestir de novo. Algumas são muito bonitas, outras foram muito caras, enfim, eu queria um dia poder vestir de novo.

algumas eu perdi porque as estraguei :(

Um dia eu estava no aeroporto e senti que minha calça descosturou – a costura forçou tanto que não deu conta. A sorte é que eu estava com mala de mão e troquei de roupa no banheiro – imagina se eu despachasse bagagem???? Cômico se não fosse trágico, mas é verdade.

A solução era: emagrecer e voltar a caber nas roupas que eu tenho guardadas OU comprar um guarda roupa novo. Haja $$$$, e eu agora não trabalho mais.

Segundo: filhas

Não dá pra passar maus hábitos para os filhos. Definitivamente, não! Graças a Deus, minha filha mais velha sempre teve bons hábitos alimentares e sua alimentação sempre foi saudável, mas a caçula é formiga como eu e ama uma porcaria. Ela já senta na mesa do almoço perguntando se tem sobremesa! E durante muito tempo tinha mesmo…

Muita gente reclama que o filho não come frutas, legumes e verduras  mas não percebe que nem oferece essas coisas pra ele. A Isabela (caçula) não comia NADA de salada, mas sempre coloquei salada crua na mesa, na frente dela e ela sempre me viu comendo. Hoje em dia ela já come tomate, alface, brócolis, cenoura crua, ervilha e tenho certeza de que irá comer muitas outras coisas porque é o que tem na minha casa. Quero passar hábitos alimentares mais saudáveis para minhas filhas enquanto são crianças e posso controlar o que elas comem, pois o tempo vai passando e os pais não tem mais como controlar depois de uma certa idade…

Terceiro: exemplos de superação

Quando você conhece uma pessoa e tempos depois ela parece OUTRA pessoa você leva aquele susto bom. Já aconteceu isso com você? Eu sou amiga da Kaká, que fazia o Fique Linda Gastando Pouco e acompanho o blog da Nadiele, o Kacarecos de Beleza que está no blogroll do MSP. Fiquei impressionada e feliz ao ver o que elas conseguiram:

peso emagrecimento antes e depois kaká

Antes e depois da Kaká

peso emagrecimento antes e depois

Nadiele, do blog Kacarecos de Beleza

 

 

E como eu sei que vocês vão me pedir e não vão sossegar enquanto eu não colocar uma foto minha, lá vai.

Lembrando: 1 – não é look do dia , 2- estou só no meio do caminho, ainda tem muito bacon pra queimar! 😀

peso emagrecimento antes depois

Comprei este macaquinho em 2008 e usei duas vezes, e nunca mais ele me serviu :(    Mas agora serve :)

peso emagrecimento antes e depois

 

Nem me lembro qual foi a última vez que usei essa calça. Cheguei a dar pra minha irmã mas ela me devolveu dizendo que um dia eu voltaria a usar. Antes nem a perna passava :(   Mas agora passa :)

Entrar em roupa antiga é ou não é uma baita motivação???

 

Já que vocês aprovaram, vou continuar esta série de posts contando como está sendo minha rotina…

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

19 Comentários

  1. Claudia Gualberto Evangelista
    ago 14, 2014 @ 16:17:21

    Uau!!!! Vc secou mesmo amiga… Parabéns!
    E entrar no jeans que não passava no joelho realmente não tem preço. Vale o “esforço” porque nem gosto de chamar isso de sacrifício, afinal se alimentar bem é pensar no nosso future né!
    Bjs!

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:19:02

      É mesmo, Kaká, mas é só o começo, tenho outra calça jeans aqui que não fecha ainda, kkkkkkk

      Reply

  2. Ana Cristina
    ago 14, 2014 @ 16:43:17

    Vc está lindaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:20:01

      ô como é bom ter amigas. Além da minha mãe, que me acha uma miss, as amigas são as que elevam minha auto-estima! 😀

      Reply

  3. Malú
    ago 14, 2014 @ 18:43:58

    Obrigada! Todos nós temos histórias…..e a parte 2 é linda de ver. Tenho muita roupa guardada que até entra, mas quero que entre tranquila e não forçada, rsrs. Chego lá….

    Continue compartilhando conosco, e você está linda!!!!!!! Imagina quando chegar aonde queres…..vais ficar deslumbrante!

    Beijocas queridona
    Malú

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:21:35

      Obrigada, Malu! É sempre bom ter uma motivação assim, próxima, e não ficar mirando em coisas impossíveis e distantes da nossa realidade. Eu estou procurando isso! 😀

      Reply

  4. Lucy Viana
    ago 14, 2014 @ 22:18:59

    Amiga, se comida é ligada afetividade entãooo estou carente demais, quase que a vida todaaa amor, eu não engordo nem com reza braba, vixe… sabe aquela história de mãe, “não engorda de ruindade, porque come!” bem isso kkkkkkkkkk.
    Agora, amiga eu te acho Diva assim, quem dera tivesse um pouco de sustância aqui fia, é tudo muito magro, tipo tem roupa das minhas sobrinhas que chegam ficar largas em mim e nem tudo da certo… nem quando era casada engordei, acho que foi por isso que amei minhas gravidez tinha quase tudo que queria, menos a cintura kkkkkk

    Beijão
    Ta Diva, mas faz o que pede o coração.

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:22:36

      Ah, mas como eu disse, isso é pra mim, Lu, cada um tem sua história. Eu invejo quem come e não engorda, mas sei que isso também é um problema. Diferente do meu, mas um problema também… obrigada :)

      Reply

  5. Layla da Fonseca
    ago 15, 2014 @ 03:26:41

    Olá minha querida Lu!
    Arrasou, hein amiga!? Está linda demais :)
    Mil beijos, saúde e sucesso sempre. Um final de semana radiante para você!
    Layla da Fonseca | Coisa de Menina

    Reply

  6. Ana C
    ago 15, 2014 @ 08:56:20

    Oi Lu, que legal este post! Fiquei impressionada com a Kaká, aliás, vi ontem que o blog não está no ar mais, que pena!! :((((
    Você já está ótima ao meu ver, mas te desejo toda força e sucesso do mundo para perder os kgs que vc quer perder! :)) E isso de não comprar roupa maior levo super a sério. Aliás, para mim, nada motiva mais a emagrecer do que passar um dia no trabalho com a calça jeans apertando o panceps, ou, é uma tortura!
    Bjo!!

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:25:51

      Bora arrumar uma hashtag #voltakaká? :( Nossa, já fiquei com calça jeans assim e é uma tortura…quero mais não! kkkkkkkk

      Reply

  7. julia...
    ago 15, 2014 @ 09:02:51

    Tô entendendo não… Vc tá contando a tua história ou a minha? rsrs

    Lu, super entendo essa coisa de afetividade com a comida. Sempre tive pra mim que comida é vida, pq a maioria dos momentos felizes são passados em torno de uma mesa.

    No meu caso, a relação com a comida é bastante conturbada. Meu primeiro regime foi aos 4 (!!!) anos de idade, quando cheguei a pesar 32kg. Depois disso, emagreci, mas sempre fui uma das mais gordinhas da minha turma, até chegar no ensino médio, quando desenvolvi anorexia e, com 17 anos e 1,67m, cheguei a pesar 42kg (pois é: só 10kg a mais de quando estava com 4 anos, pense!). Quando entrei na faculdade, mudei de cidade, morei absolutamente sozinha e odiei a minha turma. Resultado: ganhei 12kg numa pancada (3 meses), mas nem foi tão problemático assim, pq aí cheguei a um peso saudável. Um ano depois, comecei a namorar (meu marido), e aí… Lu do céu!!!!! Pulei de 56kg pra 68kg e estacionei por um bocado de tempo, até voltar do meu intercâmbio (no ano passado) e deslanchar! Depois do casamento a coisa piorou (pois é, também adoro cozinhar e inventar coisas diferentes), e agora bati na casa dos 76kg. Tipo: MUITA COISA. Desde a semana passada voltei a seguir o cardápio da nutri, e semana que vem, como entro de férias, começarei a ir na academia todos os dias, mas só vou conseguir ir para a academia certinho por conta das férias. Meu atual momento não me permite fazer muita coisa por mim (#concurseira), então tenho intercalado esse ganho de peso com crises de enxaqueca e dores na coluna. Na verdade, só vou me forçar a perder peso pq serei madrinha de casamento em novembro, e aí já viu: toooodo mundo reparando em cada centímetro de vc na entrada na igreja. Motivo errado, eu sei, mas ao menos é um motivo que tem me forçado a emagrecer…

    Acho que sou uma das librianas mais librianas que conheço, pq ô relaçãozinha complicada com a balança que eu tenho, viu?? rsrsr

    bjo, Lu!

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 10:27:59

      Mas é isso mesmo, Júlia, pelo que converso com as pessoas todas temos muito em comum nas nossas histórias. Somos muito parecidas mesmo!!! Beijos

      Reply

  8. Evento: CliniHair e Bodytech
    ago 18, 2014 @ 08:53:46

    […] acompanha o blog está sabendo da minha saga (não viu? Sobre peso, corpo, emagrecimento Parte 1 e Sobre peso, corpo, emagrecimento – Parte 2), então já viu que vou aproveitar essa oportunidade para dar um empurrão nos meus objetivos, […]

    Reply

  9. Ju Verly
    ago 18, 2014 @ 11:44:56

    Já sei quem essa caçula puxou na família!
    Entendo bem a questão da sobremesa!
    Percebo a sua afetividade (em querer agradar com uma mesa linda e gostosa e se sentar com a família) e adoro isso em você! Principalmente pelas coisinhas maravilhosas que nos serviu na nossa última estadia aí! rsrsrs
    Mas acho que dá pra aliar as duas coisas (com um pouco de esforço), não?
    Legal demais a sua busca pelo corpo que deseja ter. Muita força pra você!
    Beijos!

    Reply

    • Mulher Sem Photoshop
      ago 18, 2014 @ 12:25:10

      Ah, Ju, que bom!!!!

      Mas fala se uma mesa bonita e cheia de coisas gostosas não propicia horas e horas de um bom papo? É disso que eu gosto, mais do que pela comida, a união, a conversa, o clima gostoso, e as boas lembranças que ficam. Sempre ficam lindas lembranças!
      Olha, vc tem razão, e eu tenho tentado aliar isso, só que como vc disse não é fácil. Mas quem disse que seria, né? 😀
      BEijos!!!

      Reply

  10. Blogueira de dieta!
    out 30, 2015 @ 09:04:25

    […] Sobre Peso, corpo, emagrecimento – parte 2 […]

    Reply

  11. Feliz 2016!
    nov 03, 2015 @ 09:24:47

    […] Sobre Peso, corpo, emagrecimento – parte 2 […]

    Reply

Deixe um comentário!

*